Uma república bananeira

5
601
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Franklin Ferreira

Assine o Blesss
Na última terça-feira o STF e todo o poder judiciário brasileiro foram desmoralizados. Um juiz do STF exigiu liminarmente o afastamento do réu Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado – após a maioria dos ministros do STF decidirem que nenhum réu pode ocupar a linha sucessória presidencial. Entretanto, a mesa do senado se prestou a um papel vergonhoso protegendo um senador que não tem a menor condição de estar no comando da casa, desobedecendo a uma ordem judicial. Afinal, decisão da justiça se cumpre ou não?

Os partidos da esquerda apostam no “quanto pior, melhor” para evitarem a cassação ou até mesmo tentar voltar ao poder. Um esbirro do PT, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que “a pauta do 
Senado deve ser suspensa” e que “devemos construir uma agenda que siga a vontade das ruas”. Só que “as ruas” pediram o enterro das manobras contra a Lava Jato. Agora, Jorge Viana (PT-AC), que talvez assuma a presidência do senado, pode tentar travar a pauta do Senado, sabotar a votação da PEC 241 e terminar de quebrar o Brasil. Se tal golpe da minoria oposicionista se consumar, a esquerda, que institucionalizou a corrupção e levou os brasileiros à falência, será responsabilizada pela calamidade financeira que ocorrerá. Apenas os esquerdistas querem enterrar a PEC 241, o que terminará de arrebentar o Brasil.
Na iminência de assumir o senado, Jorge Viana era tratado ontem como “moderado” por jornalistas. 
Só que estes esquecem que, em conversa com o advogado de Lula, ele disse que se o ex-presidente for preso o PT virará “o país de cabeça para baixo”, e chamou o juiz Sergio Moro, os procuradores da Lava Jato e os delegados da PF de “bandidos”.
O PT foi varrido do mapa nas últimas eleições. Como é que um partido irrelevante pode assumir um cargo tão relevante, a presidência do senado?
Alguns esquerdistas aproveitam para pedir o afastamento do presidente Michel Temer (PMDB). Mas o pedido de novas eleições – que é inconstitucional – é a única bandeira que resta aos socialistas, esmagados nas últimas eleições, para tentar reassumir o poder. No entanto, o povo foi às ruas no domingo não para pedir novas eleições ou gritar “fora, Temer”, como os meios de comunicação e a esquerda querem. O povo demonstrou discernimento, protestando a favor da Lava Jato, e não foi pautado pelos esquerdistas.
Enquanto o congresso está em pé de guerra com o judiciário, a opinião pública e o próprio país, os estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e o Distrito Federal não têm mais dinheiro para pagar o funcionalismo público.
Então, no Rio de Janeiro nova batalha campal ocorria ontem em frente à Assembleia Legislativa.
Enquanto o Batalhão de Choque protegia a assembleia, “manifestantes” promoveram um quebra-quebra contra o pacote de “arrocho” no centro da cidade. Em certo momento, abrigados atrás de uma pilastra, alguns “manifestantes” apontaram dois artefatos (cada um com cerca de 20 morteiros de três tiros) e atiraram ambos na direção da PM. Ao fim do “protesto”, onze policiais foram feridos com pedras e rojões. Quase ao mesmo tempo, a PF prendeu a mulher do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ).

Quem melhor resumiu a situação caótica foi o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE): “Estou indignado com a irresponsabilidade de todo mundo. Estamos a seis dias da votação da PEC do teto e a 10 dias do fim do mandato do Renan. Que irresponsabilidade! A crise é gravíssima! Não podiam pensar no Brasil? Agora Renan não acata [a decisão judicial] e estamos sem presidente, sem sessão, e é gente de todo mundo ligando em pânico, gigantes do mercado perguntando se já não é hora de deixar o Brasil”.

O Brasil está vivendo o seu momento mais grave desde a redemocratização.
Que os pastores liderem suas igrejas em oração por nosso país. Nossa salvação não virá por meio dos políticos, nem mesmo da operação Lava Jato e muito menos das Forças Armadas – no atual momento que vivemos somente o Deus uno e trino tem poder, por meio de seu Espírito Santo, de derramar um poderoso avivamento sobre a igreja, em que esta seja instrumento de Deus para reconstrução deste país sob outras bases, firmado, de fato na Lei de Deus e nos justos princípios da Constituição Federal.

“Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR”. (Sl 33.12)
***
texto original no facebook do autor, Franklin Ferreira
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

5 COMENTÁRIOS

  1. Que vergonha esse tipo de publicação. Parcial! Endeusam o corrupto Sérgio Moro que ganha 3X mais o que a CF/88 permite… aparece ao lado de um político investigado (Aécio Neves) às gargalhadas… O PT acabou com o Brasil? Me responda apenas essa pergunta: Quantas pessoas morreram de fome no Brasil nos ultimos 10 anos? e na década de 90 quantas?

  2. Embora tenha respeito e considere o Pr Franklin na conta de um "grande" ensinador das escrituras,penso que nesta postagem de fato foi bem tendencioso,como é comum no meio evangélico,creio que os políticos desonestos tem que ser julgados e punidos de todo e qualquer partido,mas fica bem claro que quando a corrupção é em partidos de esquerda as criticas são ferrenhas,o mesmo não acontecendo com os partidos de direita se assim podemos dizer,sera realmente que acreditam honestamente que só o pt é corrupto,me parece que é mais um sentimento anti-esquerdista que os evangélicos tem,que faz com que percam o bom senso ,sera que as denuncias contra Temer e os demais do governo atual não merecem destaque?parece que não,sobre a pec 241 não é criticada só por esquerdistas, a própria ONU teceu criticas a essa pec,e sobre o juiz Sergio Moro ele é declarado amigo de Aécio neves e outros do PSDB mas pasmem isso não choca ninguém nem é ser anti-ético mesmo sabendo que Aécio foi um dos mais denunciados na famigerada operação .Deus realmente precisa ter misericórdia da Nação Brasileira,Ptistas,PSDBistas,PMDBista

  3. Muito tendencioso… Quer dizer que o "quanto pior melhor" que fizeram para criarem um impeachment sem muito fundamento vale, armado pelo PSDB e PMDB dissidente, mas agora é uma coisa imperdoável? Quando políticos do PSDB roubam tá OK, só quando é pt é o fim do mundo? Muito ruim, cada dia menos acessando púlpito Cristão

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui