Nós não somos pecadores?

8
2126
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Thiago Oliveira
A cantora Priscilla Alcântara realmente foi infeliz em seu comentário. Segundo ela, a religião diz que somos pecadores, mas nós (os cristãos) não somos, pois, Cristo tirou o nosso pecado. E agora nós somos santos. Por pertencemos a um Deus que é perfeito, também nos tornamos perfeitos, segundo sua fala.

Antes de entrar no cerne da questão, acredito que a forma como muitos procederam com relação a pessoa da Priscilla foi algo que passou do tom. Sei que dá para corrigir sem taxá-la de herege e adjetivos afins. Também alerto que o seu equívoco doutrinário não é termômetro para julgar a veracidade de sua fé. Há um mal no Brasil de que cantor gospel tem que sair pregando sem ter dom nem chamado para tal. Ela está inserida nessa – digamos – “cultura” prejudicial ao Ministério da Palavra. E isso pode e deve ser combatido, mas que não se misture alhos com bugalhos: o zelo doutrinário não pode virar um neo-gnosticismo. Não sei a quanto tempo ela professa o credo cristão e desconheço a igreja que a mesma frequenta. As respostas para essas duas questões devem ser levadas em conta, pois, ainda há tempo para a Priscilla crescer em graça e no conhecimento do SENHOR, evitando assim algumas interpretações truncadas do Evangelho. Para isso, é bom sentar e aprender, não se considerar apta para ministrar a Palavra. Enfim…
A Priscilla erra ao desconsiderar que em Cristo somos justificados e nossos pecados não mais serão contados no Dia do Juízo. Somos salvos pela graça, mas o Cordeiro de Deus pagou o preço. Em outras palavras, somos salvos da condenação e libertos do poder do pecado, declarados justos diante do Supremo Juiz pelos méritos de Cristo. O que não anula a nossa inclinação adâmica para pecar. O fato de sermos santos em Cristo, é real, todavia não consumado. Deixaremos de sermos pecadores em definitivo apenas no advento da segunda vinda, quando adentrarmos no Reino dos Céus “ele transformará os nossos corpos humilhados, para serem semelhantes ao seu corpo glorioso”. Filipenses 3:21
Até lá, temos que reconhecer diante de Deus que somos pecadores, carentes da graça diariamente. Paulo diz: “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!” 1 Coríntios 10:12. E João é taxativo ao afirmar que: “Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós”. 1 João 1:8. Por isso a confissão de pecados é essencial para uma vida piedosa. Lutero foi sábio ao dizer que o cristão é simultaneamente justo e pecador. Esta tensão é vivenciada por todos os remidos até estarmos em definitivo com o nosso Redentor. Lemos na Escritura o seguinte: “Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam”. Gálatas 5:17
Então, sendo bíblicos, há que se discordar veementemente da ideia de que não somos pecadores. E nem a doutrina da justificação, que nos torna santos posicionalmente em Cristo, servirá para amenizar o que foi dito pela Priscilla. Nosso status em Cristo (repito: real, mas na espera da consumação) não nos torna livres da inclinação pecaminosa, que provém de nossa carne. Aqui, neste mundo, estamos em santificação, que é um processo. E faz parte deste processo, o reconhecimento de nossa condição pecaminosa aliado a uma vida constante de confissão e contrição por nossos pecados. Que todo cristão venha entender isso, incluindo a Priscilla Alcântara, pois esta é a sã doutrina, Palavra que gera vida e nos coloca na dependência do nosso Deus bendito.
***
Direto do Face do blogueiro e autor Thiago Oliveira
Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

8 COMENTÁRIOS

  1. Falta de conhecimento somada com a superficialidade da pregações motivacionais e politicamente que fluem dos templos da ganancia.
    Menos musicais que manipulam as emoções e mais leitura das escrituras com entendimento que vem do Espírito Santo e o remédio para este mal.

    Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
    Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
    E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
    João 3:17-19

    No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. João 1:29

    Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Romanos 3:23

    Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23

    O maior problema da igreja institucional e este;

    E outro de seus discípulos lhe disse: Senhor, permite-me que primeiramente vá sepultar meu pai.
    Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus mortos.
    Mateus 8:21,22

    O "emocionalismo" contagia os frequentadores destas "igrejas" como uma doença dando-lhes a simples e imaginaria sensação de uma proteção mística, mas Deus não é místico ele é Espírito e as coisas espirituais são tratadas espiritualmente.Está enganosa sensação de proteção mística produziu uma leva de sectários cegos e surdos que resistem a verdade que liberta e se acham protegidos na tempestade que já está sobre nós, edificaram sobre a terra e não reconhecem isto por causa da soberba.

  2. Ela está certa.
    Deus nos vê santos,perdoados,justificados,remidos,amados e isto incomoda muita gente,pois fixam só nas nossas falhas,mas o Sr.Jesus mora em nós!
    Difícil de entender na cabeça de quem não confia nas palavra perdão de eterno.

  3. Paz…. Àqueles que dizem que ela está certa é só fazer o seguinte teste: Nunca mais peque!!! Prove-nos que é possível viver neste mundo caído sem cometer nunca mais um pecado sequer. A diferença para os cristãos fiéis é que o pecado deixa de ser prazer e se torna tristeza que leva ao arrependimento… É só entender o escrito de Paulo: "Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu SOU o principal. 1 Timóteo 1:15.
    Viver no pecado é diferente do pecado eventual e o verdadeiro crente se arrepende dos seus pecados diariamente esperando novos céus e nova terra onde habita a justiça…

  4. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
    Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
    Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.
    1 João 1:8-10
    Está escrito. Ponto.

  5. um breve comentário: ídolos teens gospel que mal sabem manejar de forma adequada a bíblia e, pior de tudo, para agradar este "evangelho" hippie juntamente com sua gente politicamente correta danosa à igreja, produzem isso: LIXO.

  6. Deus criou um pecador ? Creio que todos sabemos a resposta, é óbvio que Deus não criou um pecador.
    O homem se tornou pecador ? Creio que todos sabemos a resposta, é óbvio que por meio do primeiro Adão, e como por consequência do seu pecado, todos se tornaram pecadores.
    Existiu um segundo Adão ? Creio que todos sabemos a resposta, é óbvio que existiu, o nome dele é Jesus.
    Agora uma ultima pergunta: o que a Bíblia diz sobre o que por meio de um entrou no mundo e o que por meio do outro também alcançou os que estavam no mundo ?

    Porque a obra do primeiro Adão é mais eficiente do que a obra do segundo a saber Jesus, aquele que João Batista anunciou como o que TIRARIA o pecado do mundo ?
    Precisamos refletir um pouco mais, para que satanás não ganhe vantagem sobre os filhos de Deus.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui