Ciência fez ateu se voltar a Cristo: “O cérebro é um anfitrião para a fé em Deus”

0
483
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Em meio aos estudos científicos, Mike notou que a vida é concentrada em Deus. (Foto: Convergent Books)
Mike McHargue cresceu em um lar cristão conservador, mas teve sua família devastada depois que seu pai, que era ministro de louvor na igreja, cometeu adultério. Para colaborar na reconciliação, ele passou a estudar a bíblia “como um nerd”, segundo suas próprias palavras.

“A ciência nunca tinha sido um problema pra mim, porque eu considerava a autoridade de Deus eminente. Mas eu comecei a acreditar que a Bíblia se contradiz e comecei a perder a confiança na autoridade da Bíblia. Eu percebi que a ciência não estava errada sobre o universo, e sim a Bíblia”, lembra Mike.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

A princípio, o jovem não deixou a igreja e fingia se envolver. Mas quando decidiu sair, percebeu que sua fé havia se transformado. Ele iniciou um blog para expor suas ideias sobre o cristianismo e se envolveu na comunidade ateísta.
No entanto, em certo momento de sua vida, o envolvimento com a filosofia ateísta o causou alguns conflitos internos. “Eu mudei quando percebi que não chegaria a um destino intelectual. Seria melhor aproveitar o passeio nessa viagem que chamamos vida”, disse ele.
“Às vezes eu sentia que a melhor maneira de olhar para o mundo era através da lente de um ateu, especialmente quando avaliava alegações da verdade. Outras vezes, quando estava com minha família, queria expressar gratidão por esses momentos e essas pessoas, e a minha única forma de articular isso era através da oração”, relata Mike.
“Isso soa como dissonância cognitiva para muita gente, mas eu chamo de honestidade”, acrescentou. “Acabei desistindo de tentar transformar o mundo em uma equação, e em vez disso, num presente que recebi de Deus.”
Em meio aos seus estudos científicos, Mike observou que evidências apontam para a existência de Deus. “O cérebro humano é um anfitrião para a crença em Deus. O caminho para a crença parece ser inevitável na consciência humana. Nossos cérebros tendem a se desenvolver de forma saudável quando nos entregamos à crença, especialmente em um Deus que é amor”, disse ele.
***
Guiame
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui