A noiva embriagada

0
663
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Por Silas Figueira


Recentemente eu estive na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) aqui de minha cidade por volta das 23h30min, na véspera de domingo. Chegando lá, duas coisas me chamaram a atenção, a primeira é que não havia quase ninguém lá, e olha que a UPA vive cheia de pacientes. A segunda coisa que me chamou a atenção é que estava sendo atendida uma noiva completamente bêbada. Após o casamento os noivos foram para a festa e, chegando lá, ela bebeu até passar mal.



Assine o Blesss
Quando eu cheguei, ela ainda estava vomitando muito, mas logo depois lhe aplicaram uma injeção com uma medicação e ela dormiu de roncar. O triste da história é que o noivo estava do lado dela tentando acordá-la.
– Queria acorda! Acorda!
E ela simplesmente não se dava conta de que o noivo estava ali do lado dela. Ele vestido de fraque e ela toda de branco com o vestido vomitado. Simplesmente uma cena deprimente.

Ao olhar para aquela cena eu me lembrei da noiva de Cristo, a Igreja. Esta também, pelo que temos visto, está completamente embriagada, não com o Espírito Santo (Ef 5.18), mas embriagada com as coisas deste mundo; com a bebida que o diabo oferece.
Com que a igreja tem se embriagado? Talvez você pergunte.
1º – A igreja tem estado embriagada com as falsas promessas de uma vida sem problemas neste mundo. Quando lemos a Bíblia nós nunca nos deparamos com tais promessas, temos sim a promessa de que o Senhor estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos (Mt 28.20b). Quanto às dificuldades neste mundo sempre as teremos, isso é inevitável. 

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Observe o que o Jesus falou para os seus discípulos em João 16.33:


“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” (NVI).

Já o apóstolo Paulo nos fala em Atos 14.22:


Fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: “É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus” (NVI).

Esta embriaguês leva as pessoas acharem que a vida é uma colônia de férias como nos fala o Reverendo Hernandes Dias Lopes. É uma visão distorcida achando que o céu é aqui na terra.

Os jovens, principalmente, vêm para a igreja para se divertir. Jovens que desconhecem o que é a vida dos primeiros mártires da Igreja Primitiva. Jovens que desconhecem o que é viver para Cristo. Jovens que pensam que o Evangelho é diversão sem compromisso com o testemunho de vida. Jovens que honram seus líderes, mas não honram a Deus e nem seus pais. Jovens fracos, frouxos, sem varonilidade, parecendo mais homossexuais no jeito de se vestir e de falar. Jovens que pensam que a igreja é clube de dança. Profanam o sagrado com suas danças sensuais, com Hip Hop, funk… e os líderes dizem que é uma forma de atrair os jovens. Gente que quer fazer da igreja um lugar de diversão e não um lugar de adoração. 
     
2º – A igreja está embriagada com o pecado. Não há temor em muitas pessoas dentro de nossas igrejas. Temos visto uma igreja inchada de pessoas sem compromisso com a verdade. Gente que quer trazer o mundo para dentro do ambiente religioso.
Líderes que deixaram a muito tempo de pregar sobre pecado para não ofender os ouvintes, que na verdade não passam de fregueses dessas tais igrejas. Por isso predomina o pecado nesses ambientes religiosos. Uma religiosidade sem temor, uma religiosidade onde o que predomina é o que o as pessoas gostam de ouvir e não o que elas têm necessidade de ouvir. Quem não é confrontado com a verdade será confrontado com a falsidade. Só que a verdade liberta a mentira escraviza. A verdade mostra o verdadeiro caminho para o céu, a mentira mostra um caminho que não o leva a ele, mas mantém as pessoas presas no inferno.

Igrejas que não falam em cruz, vida santa, vida de oração… Igrejas onde o homossexualismo é algo natural, onde o adultério é tido como corriqueiro, a começar pelo pastor. Igrejas que lutam pelo o que dá certo e não pelo que é certo. Onde os líderes se preocupam em manter o local empilhado de gente sem se preocupar com o destino de suas almas.
O texto de Paulo aos Colossenses 3.1-7 passa longe dos púlpitos dessas igrejas:

“Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória. Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. É por causa dessas coisas que vem a ira de Deus sobre os que vivem na desobediência, as quais vocês praticaram no passado, quando costumavam viver nelas” (NVI).

   
3º – A igreja está embriagada com a heresia. A verdade há muito tempo deixou de ser referência na boca de muitos pastores. As heresias têm tomado os púlpitos e as pessoas não se dão conta disso. É tanta aberração em nome de Deus que não sei onde nós vamos parar. Vai de vassoura ungida a cigarro ungido. Na verdade isso não é bem heresia, está mais para idolatria, pois no momento em que se deposita a fé no objeto “consagrado” virou uma idolatria.

As verdades absolutas do Evangelho têm sido deixadas de lado, sendo substituídas por uma nova releitura. Afinal de contas, dizem eles, temos que ter uma nova mensagem para esse novo século. Para tais pessoas a Bíblia deixou de ser boca de Deus para ser boca do apóstolo que escreveu para aquela época. O relativismo teológico está na boca e na mente de muitos líderes. A verdade da bíblica não é absoluta, mas relativa. Ela não inerrante para esses líderes, por isso distorcem o texto sagrado a seu bel prazer.

Sinceramente, eu não sei onde isso vai parar. Mas de uma coisa eu sei, se o Senhor não intervir a próxima geração estará completamente perdida.  Por isso nós não podemos de falar a verdade, ainda que as igrejas que pastoreamos fiquem vazias. É melhor pregar a verdade para o remanescente fiel que entreter as pessoas para manter a igreja cheia.

Muitas vezes me dá uma tristeza tremenda ao ver o que tem ocorrido com a igreja de Cristo. Olhando para aquela noiva lá na UPA eu vi o quando o Noivo – Jesus – tem estado ao ver sua noiva embriagada com as coisas desse mundo.
Que o Senhor nos ajude a permanecermos fiéis a Ele até a Sua volta.
Pense nisso!

***
Ministério Beréia

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui