Miserável Homem Que Sou

0
761
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Marcos Cicco

“Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?”
Romanos 7: 24
Lemos aqui uma expressão clara da consciência que o Apóstolo Paulo tinha de sua condição pecaminosa. Lemos nos versículos que compõem o contexto dessa passagem que havia um constante conflito entre a mente e o corpo dele, como também acontece conosco algumas vezes. Temos até o desejo de não pecar, mas sim, pecamos, por diversas razões e em diversas ocasiões.

Esse conflito interno não é novidade e infelizmente ele é real.
Interessa que Paulo faz uma alusão a um costume antigo praticado pelos tiranos, que era amarrar um cadáver a uma pessoa viva, até que ela fosse contaminada pelo cadáver em estado de putrefação. Concordo que a sensação de ser escravo do pecado é exatamente essa: a de carregar um cadáver, um peso morto, e com o risco real de morte.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Infelizmente muitos de nós ainda estamos presos ao domínio do pecado, mesmo não sendo esse o nosso objetivo. Somos miseráveis no que depende de nós, e jamais conseguiríamos sair dessa condição se não fosse por Cristo.
Quando lemos a sequência da epístola de Paulo aos irmãos Romanos, fica claro que nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus e que andam segundo o Espírito (leia Romanos 8). Embora, às vezes, damos aquela “mancada” e tropeçamos em alguma falha ou pecado, estamos livres desse domínio, e isso requer de nós um esforço para que a cada dia esse pecado tenha menos poder de influência em nós.
Estar em Cristo é andar no Espírito. E é esta lei do Espírito que nos liberta da morte e do pecado. Paulo entendeu isso e nos ensinou, mesmo em meio ao conflito da mente contra a carne. Então, sim, é possível estar em Cristo mesmo sofrendo os confrontos internos de alguém que deseja não pecar mais.
Minha sugestão hoje é que você possa pensar um pouco mais a respeito de “Estar em Cristo”. O que isso significa? Quantas renúncias (diárias) isso implica? O quanto você deseja andar no Espírito? O quanto a obra da Cruz significa para você? O quanto é mais importante calar as obras da carne?
Eu sei que é uma grande luta, e um desafio sem igual, mas vale a pena enfrentar isso de frente. Nunca se esqueça de que em Cristo não há nenhuma condenação. Jesus Cristo te ama, e pagou o preço para que você não fosse condenado. E é em reconhecimento a esse sacrifício que devemos nos esforçar.

Minha oração: “Senhor, ajude-me a estar em ti, andando na Lei do Espírito. Perdoe os meus pecados, livra-me do desejo de pecar, que eu não ceda ao pecado mesmo nos dias mais difíceis. Eu quero lavar as minhas vestes em teu sangue, e viver uma vida sem condenação, pois reconheço o Seu sacrifício na cruz. Ajude-me Senhor, te peço, e te agradeço, pelo teu amor. Em nome de Jesus, Amém.”.
Fique firme.
Juntos, em amizade e oração, sempre.
Abraço!
***
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui