Numerologia bíblica explica impeachment, defende pastor

1
303
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Jarbas Aragão

O estudo dos números nas Escrituras é uma prática bastante antiga, que deu origem a movimentos místicos dentro do judaísmo. O pastor Edgar Rufino, que também é economista, defende que, por trás do impeachment de Dilma Rousseff, existe uma lógica baseada na “numerologia bíblica”.

Assine o Blesss
Afastada por 180 dias da presidência do Brasil, Dilma tem uma forte associação com o número 13, do Partido dos Trabalhadores. Segundo Rufino, há uma mensagem divina dada ao Brasil quando se analisa os números envolvidos nas votações na Câmara dos Deputados e no Senado. “Deus é um Deus de números”, insiste o pastor. O material foi divulgado dia 10, antes da decisão final dos senadores.
Seu exercício de numerologia não usa nenhum versículo nem base bíblica. Apenas faz-se a soma dos numerais e tira-se daí conclusões. A base do seu argumento é que, embora seja uma eleição, quem estabelece e tira os governantes é Deus.

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Ele começa o raciocínio lembrando que, embora sejam 513 deputados federais, somente 511 votaram na sessão. O resultado final indicou 367 parlamentares dizendo “sim”, 137 pelo “não” e 7 abstenções.
Isolando o 7, que aparece repetido por 3 vezes, Rufino conclui: “Pela Bíblia, o número 7 representa a perfeição de Deus. Eu tenho no final da votação três números 7”. Sendo assim, existiria uma correlação do 3 com a trindade e o 7 como símbolo da perfeição.
“Deus foi muito claro ao dizer que o Pai, o Filho e o Espírito Santo estão firmando essa decisão do plenário da Câmara”, assevera Rufino. Somou o resultado final (5+1+1) e chegou a mais um 7, que confirmaria a vontade divina.
Ao somar os primeiros dígitos dos que disseram sim (3+6), chega ao número 9, que, lembra Rufino, é o indicador que ocorre “o início de um novo tempo, uma nova era”. Já os dois primeiros números dos que apoiaram Dilma é “13”.
Qual a mensagem final? “Deus está falando 13 [PT] nunca mais”.  Arriscou ainda fazer uma previsão “Esse número Deus vai eliminar… por que eles fizeram algo ruim para o país”.
Fazendo a análise da votação do Senado, novamente através dos números, lembrou que são 81 senadores (8+1=9). Contudo, ao prever a votação, insistiu que seriam necessários 54 dizendo “sim” para o afastamento (5+4=9) e 27 (2+7) contrários. Em ambas as somas surge o número 9. Contudo, o resultado final foi 55 a 22.
No final do vídeo, Rufino envia uma mensagem para Michel Temer: “Espero que o novo presidente observe o que Deus está falando, e tenha total responsabilidade de governar uma nação que quem manda é Deus, não é partido político nenhum”.
Assista:
***
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 COMENTÁRIO

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui