Mais um Cristão Morto na Conta de um País Socialista

1
422
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Agentes secretos norte-coreanos capturaram e mataram um
pastor sino-coreano (quem nasce ou vive na fronteira da China com a Coreia) que
vivia em Chiangbai, uma cidade no lado chinês da fronteira. Han era ativo em
ajudar refugiados norte-coreanos, dando-lhes alimentos, medicamentos, roupas e
outras necessidades básicas, quando fugiam da Coreia do Norte.

No último sábado (30), o pastor Han deixou sua casa logo após
o meio-dia e deveria retornar antes das 17 horas. Como não voltou, uma grande
busca foi organizada por parentes e membros da igreja que ele pastoreava. Por
volta das 20 horas, seu corpo sem vida foi encontrado mutilado e com vários
ferimentos. Pessoas que trabalharam com Han o descrevem como “extremamente
apaixonado pelos norte-coreanos”. Seu ministério foi marcado com um alto
preço.
Em novembro de 2014, um diácono de sua igreja foi sequestrado
e, desde então, nunca mais se ouviu falar dele. O pastor Han sabia que ele
também era um alvo, mas continuou seu ministério.
Han tinha 49 anos, e deixou sua esposa e dois filhos, bem
como três igrejas locais, com cerca de 600 membros, que ele ajudou a fundar e
pastoreava.


Comentário do Púlpito Cristão:

E aqui existem cristãos que defendem os regimes
socialistas. Esse tipo de defesa faz pouco caso de mortes como a do pastor Han
e de tantos outros perseguidos, torturados e assassinados por regimes
socialistas no decorrer da História. A Coréia do Norte lidera há alguns anos a lista de países que mais perseguem a Igreja do Senhor Jesus. 
Oremos pelos nossos irmãos que estão sofrendo na Coréia do Norte e em outros países em que não existe liberdade para que o Evangelho seja pregado. 

***
Portas Abertas:

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 COMENTÁRIO

  1. Esse é o grande problema do socialismo. Talvez seja o principal. Não consegue evitar a degeneração da ideia original.

    Ora, se todos os países que foram guiados, ao menos no início, pela ideologia socialista descanbaram para regimes totalitários, em maior ou menor grau, mais notadamente quanto à intolerância com o pensamento diverso e com a religião, resta demonstrado em fatos que há uma falha no pensamento socialista. Ou seja, a ideologia é incapaz de evitar que ditadores e tiranos se criem dentro do sistema. E, pela concentração de poder que propõe, via Estado, fica muito difícil depois para reverter, haja vista que o poder (armas, monetário etc.) estará nas mãos do dito tirano/ditador.

    A próprio poder concentrado no Estado provedor torna-se, portanto, a fraqueza da ideologia.

    A Coreia do Norte, assim como Rússia, Camboja, Cuba, Venezuela, dentre muitos outros é sim um país conduzido pelo viés socialista (ou comunista, dependendo do caso). São os filhos feios do sistema. A grande dificuldade é identificar os filhos bonitos. Aliás, identificar não, citar, porque eles não existem.

    Não se iluda, a Coréia do Norte é socialista, marxista.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui