O céu é exclusivo

0
467
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por José Bernardo
A inclusão é essencial para liquidificar a verdade na pós-modernidade. Sob a pressão das multidões nos grandes centros urbanos, na medida em que todos são incluídos, com suas crenças divergentes, desejos e comportamentos contraditórios, a tolerância se torna mandatória. Tudo é verdade. Nada é verdade. Em Pedro, as pessoas correm juntas para mergulhar em uma enchente de perdição (1Pe 4:3-6). E muitos crentes correm com com elas.

O discurso da igualdade nocauteou a Igreja. A ideia de terem todos os mesmos direitos, as mesmas oportunidades, está induzindo um universalismo virtual. Só não se tolera a santificação. Então o revisionismo modifica as Escrituras e, logo, Jesus aceitou tudo e todos, não segregou nem discriminou, não chamou ninguém de raça de víboras ou agrediu com um chicote quebrando-lhes as bancas, nem chamou Pedro de satanás, não dividiu as pessoas em a favor e contra ele, também não contou parábolas para que os interesseiros não cressem e fossem salvos.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Esse mundo ideal e ideologicamente ‘correto’ está iludido, porém. Inclusivo é o inferno, porque o céu é exclusivo. “Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira.” Ap 22:15. A figura do Bom Pastor é a de Jesus separando ovelhas e bodes. Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça.
Do blog do autor, Sejam Santos
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui