Crise vocacional 2

0
454
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por José Bernardo
Por todo lado há eventos para discutir o que adolescentes e jovens devem fazer do resto de suas vidas, mas, nesses dias, a questão das vocações toma contornos bem peculiares. A possibilidade de um jovem decidir se dedicar ao ministério cristão é diminuída pelo horror que a secularização e o crescente materialismo têm a isso, como pela sedutora ideia de que se pode servir a Deus fazendo qualquer coisa que dê prazer, bastante dinheiro e status.

Mesmo algumas agências missionárias endossam essa equivalência de vocações e desconsideram o ensino bíblico sobre a excelência do ministério cristão. É como dizer aos jovens que se dediquem a qualquer outra coisa e não à evangelização. De que modo o chamado para o ministério cristão desceu para o nível de todas as vocações humanas, senão abaixo? A mim parece óbvio. Na medida em que o foco não está naquele que chama, mas em quem é chamado, a vocação ministerial perde a importância.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

De fato, se os critérios para definir vocação forem capacidades e habilidades pessoais, preferências e ambições de quem é chamado, qualquer outra carreira será considerada. Mas, quando a vocação for vista a partir de Deus que chama, quando a maior aspiração for fazer a vontade dele, cada jovem cristão ouvirá o chamado de ir pelo mundo todo e pregar o evangelho a todas as pessoas.
***
Do blog do autor, Sejam Santos
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui