A igreja vendida

1
833
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por José Bernardo
Muitos crentes ficam assombrados com notícias de que igrejas protestantes se tornam bares e mesquitas na Europa. Há algumas semanas foi definitivamente vendida uma igreja aqui no Brasil, bem próxima de nosso escritório. Tornou-se uma oficina de funilaria. 

Uma desconstrução do texto faria um crente pós-moderno dizer que foi só o templo. Mas foi uma igreja mesmo, uma que se instalou ali havia várias décadas e que cresceu bastante. Então, o bairro mudou e a igreja não. Ela se tornou incapaz de alcançar as gerações seguintes, foi morrendo aos poucos e foi vendida.
Foi vendida porque a pós-modernidade prefere uma igreja tão particular que nem precisa existir no plano físico; porque deixou se tornou irrelevante; porque a língua em que se comunicava já não pode ser compreendida; porque um evangelho assistencial é inútil, e um evangelho humanista também não é verdadeiro; porque a concorrência trapaceou com entretenimento e mundanismo; porque não valorizou a participação de crianças, adolescentes e jovens e eventualmente se tornou incapaz de alcançá-los.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Não foi a primeira e não será a última. A igreja está sendo vendida e nosso coração perplexo repete o salmista: “Tu vendes por nada o teu povo, e não aumentas a tua riqueza com o seu preço.” Salmos 44:12. Embora doloroso, esse salmo ensina a única possibilidade de solução para a Igreja na pós-modernidade: depender completamente do Senhor da Igreja.
***
Do blog do autor, Sejam Santos
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 COMENTÁRIO

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui