André Valadão recebe R$ 200 mil de cidade pobre em Pernambuco e causa revolta

5
1163
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O cantor gospel André Valadão teve seu nome envolvido em um escândalo político na cidade de Cabo de Santo Agostinho, litoral sul de Pernambuco. Ele foi contratado pela prefeitura da cidade para gravar um CD ao vivo no município, que passa por problemas financeiros. O valor do contrato foi de 200 mil reais.

De acordo com informações divulgadas pelo Blog do Janildo, vinculado ao UOL Notícias, o prefeito da cidade, Vado da Farmácia (PTB), teria contratado André para gravar um CD e DVD ao vivo na cidade no próximo sábado, dia 26. O título do álbum será “Crer para Ver”.

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Assine o Blesss

Delivered by FeedBurner

O contrato foi feito com Valadão através da produtora Amando Vidas, sediada em Londrina. A quantia estipulada pelo contrato seria paga em duas parcelas – uma após a assinatura do contrato e emissão de nota fiscal, e outra 48 horas após a gravação do DVD. Todos os detalhes de valores e datas de pagamentos foram informados no Diário Oficial de Cabo de Santo Agostinho, na edição do último dia 17.
A contratação gerou controvérsias, não só pelo exorbitante valor pago ao cantor, mas pela atual situação da cidade. Cabo de Santo Agostinho passa por uma crise financeira, e o prefeito anunciou cortes de gastos, redução do salário dos comissionados, entre outras medidas. No entanto, a contratação de André Valadão foi divulgada no Diário Oficial, e foi feita em regime de inexigibilidade de licitação, ou seja, não passou por licitação pública.
A medida do prefeito foi extremamente criticada. O presidente da Câmara Municipal de Santo Agostinho, Mário Anderson da Silva Barreto, disse que a postura de Vado da Farmácia é controversa, pois, diante da crise, não houve nenhuma contenção de gastos. “Na verdade, o Prefeito exonerou alguns Cargos Comissionados de baixo escalão, porém nomeou outros em níveis mais altos e promoveu alguns, fazendo com que tais medidas se tornassem inócuas. O pior é que o prefeito demitiu mais de quarenta médicos e dentistas, debilitando ainda mais o sistema de saúde do Município que é tocada por um professor e agente de polícia , que nada entende da pasta”, disse ele.
O vereador ainda destacou a quantia absurda gasta na gravação do álbum na cidade.
“Para contrastar ainda mais e provar que não há crise, é que o prefeito está gastando mais de 400 mil reais para que o Cantor Gospel André Valadão grave o seu DVD em nossa Cidade, sendo 200 mil só de cachê”, afirmou Mário.
O presidente da Câmara também denunciou a realização, na cidade, de uma festa de aniversário para o prefeito, com a presença de cantores de brega. A festa seria bancada “por amigos” de Vado da Farmácia. No entanto, Barreto desconfia que a verba destinada para o show de André Valadão seja usada para bancar a festa, realizada em praça pública na última sexta-feira.
Diante dos acontecimentos, o presidente da Câmara dos Vereadores de Cabo de Santo Agostinho afirmou que, nesta segunda-feira, pediria providências ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao Tribunal de Contas do Estado, para investigar a legalidade da contratação de Valadão e a origem das verbas que financiaram a festa de aniversário do prefeito.
Em nota, a Prefeitura Municipal afirmou que a realização da gravação na cidade é importante, por causa do “aquecimento do comércio local, da rede hoteleira e da potencialização do turismo, além de divulgar o município dentro e fora do País.” A nota ainda informa que Cabo de Santo Agostinho deve receber em torno de 40 mil pessoas, que virão de outras cidades e estados. Quanto à festa de aniversário de Vado da Farmácia, a prefeitura não se pronunciou.
A matéria do Diário Oficial, contendo todos os detalhes da contratação de André Valadão pela prefeitura de Cabo de Santo Agostinho, pode ser conferida no link: 

http://www.diariomunicipal.com.br/amupe/materia/0425986C

Por Mariana Gouveia

***

Via Consciência Cristã.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma vergonha,Brasil só tem corruptos,esse cara inventou um campo aqui em pontezinha só pra desviar dinheiro público, como a praça que era pra ser modelo so tem a carcaça que foi desvio de Lula cabral na época.um dia prestará contas.AGURDEM!!!!

  2. Cidade Pobre?

    Que matéria leviana e irresponsável deste pobre site! O Cabo de Santo Agostinho tem a 4° maior arrecadação do Estado de Pernambuco, é a cidade do Porto de SUAPE, a região é estratégica e agrega grandes empresas como a Coca Cola, Shineray, Petrobrás e etc.

    E a receptividade ao show do Pastor e cantor André Valadão é grande no município, os fatos criados nos blogs políticos de nosso Estado, é unicamente politicagem do grupo do Deputado Federal Betinho Gomes, gravem este nome povo de Deus "Betinho Gomes" conhecido aqui no Cabo, como inimigo do Povo de Deus, sua fama na cidade é essa, recentemente ele tentou impedir um culto de ação e graças promovido pelos irmãos e deputados Lula Cabral e Everaldo Cabral.

    Agora coloca um vereador de sua base política de Nome "Arimatéia" para desqualificar um evento de tamanha grandeza e mais uma vez ficando assim contra os evangélicos.

    Ao site, eu deixo minha revolta por entrar neste jogo sujo sem antes apurar os fatos. E mais, por não conhecer nossa cidade do Cabo, uma terra rica em áreas turísticas, uma cidade empresarial e que tem a quarta arrecadação do Estado ser chamada se Pobre. Pobresa é postar informações incorretas e que falta com a verdade e respeito ao nosso povo.

    Uanderson Melo

  3. Acredito que a pessoa que publicou a reportagem está bastante equivocada, visto que, o Cabo de Santo Agostinho não é uma "cidade pobre de Pernambuco". O Cabo é uma cidade bem rica, pois tem vários investimentos e nela, também está localizado uma parte do Complexo de Suape. Como pode ser pobre??? O que acontece é que, igual a várias cidades brasileiras, a Prefeitura Municipal fez vários cortes orçamentários e deixou de realizar vários trabalhos que beneficiam a população, mas "encontrou" 200 mil reais para pagar ao cantor André Valadão gravar o DVD. Realmente é algo para causar revolta, né?!

    Ao editor da matéria, favor, estudar mais sobre a economia das cidades pernambucanas!

  4. Ninguém produz um DVD por menos de 200 mil reais, se um CD comum sem ser ao vivo já consta na base de r$ 50000 imagina um CD e um DVD ao vivo, eu garanto que se fosse um cantor sertanejo Tipo Luan Santana ninguém estava reclamando de nada….me polpem vai .

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui