Meu marido me estuprou o que devo fazer?

4
1184
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Renato Vargens
Meu marido me estuprou, o que devo fazer? Infelizmente a pergunta feita por essa mulher não é uma pergunta isolada, mesmo porque, essa é uma prática comum no Brasil.


Pois é, nesse Brasil “de meu Deus”, muitas mulheres tem sido violentadas sexualmente por seus próprios maridos, que em nome da liberdade arrebentam com suas esposas obrigando-as ao sexo forçado. O pior disso, é que muitos casos acontecem entre cristãos. Volta e meia a imprensa notícia casos de mulheres evangélicas que foram violentadas por seus cônjuges.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Diante tamanha barbaridade algumas perguntam:
Pastor:  O que devo fazer? Sou obrigada a ficar casada com um homem que não me respeita e que me violenta sexualmente? A Bíblia exige isso?
Outro dia soube do caso de um pastor que afirmou que em hipótese alguma a mulher deve se divorciar, mesmo que o marido faça sexo forçado com ela.
Caro leitor, ao contrário destes que afirmam que o casamento não pode ser desfeito em virtude do estupro, eu digo que em casos deste naipe, a mulher não somente deve separar, mas como denunciar o marido a policia.
O estupro é um crime hediondo, portanto um tipo de violência que deve ser punido nos rigores da lei.
Afirmo sem a menor sombra de dúvidas que em casos de violência sexual, a aliança entre o casal foi quebrada, legitimando assim o divórcio daquela que foi violentada.
***
Do blog do autor Renato Vargens
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

4 COMENTÁRIOS

  1. OLÁ VINICIUS NASCIMENTO, ENTENDO SEU PONTO DE VISTA. ENTENDO QUE SEU COMENTÁRIO É DE ALGUÉM QUE NÃO É CASADO COM UM MONSTRO E NÃO É VC QUE É ESTUPRADO REGULARMENTE. PONHA-SE NO LUGAR DESSAS MULHERES VÍTIMAS DE GENTE DEM ALMA.

  2. Esse foi o texto mais sem sal que eu já vi aqui. Por favor, não acredito que este blog que considero um fonte de opiniões inteligentes começe a "degringolar".
    Irmã, seu marido te estrupou? Ok. Vai sim, denuncia ele pra policia. Mas entenda que ele está tendo esses desejos por vontades carnais. A biblia diz que existe uma luta entre a carne e o Espirito. Pergunto: Como está vida espiritual de voces? Porque voce sabe que só Jesus pode salvar um homem nessa situação. Voces tem lido a biblia? congregado?
    Concordo que a mulher possa separar, mas não poderá casar com outro. "A mulher casada está ligada ao marido enquanto ele vive" Rm 7.

  3. Prezados Senhores, com a devida venia, os senhores falam sem conhecimento de causa.
    Primeiro, até meados de 2005, não existia o crime de estupro da mulher pelo marido, pelo simples motivo que há o dever legal, civil, e biblico da coabitação (fazer sexo). sim, os conjuges são obrigados a fazer sexo com o outro. A lei dos homens, que até pouco tempo tinha sua fonte na lei de Deus, estabelecia o dever de fidelidade, e em contrapartida estabelecia o dever de prestação sexual mutuo. Logo, inexistia o crime de estupro da mulher pelo marido. Nos meus tempos de academico, isso era risivel, era piadinha de sala de aula, marido estuprar esposa, só em 2005 é que regforma na lei penal introduziu a figura do estupro da mulher pelo marido. Como sei que voces vão questionar, copio algumas decisões dos tribunais nacionais sobre o tema:Processo: ACR 1432 MS 2010.001432-3
    Relator(a): Des. João Batista da Costa Marques
    Julgamento: 15/04/2010
    Órgão Julgador: 1ª Turma Criminal
    Publicação: 22/04/2010
    Parte(s): Apelante: Walter Rosa Dias
    Apelante: Ministério Público Estadual
    Apelado: Walter Rosa Dias
    Apelado: Ministério Público Estadual
    Ementa

    APELAÇÃO CRIMINAL – LESÕES CORPORAIS, ESTUPRO E AMEAÇA – CONDENAÇÃO EM APENAS DOIS DOS CRIMES – INCONFORMISMO DO MP – PRETENSÃO DE QUE A CONDENAÇÃO SE ESTENDA AO CRIME DE ESTUPRO – MARIDO E MULHER – PROVAS DUVIDOSAS SOBRE A JUSTA CAUSA DA NEGATIVA AO ATO SEXUAL – CIRCUNSTÂNCIAS PUNIDAS PELOS OUTROS DELITOS – EVENTUALIDADE DA CONSUNÇÃO – RECURSO IMPROVIDO.

    No tocante a autorização do divórcio, penso que o pastor Renato Russo Vargens esta querendo mandar mais que o Senhor Jesus, pois Jesus autorizou o divórcio só em caso de adultério.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui