Elisabeth Elliot partiu para a glória e deixa exemplo de Fé

0
913
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Nesta segunda-feira dia 15 de junho às 6:15 a missionária Elisabeth Elliot.
Viuva de Jim Elliot, um dos cinco missionários que morreram ao fio de uma lança pelos índios Huaorani do Equador em 1956.
Seu alvo principal era os Auca, a tribo mais resistente ao contato com os missionários, devido à história de violência e opressão por parte do invasor branco. 
Seria possível levar uma mensagem de perdão e reconciliação a tal povo? Os missionários foram assassinados pelos indígenas, gerando questionamentos que ainda hoje são debatidos.

Nesses tempos em que o objetivo maior das pessoas parece muitas vezes limitar-se a um cristianismo confortável, essa história nos faz pensar no próprio sentido da vida e da morte, da fé genuína e da entrega irrestrita aos propósitos de Deus.

Assine o Blesss

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:

Delivered by FeedBurner

Elisabeth passou dois anos como missionária com os membros da tribo que mataram seu marido. Voltando aos Estados Unidos depois de muitos anos na América do Sul , ela se tornou amplamente conhecido como o autor de mais de vinte livros e como orador em constante procura . Elliot percorreu o país , compartilhando seu conhecimento e experiência, bem em seus setenta anos .
Assista o vídeo”Através dos portais do Esplendor”:
Com informações, Vida Nova.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui