Deputado evangélico quer transformar termos “chulos”, como “bagaceira”, em patrimônio cultural imaterial

0
501
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Um deputado evangélico conseguiu atrair os holofotes de toda a imprensa nacional depois de propor que expressões coloquiais sejam transformadas em patrimônio cultural imaterial do estado do Amazonas.

No projeto, o deputado estadual Wanderley Dallas (PMDB), da bancada evangélica da Assembleia Legislativa do Amazonas, sugere que algumas expressões regionais sejam imortalizadas como forma de valorizar o “regionalismo” e “preservar as raízes”.

Assine o Blesss
Dentre as palavras escolhidas por Dallas para serem “tombadas”, estão termos como “cabaço”, “baitola”, “pinguelo” e “xibiu”, entre outros. O projeto, que lista os termos acompanhado de seu significado e de uma ilustração de sua aplicação prática, recebeu inúmeras críticas dos colegas parlamentares e deverá ser alterado antes de sua votação.
“É um grupo de deputados que se constrange com a palavra ‘cabaço’, mas usa de boca cheia em qualquer local”, reclamou Dallas, rebatendo os argumentos de que os termos são chulos.
A mudança do projeto prevê a retirada de diversas palavras da lista que tornarão os termos patrimônio cultural imaterial do estado. “Tiram 30 palavras de todo o projeto, desvirtuando do contexto”, voltou a se queixar o parlamentar evangélico, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo.
Os termos escolhidos por Dallas foram retirados do livro “Amazonês”, do acadêmico Sérgio Freire, pesquisador da linguagem do Amazonas. Em sua página no Facebook, o autor do livro defendeu a iniciativa do deputado: “O português oral falado aqui é riquíssimo e lhe cortar partes numa censura linguística – porque é ‘feio’ – é de uma pobreza intelectual imensa”, lamentou. “Isso é falso moralismo. Se fosse usar amazonês, diria que são uns tremendos babacas”, acrescentou Freitas.
Conheça alguns termos do projeto de lei do deputado evangélico Wanderley Dallas:
Bagaceira: noitada
Baiacu: pessoa obesa
Baitola: homossexual
Cabaço: hímen. “Essa aí tem cara de que já perdeu o cabaço”
Cabaçuda: mulher virgem
Chirrado: bêbado
Cunhantã: garota. “Quem é essa cunhantã?”
Cunhã-Poranga: mulher bonita. Parte do imaginário do Boi-bumbá de Parintins
Guguento: pessoa feridenta, nojenta, cheia de marcas na pele. “Eu nunca namoraria com a Fulana. Ela é toda guguenta, cheia de espinha”
Pinguelo: órgão sexual feminino. “Menino nasce por onde entra: pelo pinguelo”
Pirocar: perder ou cortar o cabelo. “Rapaz, olha o cara aí… pirocou o cabelo todinho”
Xibiu: vagina
***
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui