Uma pequena nota sobre a Teologia da Missão Integral

9
1400
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Renato Vargens

Ultimamente tenho sido inquirido por alguns sobre o que penso a respeito da Teologia da Missão Integral, até porque, um número grande de evangélicos influenciados por esse não tão novo conceito não falam de outra coisa em suas igrejas.

Vale a pena ressaltar que o interessante é que muitos desses “integralistas”, desconhecem os bases doutrinárias da TMI, bem como Lausanne 74. Na verdade, penso que parte dos defensores da TMI adaptaram os ideais de Lausanne a uma Teologia latino Americana de cunho esquerdista e marxista.
Isto posto, segue abaixo uma rápida nota sobre a Missão Integral.
O grande problema de alguns que defendem a TMI é que o fazem numa perspectiva reducionista e marxista. Para os defensores deste tipo de teologia o evangelho não passa de uma luta social onde o que importa é implementação de uma ideologia política. Lamentavelmente para estes o evangelho se reduz a intervenções sociais excluindo do foco da missão a pregação da única mensagem capaz de salvar o pecador, isto é, Cristo Crucificado. Ora, a igreja foi chamada para que prioritariamente pregue o evangelho e isso é ponto pacífico. Agora, é claro que a Igreja também pode e deve assistir os que sofrem as agruras de um mundo caído, contudo, não esqueçamos JAMAIS, que nossa missão é a glória de Deus e a salvação do pecador.
Para terminar tomo emprestado as palavras do Pastor Leonardo Gonçalves, missionário no Peru e editor do Púlpito Cristão:
“Alguns dos promotores da Missão Integral no Brasil parecem se inspirar mais no marxismo do que na Bíblia.  Ora, confundir comunidade cristã com uma ideologia que foi responsável por milhões de mortes no mundo, incluindo muitos cristãos, é uma boçalidade. O discurso da Missão Integral tem servido de plataforma política para ideias esquerdistas, e sua super-ênfase no social tem levado alguns a pregar um conceito que beira a salvação pelas obras, algo abominável do ponto de vista bíblico.”
Como bem disse o meu amigo Franklin Ferreira, nunca vi um hospital criado ou mantido por adeptos da Missão Integral. 
Isto posto, termino dizendo: Quer auxiliar o pobre?  O faça. Quer alimentar os famintos? Aleluia! Quer socorrer os miseráveis? Bendito seja o Senhor! Agora, não esqueça que TUDO isso sem Cristo e sem a mensagem que confronta o pecador inviabiliza a pregação. Ressalto também que a rica tradição da igreja , com hospitais, escolas, universidades, organizações humanitárias nos ensina que não existe necessidade de divorciar a pregação do evangelho com o socorro ao necessitado, todavia não podemos e nem temos autoridade da parte de Deus para fazermos da Igreja uma ONG.
Lembre-se:  Fomos chamados para pregar prioritariamente salvação do homem da condenação eterna.
É o que penso, é o que digo.
***
Renato Vargens, no Púlpito Cristão e em seu blog pessoal.
Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

9 COMENTÁRIOS

  1. A grande verdade é que um grupo de pastores, ou seja, líderes bem conhecidos, que estão investindo nesse caminho torto e infelizmente muitos desavisados estão sendo levados por essa liderança "um tanto torta". Esses líderes espirituais estão muito preocupados com ideias sociais, comunistas e marxistas, que no fundo é tudo a mesma coisa e estão esquecendo de pregar o evangelho da cruz.

    Luís

  2. Mais viver o evangelho de Cristo não é vivê-lo integralmente?. E vivê-lo integralmente não é fazer sua vontade?. E fazer sua vontade não é dar-se de si mesmo ao próximo e levar Sua mensagem?
    Ou que está sendo feito (nesta "teologia") é tudo antes do "e levar Sua mensagem"?

  3. Respeito a opinião e opção de todos. Mas não se realmente falam com propriedade do assunto. Não sei se leram, investigaram a fundo, promoveram um pesquisa para ver o que pensa realmente o movimento e todo sua extensão e ação histórica; ou então, se só estão dando ouvido a alguns "ruidosos" que por conveniência e modinha se dizem defensores de certas "bandeiras teológicas" e esquecem da centralidade e plenitude de Cristo na teologia. É interessante ler sem preconceitos antes as coisas e depois então comentar, só uma humilde dica de quem tão pouco muito sabe.

    PAZ em Cristo, o Senhor!

  4. Viver o Evangelho integralmente não pode ser desculpa para vender a igreja a partidos políticos, menos ainda para apoiar totalitarismos, genocídios, perseguição política, e cosmovisões contrárias à Palavra de Deus.
    A esquerda evangélica, em certo tempo era fã de carteirinha de Stalin, mas os crimes dele ficaram tão evidentes que ficou feio dizer que o apoiavam. Mais recentemente, a esquerda "evangélica" apoiou Fidel Castro (responsável por milhares de assassinatos, fora os cem mil cubanos que morreram no mar, tentando fugir da ilha-prisão), apoiou Chavez (que entre outras coisas, apoiava e encobria as Farcs que torturaram e assassinaram brutalmente e milhares de colombianos) e agora apoiam Maduro, que manda pistoleiros em motocicletas atirarem contra a população, e depois joga a culpa na oposição.

    De suposta "boa intenção" o caminho do inferno está pavimentado…

  5. As duas vertentes da religião. Ou é socialista ou capitalista. Não sai disso.
    Religião é um governo, um Estado uma Instituição uma chatice, uma preguiça. Ainda bem que eu pulei fora a muito tempo.

  6. Toda opinião de um teólogo de convicções forjadas nas doutrinas de Calvino sobre qualquer outra Teologia que não a chamada Teologia Reformada deve deve ser analisada criticamente à luz da razão, pois ela normalmente vem contaminada com um vício de origem, o vício da autopercepção da sua Teologia como ortodoxa e, por conseguinte, carregada de preconceito negativo em relação à Teologia objeto da sua opinião.

  7. Toda opinião de um teólogo de convicções forjadas nas doutrinas de Calvino sobre qualquer outra Teologia que não a chamada Teologia Reformada deve ser analisada criticamente à luz da razão, pois ela normalmente vem contaminada por um vício de origem, o vício da autopercepção da sua Teologia como ortodoxa e, por conseguinte, carregada de preconceito negativo em relação à Teologia objeto da sua opinião.

  8. Caro Renato. Vem e vê. Quando quiser é só marcar data e hora para você ver o que pessoas comprometidas com Cristo estão fazendo em nome dele. Ps. Fomos chamados para glorificar a Deus que é o fim principal do ser humano (Westminster pergunta 1). Como fazemos isso? Uns fazem pregando o evangelho a todas as pessoas e a pessoa toda; outros salvando almas do inferno. Ps. 2 quem está citando Calvino não tem a menor ideia do que pensava Calvino a respeito dos pobres. Alias Calvino foi o precursor da Missão Integral.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui