Desigrejadores, desigrejados e simpatizantes não querem obedecer

6
775
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Ciro Zibordi

Os DDS (Desigrejadores, Desigrejados e Simpatizantes) — torcendo o texto de 1 Coríntios 12.29 e outros que mostram claramente a hierarquização feita por Deus, não para que uns sejam melhores que outros, e sim para que haja ordem na igreja — dizem que não existe hierarquia eclesiástica. Para eles, todos devemos nos comportar como irmãos. E, quando fazemos isso, ninguém deve nem precisa se submeter a líder nenhum. 

Assine o Blesss
Bem, se na Igreja primitiva não havia hierarquia, como afirmam os DDS, por que o apóstolo Pedro, conforme Atos 2.14-36, tomou a palavra no dia de Pentecostes e explicou à multidão o que estava acontecendo? Se não existia diferenciação de cargos entre os membros, qualquer um podia ter falado. Mas, por que Pedro falou? Porque gostava de falar? Não! Ele falou porque, naquela ocasião, ele era o líder da igreja em Jerusalém. E sabe quem o colocara como tal? O Senhor Jesus, antes de ascender ao céu (Jo 21.15-17). Quem disse, mesmo, que não existe pastor no Novo Testamento?
O próprio Senhor Jesus repreendeu o pastor frouxo da igreja local em Tiatira (na província da Ásia, na Ásia Menor) em razão de ele não exercer com firmeza a liderança que lhe fora divinamente confiada (Ap 2.20). Mas os DDS têm ignorado o que está escrito em Hebreus 13.17: “Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil”.
Como já disse, foi o Senhor quem colocou o apóstolo Pedro como pastor na igreja em Jerusalém, antes de ser assunto ao céu: “Apascenta as minhas ovelhas” (Jo 21.17). Embora haja pastores não-chamados por Deus, “apóstolos” e “bispos” enganadores no mundo, Jesus não tem compromisso com estes (Mt 7.15-23). Ele, na verdade, edificou a sua Igreja (Mt 16.18) e tem posto pastores nas congregações (Ef 4.11). E isso Ele faz desde os tempos do Antigo Testamento: “E vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com ciência e com inteligência” (Jr 3.15).

***

Fonte: Blog do Ciro Sanches Zibordi. Divulgação: Púlpito Cristão.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

6 COMENTÁRIOS

  1. Pô,irmão Ciro,agora voce pisou no tomate!se algum dia qualquer pastor for igual aos PASTORES E APÓSTOLOS DA IGREJA PRIMITIVA,EM INTEGRIDADE,VERDADE E HUMILDADE,então eu certamente terei imensa alegria em me submeter aos tais.Aliás foi o próprio DEUS ENCARNADO quem disse "O maior seja SERVO DE TODOS".Seria bom se tais líderes soubessem o significado deste versículo,que define a função destes cargos.Ora bolas,me poupe!!

  2. Seguidamente quando começo a falar de Jesus Cristo para algumas pessoas logo surge à pergunta que não quer calar: “Qual é a sua igreja?” ou ainda “Onde fica a sua igreja?”

    A resposta sempre é a mesma diante desse tipo de perguntas: “Eu não tenho igreja” e, a igreja a que eu pertenço é a única que existe; a igreja que Jesus Cristo deixou aqui na terra.

    Eu acho isso tão estranho, mas essa é a consciências que as pessoas tem de Igreja, a igreja com um lugar.

    Vejo que essa ideia de pertencer a uma igreja como um lugar físico é uma herança de muitos anos. É a consciência de igreja que vem sendo ensinada e vivenciada, e tem deixado, ou melhor, têm formado cristãos passivos e descompromissados na grande maioria.

    Entenda que o problema não é o templo, prédio ou a casa para se reunir, pois de alguma forma a Igreja se reunirá em algum lugar.

    O que devemos entender que o local onde nos reunimos não é a igreja e sim onde a Igreja (Cristãos) se reúne para adorar a Deus.

    Se somos a Igreja, então, a Igreja se revela como um organismo vivo que se expressa individualmente e coletivamente independente do local onde esteja reunida.

    Não tenho dúvidas que o grande desafio que temos como cristãos do século 21 é a libertação da ideia de que Deus habita num templo e que para expressarmos a fé em Jesus Cristo devemos estar vinculado a uma instituição religiosas para se ter credibilidade eclesiástica.

    É por isso que eu sempre digo: “Eu não vou à igreja, eu sou a igreja”.

    Para muitos uma igreja se abre quando se constrói um templo e se coloca uma placa que a identifique como denominação.

    O desafio para essas pessoas é conseguir enxergar a igreja fora do sistema religioso e das quatro paredes de uma construção

    É desse pensamento que surge a ideia do desviado, onde as pessoas são divididas entre aquelas que vão ao templo e as que não vão.

    Desviados simplesmente por terem deixado de frequentar formalmente um lugar chamado de templo.

    A Palavra de Deus nos exorta a estarmos em Cristo e dessa forma entendemos que a Igreja se expressa na vida daqueles que estão em Cristo. Cuidado com o estão chamando de igreja.

    “Aquele que está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (IICo.5.17)

    Rubens

  3. Acreditamos que desigrejados, sejam os frequentadores de templos religiosos. Por vários motivos:
    1º) O Senhor Jesus, iniciou o seu Ministério Terreno, sendo batizado por João, fora do templo.
    2º) O seu Ministério, foi confirmado com a 1ª manifestação da Santíssima Trindade, fora do templo.
    3º) Jejuou 40 dias, foi tentado pelo diabo e venceu a tentação, fora do templo.
    4º) O seu 1º milagre, foi realizado na Galiléia, fora do templo.
    5º) Ele ensinou, revelou quem Ele era, exortou, curou e foi perseguido, dentro e fora do templo.
    6º) A transfiguração de Jesus, Moisés e Elias, aconteceu fora do templo.
    7º) Pedro, Tiago e João, foram testemunhas oculares da transfiguração, e ainda ouviram a voz do Pai Celestial, que dizia : Este é o meu Filho Amado, em quem tenho grande prazer, escutai-o. Este fato importantíssimo, também aconteceu fora do templo.
    8º) Pregou o famoso Sermão do Monte, os sermões proféticos, as parábolas, ressuscitou mortos, revelou sinais e fez maravilhas, fora do templo.
    9º) Celebrou a sua última Páscoa, instituiu a 1ª Ceia da sua Amada Igreja, até que Ele volte, abençoando o pão e o vinho, ordenando como símbolo da Nova Aliança, fora do templo.
    10º) Foi acusado, traído, preso e condenado, pelos frequentadores do templo, mas morreu na cruz por nós, sendo inocente, fora do templo.
    11º) Com seu imenso Amor por nós, ao 3º dia ressuscitou, vencendo a morte, para nos garantir a Vida Eterna, isto, também aconteceu fora do templo.
    12º) No Monte das Oliveiras, Ele subiu ao Céus, entrou em um Tabernáculo não feito por mãos de homens e assumiu o Sumo Sacerdócio Eterno da sua Amada e Verdadeira Igreja, que sempre esteve do lado de fora do templo.
    13º) Os Apóstolos, mas tarde, instituiram o Diaconato, fora do templo.
    14°) O Diácono Estevão, foi o 1° mártir da Igreja, os adoradores do templo, não suportaram ouvir as verdades Sagradas. Estevão viu os céus abertos, e o Senhor em pé a destra de Deus. Ele morreu apedrejado do lado de fora do templo.
    15°) O Apóstolo Paulo, no caminho de Damasco, teve um encontro com a Maravilhosa Luz que é Jesus, de perseguidor, passou a ser perseguido também, do lado de fora do templo.
    14º) Os adoradores do templo, passaram a perseguir, a Verdadeira Igreja do Senhor Jesus, que crescia muito, fora do templo.
    15º) Hoje existem muitos templos religiosos, mas a Verdadeira Igreja do Senhor Jesus, continua viva, com seus Verdadeiros Adoradores, que sempre cultuaram a Deus, do lado de fora dos templos.
    16º) Não somos uma instituição, ou mais uma seita religiosa, neste mundo mal e perdido, somos o Verdadeiro Templo de Deus, e não precisamos de outros.
    17º) Estamos conscientes, de que a Graça Salvadora de Cristo, foi consumada na cruz e não em templos.
    18º) Jamais participaremos ou contribuiremos, para restituição de tudo aquilo que o Senhor Jesus destituiu na cruz do Calvário.
    19º) Sabemos que o dom gratuito de Deus é a Vida Eterna, por Cristo Jesus o Nosso Senhor, e todos, que voltam para os templos, passarão o resto de suas vidas, pagando para sua própria perdição, porque templos, não é lugar de Cristão, mas é lugar de pagão.
    19º) Templos religiosos, não passam de uma caricatura mal feita, daquilo que os seus frequentadores, são condicionados a chamar de " igrejas ".
    20º) Os supostamente igrejados, não percebem, que estão dentro da caverna do dragão, sendo controlados e manipulados, por adoradores do diabo, disfarçados de cristãos.
    21°) Os supostos igrejados, dizem amar a verdade, mas odeiam quem fala a verdade.
    ( portalafer.blogspot.com.br )

  4. Espero que consigam sair desta matrix, só existe uma Porta e o Caminho é Cristo.
    Disse satanás: Ide por todo mundo, construindo templos e cobrando dízimos de toda criatura, quem crer e colaborar, vai se dá bem, mas quem não crer e não colaborar, vai se dá mal, porquanto não acreditou e não colaborou, com as construções de vários templos para vários deuses.
    Lembrem-se: Igreja significa chamados para fora.
    Quem será que está levando esta multidão para o lado de dentro?
    Construções de templos e dízimos, nunca foi ensinado no Evangelho de Cristo.
    Cuidado!!!
    Vocês que se acham igrejados, estão contribuindo para um outro evangelho, ou seja, um anátema.
    Não somos hereges. Amamos a Palavra de Deus.
    Não somos rebeldes, apenas gostamos de sinceridade.
    Não somos desigrejados, somos simplesmente Cristãos sem vínculo institucional.
    (portalafer.blogspot.com.br)

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui