Borrifou com água a sala de nossa alma, limpou a poeira e nos Amou

2
887
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Antognoni Misael

A Graça de Deus é próxima e pessoal. Foi por ela que Cristo nos alcançou. Esta incomensurável condição de amar a ponto de abandonar a Sua glória e morrer em nosso lugar ainda é um dos mais absurdos atos que o ser humano pode encontrar em sua existência. Por isso o Evangelho é loucura, o Amor do divino é antigo e imedível, e a Cruz é um escândalo! 
Pensando nesta Graça, trago uma passagem belíssima da obra do funileiro de Bedford, na Inglaterra, que há mais de 300 anos foi inquietado por Deus para escrever a célebre obra “O Peregrino“, falo de John Bunyan. 
O livro traz um personagem central que é “CRISTÃO”, um homem que vive uma peregrinação da terra para o céu, do pecado para a salvação, e está sujeito a lutas e armadilhas. Nesta trama, CRISTÃO se depara com inimigos (Legalidade, Hipocrisia), e também com amigos, dentre eles, a segunda pessoa do diálogo que iremos notar, o “INTÉRPRETE”, que o incentiva no progresso de sua caminhada. 
Veja que magnífico diálogo abaixo e contemple um dos mais belos exemplos de amor, perdão e Graça:
Então Intérprete o tomou pela mão e o levou para uma sala bem grande, cheia de poeira, pois jamais era varrida. Depois de examiná-la, Intérprete mandou um homem varrê-la. Ora, começando ele a varrer, o pó a ergueu tão abundantemente que o Cristão quase sufocou. Disse então Intérprete a uma jovem que estava ali ao lado: 
– Traga água e borrife um pouco na sala. Feito isso, a sala pôde ser varrida e limpa com prazer. 
CRISTÃO: O que significa isso? 
INTÉRPRETE: Esta sala é o coração do homem que jamais foi santificado pela doce graça do Evangelho. A poeira é seu pecado original e as corrupções mais íntimas que macularam todo o homem. Aquele que começou a varrer primeiro é a Lei, mas o que trouxe a água e a borrifou, é o Evangelho. Ora, você mesmo viu que assim que o homem começou a varrer, a poeira levantou, tornando impossível limpar a sala. Você quase sufocou. Isso foi para mostrar-lhe que a lei, em vez de limpar (pela sua ação) o coração do pecado, na verdade o faz reviver, o fortalece e o amplia na alma, ainda que o revele e proíba, pois não dá força para subjugar. 
Depois – continuou ele – você viu a jovem borrifar a sala com água, podendo então limpá-la com prazer. Isso é para mostrar-lhe que, quando o Evangelho entra no coração com sua influência doce e inestimável, o pecado é conquistado e subjugado, da mesma forma como você viu a jovem fazer pousar a poeira borrifando o chão com água. A alma se faz limpa pela fé, preparando-se consequentemente para que o Rei da Glória e habite. 
[O Peregrino, p.35-36] 
Que nunca, de maneira alguma, se esqueçamos daquele que por nos amar, com a água e borrifou a sala de nossa alma, nos limpou de toda sujeira do pecado e nos ensinou a Sua Maravilhosa Graça. 
Sem a intervenção dEle em nossas vidas, certamente pereceríamos. 
Obrigado Senhor!
***
Púlpito Cristão.
Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

2 COMENTÁRIOS

  1. A salvação pelo ato sacrificial, não tem sentido, pois, misericórdia sim, sacrifício, não, este ato criminoso foi criado pelos os intelectuais das igrejas, quando da reforma das escrituras, incluindo os pergaminhos da verdade de DEUS, e historia de Jesus, que só foi escrita 80 anos depois de sua morte. Aquele ato da vergonha da historia cristã esta envolto de um mistério que no decorrer dos tempos ainda virá a tona. Portanto, aquele Jesus QUE NASCEU DE MARIA, homem nenhum touco-o com dedo para lhe ferir, e ELE, está a direita do Pai para julgar com amor toda esta mentira, escrita e formulada como salvação. Esta verdade triunfará de seus prejuízos, e sairá por debaixo do alqueire transmudando todo esplendor para invadir a consciência dos seres humanos lhe dando o mais absoluto desta verdade oculta pelos sábios da religiosidade que caminhou na mesmice empoeirada de uma vergonha contada e decantada por muitos que se diziam dono da verdade…(Edvaldo)

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui