Igreja: O Gigante que Não Acordou

3
736
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Antonio Carlos Costa é Reverendo da Igreja Presbiteriana do Brasil, onde pastoreia na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Além disso se envolveu com o “Rio Underground” desenvolvendo a ideia de que a Igreja precisa ser atuante na cidade e se envolver com as causas sociais. Carlos Costa também é líder da Ong Rio de Paz onde tem desempenhado um trabalho de dar visibilidade aos invisíveis, aliviando a dor do pobre e aflito.
***
Púlpito Cristão.

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

3 COMENTÁRIOS

  1. É angustiante ver este homem falar e depois olhar para o brasil.
    Seu discurso é tão correto, tão vivo que o contraste que sua fala causa diante do brasil que eu vejo me provoca tristeza.
    Os governantes brasileiros são tão maus, mas, tão maus, que eu duvido que manifestações os convença, apesar de todo o susto que tomaram em julho deste ano.
    O sistema está tão corrompido que eu duvido que abaixo assinados com milhões de participações mude alguma coisa, aja vista que os 1.5 milhões de assinaturas não tiraram o capetão da presidência do senado.
    O brasil já demonstrou como é fácil passar de manifestação comum para a anarquia, como o estado consegui desclassificar movimentos legítimos e enquadrar cidadãos comuns que ficam aleijados em manifestações pacificas ou não tão pacificas. A policia é cruel, militarizada, a corte brasileira é cínica e má, é suja demais é insensível demais, e sabe que voto no brasil é apenas uma questão de grana, a massa não tem bagagem politica para escolher, eleição se torna gincana, quase uma diversão para os pobres e interioranos a espera da competição, do trio elétrico, do churrasco, da cerveja, dos favores a meia boca.
    Tenho noticia de pastores que pressionam ovelhas no interior para votarem naquele que eles (pastores) tem conchavo politico.
    Então quando ouço este homem sinto angustia, pois ele tem razão, ele clama, ele diz, mas a maldade de um lado e de outro a incapacidade de reação do povo se contrapõe diante dos meus olhos. Não há nada serio neste pais, nem o judiciário, que alias nunca foi sério.
    A historia não mente, pais que entrou nos eixos, todos, foi na base da bala e do cortar de pescoços, será esta nossa infeliz saída?

  2. Acredito que a lucidez do referido pastor Antônio Carlos Costa é oriunda de sua demonstração pública de verdadeiro compromisso com o Evangelho que prega.
    E muitos, muitos, ainda que anônimos, são fiéis que partilham da mesma visão, assim consagrados ao Senhor e trabalhando arduamente em prol dos carentes e na busca por justiça social.
    Realmente, este nosso país não é sério, nunca foi mas a verdadeira igreja do Senhor é séria, sempre foi e por causa da santa presença constante dEle sobre Sua igreja, ela (os remidos) continuará a labutar cheia de amor, fé e esperança, levando o Santo Evangelho a todos os cantos deste planeta.
    Assim, continuemos, todos, orando, jejuando, alimentando da Palavra, vivendo-a em santidade e dando nossas vidas nesta obra santa do Espirito, pois a causa do Senhor prossegue triunfante e somente ao final, quando Ele retornar, poderemos ver melhor como Sua igreja foi sustentada na batalha e alcançou almas para Seu Reino eterno.
    Nesta batalha, os líderes fiéis devem denunciar também os diversos larápios, bandidos engravatados, travestidos de pastores, ao mesmo tempo combatendo todo mal com Bíblia em punho, sempre, no púlpito e fora dele.
    Se verdadeiramente atentarmos bem para a simplicidade, pureza e poder de nosso Mestre Jesus e de Sua doutrina, veremos que temos tudo a nossa disposição para proclamar a bendita salvação oferecida pelo Senhor, sem medo de homens nem governos terrenos.
    Observemos a fala do aludido pastor, principalmente quando descreve o perfil da maioria dos líderes eclesiásticos evangélicos, orgulhosos, vaidosos, arrogantes, que não "dividem sua glória". Sim, falta a nós, pastores, combater com mais firmeza os falsos e ao mesmo tempo arregaçarmos as mangas e mobilizar toda a igreja para a adoração, comunhão e o evangelismo constante, indo de encontro aos perdidos, diminuindo esta prática viciosa de permanecer entrincheirados em templos, por exemplo levando o Evangelho de casa em casa.
    Preguemos contra o Estado, corrupto, bandido, como se nos apresenta no dia a dia. Denunciemos as autoridades corruptas. Foi-nos dada autoridade para isto.
    Enfim, juntemo-nos aos fiéis, principalmente ao lado de líderes honrados como este, aprendamos com eles a lutar incansavelmente pelo bem, detestando o mal.
    Lembremo-nos de que o Senhor da seara já colocou tudo a nossa disposição.
    Portanto, avancemos, devidamente armados espiritualmente e vitórias sobre vitórias virão, no Seu santo Nome.
    Amém.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui