Por libertação de cristãos presos na Síria, Evangélicos colhem assinaturas de católicos na JMJ

2
403
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

jmj Evangélicos se unem a católicos na Jornada Mundial da Juventude

Em países onde o cristianismo é minoria, não é difícil ver evangélicos e católicos se unindo, dividindo espaços e até congregando juntos. A missão Portas Abertas, e outras similares que lutam contra a perseguição de cristãos no mundo, já ajudou em campanhas pela libertação de católicos presos em nome de sua fé.
Fundada durante a Guerra Fria, a Portas Abertas tinha como principal objetivo contrabandear Bíblias. Aos poucos foi crescendo e hoje atua em quase todo o mundo, sendo conhecida por suas campanhas pelos direitos humanos daqueles homens e mulheres que sofrem perseguições e são presos e mortos por ousarem crer em Cristo.
Além de divulgar as histórias dessas pessoas, pedem orações em favor delas e coletam assinaturas de cristãos de todo o mundo, usando-as para pressionar as autoridades. São muitas as histórias de sucesso com essa estratégia.
Durante a Jornada Mundial da Juventude, neste final de semana, seus representantes no Brasil se uniram aos católicos. Não para ver o papa, mas seu objetivo é coletar assinaturas dos peregrinos para sua atual campanha que visa defender os cristãos perseguidos na Síria.
Integrantes do Underground, um ministério da PA voltado para os de jovens, carregavam cartazes e anunciam em alto-falante que precisavam de apoio para o abaixo-assinado que exige uma atuação mais enérgica do governo sírio na proteção aos cristãos.
Alyne Romeiro, coordenadora do Underground, explica: “Essa galera reunida quase toda é evangélica. Temos batistas, assembleianos, presbiterianos, congregacionais, mas também temos católicos envolvidos conosco na Portas Abertas”.
Diz ainda que se surpreendeu positivamente com a JMJ e com o “intercâmbio” desses grupos que no Brasil dificilmente andam juntos. “Os católicos estão se interessando muito pelo assunto, preenchem, assinam o documento e falam: quero apoiar os meus irmãos, também”, ressalta. Com informações Último Segundo.

***
Fonte: Gospel Prime. Divulgação: Púlpito Cristão.

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

2 COMENTÁRIOS

  1. Creio que também seria um bom momento de evangelização com amor e longanimidade para com os que estão professando uma fé sincera, mas infelizmente cheia de enganos pela sua liderança.

  2. Leonardo tem razão.libertação de pessoas por livre pensamento é direito de todos.Não precisa ter o nome divulgado,não precisa ter nada pra vender e não existe expectativa de lucro financeiro.Também nenhum daqueles que lá estiveram com este propósito serão apupados como exemplo de ecumenismo.Não são cantores,ao contrário de muitos "obreiwuos brwasileeeeroooos",puuuáa!!

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui