SUBORNO: O QUE FARÍAMOS NO LUGAR DE PAULO?

7
564
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Geremias do Couto
Cada vez mais fico encantado com o apóstolo Paulo! Ao regressar de sua Terceira Viagem Missionária, tinha proposto em seu coração retornar a Jerusalém, embora soubesse de antemão o que lhe aguardava. Desde sua despedida em Mileto, deixou explícito que o Espírito Santo já lhe tinha mostrado as muitas tribulações pelas quais passaria. Não estava, digamos, desprevenido. Creio que esse foi o período mais difícil de sua vida.
Paulo teve duas grandes oportunidades “de ouro” para tomar outro rumo e desviar-se do furor que lhe esperava. A primeira foi em Cesareia – a marítima – na casa de Filipe, onde Ágabo, com a metáfora do cinto, profetizou sobre o que os judeus fariam com o apóstolo quando lá chegasse. Todos insistiram com veemência em que não prosseguisse viagem. Era uma oportunidade e tanta de escapar e fugir para bem longe! Mas Paulo não retrocedeu um milímetro e ainda reclamou da insistência. Ele já estava pronto, “não só a ser ligado, mas ainda a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus”, Atos 21.13.
A outra oportunidade foi de novo na mesma Cesareia, agora já em trânsito para Roma, depois dos tumultos de Jerusalém. Prisioneiro do governador Félix, no Palácio de Herodes, onde ficou por cerca de dois anos, este o chamou várias vezes para “conversar”, esperando receber de Paulo algum suborno para soltá-lo, Atos 24.24-26. Abro um parêntesis apenas para dizer que “propina” no meio dos governantes não é algo assim tão recente na história.
Era a hora da virada! Se o seu coração fosse venal e movido por outros interesses, Paulo poderia negociar um “documento de alforria” com o governador, dar-lhe “por fora” o valor pretendido, para, então, tomar o rumo das últimas fronteiras do império romano e fugir do mapa. Suponho que em ambas as situações, na mesma Cesareia, houvesse os que buzinassem em seus ouvidos: “Aproveite. Não é todo o dia que isso acontece! Você não vai perder essa!”
Todavia, Paulo, mais uma vez, não foi desobediente à visão celestial! Importava-lhe obedecer a Deus!
Olhando a situação do ponto de vista humano, dali para a frente, até a morte de Paulo, tivemos apenas um prisioneiro, provavelmente visto por muitos como alguém fracassado. Mas esse foi o caminho de Deus para que grandes coisas ainda acontecessem através do seu ministério. De Roma escreveu quatro grandes cartas: Efésios, Filipenses, Colossenses e Filemom, onde o regozijo por ser um preso do Senhor é a tônica de todas, principalmente da que foi destinada aos irmãos em Filipos. Em Roma as portas de sua casa permaneceram abertas para a proclamação do Reino de Deus, alcançando, inclusive, os da casa de César, Atos 28.30,31; Filipenses 4.22.
Volto a afirmar que Paulo me encanta por ensinar-me que a atitude correta sempre será optar pelo caminho mais difícil em obediência a Deus do que pelo caminho das facilidades, que pode agradar aos homens, mas levar-nos para bem longe do que Deus quer para cada um de nós.
***
Geremias do Couto é pastor e escreve em seu blog pessoal.

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

7 COMENTÁRIOS

  1. E o que mais rola no ceio da igreja hoje é o maldito toma lá dá cá. Um circo de horrores foi condicionado pelas maiores lideranças a fim de se estruturarem politicamente e financeiramente, usando a própria palavra de Deus como forma desenfreada de ganho.
    Pa$tore$ estão chegando aos extremos para conseguirem tudo o que querem, com certeza este jamais foi ou será o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.
    Estamos diante de uma imoralidade apoiada por milhares de pessoas que se dizendo evangélicas, nunca leram a Bíblia como um livro sagrado, mas como um livrinho comum.
    Por esse motivo as pessoas são levadas a crer que tais atitudes sórdidas e nefastas são era comum entre os apóstolos escolhidos por Jesus.

  2. Encontrei por acaso o blog de vcs no google e tenho Leio lido bastante materias do blog de vcs e tem me ajudado muito a crescer e amadurecer na fé!

    Continuem assim meus caros irmãos!

    Obrigado.

    Deus abençoe!

    Tiago Haka

  3. "…Paulo me encanta por ensinar-me que a atitude correta sempre será optar pelo caminho mais difícil em obediência a Deus…"

    Se isto é verdade, então porque usa o título de pastor que não lhe pertence? Pois Paulo mesmo disse que o Salvador é o grande Pastor. (Heb. 13:20) e em João 10:11 o próprio Salvador diz que Ele é o Pastor. "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas."

    A palavra traduzida por pastor na bíblia é a mesma palavra que é traduzida por guia. Pesquise. Quando se refere ao Salvador como pastor a palavra significa pastor literalmente ( aquele que cuida) e não guia.

    E Paulo também nunca recebeu dinheiro para levar a palavra. Nunca recebeu salário para isto. E também o próprio Paulo afirmou claramente que o Criador não compactua com templos de pedras!! (Atos 17:24,25) – Paulo afirma isto para pessoas que tinham sua religião firmada em santuários (templos) e ofertas ( oferendas).

    Não aceite mais a propina (salário) para perpetuar o engano das instituições farisaicas!

  4. E esses mesmos Pa$tore$, hoje atacam os homossexuais de uma forma cruel e anticristã.
    Está aberta a temporada de caça aos gays, promovida pelos fazendeiros de uma igreja encharcada de privilégios antibíblicos.
    Digo fazendeiros porque Jesus é Pastor e não um fazendeiro que se orgulha de ter um curral lotado de irracionais o servindo.
    Do jeito que as coisas vão, vai chegar o dia em que as crianças só poderão ser matriculadas nas escolas se tiverem seus títulos de eleitor e o comprovante em dia.
    Porque a corrupção chegou e imperou de tal forma que chega a ser vergonhoso afirmar que que pastoreamos algum rebanho para o Senhor.
    Não sou gay e nem sou homofóbico, graças a Deus, mas fico aborrecido ao ver pessoas tratando seus semelhantes como se fossem bichos odiados pelo criador.
    Onde está o amor e a palavra que cura e liberta?
    Pra falar a verde o Deus de muitos que se dizem cristãos é próprio DINHEIRO.

  5. Tenho encontrado em busca na internet , blogs que contenham mensagens verdadeiramente apologéticas, em meio a um tempo de tanta apostasia, heresias, modismos, invencionices, carnalidades, egocentrismos, ufanismos, triunfalismos em meio a igrejas pseudo-cristãs, hoje chamadas “evangélicas” e tenho encontrado mensagens edificantes como esta. Não sou desigrejado, pois me congrego em uma denominação pentecostal tradicional e faço parte da igreja invisível que espera a volta de nosso Senhor Jesus Cristo que virá buscar seu povo eleito para estar com Ele por toda eternidade, pois tenho certeza que estou ligado na videira verdadeira.
    O que me espanta é encontrar comentários maldosos, parece que são sempre as mesmas pessoas, que como os “doutores da lei” procuravam encontrar qualquer falha nas palavras de Jesus para acusa-lo. São verdadeiros fariseus hipócritas que conhecem a Palavra de Deus, mas que a utilizam para polemizar em contendas inúteis. A Palavra de Deus é arma de defesa e ataque contra o mal, mas eu vejo nessas pessoas um verdadeiro ódio contra as igrejas organizadas.
    Na era apostólica e nos séculos que se seguiram até o terceiro século não vemos no NT igrejas construindo templos realmente, mas em cada lugar que os apóstolos chegavam organizavam igrejas e sempre eram nomeados líderes, não importam os títulos que usavam: anciãos, bispos, presbíteros, pastores, ou vão me dizer que o NT não fala em pastores? Leiam no NT onde Paulo diz que Deus deu dom aos homens e chamou uns para apóstolos, outros para evangelistas, outros para profetas, outros para pastores e mestres. É certo que nos nossos dias como também nos dias de Paulo existiam e existem falsos mestres, mercenários, pessoas que tentam usar o Espírito Santo para se engrandecerem, enriquecerem, mas estes prestarão contas diante de Deus e ai deles. Quem foi que disse também que a Palavra de Deus proíbe obreiros que se dedicam com exclusividade na obra de Deus não podem ser mantidos pelas igrejas? A questão de Paulo foi uma opção pessoal.
    Nos 3 primeiros séculos não haviam templos, primeiro porque os judeus cristãos pensavam que deveriam continuar sendo judeus e procuravam o templo em Jerusalém para adorar e as sinagogas para pregar sobre Jesus. Com a destruição do templo no ano 70 e a dispersão dos judeus essa idéia morreu, porém, desde o ano 64 o império romano começou a perseguir os cristãos. Imagina só se fossem construídos templos cristãos nessa época, ficaria bem fácil para os romanos matarem os cristãos, por isso se reuniam nas casas, em lugares escondidos e até nas catacumbas e eram realizados cultos sim, tanto para adoração, como para ensinamento, exortação, consolação, etc. A partir do século quarto começou a decadência, mas Deus levantou homens corajosos que levaram e tem levado o evangelho a muitos lugares da terra e este Evangelho chegou até nós, graças a Deus, inclusive a você que tem servido de pedra de tropeço para os verdadeiros obreiros de Deus, Um conselho: Use a internet para divulgar a Palavra de Deus, evangelizar os povos que ainda não conhecem a Jesus. Pois este mundo está carente dEle.
    Eis uma advertência: VC pode não concordar com muitas atitudes e métodos de muitos obreiros ou igrejas, mas não combata quando estiverem combatendo o pecado (não pessoas) seja, na mídia ou no congresso nacional. Já bastam os formadores de opinião secularistas que dominam os meios de comunicação e o governo.

  6. Ricardo,

    desculpe se ofendo suas crenças. Mas não vou me calar. Não há pastores no novo testamento. Se há pastores, logo há rebanhos. E não é assim. Há somente um rebanho e somente um Pastor. O que é um pastor? R: àquele que cuida das ovelhas; o que dá a vida pelas ovelhas!

    "Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.

    Mas o que é mercenário, e não pastor, de quem não são as ovelhas, vendo vir o lobo, deixa as ovelhas e foge; e o lobo as arrebata e dispersa.

    Ora, o mercenário foge porque é mercenário, e não se importa com as ovelhas.

    Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem,

    assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas.

    Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco; a essas também me importa conduzir, e elas ouvirão a minha voz; e haverá um rebanho e um pastor.
    João 10:11-16"

    Veja que vc diz em seu comentário: "Leiam no NT onde Paulo diz que Deus deu dom aos homens e chamou uns para apóstolos, outros para evangelistas, outros para profetas, outros para pastores e mestres."

    Paulo afirma que o Criador deu dons e não cargos aos homens. E apóstolos, evangelistas, profetas, guias (pastores) e mestres; são palavras transliteradas e não traduzidas indicando cargos. Se estas palavras forem traduzidas, então verá que são dons (funções) o que é coerente com o texto.

    Onde está o texto em que os chamados pelo Salvador devam sustentar um "obreiro"?? Sendo que todos devem ser obreiros! O que existe é uma deturpação de textos para ludibriar os incautos e tirar proveito deles.

    Quanto ao culto, não existe culto no novo testamento. Culto fazia parte da velha aliança:

    "Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar.
    Ora, também a primeira tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre.
    Hebreus 8:13; 9:1"

    Os chamados do Salvador iam nas casas levar a palavra e ali reunia as pessoas para ouvir e perguntar. Nada de culto e liturgias. O Templo do Criador foi erguido por Ele mesmo e não por homens.
    O Templo Dele são os chamados do Salvador. VC É O TEMPLO DELE. Agora, se vc precisa ir em um templo de pedra para ter comunhão com o Criador, logo vc diz claramente que vc NÃO é o Templo Dele.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui