A trágica vinda de Benny Hinn ao Brasil

40
596
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Por Márcio Jones
Diante de alguma controvérsia doutrinária ou evento de questionável índole, o puritano John Owen (1616-1683) possuía um método solucionador interessante, o qual quero apresentar. Owen nunca tratou um problema direta e imediatamente; sempre o colocou em seu contexto. Além disso, não se precipitava em responder a perguntas suscitadas. Antes, perguntava: “que princípio está aqui envolvido”? Em seguida: “onde isto se encaixa na doutrina e no ensino geral da Bíblia?”. Vejo tal postura como muito equilibrada, que se distancia, principalmente, de análises equivocadas por falta de conhecimento e que diplomaticamente se adequa até mesmo à mais acirrada discussão teológica. Afinal, se nos dizemos cristãos, sobretudo reformados, invocamos como única regra de fé e prática a Sagrada Escritura, e, para solucionarmos dúvidas teológicas, devemos nos dirigir a Ela em última instância, e as paixões e partidarismos que fiquem em segundo plano.
Partindo desse pressuposto, quero tecer alguns comentários sobre a recente vinda do sr. Benny Hinn ao Brasil, sobretudo à Taguantinga-DF, e as reuniões por ele lideradas, em geral, rotuladas de “cultos de avivamento”. Entendo que é de suma importância ao se estudar determinado instituto doutrinário identificarmos aquilo que não está contido em seu conceito. Ou seja, para que compreendamos o que vem a ser um avivamento, necessário é sabermos o que não é um avivamento. Para tanto, convém que tratemos um pouco sobre o ministério de um homem chamado Charles Finney.
No século XIX, avivamento passou a ser um assunto de grande relevância, a partir do ministério do pastor Charles Finney, então presbiteriano, mais conhecido por suas técnicas do que por sua teologia nada ortodoxa. Antes dele, tais manifestações eram tidas como soberanas, graciosas e inesperadas, provenientes de Deus. Finney, porém, após narrar uma experiência marcante com o Espírito Santo, passou a compreender que avivamento espiritual nada mais é do que o emprego de determinadas leis espirituais. Ele o comparou à semeadura. Pensava que da mesma maneira com que se cultiva uma semente, no campo espiritual, se houver rigorosa observância aos métodos corretos o avivamento é possível de ser fabricado. É dizer, se o povo de Deus se arrepender de seus pecados e os confessar, buscar a Deus em oração, o avivamento virá.
Finney, então, começou a colocar tais métodos em prática. Ele costumava visitar cidades onde havia igrejas presbiterianas ou não, nas quais fazia reuniões de uma semana, pregando contra o pecado e a necessidade de as pessoas se arrependerem de seus pecados e se humilharem diante de Deus. Com efeito, ele narra, e outros também, resultados extraordinários, como quebrantamento, cidades inteiras mudadas pelo Espírito Santo mediante. Finney então inaugura um tipo de ministério que não havia antes na igreja, que é o do ‘avivalista’, um pastor especialista em produzir avivamentos.
Em sentido contrário, à luz da Escritura notamos que avivamento não é uma ciência, como afirmava Finney, mas um dom da graça da parte de Deus, impossível de ser produzido mediante a aplicação de determinados métodos. Segundo Franklin Ferreira, avivamento é “a ação soberana do Espírito Santo, agindo de tal forma que grande número de pessoas receba o evangelho ao mesmo tempo, enquanto a igreja abandona seus pecados”. Avivamento bíblico é, sim, um retorno às Escrituras, um retorno aos preceitos divinos, abandono dos ídolos. Algumas porções bíblicas consensuais entre os teólogos atestam esse posicionamento, por exemplo: Gn 35.1-15; 2 Rs 18.1 ; 2 Cr 14 e 15; 2 Cr 26; 2 Cr 34; Ne 8, 9.
Hoje, os expedientes adotados por Benny Hinn e os rótulos de suas reuniões, nos fazem lembrar, de imediato, de Charles Finney. Como no tempo de Finney, os cristãos da atualidade perguntam: “o que importa sua doutrina, se em tudo que Benny faz há grandes resultados, grandes manifestações de Deus?”. “Ora, tudo isso é, sim, o agir do Espírito Santo!”. Vigora o pensamento pragmático, de “aparentes” resultados, de grande concentração de pessoas, de comoção e histeria coletivas, desprezado o mínimo exame bíblico.
O que pensar de um homem que abertamente diz que Deus não o permite pregar (veja vídeo no final, 10:50min.) — sem mencionar seus outros ensinos heréticos, veja aqui, por exemplo? Ora, se é a pregação o método por intermédio do qual Deus chama seus eleitos (Mc 1:38, Rm 10.14; 1 Co 1.21) e edifica a fé destes (Rm 10.17), como posso abraçar tal declaração como se viesse do próprio Deus?! O ministério de homens como Pedro, Paulo, Apolo estavam solidamente edificados sobre a pregação do evangelho. Vejamos Paulo, que de cidade em cidade anunciava o evangelho (At 13.16-41; At 14.1-7; At 16.13,14; At 17.10-31; At 18.5-11), procurando persuadir os seus ouvintes (2 Co 5.11). O escritor aos Hebreus afirma que “nestes últimos dias, nos falou Deus pelo Filho” (Hb 1.2). Cristo é a própria Palavra inegavelmente (Jo 1.1), sem mais revelações posteriores. E o trabalho do Espírito Santo, tão mencionado pelo pastor em comento, é glorificar a Cristo (Jo 16.14), dando-Lhe testemunho (Jo 15.26). Seria no mínimo ilógico glorificar a Jesus sem pregar o próprio Jesus, que é a Palavra.
Não bastasse isso, há um convite despudorado a um cristianismo místico e esotérico que privilegia a experiência em detrimento da Escritura, como induz o referido pastor. Devemos provar os espíritos (1 Jo 4.1). E qual é o critério? Invariavelmente a Escritura, cujo conhecimento liberta (Jo 8.32). A nobre virtude dos cristãos de Bereia residia em seu hábito de não receber cegamente tudo quanto ouviam de um “avivalista” qualquer, mas em analisar avidamente as Escrituras a fim de comparar o conteúdo de um sermão com aquilo que estava escrito (At 17.11). Portanto, a experiência deve se conformar à Escritura, e não o contrário. Se assim não fosse, qual seria o critério para validar uma experiência anterior com uma posterior? E quando a comparação se der entre a experiência de um cristão e a de um budista ou de um hinduísta? Voltamos à mesma proposição: a baliza é a Escritura, a verdade que liberta, santifica e pavimenta a nossa comunhão com Deus. A fé cristã é essencialmente racional. Citando John Stott, “crer é também pensar”.

Contrapondo Benny Rinn, John MacArthur explica o que é ser cheio do Espírito:

Assine o Blesss

***
Fonte: Despertar de um avivamento, via Bereianos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

40 COMENTÁRIOS

  1. Teologia do engano e da ilusão que só alimenta a quem não conheceu ainda a graça de Deus, pois quem se alimenta da verdade do evangelho não se satisfaz com a magica que apenas encanta os olhos.

  2. Comparar Finney com Hinn,já é ofensa ao pregador do sec XIX.Inventar que Finney "inaugurou ou concebeu "tal intento,aí já é inveja mesmo.Alguns livros dizem que as pessoas que se converteram com as pregações de Finney,perseveraram até a morte,em 86% dos casos.Cidades inteiras abandonaram o pecado,algumas só venderam bebidas alcólicas após 6 anos.Prostíbulos faliram,pois os homens se recusavam a se prostituir.É contra uma obra com esses resultados que o autor se revolta?Segundo relatos ele era um homem de oração,que no mesmo dia de seu casamento partiu para pregar e só voltou 6 meses depois,por causa da urgência de seu zêlo para com Deus.Tal atitude devia ser modelo para pregadores que nunca tiraram as ancas dos assentos luxuosos,para pregar aos necessitados do Brasil.Outra coisa ele falava que não era preciso "o homem se preocupar"com a parte de Deus,bastando ter uma vida de santidade,fé viva em atitudes do dia a dia,e oração e leitura da Bíblia.Ele gastava horas em oração e meditação da palavra.Seu testemunho é ilibado.Faça algo parecido e depois exponha-nos para compararmos.

  3. Graça e Paz!

    O povo está tão iludido que não enxerga a realidade, só uma pergunta: Quantos alcançarão a salvação mediante os tombos?
    Somente através da palavra de Deus somos edificados..
    Deus abencõe a todos.

  4. Vale ressaltar, porém, que, de fato, Finney não tinha uma teologia tão ortodoxa, mas era um homem santo, que não enfatizava valores materiais, postura bem diferente das pessoas que se apresentaram nesse evento. Inclusive alguns desses "apóstolos" nem creem mais na Bíblia como Palavra de Deus, inspirada e infalível.

  5. É MUITO VERGONHOSO VERMOS E ASSISTIRMOS CRENTES SE SUBMETEREM A UM "ESPETÁCULO" TÃO DEGRADANTE COMO ESTE! DÁ VERGONHA DE CONVIVER COM CRENTES DESSA ESTIRPE!

  6. O saudoso pastor pentecostal David Wilkerson a muito já desmascarava as heresias pregada pelo Benny Hin.
    Como faz falta homens como ele que criam no agir do Espirito Santo e defendiam o discernimento espiritual.

  7. Misericórdia eu já li que este Benne Hinn é um grande Xaman demoniaco, e eu não tenho como duvidar, evangelho não é isto, avivamento não é isto.

  8. Texto bastante prolixo e com muitas palavras incomuns tornando as vezes o texto de difícil entendimento. Você quer alcançar só uma fatia das pessoas que acessam seu site com seus artigos? Se sim, continue assim!!

    Olha, eu concordo com você e discordo em alguns pontos neste artigo.

    (Mas fazer o que né rs)

    Peço a Deus o mesmo que Paulo pediu aos crentes de Éfeso em Efesios 1:17

    Que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, te dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação. Amém.

    Abraço!

  9. O QUE SE PODERIA ESPERAR DO BENNY HINN, AUTOR DO LIVRO BEM-VINDO ESPÍRITO SANTO QUE NA PÁGINA 26-27 DA REFERIDA OBRA DISSE QUE "ACREDITA NA SANTA IGREJA CATÓLICA" SERÁ QUE ELE NÃO CONHECE O PASSADO NEGRO DA "SANTA INQUISIÇÃO?" AS HERESIAS E OS MISTÉRIOS QUE SE OCULTAM NO VATICANO?

  10. Achei interessante seu ponto de vista, ou, "a vista de um ponto". Só acho que o Sr. Ruy marinho precisa leu e estudar mais sobre CHARLES FINNEY. Um grande avivalista sim. Não se auto intitulou. Foram os grandes estudiosos e homens influentes que, vendo sua dedicação e amor para com a pregação da palavra, que fez dele um "grande avivalista". Não estou aki dando gloria a homens. Mas negar que o apostulo paulo é um grande homem de Deus, isso seria absurdo de qualquer crente que se preze. O mesmo Deus que agiu em Paulo, tbm age hoje em dia. Minha opniao não é o centro da questão, e sim o fruto produzido. Afinal de contas,"conhecereis a arvores pelo fruto" e nao pela opniao particular de um homem.

  11. E eu sou "obrigado" a fazer minhas as palavras de alguém quando disse: seria cômico se não fosse trágico.
    Quando se despreza a Palavra, se despreza o próprio Deus. Quando se despreza o próprio Deus, morre-se, se não houver genuíno arrependimento.

  12. Pois é meus queridos, o evangelho moderno que é muito belo e filosófico, é de fato bem mais racional do que foi o de nossos pais e dos pais deles. Nunca fomos tão pensantes como a geração cristã atual, só que o detalhe é que não usamos nossa lógica para avaliar versículos simples que abordam questões que estão além da força da nossa mente e do nosso braço.
    O que mais me encanta na Bíblia são os evangelhos, eu sou fã incondicional de Jesus, Ele é o personagem maior e sempre me baseio nEle para avaliar os fatos, até porque Ele de fato é o pleno REDENTOR da humanidade, com todo o significado profundo e abrangente que essa palavra traz e poucos conhecem. Sendo assim, eu pessoalmente creio que Ele deva ser o nosso exemplo maior em tudo!

    Lembremos então de uma frase simples dEle, citada em Marcos 16 a partir do 17, onde foi dito que alguns sinais seguiriam aos que crerem. Não existem duplos ou triplos significados para isso, é simples assim, ou esses sinais seguem você que está crendo ou você não está crendo da maneira correta! Esse é um claro exemplo de versículo que o evangélico moderno não gosta de meditar, primeiro porque porque não há nada de complexo para se filosofar aqui e segundo que esse versículo revela que ele não está crendo da maneira correta e ele não gosta de pensar nisso, aliás a maioria dos crentes dessa geração não gosta de tentar se lembrar da última vez que curou um enfermo ou expulsou um demônio pois isso revela sua incapacidade, e é ai que o pior aparece: A aversão a quem tem os sinais em sua vida!

    É claro que concordo que a palavra deve ser meditada, sempre! Mas quando olho pro meu exemplo maior que é Jesus, não vejo alguém que sempre estava tentando persuadir com uma bela filosofia de vida, mas sim equilibrando discursos com seus feitos que eram inegáveis e contra os quais ninguém tinha o que falar! Alguém extremamente inteligente a tal ponto de livrar uma mulher do apedrejamento com apenas uma frase, e não perdia seu tempo com discussões profundas e detalhadas sobre o evangelho! Uma parte que me fascina é em Marcos 2 onde Ele perdoou os pecados de um paralítico, e foi aí que grandes conhecedores e praticantes das Escrituras Sagradas não gostaram. Naquele momento, Jesus podia ter iniciado ali uma grande e profunda discussão sobre teologia, trindade, fé e graça com os "entendidos de bíblia" para explicar porque os pecados foram de fato perdoados, mas não, Ele simplesmente perguntou a eles o que seria mais fácil fazer, curar o paralítico ou perdoar os pecados, e em seguida operou o milagre. Esse é o redentor, o nosso exemplo maior!

    São belas as palavras colocadas no texto acima, mas eu recomendo que o autor desse post tente ir até o Benny Hinn e tente explicar para ele toda a ideia da crítica!
    Só existiria um grande risco ai: o de aparecer na hora um paralítico perto e o Benny Hinn inspirado em Jesus falar assim pro autor: O que é mais fácil filho, estudar as Escrituras para tentar entender e validar o que está acontecendo ou curar esse doente?

    Bom, o resto agente já sabe onde iria dar.

    Fiquem na paz queridos e que Deus esteja sempre conosco, em nossos corações e mentes.

    Att.
    DMC

  13. Eu não sou nada diante do meu Deus..só sei dizer que Ele é e sempre será Jesus o nosso juiz e defensor só cabe à Ele julgar ,e tenho serteze que esse dia chegará..e cada uum de nós hão de prestar contas do nosso feito..doua a quem doer,O Senhor não tomará por inossente á queles que já conhecem a sua escritura .A sua palavra diz que não se pode tirar muito menos acrescentar nada nas escrituras …

  14. Vi alguma coisa sobre Charles Finney, era anti-maçonaria com muita justiça, abolicionista com muita justiça e teve experiência com o Espírito Santo.

    Respeito a igreja tradicional do irmão Ruy Marinho mas ela não sabe o que está perdendo.

    Quando eu experimentei o Espírito Santo pela primeira vez eu senti uma força entrar dentro de mim controlando todas minhas emoções, pois eu tinha depressão e hoje estou totalmente curado, eu não caí no chão, mas eu quicava, e sentia algo difícil de se explicar com palavras.

    Quanto ao Benny Hinn, o falso profeta se reconhece pelos frutos(Mateus 7:15-20) deveria ter menos cai cai e mais palavra e menas heresias.

  15. disse o rei ao profeta Natã: Ora, olha, eu moro em casa de cedros e a arca de Deus mora dentro de cortinas.
    E disse Natã ao rei: Vai {e} faze tudo quanto {está} no teu coração, porque o SENHOR {é} contigo. 2 Sm. 7 2-3

    Imagine se esse dialogo entre o Rei Davi e o profeta Natã fosse filmado e colocado no youtube, o que diria as bocas malditas? têm gente falando muito, trabalhando embriagar ovelhas do Senhor com vinho, ovelhas o que vocês estão fazendo para o Reino?

  16. Gente com o poder deste homem (Benni Hynn) se o levássemos onde os cristãos estão sendo massacrados,pelo amor em Cristo Jesus, acabaria a perseguição e morte de inocentes; Bastaria ele levantar as mãos e os homens armados de metralhadoras e fuzis cairiam duros no chão.
    Vamos fazer uma campanha na rede para levá-lo a frente da batalha urgente, e veremos seus poderes serem úteis.
    Deus abençoe todos!

  17. Fico apenas entristecido em saber que os irmãos do Ministério Nova Geração estão envolvidos em tal evento. Me pergunto qual é o critério para aceitar um convite desses…

  18. Irmão DMC,Tenho defendido nós pentecostais aqui neste blog há muito tempo,tendo sido ferozmente combatido e ridicularizado,pelos "irmãos eruditos".Por isso lhe digo que ser pentecostal não é garantia de integridade pra ninguém.Esse homem Benny Hinn já foi desmascarado em rede nacional nos EUA,pos afirmar que há nove pessoas na trindade.Fora isso apresentou comprovantes de cura fraudados,e foi tudo documentado.Se quiser adquirir o livro Cristianismo em Crise-CPAD-Hank Hannegraaf,vai esclarecer muito seu entendimento sobre o assunto.Vejo que se importa com a escritura por isso não quis deixá-lo enganado acerca deste embusteiro,pois também tenho dons e os uso somente quando Deus quer.A paz do Senhor!!

  19. Rafael, Graça e Paz!

    No cap. 6 de 1ºTimóteo, temos uma explicação bem clara onde Paulo alerta o povo, pena que nos dias de hoje a Bíblia Sagrada está sendo deixada de lado, e o povo buscando apenas o que lhes satisfaz.
    Deus te abençõe.

  20. E eu que enviei um e-mail para a igreja Ministério da Fé, que o trouxe e essa denominação, através do e-mail contato@ministeriodafe.com.br me xingou de nomes horríveis. Isso é demosntrar bem os frutos de uma árvore, como disse Jesus em Mateus 12:33.
    A região de Taguatinga (sede da igreja) continua tão deteriodada moralmente e criminalmente quanto antes da aparição do guru Benny Hinn. Bares não foram fechados, prostitutas não se converteram em massa, há crack sendo consumido próximo à igreja e tudo que se viu foi cai cai cai cai de gente em igreja e nada mais.

  21. O carinha ai é super poderoso, hein…kkkkkk…..
    Só com um simples sopro e um gestinho com as mãos o super he-man derruba as pessoas?

    Que IDIOTICE profética é essa??????????
    Não consigo entender como tem gente que acredita nessas invenções!!!!!
    E além disso o cidadão tem uma cara de prepopente!!

  22. Acabei de ver este espetáculo deprimente protagonizado pelo "pastor" Benny Hinn. Este engano que ele semeia – o cai-cai – é-me revoltante. Isto é um escárnio! Um tapa na cara de cada um de nós!

  23. Comparar Charles Finney com Benny Hinn, e outros "avivalistas" barnabé que muito se encontra por aí, é estupidamente ridículo. Charles Finney orava 6 horas por dia, e foi um cristão santificado, deixou a sua profissão(advogado)para se dedicar a fé. Certa vez ele foi convidado para pregar em uma fábrica onde trabalhavam moças, e ao chegar lá, mesmo antes de falar qualquer coisa a respeito da fé, o Espírito Santo começou a mover o coração das pessoas. Houve conversões antes da pregação. Quando se separa do mundo, quando se debruça sobre a Bíblia e se passa grande parte do tempo sobre os joelhos buscando a Deus, pode ser possível alcançar corações para Cristo.

  24. Sim, pode ser possível ganhar almas no silêncio, embora a Bíblia mande pregar. A Bíblia também manda ungir e orar os enfermos, e no entanto umo certo servo de Deus, cheio do Espírito, em uma reunião de oração em sua igreja, ele pediu a congregação que todos ficassem por um tempo em silêncio, porque fortíssima era a presença d Deus naquela reunião, sabem o quê aconteceu? Uma paralítica se levantou sem que ninguém orasse por ela, e um homem que estava do lado de fora, esperando acompanhar alguém da reunião, resolveu entrar para saber porque esta demorava acabar – conclusão: o homem caiu de joelho sem ter sido feito nenhum apelo, se entregou a Cristo, porque também sentiu a poderosa presença do Senhor Jesus. No avivamento que aconteceu na rua Azuza, pessoas que estavam distantes da igreja, se dirigiam para esta e aceitavam a Cristo, sem apelo. Durante um bom tempo, pessoas viram o Senhor Jesus em pé na congregação. O livro de Atos – os atos do Espírito ainda não cessaram. Abs.

  25. Quando as pessoas pararem de se preoculpar com a vida dos outros e cada um tomar conta de si o evangelho vai melhorar muito. Jesus que morreu por todos em nenhum momento ficou apontando erros e defeitos de ninguem,quem sao voceis para falar o que é ou nao de Deus?a biblia diz q o pecado que nao é perdoado é aquele que se diz ser o diabo quando é o espirito santo.ao invez de ficar falando quem é ou nao ungido de Deus vamos tomar conta das nossas vidas porque cada um vai ter aquilo que merece quando Jesus voltar.

  26. GRACA E PAZ A TODOS .EU JA TIVE EXPERIENCIAS COM O ESPIRITO SANTO.DO QUAL JAMAIS VOU ESQUECER ….NAO ESTAMOS AQUI NESTA TERRA PARA JULGAR A NINGUEM ISTO NAO E CRISTIANISMO. INFELISMENTE MUITOS ESTAO PREOCUPADOS A PREGAR A PLACA DA SUA IGREJA E ESTAO ESQUECENDO QUE ALMAS ESTAO MORRENDO .AGORA PARE E PENSE TODOS QUE ESTAVAM NESTA REUNIAO CAIRAM ENDEMONIADOS…..VOCE QUE ESTA DIZENDO QUE NAO E DE DEUS PODE AFIRMAR QUE NAO E MANIFESTACAO DE DEUS.ENTAO TODOS ESTAO DESVIADOS E ISSO POIS .AMADOS SE VOCE LER A BIBLIA DEUS FEZ COISAS QUE AO NOSSOS OLHOS E LOUCURA E CADA HOMEM DE DEUS OUVINDO A VOZ DO ESPIRITO SANTO FIZERAM LOUCURAS ….DERRUBANDO MURALHAS ….CAMINHANDO NA FORNALHA ARDENTE …ORANDO NA COVA DOS LEOES.TIVERAM VISOES PROFETICAS EM DESERTO E ATE DORMINDO COM A CABECA EM PEDRA ISSO NAO E LOUCURA PARA VOCE ….ENTAO COMO PODE JULGAR UM HOMEM QUE ENFRENTOU TUDO PARA VIVER SEU CHAMADO .SE VOCE E UMA PESSOA QUE NAO TEM CORAGEM DE SAIR DA SUA CASA PARA ORAR POR SEU VIZINHO.DE ABRIR MAO DE SEUS PROJETOS PARA SER CONHECIDO COMO FANATICO E LOUCO.DOBRAR SEU JOELHO E TER INTIMIDADE COM O ESPIRITO SANTO ENTAO .POR FAVOR NAO JULGUE QUEM ESTA FAZENDO A OBRA .POIS O JUIZ JULGARA NOSSAS OBRAS E JESUS DISSE A CADA UM IDE .VOCE QUE ZOMBA ESTA FAZENDO A DIFERENCA OU TAMBEM FAZ PARTE DA MULTIDAO ….

  27. Bando de teólogos céticos!!! Tomés!!!! Vão se converter e atrás de ganhar almas que Jesus está voltando!!! Parem de falar do que vocês não entendem!!! Detentores da "verdade". Intelectuais cheio de formalismo e dogmas! Reféns de um sistema "teológico doutrinário" reformado e adaptado conforme a modernidade. W. YURI!

  28. Se o espírito vós liberta , verdadeiramente sereis libertos.
    Devemos orar por ele , pé Deus fazer conforme a palavra dele diz , não ficar apontando oa erros com comentários alheios
    E ele é um ungido do senhor , porque Deus não continue nada na terra que ele não esteja de acordo.paz a todos

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui