ESQUIZOFRENIA GOSPEL

39
633
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Zilton Alencar
A esquizofrenia não é considerada doença, mas transtorno mental que ataca pelo menos 1% da população mundial. Dentre as suas muitas manifestações, uma das mais comuns se caracteriza por delírios paranóides, aonde a pessoa se sente perseguida, odiada, rodeada de inimigos. Entretanto, se observarmos o universo “gospel” de nossos dias, veremos que 1% de esquizofrênicos em nosso meio é uma porcentagem modesta ante o quadro que se nos apresenta. Os crentes de um modo geral se sentem eternos perseguidos por uma cifra enorme de inimigos, tanto dentre vizinhos incrédulos, patrões perseguidores, colegas de trabalho escarnecedores e maus, e até irmãos da fé, dentro de nossas Igrejas, sentados ao nosso redor e derredor nos cultos de adoração a Deus. O “esquizofrênico Gospel” se considera assim, odiado pelos de fora e até pelos próprios irmãos, ao melhor estilo de José, filho de Jacó, que anseiam e trabalham diuturnamente pela sua queda. Querem sua posição no coral, na equipe de louvor, na classe de EBD, no corpo de Obreiros, na direção do Círculo de Oração… Querem seu emprego, seu salário e sua posição empresarial ou profissional, querem seus dons e talentos e alguns mais afoitos querem até o seu casamento, seu marido ou sua esposa, os seus filhos obedientes, a harmonia de seu lar!
Infelizmente, somos ensinados e “treinados” a agirmos assim. Tanto as mensagens que são pregadas em nossos púlpitos como as músicas que infestam nosso cancioneiro gospel contribuem para que esta esquizofrenia se alastre entre nós. Interpretações equivocadas do AT levam muitos pregadores a julgar que somos rodeados uma grande nuvem de inimigos.
Os hits de nossa “Parada de Sucessos Gospel” contribuem também ― e muito!― para fomentar este mal. Grande parte dos “hinos” atuais falam que nossos inimigos estão constantemente tramando contra nós, mas serão destruídos, teremos vitória sobre eles, eles contemplarão de pé a nossa vitória etc. A canção “RESSUSCITA-ME” mostra que os nossos inimigos “estão tentando sepultar as nossas alegrias, e querem ver os nossos sonhos cancelados”. “SABOR DE MEL” segue o mesmo padrão, pois no dia de nossa vitória os nossos inimigos vão estar na plateia, enquanto nós estaremos no palco, devidamente honrados, e aqueles arrependidos.
Os crentes também são os maiores e mais fieis adeptos das teorias de conspiração que pululam nas redes sociais e sites, e que estão invadindo nossas igrejas e seus cada vez mais escassos e simplórios Cultos de Doutrina e EBD. Ao invés de aproveitarmos estes Cultos para ensinarmos as Escrituras e a sã doutrina, ensinamos as teorias loucas e as fábulas, tão combatidas no NT (1 Tm 1:4; 4:7; Tt 1:14; 2 Pe 1:16).
Existem os ímpios (e até crentes!) que usam até da feitiçaria em seu afã de nos destruir. Fazem “despachos” para nos matarem, para nos lançarem no leito, para que percamos o emprego, para que haja separação de meu casamento e coisas afins…
Mas ainda existe aqui aonde moro a famosa “macumba gospel”, chamada de “oração contrária”. Muitos crentes que eu conheço se dizem vítimas de irmãos-inimigos que, não suportando qualquer sinal de prosperidade em suas vidas, passam a orar contra eles, pedindo a Deus que não mais os abençoe, que seus negócios não prosperem etc. Sinceramente, não consigo imaginar um Deus cujo atributo eterno é a justiça ouvindo e atendendo qualquer tipo de oração que se enquadre nesta categoria! Se Deus me ouve somente nas petições que são da Sua vontade (1 Jo 5:14), para que temer qualquer oração que não se enquadre nesta condição?
E assim caminha a cristandade… Igrejas cheias de crentes que se recusam a conhecer e prosseguir em conhecer ao Senhor (Os 6:3), que desconhecem e descumprem as Escrituras, que se julgam perseguidos e rodeados de inimigos Uma epidemia de esquizofrenia digna de algumas considerações à luz da Escritura:
1. Nosso inimigo não é a carne e nem o sangue (Ef 6:12). Neste aspecto, reside a certeza de que os que nos rodeiam não são nossos inimigos, e mesmo os que assim se declaram não são os nossos verdadeiros inimigos. O diabo é o inimigo, e é a este inimigo em particular a quem devemos combater, e não aos inimigos de carne e sangue. Erramos, pois, primordialmente por não sabermos reconhecer quem é nosso verdadeiro inimigo, e cometemos tal erro primário porque nos recusamos a dar ouvidos às Escrituras!
2. Cremos em um Deus protetor. Ele, dentro da Sua soberana vontade, protege aqueles que são Seus filhos por adoção em Cristo. Desde o AT ele já fazia isto, tratando Israel sob proteção. Quando Balaque alugou os “serviços proféticos” de Balaão para amaldiçoar o povo de Deus, o próprio Senhor lhe respondeu pela boca do profeta mercenário: “Como amaldiçoarei o que Deus não amaldiçoa?” (Nm 23:8). Logo, não há NADA que os nossos “inimigos” façam contra nós que venha nos fazer qualquer efeito maléfico, se não for a vontade do Senhor.
3. Em nenhum lugar do Novo Testamento somos orientados a viver este tipo de paranoia, medo, fobia, ojeriza de nossos inimigos. O Evangelho nos ensina a não resistirmos às provocações deles. Quem nos ferir a face, demos a outra. Quem quiser nossa túnica, cedamos a capa. Quem quiser nos obrigar a caminhar uma milha, caminhemos duas. E tudo isso voluntariamente (Mt 5:38-42)! Paulo, escrevendo aos romanos, prescreveu com detalhes: “A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Rm 12:17-21).
4. Jesus deixou muito claro qual deve ser nossa relação com os que se posicionam abertamente como nossos inimigos: “Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e aborrecerás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem, para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céu…” (Mt 5:43-45). Nossa postura enquanto seguidores de Cristo não é desprezar, retaliar ou mesmo orar pedindo que eles sejam fulminados, julgados, desejar que eles assistam humilhados à nossa exaltação etc. Paulo reafirma esta mesma verdade quando ensina à igreja em Roma: “Abençoai aos que vos perseguem; abençoai e não amaldiçoeis” (Rm 12:14).
Lamentavelmente, pregadores e suas “mensagens”, cantores e seus “hinos” têm-nos ensinado uma relação completamente antibíblica com os nossos inimigos. Eles estão fomentando em nosso meio não uma submissão ao que ensinam as Escrituras, mas um ensino mau e legalista de que devemos resistir aos nossos inimigos, odiá-los, orar pedindo a Deus justiça e juízo sobre eles. Somos chamados ao AMOR, e este amor não se resume aos nossos irmãos na fé, pois bem nos ensinou nosso Mestre: “se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus” (Mt 5:46-48). Se insistimos nõ ouvir a Jesus, mas seguir falsas pregações e dar ouvidos a hinos espúrios, não estamos contribuindo para nossa própria esquizofrenia?
Voltemos à Palavra! Observemos aonde caímos, e tornemos para o caminho (Ap 2:4-5)! Desprezemos os ensinos errados! Roguemos ao Senhor que nos cure desta esquizofrenia louca! Mesmo que tenhamos inimigos declarados, que a inimizade não parta de nós. Oremos por eles! Falemos bem deles! Abençoemos! Estevão, o primeiro mártir de nossa fé, mesmo sendo apedrejado orou por seus inimigos na hora de sua morte (At 7:60); suas últimas palavras foram A FAVOR de seus algozes. Na época da Igreja Primitiva parece que não existiam esquizofrênicos no seio da Igreja. Pelo menos Estêvão e os primeiros mártires sabiam se portar varonilmente, mesmo rodeados de inimigos. Perdoavam e abençoavam. Que suas vidas nos sirvam de exemplo, e nos estimule a mudar nossa conduta, antes que esta “esquizofrenia gospel” vire uma epidemia real, incurável e incontrolável!
***
Zilton Alencar pode até ser um blogueiro “Esquizilton” para o mundo Evangeliquês, mas com certeza não sofre desse tipo de esquizofrenia. Fonte: Blog do Esquizilton. Divulgação  Púlpito Cristão.

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

39 COMENTÁRIOS

  1. Obrigado pela divulgação. Meus inimigos estão fazendo tudo para que este texto não seja divulgado, mas eles vão aplaudir a minha vitória de pé!! kkkkk

  2. Em uma de suas pregações sobre o Salmo 27, Caio Fábio descreve a personalidade de Davi: um homem que vivia na guerra,mas não havia nascido para guerra; um homem que orava por seus inimigos, mas era perseguido; um homem cujo melhor amigo, aquele que comia seu pão, o traiu; deram-lhe fel e vinagre por mantimento. O livro de Salmos, Tefilim em hebraico, é o livro da alma humana segundo a própria cultura judaica. Seria toda a alma humana esquizofrênica? Se DEUS tem o "adversário", por que não teríamos nós? Ainda mais, aqueles Salmos eram hinos entoados diante da congregação; salmos de guerra, traição e muitas vezes desejo pela queda de seus adversários. "Mil poderão cair ao teu lado, e dez mil ã tua direita; mas tu não serás atingido." Salmo 91: 7

  3. O texto acima mostra que a razão dessa esquizofrenia é falta de leitura da Bíblia, muitas pregações e hinos triunfalistas sem fundamento na palavra.

  4. PARABÉNS matéria mui esclarecedora, digna de toda aprovação. Até os profetas, santos, mártires queriam estar aqui para aplaudir essas palavras e combater (com amor) essa esquisitice esquizofrênica!

    Ao Senhor toda glória, amém!

    Missionário Tadeu

  5. Eu até concordo que existe muita errada!Isso só aconteceu porque muitas igrejas historicas ficaram frias e intelectuais demais pregando um calvinismo arcaico endeusando calvino e a reforma…aí ficou dificil de segurar…

  6. Excelente!!! Para leitura de todos os cristãos que vivem assombrados com os inimigos, que vivem em função dos inimigos. O que mais vejo nas redes sociais são cristãos que postam mensagens continuas contra os inimigos, e como têm inimigos esse povo de Deus! rsrs. Que o Senhor possa continuar usando a sua vida Zilton, e que através do evangelho genuíno de Cristo e dos Apóstolos você continue a escrever, para o aperfeiçoamento da igreja de Jesus Cristo, a noiva do Cordeiro, igreja gloriosa, que um dia adentrará os céus, porém, sem mancha e sem ruga". Deus o abençoe! Abraços fraternais

  7. Realmente Temos apenas o diabo como nosso adversário, e que pessoas sao apenas usadas por ele, devemos estar atentos quanto ao foco; mas nao acho que se trata de esquizofrenia os louvores desse tipo ainda mais os mencionados,a igreja de Cristo sofre sim uma grande perseguissao mundo afora, isso digo em âmbitos criminais e cruéis, e em nosso pais também há uma grande perseguissao de forma mais camuflada, discriminatória que nos bem conhecemos, por isso nao acho um exagero, mas uma triste realidade.

  8. ZILTON ALENCAR PARABÉNS PELO POST, SUAS PALAVRAS FORAM MUITO BEM COLOCADAS. ÁS VEZES ME VEJO NA MESMA SITUAÇÃO E FICO PENSANDO… SERÁ QUE ESSES PASTORES E PREGADORES JÁ FIZERAM ESSA ANÁLISE OU NUNCA SE PERMITIRAM FAZÊ-LA? SEMPRE COMENTO QUE TEM PREGAÇÕES E CANÇÕES QUE FAZ PENSAR QUE SE O CRISTÃO NÃO TIVER INIMIGO,NÃO FOR PERSEGUIDO, NÃO TIVER DINHEIRO, NÃO ESTIVER DOENTE OU PASSANDO POR ALGUMA NECESSIDADE; ELE NÃO SE ENQUADRA COMO CRISTÃO…ACHO QUE DESSA FORMA COMO COLOCAM, FICA MAIS FÁCIL O ORADOR FAZER QUALQUER TIPO DE APELO, QUALQUER TIPO DE ORAÇÃO, ETC. É O QUE ACHO.
    ZITON COMPARTILHE COMIGO MAIS PENSAMENTOS COMO ESTE.
    GRATO.

  9. QUE BOM QUE O AUTOR DESTE TEXTO (SOBRE A ESQUIZOFRENIA NAS IGREJAS) VAI FAZER IGUALZINHO A ESTEVÃO: VAI ORAR INCESSANTEMENTE PARA QUE ESTA ENFERMIDADE SEJA ERRADICADA DO MEIO EVANGÉLICO. SIM, PORQUE SÓ APONTAR O ERRO É FÁCIL, MAS FAZER ALGUMA COISA PARA MUDAR O QUADRO É DIFERENTE. E DIFERENTE É ORAR PELOS INIMIGOS E TAMBÉM PELOS FRACOS. DEUS CONTINUE A ABENÇOAR A TODOS NÓS. Para meditação: Romanos 15.1 "MAS NÓS, QUE SOMOS FORTES, DEVEMOS SUPORTAR AS FRAQUEZAS DOS FRACOS, E NÃO AGRADAR A NÓS MESMOS."

  10. Pelo que vejo, há uma mistura de duas coisas. Há perseguição verdadeira contra cristãos, e há também alguns sem noção que acham que estão sendo perseguidos, quando na verdade são eles que tem um comportamento social inadequado, não sabem se colocar, causam escândalo, agem mal, e por isso são mal vistos. Cada um deve saber separar se está sendo realmente perseguido injustamente ou se está sofrendo as conseqüencias de seus próprios atos.

  11. Zilton, vc está certo neste "diagnóstico" de uma parte dos nossos irmãos. Eu pessoalmente já ouvi crente orando pela morte de uma pessoa, já soube de irmão e até Pastor orando pela derrota de outra, numa especie de vingança santa. Mas estes fatos geram mais tristeza do que indignação no meu coração. Tente imaginar como Deus se sente. Atualmente, há muitos textos como os seus, que falam sobre alguns grupos de crentes ou alguns testemunhos de crentes com distúrbios comportamentais não condizentes com a bíblia. Minha preocupação é que isso seja tranformado em algo genérico, como se essas práticas fossem predominantes em toda a igreja de Cristo, porque, como citei antes, eu só testemunhei a ocorrência dessas "macumbas crentes" duas vezes na vida (e já tenho 32 anos). As perguntas que te faço irmão, são as seguintes: Será que essas perspectivas generalizadas das mazelas evangélicas apenas contribuem para disseminação da raiva e da intolerância com os erros alheios? E qual foi a sua atitude, como crente, quando presenciou fatos como esses?
    A bíblia que eu leio diz que devemos ser pacientes com os fracos na fé; que devemos ser suporte uns dos outros… Que o mundo saberia que realmente somos discípulos de Cristo quando visse que AMAMOS uns aos outros!
    Só criticar não basta irmão. Tente fazer algo CRISTÃO por essas pessoas. A paz seja contigo.

  12. E quanto aos adeptos das 'teorias da conspiração', difundem tanta tolice (as fraudes da NASA por exemplo), que muitos ateus e incrédulos em geral, acham que todos os crentes são cre(n)tinos…!!

  13. A conjugação do verbo já estava errada no original: "quem te viu passar na prova e não te ajudou, quando VER você na benção vai se arrepender…" o blogueiro só manteve o erro (deveria ter botado um SIC no final)

  14. Ótimo texto!

    Quer ter inimigos? Fale a verdade.

    Assim como Estevan que foi morto por dizer a verdade e uma delas foi:

    "mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta:

    O céu é meu trono, e a terra o escabelo dos meus pés. Que casa me edificareis, diz o Senhor, ou qual o lugar do meu repouso?
    Atos 7:48-49"

  15. Graça e Paz…Glorifico a Deus por saber que não estamos só…Deus tem levantado pessoas perceptivas e atentas de fato com que esta acontecendo em nosso meio!!Em lutas,perseguições ,fome…Nada disso pode nos separar de seus grande amor e proteção….Deus seja Louvado!!amigo que Deus o abençoe capacitando e lhe concedendo sua maravilhosa Graça..Suelen

  16. Este texto vai muito para o lado da vaidade e essa vaidade vem do seguinte racioncinio.
    Jesus disse que o maior é o que serve aos outros, mas há um momento neste servir que nos faz vaidosos por esta condição, ai deixamos de servir "servindo" e nos tornamos arrogantes no contexto.
    É muito sutil essa situação. Acredito que ela pegue muita gente sem que aja percepção disso por parte daqueles que tranformam o servir em ambição camuflada, uma vez que o discurso dos ambiciosos, tem sentido biblico e parece muito honrado. Sô não percebem que o que levou (do ponto de vista humano) Jesus para a cruz foi justamente o servir vaidoso, o lugar de "honra" dos privilegiados "bajuladores de Deus". Então diante disso entendo que a coisa não passa por esquizofrenia pois ela é um patologia, uma doença fisico/mental, mas pelo digamos, vacilo de nosso entendimento em não conseguir controlar informações e padrões arrogantes de doutrina e culto.

  17. Pois bem Talita, Se observar no post, a maioria das citações bíblicas fazem menção ao novo testamento e não ao antigo. Então, vamos refletir… No antigo testamento até o próprio Deus se irou com o pecado e condenou o mundo com o diluvio, preservando somente a Família de Noé pois era um homem JUSTO. Porém, após a vinda de Jesus o perdão foi liberado a TODOS (sem exceção), e a palavra diz que o SENHOR não condenará mais o mundo até a volta de CRISTO. JESUS em nenhum momento mandou DEUS pegar seus perseguidores, (e olha que foram muitos hem!) e se devemos seguir os passos de JESUS, onde estará a misericórdia, a compaixão para com aqueles que for falta de discernimento nos afrontam? Aonde fica a frase de Jesus ao dizer:"Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem." (Lucas 23:34), isso dito no momento da sua crucificação, ele bem podia ter pedido para DEUS fulminar um por um né!? Mas não foi isso que Ele fez… Resumindo, devemos ser misericordiosos, e suportar a fraqueza dos fracos: "Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.
    Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação.
    Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam.
    Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. "
    (Romanos 15:1-4). E mais a palavra, também diz "Mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso serviçal;
    E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.
    Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos."
    (Marcos 10:43-45) Quer ser exaltado? Então, humilhes se, nosso galardão está na glória para onde iremos na volta de JESUS. Graça e Paz.

  18. Pois bem Talita, Se observar no post, a maioria das citações bíblicas fazem menção ao novo testamento e não ao antigo. Então, vamos refletir… No antigo testamento até o próprio Deus se irou com o pecado e condenou o mundo com o dilúvio, preservando somente a Família de Noé, pois era um homem JUSTO. Porém, após a vinda de Jesus o perdão foi liberado a TODOS (sem exceção), e a palavra diz que o SENHOR não condenará mais o mundo até a volta de CRISTO. JESUS em nenhum momento mandou DEUS pegar seus perseguidores, (e olha que foram muitos hem!) e se devemos seguir os passos de JESUS, onde estará a misericórdia, a compaixão para com aqueles que por falta de discernimento nos afrontam? Onde fica a frase de Jesus ao dizer: "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem." (Lucas 23:34), isso dito no momento da sua crucificação, ele bem podia ter pedido para DEUS fulminar um por um né!? Mas não foi isso que Ele fez… Resumindo, devemos ser misericordiosos, e suportar a fraqueza dos fracos: "Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.
    Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação.
    Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam.
    Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. "
    (Romanos 15:1-4). E mais a palavra, também diz "Mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso serviçal;
    E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.
    Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos."
    (Marcos 10:43-45) Quer ser exaltado? Então, humilhes se, nosso galardão está na glória, que é para onde iremos na volta de JESUS. Graça e Paz.

  19. Só acrescentando… A palavra pregava, o hino louvado, e qualquer coisa dita referente a bíblia, tem que ser cristocêntrica, ou seja, CRISTO É O CENTRO, e a onde está cristo como centro nos hinos citados no post acima??? "Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. "
    (Mateus 22:29)

  20. Só uma correção: Transtornos mentais estão incluídos no Código Internacional de Doenças. Portanto, Esquizofrenia (F.20) é uma doença mental e se subdivide em: Esquizofrenia paranóide, Esquizofrenia hebefrênica, Esquizofrenia catatônica, Esquizofrenia indiferenciada, Depressão pós-esquizofrênica, Esquizofrenia residual, Esquizofrenia simples, Esquizofrenia não especificada e outras mais raras ainda não codigficadas. Seria o caso de corrigir no texto para não aumentar o estigma e ignorância que o povo de Deus, infelizmente, ainda sustém com relação a doenças mentais. Grata!

  21. Este quadro negativo, distorcido, salvo engano é resultante, em grande parte, do trabalho da liderança evangélica.
    Nota-se que paulatinamente a liderança vem se tornando frouxa, extremamente preocupada com números, construção de enormes templos, enriquecimento pessoal, criação de estruturas caríssimas, dentre outros alvos equivocados, aliado ainda ao fato de se abraçar a diabólica "teologia da prosperidade", ao mesmo tempo descuidando da diligência quanto ao ensino diário e aplicação da sã doutrina.
    Trocamos o pregar todo o desígnio do Senhor pelo "gosto" dos ouvintes; melhor dizendo, preocupamo-nos há muito em agradar sempre os ouvintes, ainda que desagradando ao nosso Senhor.
    Resulta isto em que os holofotes são girados para o homem. O homem passa a ser o centro e a carne aflora com suas obras, a ponto de conseguirmos presenciar peripécias espirituais como, por exemplo, orar pela derrota de irmãos tidos como inimigos, como mencionado no texto em questão.
    Somos hoje e gostaria de estar enganado uma massa enorme de "evangélicos", em sua grande maioria não somente analfabetos da Bíblia mas desprovidos de genuína experiência cristã e sob o aval, pasmem todos, da liderança em geral.
    Conseguimos facilmente constatar números elevados mas qualidade em baixa.
    Acredito firmemente que precisamos continuar orando muito pela liderança evangélica em nosso país, pois se ela, a liderança, retornar ao Evangelho, o quadro, a despeito deste final de tempo extremamente difícil, sofrerá notável mudança positiva e verdadeiras bênçãos disto advirão.
    Espero que você, prezado(a), se junte a um incontável número de filhos de Deus que oram há muito para que as Escrituras voltem a prevalecer na igreja, máxime sobre a liderança evangélica e o povo volte, assim, ao Evangelho.
    VOLTEMOS TODOS AO EVANGELHO.
    Que Ele assim nos ajude, por Seu Espirito Bendito, para Sua eterna glória.
    Amém.
    Pr. Alexandre

  22. É mesmo lamentável, isso sem dizer que ainda existe musicas que não podem jamais ser chamadas de louvor muito menos adoração a Deus, que são as famosas CRENTE ISSO,CRENTE AQUILO, TIPO CRENTE CELULAR, CRENTE MEIA-SOLA,CRENTE CRENTE RAIMUNDO ETC,ETC, ETC…

    Pelo que entendemos as canções do povo de Deus deve ser p/ adora-lo e não p/ desfazer do seu irmão.
    Tais musicas mundana não contribuem nada p/ O Evangelho, alem de denigrir seu próximo, ainda faz com que aqueles que estão fora do Evangelho não entre.

  23. A bíblia diz,que nossos reais inimigos são os principados,as potestades,as hostes espirituais da maldade,os principes das trevas deste século(ef.6:10-12),e não pessoas.mas há cristãos(cristãos?)que elegem até irmãos como inimigos e alegam ter motivos " nobres " para se regozijarem com o aparente fracasso deles. Que tipo de vida cristã é Essa?

  24. O maior problema da liderança(não estou generalizando)é que a maioria não tem chamado para o exercício da função de liderar.Os doze discípulos de Cristo foram por ele chamados,depois foram cheios do Espírito Santo que os capacitou para a obra ministerial apostólica.Assim também ocorreu com Paulo e Barnabé quando o mesmo Espírito os separou para a obra de evangelização.Hoje em dia as lideranças não mais fazem isto; ordenam a seu contento e o resultado é esta miscelânea de vento de doutrinas que acabam gerando lideres totalmente despreparados para apascentar ordenadamente o rebanho de Cristo.
    Solução? Voltar para o genuíno e verdadeiro Evangelho de
    Cristo.
    Nele que é perfeito e gracioso para com todos os que o amam. Guto.

  25. Quanto à impertinência dos hinos de louvor, lembro-me da citação feita por minha ex-professora de música sacra na FTBB: "Deixem-me escrever os hinos de um povo e deixarei quem quiser escrever suas leis."
    Quanto à esquizofrenia, o que dizer do dilema relatado pelo Apóstolo Paulo em Romanos 7?
    O fato é que o pecado adoece mesmo, mas graças a Deus por nosso Senhor Jesus Cristo que nos liberta, cura, salva, santifica e preserva (1 Tessalonicenses 5:23).

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui