Arte-Educação e Escola bíblica

1
537
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

arte educação
A educação é uma das ações que nos define como seres humanos.  Arte educação é um termo criado na década de 8o, pela Profª Drª Ana Mae Barbosa, a maior autoridade sobre arte educação no Brasil. Segundo ela, a ditadura deixou marcas no ensino das artes no Brasil. Além disso, no final da década de 90, o Ministério da Educação tentou retirar a disciplina da grade curricular. E ainda hoje, o ensino de artes nas escolas é questionável.
Ana Mae defende que a arte influencia a capacidade de aprendizagem, pois leva a criança a estabelecer um comportamento mental que as leva a comparar coisas, passar do estado das idéias para a comunicação das idéias, a formular conceitos, e descobrir como se comunicam tais conceitos. todo este processo faz com que o aluno seja capaz de ler e analisar o mundo em que vive, e responder aos mais variados estímulos de maneira inventiva. O artista faz isso o tempo todo. Por exemplo, Michelangelo, respondia à repressão religiosa e ao distanciamento de Deus , típicos de sua época, humanizando a figura de Deus(veja a Criação de Adão, na Capela Cistina).
frutos do espirito
Para as crianças com dificuldades de aprendizado, a  arte é o escape. Por por mais que elas não se adaptem ao sistema da escola, na arte não há certo ou errado. E por mais que muitos crentes tentem demonizar esta característica, as crianças que são rejeitadas na escola por terem dificuldade de aprender ou por problemas comportamentais agradecem. Por causa da arte, eles podem ousar sem medo, podem explorar, descobrir novas capacidades e …aprender! A arte desenvolve a capacidade de aprender.
Às vezes o ímpio tem mais sabedoria do que os filhos da luz. Em nossas Escolas bíblicas podemos fazer muito melhor do que temos feito. A classe das crianças não é um mero depósito , onde se joga as crianças ali para que os pais possam ouvir a pregação. Podemos construir conhecimento, semear idéias, práticas e valores que darão seu fruto no tempo certo. Podemos ir além daquelas revistas de EBD xarope que não ensinam nada, mas as igrejas compram porque são vendidas na TV. Se observarmos a didática de Deus, percebermos como Ele construía o raciocínio. Jesus fazia isso com seus discípulos. Ele poderia ter dito a Pedro: “Pedro, pense antes de falar, aprenda a ter paciência”, mas ao invés disso, mandou Pedro pescar com vara, atividade que demanda paciência, diferente da pesca tradicional de Pedro, que era pesca com rede. Por que nós queremos ter pressa de ensinar conceitos quando podemos experimentá-los? Se o aluno experimenta um conceito, ele lembra. Se apenas ouve falar, isso não altera a vida dele. Oque queremos das crianças da igreja: discípulos ou seguidores de Jesus? Se quisermos que nossas crianças sejam discípulos, devemos discipular. Se quisermos que sejam seguidores basta “ensinar a matéria”. Jesus fez muito mais do que “ensinar a matéria”. Isso é “ranso ” da ditadura nas nossa igrejas, onde o professor não é valorizado, não se valoriza e não valoriza o aluno. Precisamos de Metanóia na EBD.
vik muniz arte educação
Esta semana eu montei uma aula inspirada nos trabalhos de Vik Muniz, artista que faz experiências com novas mídias e materiais. Um de seus trabalhos foi a última Ceia, feita com chocolate. Amo chocolate, as crianças também, acho que uma aula sobre o valor da Ceia aproveitando a idéia do Vik Muniz seria no mínimo, deliciosa. Mas desta vez o tema da aula era: frutos do espírito.
Primeiro expliquei que os frutos do Espírito que não eram sentimentos, nem apareceriam por “mágica”, mas por atitudes. Pensamos como podemos semear estes frutos, pedi a eles para exemplificarem atitudes segundo os frutos (oque seria uma atitude de amor, de bondade, de alegria, etc). Bem, quando chegamos na atitude de perdoar, percebi como adultos podem ser imaturos como crianças. As crianças estavam aborrecidas e magoadas com uma professora da escola, a “tia Geisy”. Segundo a versão das crianças, ela maltrata todo mundo. Expliquei a importância de semear o perdão. Faz parte da didática da aula trabalhar com situações concretas, conflitos reais para as crianças, é preciso levá-los a sério se quer trabalhar com eles. Foi um custo liberar o perdão pra ‘tia Geisy’, mas depois de muito custo, conseguimos orar por ela e abençoar sua vida. E assim, as crianças experimentaram ser protagonistas na semeadura do perdão.
Sugestão de aula para crianças: 

frutos do espírito

Assine o Blesss

Tema: Frutos do Espírito, preciosidades do Senhor
Objetivo da aula: A criança deve aprender que os frutos do espírito não são sentimentos, mas atitudes. Atitudes do Espírito, que quando semeadas geram frutos do Espírito. 
Metodologia: depois que as crianças aprenderem oque são os frutos do Espírito, pedir para que exemplifiquem atitudes do Espírito. Conversando, o professor deve buscar na vida de cada um deles as possibilidades para esta semeadura, a fim de que possam experimentá-la ali mesmo na sala.
Atividade: Cada criança desenha sua mão no papel, explicamos que os frutos do Espírito, os dons e os talentos dados por Deus são coisas muito preciosas e a Bíblia compara isto à jóias Então o desenho de cada um vai “sendo adornado” com  miçangas e contas coladas no papel onde está desenhada a mãozinha.
As crianças costumam ouvir falar de “noiva adornada” o tempo todo, e esta certamente é uma oportunidade de explicar a elas a natureza deste ornamento. As crianças gostaram e salvamos a pele de “tia Geisy”.
Feliz Dia das Crianças para  nós , que temos que aprender com elas.

Paz e tinta!

 

Lya Alves é missionária, graffiteira, artistaarte educadora, desenhista da história em quadrinhos Guerreiros de Deus e colaboradora do Púlpito Cristão.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 COMENTÁRIO

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui