Crente antiético? – Sobre a importância da ética na adoração

8
1197
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Antognoni Misael
(…) Um sapateiro perguntou a Lutero o que ele deveria fazer agora que conhecia o evangelho. Qual deveria agora ser o seu chamado? (…) A resposta do reformador foi surpreendente para o sapateiro, do mesmo modo que surpreenderia muitos de nós hoje: “Faça um bom sapato e venda-o pelo preço justo”.
(HORTON, Michael. O cristão e a Cultura. 2ª Ed. São Paulo: cultura cristã, 2006) [p.18]
Faço deste pequeno relato uma reflexão a respeito do desafio de ser ético num mundo tão arbitrário que vivemos. Talvez muitos ainda não tenham atentado para o significado real de ser um “pequeno Cristo” no cotidiano, de ser luz, e alumiar os ambientes e pessoas ao nosso derredor. Alguns ainda pensam que Deus exige uma formalidade religiosa: ser pastor, presbítero, missionário, apóstolo, levita, diácono, obreiro, líder de célula, etc. Do que adiantará um bom título manchado por um currículo reprovado?
Não é preciso esforço pra encontrar gente se escondendo dentro do templo: profissionais desonestos, pais que educam mal seus filhos, patrões que exploram seus funcionários, pastores e padres que assumem o sacerdócio pela estabilidade financeira e não pelo amor e piedade.
Neste carrossel de interesses pessoais, o homem contemporâneo parece ocupar o lugar do príncipe de Maquiavel, o qual na defesa de seus sonhos e ambições faz o possível e impossível pra sempre sair ganhando em todas as relações de troca que enseje, seja esta afetiva, financeira ou de qualquer valor. O que fica subentendido nas entrelinhas desta pós-modernidade é que ser ético significa ser palerma, “mané”, distraído, quadrado, ou seja, ganhar pela ética é perder na relação, agir pela ética é deixar de lucrar.
Para a Igreja isso é triste. A ética é um ponto de luminosidade no mundo; agir a partir dela é dizer NÃO de forma retumbante ao curso pedagógico deste mundo. A ética, mesmo expressando-se numa atitude unilateral, individual, é sem dúvida um dos maiores exercícios de espiritualidade que o homem pode fazer.
Ser ético é adorar ao Pai em todos os instantes e em todos os lugares; é mostrar na prática a frase que diz “Jesus vive em mim”.
***
Fonte: Arte de Chocar. Divulgação Púlpito Cristão.

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

8 COMENTÁRIOS

  1. ME ENGANA QUE EU GOSTO!
    DE 40 ANOS PRA CÁ, A IGREJA VIROU UM ANTRO DE PERDIÇÃO, QUANDO LIGO A TV AOS SABADOS PELA MANHÃ, SÓ NÃO ASSISTO O FESTIVAL DE ÉTICA POR PARTE DE UM UNGIDAÇO, QUE MAIS PARECE O ENDEMONINHADO GADARENO.
    PA$TOR CHAMANDO BLOGUEIROS DE FILHOS DO DIABO, DE TROXA, BOBÃO E MANÉ; ISSO É ÉTICA?
    QUEM NÃO TEM DOMINIO PRÓPRIO DEVERIA FICAR CALADO, OU PELO MENOS PARAR DE MANIFESTAR SEU AMOR DESENFREADO PRO MAMOM. VEJA O QUE A OALAVRA DE DEUS DIZ A RESPEITO DOS UNGIDAÇOS INTOCÁVEIS QUE PROCESSAM TODO MUNDO E ESBANJA IRRITAÇÃO:
    I PE 02:01 A 03 – II TM 06:01 A 12.
    SER ANALFABETO NÃO É PECADO, MAS DAR OUVIDOS PARA ESSES MESTRES NA PALAVRA E PROFESSORES DE AMOR, É SER BODE…
    EM PAÍS ONDE AUTORIDADE COME NA MÃO DE BICHEIRO, PASTOR MERCENÁRIO VIRA APÓSTOLO…

  2. Distintos irmãos, graça e paz!
    Nós, pobres mortais, grãos de areia de quinta categoria, infelizmente, nunca deixaremos de ser imperfeitos.
    Há, todavia, um divisor de águas entre a imperfeição e o desvio de caráter.
    Diz-nos a Bíblia Sagrada: " Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas…" ( Provérbios 22.1).
    No entanto, ainda que sejamos éticos em todos os campos da nossa vida, não estamos imunes de acusações sem fundamentos, seja por "irmãos" da igreja, ou por gente de fora. A maldade não escolhe ambiente.
    Dizemos isso, por termos enfrentado algumas campanhas maldosas, vindas de pessoas que, muito embora saibamos quem são há bastante tempo, entretanto, nunca lhes demos o mínimo de confiança. Pois suas condutas dispensam comentários. Apesar de tratá-las com respeito.
    Graças a Deus que, para a tristeza de muitos, mas para a nossa alegria, o maior patrimônio que temos, depois da salvação, não conseguiram manchá-lo.
    Muito embora devemos sempre está orando e vigiando ( Marcos 14.38). Todo o cuidado é pouco.
    Fala-se muito nas igrejas e nos congressos a respeito de ética, mas, grande parte daqueles que nos cobram, infelizmente, vez por outra, toma-se conhecimento de coisas injustificáveis comprovadas.
    E, muitos desses, mesmo sabendo que não têm condições morais para contradizer-nos, não admitem ser corrigidos.
    Alguns ainda se utilizam de passagens como 1 Crônicas 16.22; Salmo 105.15, tentando blindar-se dos absurdos.
    Nunca devemos nos esquecer de que, não é o cargo secular ou religioso que diz que somos decentes. Mas, sim, a nossa postura.
    "Não são as intituições que honram os homens, mas são os homens que devem honrar as instituições".
    Em Cristo,
    Tadeu de Araújo

  3. Todos os cristãos deveriam ler este post. "Faça um bom sapato w venda-o por un preço justo." Deus quer que creiamos no Seu Filho; que alcancemos um coração puro, uma consciência limpa em relação a Ele e a todos. Isto se chama cristianismo. O resto é cacarejo – conversa de galinha

  4. Taí uma postagem enxuta e necessária. Precisamos mais de textos assim que, de forma clara e direta, apelem para uma reflexão acerca da COERÊNCIA de uma vida prática cristã. Afinal, o cristão genuíno,é antes de tudo, ético.

    Adoração deve ser um ato CONTÍNUO na nossa existência; e não exatamente em lugares 'santos', definidos, determinados, mas uma adoração (EM ESPÍRITO E EM VERDADE) que reflita em todas as nossas atitudes.

  5. O que disse o irmão Tadeu,só pode ser dito por quem é piedoso de fato!Parabéns irmão!Fica bem claro a existência do Mal como vontade oculta e racional,presente no Mundo:exatamente como disse JESUS.Quem nunca conheceu esta dimensão espiritual deve mesmo duvidar ou testar a sua vida cristã.Não vejo a Ética cristã como componente de um conjunto de virtudes,mas como fruto de um genuíno e profundo desvendar de nós mesmos pelo Senhor.Depois que perdemos a ilusão sobre nós,sabemos que só ELE pode determinar o curso(leia-se passos)das nossas escolhas em obediência.E essas escolhas são por fé,testemunhadas pelas antecedentes,como está escrito "…de fé em fé…".Por isso fica difícil concordar com algumas opiniões humanas sobre vida cristã(não é o caso do post acima),e alguns sem entender,tem-nos por radicais.Mas isso também faz parte.A paz de Jesus!!!

  6. Gostei da citação da hierarquia que algumas igrejas tem, do posto que cada um ocupa dentro da igreja. As vezes este posto é confundido com maturidade espiritual, tem igreja que quanto mais alto você está mais apto está pra ministrar na vida do irmão e mais credibilidade você tem pra pregar a palavra de Deus. Um recém chegado a igreja nunca tem voz ativa e isso dificulta o crescimento espiritual pois já vi doutrinas contrárias a bíblias em algumas igrejas e quando você acaba de chegar àquela igreja de nada adianta questionar, a pessoa é tida como nunca tendo razão.
    Em igrejas assim aquele que questiona e que duvida daquilo que o pastor fala é sempre mal visto, dizem que toda liderança é instituida por Deus e que devemos nos subordinar, mas vale lembrar as atitudes de Daniel perante as ordens de Nabucodonosor… hoje mais do que nunca estudo a bíblia, vejo muito comodismo no meio cristão

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui