"Soberania": palavra ainda desconhecida por muitos

8
399
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Hoje conversava com uma amiga evangélica que, em meio a um debate “neopentecostal” que visava estabelecer se Deus realmente cura todas as pessoas, ao final exclamou: “Mas Deus é soberano”. E acrescentou: “soberania: aprendi essa palavra com você”.
Confesso que fiquei muito contente ao ver que aquela mulher de oração e fé, havia aprendido com este pequeno servo de Deus a saborear e confessar a crença em um Deus Soberano. No entanto, passado alguns segundos, comecei a questionar o seguinte:
(1) Como uma pessoa pode passar 10 anos frequentando diferentes igrejas e desconhecer um conceito tao importante como a soberania de Deus?
(2) Que classe de evangelho é esse, que anuncia curas, promete unção, milagres e outras benesses e esquece de dizer às pessoas o principal: Que Deus é soberano e age como e quando quer?
(3) E terceiro: Que “deus” é esse que está sendo pregado nos templos evangélicos, que é tudo, menos soberano? Poderá existir Deus, se excluímos sua soberania? Aliás, dizer “Deus Soberano” não é, por si, de uma redundancia gritante?
(4) Se o Deus Soberano, o “Kyrios Despotes” nao está sendo pregado, quem é anunciado em seu lugar? Qual é o “deus” que está sendo confessado em cada esquina, em cada templo evangélico da nossa cidade? Papai Noel? Coelhinho da Páscoa? A fada dos dentes?
Meus irmãos, não nos deixemos enganar pelas vãs sutilezas daqueles predadores que querem enriquecer à expensas das nossas almas: Há um só Deus, Soberano e criador de todas as coisas, que tudo faz para a sua própria gloria! Tudo está diretamente ligado a Ele, pois “dEle, por meio dEle e para Ele são todas as coisas, ETERNAMENTE, amém”.
***
Texto de Leonardo Gonçalves postado via Facebook. Contundente!

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

8 COMENTÁRIOS

  1. Que Deus é soberano a grande maioria concorda. Igreja evangélicas não escondem este conceito de seus membros, o que não significa dizer que vivem falando sobre isso. Nem mesmo os neopentecostais ensinam algo contrário ao atributo da soberania divina (ao menos nunca vi ninguém refutando-a). Por exemplo, muitos pastores evangélicos se manifestaram publicamente sobre os desastres no Haiti e no Japão, atribuindo os aconbtecimentos à vontade soberana de Deus. Já presenciei ministros neopentecostais afirmando a autoridade suprema do criador sobre tudo e todos.

    Leonardo, posso estar errado no que irei apresentar abaixo e, se for o caso, perdoe-me pelo inconveniente. Pelo pouco que o conheço (apenas através do seu blog), presumo que você, quando fala do desconhecimento por parte dos cristãos da soberania divina, se refira ao entendimento determinista sobre soberania. Se sua intenção de fato foi essa, concordo que este tipo de compreensão realmente não é ensinada nas igrejas evangélicas por aí. Aliás, este tipo de soberania que atribui à Deus a autoria do pecado não é ensinada nem mesmo na bíblia. Percebo que calvinistas gostam de afirmar que ninguém, a não ser eles mesmos, creem na soberania de Deus. Isso é apenas um artifício para rebaixar e ridicularizar qualquer sistema que não seja o próprio calvinismo.

    Ele é soberano, na mesma medida em que também é amor e misericórdia. Não esqueça que Deus faz o que quer; e se Ele quer que o homem, assistido pela sua graça, tome decisões livres, ninguém pode questioná-lo.

    Não advogo aqui a causa da teologia da prosperidade ou de qualquer heresia semelhante, no entanto, não posso deixar de pontuar que existem diferentes formas de enxergar o atributo da soberania.

    Deus abençoe.

  2. Hoje em dia existem igrejas (ou serão empresas?) nas quais só se pregam curas e prosperidade material. Os pregadores neopentecostais, que se intitulam apóstolos, porque ser pastor parece muito pouco não se importam com o fato de que as ovelhas não estão aprendendo sobre Deus. Basta que elas levem seus dízimos e ofertas para que eles enriqueçam. Conheço algumas pessoas que freqüentam mega igrejas dirigidas por famosos apóstolos e sequer têm uma bíblia para lerem. Outras não a lêem por pura preguiça. Uma delas certa feita esteve na minha casa e soltou essa pérola: "- Acho que o apóstolo é a reencarnação de Jesus Cristo." Essa frase bombástica resume tudo: essas pessoas nada sabem sobre o que está escrito. Adoram os homens e seguem seus preceitos. Infelizmente isso está ocorrendo em larga escala. Estamos mesmo nos tempos do fim!

  3. Graça e Apz, Amado Leonardo,

    Tuas interrogações são perfeitas e as resposta bem assustadoras.

    Vemos que as doutrinas principais de nossa fé estam sumindo de muitos púlpitos e que os frequentadores de cultos nem dam conta desse fato.

  4. A partir do momento em que estamos desviando para o ser humano (antropocentrismo) o foco da mensagem do Evangelho, o qual deveria ser direcionado para Deus (teocentrismo) ou para Jesus (cristocentrismo), já estamos desprezando a soberania de Deus, pois estamos colocando-nos no lugar dEle.

  5. Ok,soberania de Deus. Lí e leio no evangelho de João capítulo 5,onde temos o tanque de Betesda cheio de enfermos de toda qualidade e Jesus ia passando em direção a Jerusalém e deu uma entrada para espiar aquela multidão em volta do tanque.Chegando no local,Ele tomou a iniciativa e dirigiu a palavra a um homem que havia 38 anos tetraplégico e perguntou se ele queria ser curado. Bem o papo de Jesus com o homem nós sabemos como foi, o que eu quero focalizar é que Ele só curou aquele homem e mais ninguém.No verso 19 e 30 Ele diz que só faz o que o Pai manda fazer,Isto é soberania sem discussão,só um foi curado naquela ocasião,o que estava em pior estado.
    bjo do tito from brasília.Nota: Como e onde Jesus sabia da vontade do Pai para cada ocasião? Em Marcos 1.35 temos a resposta,a Sua agenda era conectada com a agenda do Pai,bem antes do dia amanhecer,e Ele era obediente ao Pai,não abusava de sua autoridade.do tito from brasília.

  6. "concordo que este tipo de compreensão realmente não é ensinada nas igrejas evangélicas por aí. Aliás, este tipo de soberania que atribui à Deus a autoria do pecado não é ensinada nem mesmo na bíblia" (sic)

    Em nenhum momento me referi a Deus como autor do pecado.

    Aprenda o "beabá" do evangelho: "O homem é responsável por pecar, e Deus é soberano em salvar". O homem é, assim, autor do pecado, e Deus é o autor da salvação.

    Contraria a esta cosmovisão (que é bíblica), está a ideia de que o homem pode impedir Deus em seu designo de salvar, somente exercendo sua vontade. O problema é que dentro de tal sistema, o homem é colocado no trono, e de lá, o soberano homem pode frustrar o plano de Deus. Assim, em um duelo de vontades (de um lado Deus querendo salvar, de outro, o homem resistindo a Deus), prevalece a vontade do "homem onipotente".

    Repito: O homem é autor do pecado, e Deus o dador da salvação. Grandes teólogos da história, que igual a este pobre servo que te escreve também eram calvinistas (ou deterministas, fatalistas, coloque o rótulo que quiser) pregaram essa verdade. Só mentes sujas, ou entao, umas poucas mentes sinceras, porém ignorantes quanto às doutrinas da graça afirmam afirmam que fazemos de Deus o autor do pecado.

    Mas o texto não fala disso em nenhum momento (embora este tema não seja manos verdadeiro), e sim da soberania de Deus para curar doenças ou mesmo não desejar curá-las; prosperar economicamente ou empobrecer segundo o seu propósito, derramar sua benção ou retê-la segundo seu designo. O texto (que foi postado por mim apenas no facebook e colado aqui pelo Misael, co-editor do blog, porque o mesmo o considerou relevante) fala do maniqueísmo neopentecostal e do "deus vassalo" pregado nas igrejas da prosperidade.

    Amigo, em nenhum momento tive interesse em ser agressivo contigo. Apenas pretendo responder com o mesmo ímpeto, já que quem tumultou o post com idéias "anti-calvinistas" foi você. Este tópico nao pretende ser calvinista, nem arminiano. Quem dicotomizou tudo foi você.

    Espero que a discussao termine aqui. E aviso que tumultuadores serao vetados. Se quiser postar outro comentario, por favor, comente o post.

    Paz e bem.

    Leonardo.

  7. Tito, comente sobre seu entendimento sobre a Doutrina da Trindade, pois eu não dá pra crêr que Deus é dividido em Três pessoas distintas , se fosse assim seríamos politeístas…pelo que eu sei essa doutrina foi introduzida na igreja 325 D.C no Concílio de Nicéia convocado pelo Imperador Constantino em Roma…..onde se estabeleceu a Igreja Católica Apostólica Romana……..não dá pra crêr nessa doutrina romana……… eu creio num só Deus, o Verbo que se fez carne e habitou entre nós, o Princípio e o Fim o Alfa e o Ômega o único Deus verdadeiro…………a Doutrina da Trindade é totalmente inescriturística … não se vê nem mesmo nas Escrituras Sagradas nenhum batismo usando os Titulos: Pai,Filho e Espírito Santo, mas sempre o Nome Senhor Jesus Cristo, conforme a ordenança de Jesus em S.Mateus 28:19…Ele mandou usar o Nome no Batismo, o Nome é Senhor Jesus Cristo……são manifestações do mesmo Deus em três formas diferentes mas é sempre o mesmo Deus , não são três pessoas distintas mas o mesmo Deus.Os católicos não satisfeitos com as três pessoas distintas acrescentaram por último Maria formando um quarteto: O Pai um Senhor Velho, O Filho Jesus mais jovem , O Espírito Santo uma pombinha, e Maria a Mãe…………….amados veja bem se temos o Pai o Filho e a Mãe logo a Igreja sendo a Noiva de Jesus o Pai seria sogro da Igreja e Maria a Sogra……NÃO IRMÃOS NÃO CREIO NESSA DOUTRINA ROMANA……………….O SENHOR JESUS CRISTO é o Jeová do velho testamento…..Ele mesmo disse: Antes que Abraão existisse EU SOU……… e quando Jeová apareceu para Moisés na sarça ardente Ele mandou Moisés dizer à Faraó; Diga que EU SOU te enviou”.
    • Is 43:11 Eu sou o Senhor,e “fora de mim”não há Salvador.
    • Tito 2:13 …nosso grande Deus e “Salvador”Cristo Jesus.
    • Se a Bíblia fala que Deus é o Senhor e fora Dele não há Salvador , é porque Ele mesmo se manifestou através da carne (como homem Jesus) , caso contrário teríamos 2 Salvadores: Deus e Jesus.
    • Jd 1:4 Nesta passagem Judas,irmão de Tiago chama Jesus de ÚNICO “Soberano e Senhor”.
    • Deus resgatou a sua igreja com seu próprio sangue. At 20:28
    • Ao falar do Filho de Deus ,a Bíblia também é bem clara:
    • I JOAO 5:20 …ESTE É O VERDADEIRO DEUS E A VIDA ETERNA.
    • Jesus Cristo é a revelação de Deus. Ele é Deus encarnado. João 1:14
    • Quem vê a Jesus vê a Deus; quem conhece a Jesus, conhece a Deus. João 8:19
    • Ninguém vê ao Pai senão em Jesus. João 14: 6-10

    • Não que alguém visse ao Pai a não ser aquele que é de Deus, este tem visto ao Pai. – João 6: 46
    • " Quem vê a mim vê ao Pai" – João 14:9,
    • "Eu e o Pai somos um". João 10:30
    • Tomé exclamou: "Senhor meu e Deus meu" – João 20:28
    • • Pedro disse: "Nosso Deus e Salvador Jesus Cristo" – II Pedro 1:1
    • • E Paulo escreveu: ". . .Cristo. . . Deus eternamente" – Romanos 9:5
    Os apóstolos tendo a revelação (Lucas 24:45, Gálatas 1:12) em cumprimento a Mateus 28:19, batizaram usando o nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme vemos em : Atos 2:38; Atos 8: 14-16 ; Atos 10: 47-48; Atos 19: 1- 5.

  8. A soberania é de Deus, porém devemos lembrar que Deus é poderoso e superior a tudo e todos.
    Em sua soberania, Deus deve olhar para o homem como um vermezinho cheio de si, julgado por doutores em acholgia e destronado em tése pelos teólogos profanos, alcançamos a igreja de Laudicéia outra vez.
    Jesus um dia perguntou:
    Existe algo impossível para Deus?
    Parece que para alguns há.
    E a soberania de Deus só se manifesta na vida dos que creem e não na dos que o julgam como se fosse um homem…

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui