Crônicas do Shofarista: Carequinha Chocante

12
396
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Por Shofarista
Veja outros posts da série aqui
Olá amigos!
Estou meio deprê… e o que me deixa meio deprê não são as contas, impostos, problemas, etc. de começo de ano. É que pipocou neste começo de 2012 a careca do patriarca judeu-manauara como se fosse a maior de todas as novidades, porém, antes que o dito cujo viesse com o aeroporto de mosquito lustrado, eu já tinha feito, a muito tempo atrás!!!
Alôôô, tá na hora de deixar as heresias com marca registrada! Imagine só, se há 6 anos atrás eu e outros iludidos tivéssemos a brilhante ideia de patentear a careca ungida, o patriarca estaria nos devendo uma grana… hehehe. Foi coisa do inimigo isso!!!! Amarra ele Chessus!!!!
Nesta loucura de ato profético, votos de barba longa, abstinência de alimento, carecas polidas e tal, e no auge do chifre ungido, fomos convidados (junto com o futuro apóstolo) a ministrar num evento de jovens mais aos rincões do sul da pátria amada.
O organizador do evento já conhecia nosso discipulador (pastor Claicão Manto de Fogo) de outra cruzada de fé, poder, shu! (e dinheiro). Como bons discípulos, meu irmão e eu estávamos dispostos a seguir nosso deus, digo, nosso discipulador gedozista por onde ele fosse! Espada pelo apóstolo, amém igreja?
É impressionante como a cegueira e manipulação nos levam a inverter valores espirituais e humanos. Eu tinha que ir, precisava mostrar meu valor de discípulo shofarista! O custo disso tudo? Uma briga feia com minha noiva… magoei os sentimentos dela profundamente entendendo que isso era “pagar o preço” do discipulado. Minha missão era tocar o shofar, nem que as pessoas que amo se ferissem… é meu amigo, isso é só uma amostrinha do efeito dos vermes que comem o juízo dos iludidos subnutridos biblicamente pelo Brasil a fora.
Fui noivo para o evento, mas não sabia se voltaria nesta condição. Deixo a surpresa pro final deste texto.
Chegando lá, o pequeno profeta ministrou auxiliado pelos carecas. Fico pensando o que se passava na mente daquela gente. E nós, com pompa de fariseu dizíamos: “É um voto sagrado, de humilhação, amém Gezuiz?”.
E nesta de ser ungidão, o shofarista ficou chocante! É o shofar elétrico! Explico: no dito local a corrente elétrica era de 220v, e eu tinha um voto: só tocaria o corno santo descalço, para liberar mais unção profética. O local era de piso de lajota, e o espero aqui, descalço, foi arrumar o microfone… rá! Como disse eu na hora: “Misericóóóóóóórdia!!!”. Tomei-lhe um choque que foi de arrepiar o cabelo!!! Opa, peraí, eu estava careca! É queridão, quase nasceu cabelo! Rá!
Depois de muita grória, era hora de voltar. Deixamos os jovens infectados pelo vírus da multiplicação custe o que custar gedozista. Tinha um rapazinho que, mesmo sem ir ao Encontro com Deus, repetia sem parar: “A visão é tremenda, tremenda…”. Coisa de doido seu moço!
Saído de lá, hora de encarar a estrada. Era retorno de feriado e a coisa empenou feio. Congestionamento, problemas mil! E tínhamos uma agenda santa, iríamos participar do ato profético do avião (não lembra? CLIQUE AQUI E LEIA). Estrada cheia e o resultado previsto, ou seja, nos atrasamos e não deu para estar lá no ato profético.
Nesta ocasião, os membros da seita, digo, igreja, marcharam pelo bairro declarando vitória! É isso aí, marcharam profeticamente para conquistar o território! Detalhe: todos vestidos de branco para trazer muita paz! Eita Deus!!! É mixxxxxtério!
Chegamos apenas para a celebração da noite. A viagem que duraria duas horas e meia, levou mais de seis horas. Seria o espírito de congestionamento nos impedindo? Sai de retro! Seria o encosto bloqueador de rodovias?
Quando cheguei, era fim de celebração. Discretamente subi no altar e com uma estufada de peito (unção de pombo) toquei o shofar! Shúúúúúú!!! Êxtase puro!
Assim, concluímos nosso dever. Ah, o resultado: NADA DE NOVO! De novo! Muita emoção, muito shuuuu, nada de Bíblia, nada de compromisso, nada de maturidade e crescimento espiritual genuíno.
Já ia me esquecendo… minha noiva me deu uma fria. Estava muito nervosa comigo, mas me perdoou. Casamos, saímos da seita judaizante, abandonamos o misticismo.
A vida melhorou, e muito! Sabe por quê? Não, não temos mansão nem carro importado. Não estou imerso numa tempestade de 500° de puro fogo santo e poder. Não, minha vitória não tem sabor de mel.
A vida melhorou, pois entendemos o Evangelho e sua simplicidade. O amor de Deus e Sua graça nos mostraram a simplicidade da fé cristã, exclusiva em Cristo, sem apetrechos neojudaizantes ou macumbas neopentecostais.
Careca de novo, só se ficar calvo. Ou se o patriarca baixar decreto santo!
De seu amigo cabeludo, Shofarista.
***
Crônicas do Shofarista é o retrato daquilo que muitos vivem no misticismo neopentecostal com seus modismos bizarros. Acompanhe a série e aguarde novas crônicas.
Série exclusiva no Púlpito Cristão

Assine o Blesss
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

12 COMENTÁRIOS

  1. so sinto por conhecer pessoas q tenho um carinho muito grande q estao em lugares assim, a mercer de pessoas assim, essas pessoas tem o desejo de louvar a DEUS e de servi-lo mas as veses por lideres assim esquecem o foco

  2. É mano Shofarista!

    Aqui estou eu, agora como comentarista, conforme tinhamos combinado. Apesar do humor proposital, este foi um dos textos mais comoventes da série.

    Também fiz muita mandinga gospel, na época que experimenteiu o ultra pentecostalismo e coronelismo gospel. Subia monte varias vezes por semana, amarrando a capetada, mas conhecimento que é bom, necas! Mas Deus é bom, e me deu fome de bíblia. Foi assim que um dia descobri que o evangelho era mais simples do que eu pensava, e que existia maneiras bem mais construtivas de se trabalhar na obra de Deus.

    Que bom que a graça nos achou.

    Deus nos ajude, mano Shofarista!

  3. Manuuuuuuuuuuuuuuuu…

    Acreditar que isso existe é fácil… Mas como queria que fosse díficil…

    Mas com o Edir Macedo fofocando junto com o "encosto" do Valdomiro da Mundial tá complicado hein?!

    Maranta, Jesus. Chegaaaaaaaaaaaaa!

  4. Oi irmã!
    Não sou judeu não. Eu fui membro por muito tempo em uma igreja neopentecostal que escancarou as portas para a Teologia da Prosperidade e para modismos.
    E em tais modismos tinha muito ato profético, voto, sacrifícios financeiros, G12 e claro, o Shofar!
    Eu era o tocador de Shofar e participante das bizarrices de nosso 'líder'.
    Agradeço a Deus, que me resgatou desse lodo e me mostrou a graça!
    Abração

  5. UFA! É MUITA PRESEPADA. A VERDADE É QUE ESTAMOS VIVENDO NAS VIAS DO PRÉ-CATOLICISMO. INDULGÊNCIAS, CLERO, SUPERTIÇÃO, UM LÍDER QUE É UM SEMI-CRISTO, HONRA SINTETIZADA COM BENS MATERIAIS…E O PIOR, VIRA E VOLTA "DÁ CERTO". É ISSO AÍ! BOM APETITE!

  6. Escrevo atrasado,só conheci o blog semana passada.Gostei muito do shofarista porque também tenho uma passagem pelo meio do reteté.Mas nunca cheguei a tal ponto,talvez,porque vinha de uma igreja presbiteriana.Concordo plenamente com voce,Shofa,mas diga-me uma coisa:voce repudiou tudo ou tirou alguma coisa boa e real da sua experiência?No meu caso a vivência dos dons me acrescentou a dimensão espiritual que faltava para complementar munha fé.Oque voce viveu no movimento místico é o oposto do que vivi no tradicionalismo cadavérico.Isso mesmo,cadavérico,uma frieza tumular.Não dá para sorrir só com fé conceitual,mas agora tenho equilíbrio para mesclar as duas coisas.Continue escrevendo,suas crônicas são ótimas!!Jesus é Deus!!!

  7. Puxa vida é arimeira vez que entro aki e vou flar identifico muito com tudo isso. O evangelho é muito simples e deve ser muito sério não desmerecendo a visão dos shofaristas eu sou um tb. Mas sab que todo cristão deve ser um shofar vivo proclamando o evangelho de Jesus. Ah em relação em ser careca e por ai vai eu nunca fui klkkkkklkk mas boa inociativa do blog ta d parabens!

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui