“Músico Cristão pode tocar secular?” – Veja o que pensa João Alexandre

115
6471
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Por Antognoni Misael

Anos atrás peguei o edital do vestibular Universidade Federal da Paraíba para decidir que curso fazer e seguir carreira profissional. Dentre tantos que cogitava, um curso me chamara bastante atenção: “Música Popular”. Tratava-se de um curso novo no campus, e que era voltado para a musicalidade popular, folclórica, menos próxima das escolas eruditas, como é de tradição nas academias do Brasil. Assim como um músico orquestral, o músico popular estaria habilitado para seguir carreira, vendendo sua força de trabalho para o mercado e vivendo dignamente como qualquer outro profissional das outras áreas.

Assine o Blesss

Este embate me fez repensar o que por muitos anos foi inadmissível por parte de igreja. “Poderia eu tocar secularmente”? Era comum se cobrar de um músico novo convertido o abandono total de suas funções no secular na argumentação de que aquela atividade não era para glória de Deus, em detrimento do servir integralmente ao louvor da igreja, enquanto esta se levantava em oração para que um outro emprego “digno” aparecesse para o recém chegado músico.
Repensando nesta questão, que considero praticamente resolvida (sou otimista), trago pequenos trechos do livro “Músico – profissão ou ministério”, do cantor e compositor João Alexandre e de Luciano Garrutti Filho, em que ele (João) contribui com sua opinião sobre o assunto. Acompanhe:

1) Tocar para glória de Deus significa tocar só música evangélica?

J.A.: É bom que se lembre que Deus não é evangélico. Deus é Deus. Há uma tendência de achar que a nossa música, ou a música executada pelos evangélicos, seja a música correta. (…) a música não possui caráter o credo religioso. No tocante à letra, qualquer música que se enquadre naquele versículo que diz: “Quanto ao mais, irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é justo, tudo o que é puro, tudo que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. (Filipenses 4:8); pode ser cantada, não precisa ser necessariamente música evangélica. Existem músicas que nem evangélicas são, e que falam sobre verdades muito bonitas, sobre valores intrínsecos, os quais estão de acordo com os valores bíblicos. Tudo o que está contido na Verdade bíblica é passível de ser cantado, sem qualquer constrangimento. Aliás, depois da conversão já não deveria mais haver distinção entre aquelas atividades que são consideradas como carnais, e aquelas consideradas como espirituais. O que queremos dizer com isso é que, depois da conversão, tudo o que fazemos deve ser espiritual. Lavar o carro deve ser tão espiritual quanto cantar um “corinho”, por exemplo. A Palavra de Deus nos ensina que devemos andar em Espírito (Gálatas 5:16, 25; Colossenses 1:10; 2:6), significando que o estar em Cristo não é constituídos em atos isolados, mas de um estilo de vida motivado por um coração transformado por Deus.

2) O músico profissional cristão deve e pode trabalhar em ambientes tais como bares, restaurantes, etc.?

J.A.: Isto seria o mesmo que perguntar a um médico se ele pode trabalhar em um hospital ou clínica. Com certeza, um médico não iria clinicar no bar da esquina, ou em meio a um restaurante, assim como seria pouco provável que um músico viesse a tocar em um determinado hospital ou maternidade. O que está em questão aqui não é a atividade em si mesma, mas o ambiente onde ela é geralmente executada. O ambiente no qual o músico trabalha é um ambiente geralmente rotulado como pernicioso e nocivo à moral pela maioria do setor evangélico da sociedade. Isto acontece pelo fato de haver em alguns desses lugares a presença de drogas, bebidas, e coisas do gênero. Todavia, gostaríamos de lembrar aos leitores de que o ambiente de trabalho de um músico não se restringe “única e exclusivamente” a lugares como os descritos acima. Existem outros ambientes sociais onde o músico pode exercer a sua profissão, tais como: concertos de música clássica, casamentos, recepções, etc.; os quais são desprovidos deste caráter pernicioso. Além disso, as drogas, bebidas, e coisas do gênero também estão presentes em outros ambientes de trabalho tais como: hospitais, na política, etc. Não é necessário ser músico para entrar em contato com a triste realidade do mundo a nossa volta. Vale a pena dizer que nem sempre o músico tem o privilégio da escolha. Em tempos de “vacas magras”, a fim de sustentar sua família (pois apesar da desatenção de muitos, sim! o músico também é pai de família, e como tal possui muitas possibilidades) ele pode vir a ter que tocar em ambientes que não são de sua preferência pessoal, o que não significa que por isso ele venha necessariamente corromper-se, ou coisa semelhante. A única diferença entre a música e as demais profissões é que ela vem sofrendo grande preconceito por parte da sociedade em geral por vários anos. O músico, graças a algumas questões culturais, carrega aquele estereótipo de bom vivan, o qual em hipótese alguma condiz com a realidade dos fatos. É aquela velha estória da preguiçosa cigarra que vivia a cantar o dia inteiro, enquanto que a valorosa formiga somente trabalhava. Há também o ditado que diz que Deus ajuda a quem cedo madruga. É um ditado “bonitinho” este, o único problema é que ele desconsidera os músicos e os guardas-noturnos, que trabalham durante a noite. Agora, um músico profissional cristão deve ser uma pessoa preparada para enfrentar ambientes como estes sem se deixar influenciar e, se possível influenciar aqueles que o cercam para que se aproximem de Deus. É aí que entra o papel da Igreja, não como elemento repressor, mas como aquela que há de prover ao músico o suporte espiritual e emocional para que ele seja luz no mundo e sal da terra, e faça diferença no meio onde vive. O músico, sempre é obrigado a ser uma benção na vida de seus irmãos, e raramente tem o privilégio e a oportunidade de ser abençoado por estes.

***

Antognoni Misael é amigo, escritor do blog Arte de Chocar e colaborador do Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

115 COMENTÁRIOS

  1. Sou a favor que musicos evangelicos toquem, ou cantem e toquem como profissão, no entanto sou também a favor que eles tenham sabedoria quanto a lugares e musicas que vão cantar ou tocar. Todo cristão deve ter este cuidado, pois toda prestação de serviços requer isso de nós, não só a musica.
    Além disso deve interpretar ou compor boas musicas, não deve de forma alguma cantar letras pagãs, ereticas, sexuais ou coisa parecida. Entendo isso como normal, e melhor que ficar usando o altar como desculpa para dizer que é ministro de louvor, enquanto o que se toca é musica gospel, e gospel pra mim não é evengelico, nem cristão. Existe uma diferença que os irmãos não percebem entre o gospel e o louvor. Louvor é falar, declarar ou cantar o poder e a glória de Deus, é via de mão única, mas está padronizada, encaixotada e equivocadamente restrita ao grupo de louvor da igreja, que no geral e maioria, não canta louvores, e fazem shows para "ganhar almas" mas quem vai, vai pelo marketing do bacanudo gospel, Jesus é um detalhe no contexto.

    • Sou musico a 19 snos e cristao ha 7nunk vi um so q tivesse consseguido ficar la e ca, mais Tbm concordo c vc o grande problema é q a galera esta usando isso como deculpa pra ir pra festas curti e pagar as cumades,se for so trabalho tem q ir so tocar e ir pra casa e nao fica la no ambiente

  2. E continuando, fui tomar uma agüinha,
    O irmão põe na cabeça de fazer um cd de "louvor", ai tem que chorar uma graninha boa para a rádio evangelica, que diga-se de passagem, foi conseguida por pedido de evangelico eleito pelos crentes, e montada com dinheiro de dizimo, e se ele quiser ficar nas paradas de sucesso, as 10 mais do dia, tem que por a mão no bolso, e não é barato não, para a locutora inventar que ele é bem ouvido, tem que rolar um cache de acordo, iqualzinho no meio impío, igualzinho.

  3. Considero o seu comentário de grande valia pois nem toda musica secular e nociva a começar pelo grande cantor e compositor Roberto Carlos, que e sucesso ate hoje nada pessoal diga se de passagem porque há outros com a mesma relevância, ser cristão e vivenciar Cristo sem acepção.

  4. Não concordo! eu bem sei que realmente deve haver em caráter profissional a formalização do profissional, aqui sendo o musico, mas vejo que ultimamente muitos lideres cristão tem deixado de lado a genuína palavra, para pregar uma palavra mais adequada aos dias de hoje, daqui a alguns dias alguns lideres irão dizer: que se pode cantar musica secular dentro das igrejas!, o que me preocupa é que as pessoas estão se voltando muito para a teologia e suas regras de interpretação e pouco para a palavra de Deus, me parece que hoje ja não existe distinção em um cristão e um não cristão, e não adianta querer dizer que Deus quer somente o coração, ele nos quer em um todo! não sou legalista, mas também não sou liberalista, muitas das coisas que aparentimente que tem se liberado em nosso meio usando o argumento que não é imoral ou pecado, tem aos poucos se tornado um pequeno sintoma que tem evoluído como um câncer no seio da igreja, anos atras muito se dizia que a dança não era pecado e que era somente usando de forma clássica, hoje vemos da imoralidade e a perda do objetivo original que é realmente adorar a Deus, e que foi substituído pelo entretenimento.
    é melhor nos nós voltamos mas a bíblia sem os argumentos teológicos como prioridade de interpretação, pois assim faziam os pais da igreja antigamente, onde passavam dias inteiros orando e jejuando e buscando sabedoria provinda do Espirito Santo com a palavra de Deus!
    com amor e temor…

  5. Fui músico vários anos e abandonei a profissão por questões físicas. Essa questão é controvertida. Isto porque é difícil para um músico cristão (prefiro conceituar desta forma) conseguir um lugar adequado para trabalhar. Mesmo em orquestras, às vezes ele deve ceder, porque o repertório pode incluir músicas satânicas e músicas afro-brasileiras que invocam a religiosidade do candomblé, entre outras. Tive um amigo que sofreu perseguições por se recusar a tocar esse tipo de música. Não é fácil, mas a questão do barzinho é complicada. Pro J. Alexandre, hoje é mais fácil o discurso, porque ele tem um amplo campo de trabalho (shows, gravações, casamentos, festas etc., além do trabalho solo). Mas para artistas comuns, que não têm o talento dele (ele é um dos melhores músicos do país, mesmo entre não crentes), é realmente complicado. Só com muita oração mesmo. Que Deus ilumine os músicos verdadeiramente cristãos do nosso país.

  6. “Quanto ao mais, irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é justo, tudo o que é puro, tudo que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. (Filipenses 4:8)
    Este foi o melhor argumento que eu ja ouvi/li. Muito bom o texto e mostra uma realidade brasileira, a de demonizar tudo que existe fora da igreja. Nunca tinha pensado por esse versículo, é muito interessante que a partir dele podemos tirar o que convém ou não fazermos. Usando esse versículo com o: "Tudo me é licito, mas nem tudo me convém."- temos a representação do que não nos convém a fazer.
    Ótima a reflexão!!
    Em Cristo.

  7. Creio que nos planos de Deus não se inclui os incrédulos coveiros da obra santa.
    Há músicas que são criadas, outras são plagiadas por evangélicos sem o mínimo de criatividade, usam o nome que não lhes é conveniente e se arrumam como os políticos que em suas malditas obras, cortam o desejo de viver dos menos favorecidos.
    Estou conheço gente que quando canta encanta, outros fazem tudo, menos agradar ao Senhor dentro do âmbito cristão.
    Se o seu coração não te condena, maior é Deus.

  8. Meus parabéns por este artigo,muiiiiiiiito!!!!! esclarecedor, só assim muitos igrejeiros talvez possam reconhecer que músico é também dom de Deus e parem de demonizar a boa MPB e outros gêneros classicos e contemporâneo.

    Abraços.

  9. Acima de ser uma abstração a musica é o alimento para a'lma.
    Eu temo pelo relativismo que tem sido impetrado, assim também como este doentio pragmatismo…

    Particularmente eu nunca vi um referencial que de forma hibrida coaduna o mundo secular com o mundo cristão, e já não falo da liturgia evangélica…

    Poderia citar vários versículos que não fora citado, versículos tais como:
    Coossenses, 3: 1 – 3, I Jo. 2: 15 – 17, Romanos, 12: 02….

  10. Meu caro Benicio, gostar de Roberto Carlos, que canta ave Maria ? Faça-me favor: converta-se.
    Quanto ao post, ele apenas descreve o ponto de vista pessoal de seu autor. Acho que música clássica, por exemplo cabe em qualquer ambiente. Mas participar de programas de música secular e depois dar uma canjinha pra Jesus…
    Algo está errado, presados.
    Deus não divide a sua Glória com ninguém. A Ele toda honra, toda Glória e todo o Louvor; não sei se os amados já leram isto em suas Bíblias.

  11. amado irmão, gostaria de saber se seu trabalho é gospel ou secular?
    vc trabalha na igreja ou em uma empresa/fabrica/estabelecimento comercial?
    ou se vc trabalhar de fato na igreja se alguem da sua familia trabalha em tais lugares?

    nesses lugares muitas vezes acontecem coisas "mundanas" o ambiente é "secular", mas mesmo assim nos vamos a eles.

    se o musico que canta a musica secular é pecado, digo então com base neste mesmo argumento que trabalhar fora da igreja (um lugar secular, fazendo oficio secular) é pecado, que ir em lugares que não são da igreja é pecado, pois o mesmo é um ambiente secular.

    não querendo ser liberal ao extremo, mas acredito que o musico é um profissional como todos, se o seu ambiente de trabalho tem pessoas fazendo coisas que não convem, o que se pode fazer, aposto que no emprego de varias pessoas acontecem coisas que não são agradaveis a Deus e mesmo assim elas não pedem demissão.

    eu vejo pintores que pintam quadros e casas de crentes e de não crentes, medicos que tratam de crentes e não crentes e ai vai cada profissão, mas agora quando é musica o crente num pode tocar por que é pecado, acho que tem que rever isso ai hein.

    abraço fica na paz, espero que meu comentario ilumine e não confunda.

  12. O João Alexandre fala por si próprio.
    Vejo isso como uma tentativa de se justificar.
    Achei muito fraca a justificativa dele.
    Não vejo bem um músico que se diz cristão tocar em bares ou casas noturnas para justificar uma necessidade alimentar. Não seria a mesma coisa de um crente administrar um motel?
    Recorro ao Apóstolo Paulo quando diz:
    "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma." (1 Coríntios 6:12)

  13. Mas é claro que pode, sou músico profissional e toco músicas seculares também, tudo baseado na direção de Deus, é a minha profissão, foi ele que me emprestou esse dom e vou exercer onde quer que eu esteja para sua honra e glória! E temos que parar com esse preconceito e rever as músicas que tocam nas igrejas hoje em dia, pois a qualidade foi se perdendo ao logo dos anos, precisamos resgatar!

  14. bom! primeiro quero agradecer a esse site pela as oportunidades de liberdade de expressão, e o post que tira muitas duvidas …. eu particularmente não tocava musicas seculares , até que um dia levei meu violãozinho em uma reunião de familia onde a maioria não são convertidos, e tinha varias pessoas ali presente , recordo-me que meu tio era um quase ateu, acreditava em Deus , mas não nas igrejas , pedi a oportunidade do violaõ e toquei uma musica "azul da cor do mar (tim maia)" eles gostaram e pediram outra então ai eu toquei uma musica minha que conta o meu testemunho, ao termino da canção vi os olhos do meu tio e mais outros parentes cheio de lagrimas, e eles pediram outra ae eu perguntei pode ser de igreja eles claro pode ……e dali pra k todas as vezes que agente se encontra em familia eu oro pela vida deles e ele nunca mias discriminou as igrejas , mesmo sabendo que existe alguns erros ….. concordo plenamente com J.A pois adoração vai alem de musicas e o seu estilo de vida por que vc trabalhe num bar onde quer que seja vc é um exemplo de adorador cristão e não um frenquantador de igreja …..

  15. Alguém aqui pode me citar alguma profissão cristã?

    O que fará um professor (cristão) de literatura? Abnegará do seu emprego pelo fato de trabalhar com obras e textos seculares?

    O que fará um juiz de Direito que julga pela verdade jurídica humana e não pelas matizes da Verdade divina?

    Ouço muitos argumentos de tradição igrejeira. Mas como o próprio João Alexandre falou, e concordo em gênero e grau, "quando "somos", podemos estar ou exercer nossa profissão com dignidade sendo LUZ!!!

    Se assim não fosse, talvez 99% dos cristãos estariam desempregados pois suas profissões não são cristãs.

    Pensem nisso!

  16. " Deus não é evangélico, Deus é Deus!"
    Vou Twittar!!!!

    Cristão Genuíno: Deus, o Sr é evangélico?
    Deus: – Não!
    Cristão Genuíno: -Nem Eu!!!!

    Só existe Cristianismo autentico, fora dos muros da religião evangélica!

    Um abraço a todos!!!

  17. Já foram publicados vários artigos aqui nesse blog fazendo defesa da música secular.
    Que mal há se um cristão quer ouvir e entoar somente louvores?? Está pecando, errando por isso? Se isso o faz se sentir mais próximo de Deus, deixe-o com sua consciência, sem tentar mudar seu objetivo.
    Discordo dessa apologia feita à música secular por um blog cristão.

  18. Eu sempre uso uma maxima.Percebam como é comum crentes militares! Da pm ao exercito. Quer dizer que matar e usar de violência (a essência do serviço militar) pode e fazer arte não pode. Sou contra total condenação da coisa.Claro que existem limites no trabalho musical o que não se pode é satanizar todos e tudo.

  19. Então por sua ótica, um cristão jamais poderia ser um Advogado, que geralmente lida, trabalha, atende e vai ao encontro de seus clientes em locais "pouco recomendáveis" pela moral religiosa. E assim também, jamais poderia exercer outras profissões, por conta desse principio similar.

  20. NÃO PODENDO TRABALHAR NUM BAR OU RESTAURANTE, TAMBÉM UM CRISTÃO JAMAIS PODERIA SER POLÍTICO, PORQUE ELE TERÁ QUE TRABALHAR EM AMBIENTES INFAMANTES E MUNDANOS, AONDE HABITA O PECADO (CONGRESSO NACIONAL E OUTROS)
    ENTÃO PORQUE IGREJAS FAZEM CAMPANHAS PARA ELEGER SEUS CANDIDATOS?

  21. Maria Moura,

    Nao há mal algum em ouvir e cantar apenas musicas "gospeis" assim como nao há em ouvir ambas. Nem mesmo ambas opçoes é pecado.
    Discordo da apologia feita a musica "gospel" por qualquer blog que seja.
    Você nao deixa de comprar um quadro só porque quem pintou foi um " nao-cristao". Assim como nao deixo de ouvir uma musica cujo a letra é poética so porque o escritor nao é cristao.
    Arte é arte. Poesia nao estao apenas nos "rotulados" cristaos.
    Todos ao de ser julgados ante o tribunal de Cristo: Os escritores e cantores "gospeis" (cujo algumas letras sao pura heresia) assim como os nao "gospeis" cujo a letra é um poema.

  22. Meus amados, acho infelismente que existem alguns supostos cristãos no ar. Paulo disse: Sedes pois meus imitadores assim como eu sou de Cristo. Agora, faço a seguinte comparação; se voce imita Cristo, será que ele iria pegar o violão e tocar Tim Maia para agradar a família. Não é militarismo, pois radicalismo é burrice, mas sabemos que isto seria impossível de acontecer. Sendo assim, se Cristo jamais faria tal, não devemos proceder desta forma. Disse Jesus: Eu vim trazer a espada… e é esta espada afiada de dois gumes que separa o certo do errado.

  23. É ilícito sobreviver profissionalmente da música evangelica?
    Se ela é restrita a adoração e louvor, não poderia ser comercializada, pois assim, estariamos comercializando algo santo.

  24. Amigão, fazer sucesso nesse gueto gospel é muito fácil.
    É só economizar na qualidade, e exagerar na musicalidade de jargões, de baixo padrão e que agrava a maioria que não está acostumada com musica de alto padrão.
    O que acontece na musica secular, aonde os grandes artistas ( Geraldo Azevedo, Elomar, Chico Buarque), perdem em espaço e em sucesso comercial para artistas sem talento ( Tati Quebra Barraco e Justim Bibber). tambem vale no gueto gospel tupiniquim.

  25. Não é apologia, minha cara, é constatação que a comercial musica gospel, além de estar muito aquem da qualidade da musica convencional, já virou um grande filão para empresários, artistas e gravadoras ( nada evangelicas).

  26. Eduardo,
    ave maria a parte, me diga uma coisa. Voce escuta cantor evangelico que sobe em palco católico? Ouve cantora evangelica que deixa sua musica ungida ir parar na novela das 8:00? Ouve outra cantora evangelica que vai no faustão, da emissora do demo? Eu acredito que sim, principalmente na hora do culto não é? Ou estou enganado? Então porque critica o benicio irmão?

  27. Diego

    No tempo de Davi, no povo de Deus, haviam muitos músicos que tocavam não no tabernáculo, mas nas festas e na corte. Em Israel sempre foi assim.

    Leia a parábola do filho pródigo. Conforme contou JESUS quando ele voltou seu pai fez uma festa para ele. Quando seu irmão voltou do campo, o que encontrou? musicas e danças. Não confunda isso com as músicas religiosas que eram tocadas e cantadas nas festas religiosas e no Templo. Era a coisa mais normal do mundo, nessa época, que nas festas particulares houvessem cantores e cantoras e instrumentistas, e haviam danças. Isso está na parábola do filho pródigo simplesmente porque era a realidade entre os judeus, e nunca se viu uma única condenação na Bíblia contra isso.

    PS: E Jesus freqüentava festas.

  28. Errado

    A essencia do serviço militar é ter meios de evitar a violência entre os países. E a essencia do serviço de polícia é evitar que a violência dentro da população saia de controle e levar os crimonosos à justiça.

    Quanto ao resto, concordo com você, não tem o menor sentido achar que é pecado tocar música que não seja "gospel". Há um século, esse conceito de poder tocar só música religiosa não existia. É uma invenção recente da desviada igreja evangélica brasileira..

  29. Misael, parabéns pelo seus artigo.

    O que é dito no artigo é uma coisa auto-evidente. Esse "debate" nem deveria existir, jamais aconteceu, durante toda a história, de se pregar que a música não religiosa fosse um pecado. Os judeus, mesmo os mais duros fariseus, nunca disseram isso, Jesus e os apóstolos jamais ensinaram isso, os cristãos primitivos nunca pregaram isso, os reformadores nunca pregaram isso, os iniciadores das igrejas históricas nunca pregaram isso. Esse é um debate artificial, uma idéia exdrúxula inventada pelos pentecostais brasileiros, uma coisa tirada da cartola.

  30. Misael

    Apenas uma reminiscencia. Quando eu era criança, numa igreja evangélica, a coisa mais normal do mundo era ouvir música não religiosa, não passava pela cabeça de ninguém proibir isso. Só mais tarde, quando vim a conhecer pentecostais, vi esse conceito exdrúxulo de que a música não religiosa era pecado.

    Só mais uma entre as muitas modas inventadas pelos pentecostais. Hoje em dia eles até proibem pregadores que não esteja usando terno.

    O que acontece é muito semelhante ao que acontecia com os fariseus. Eles inventavam normas das suas próprias cabeças e depois queriam obrigar todo muno a cumpri-las. Veja o discurso típico dos pentecostais e será a mesma coisa: dirão que se as pessoas não cumprirem as suas normas esdrúxulas recém-inventadas, todos se tornarão mundanos. Agora o pega-pega geral entre os jovens pentecostais, isso imagino que eles não considerem mundanismo, pois nunca vejo eles falarem disso.

    Imagino que os pentecostais acham que não existiam cristãos verdadeiros do século primeiro ao início do século XX, pois até então não existiam pentecostais nem suas regra absurdas.

  31. Eli

    Diga-me uma coisa: Quem foi a primeira pessoa que ensinou que é pecado tocar, cantar ou ouvir música que não seja religiosa? Porque não encontro nenhum lugar da Bíblia onde diga que isso é pecado. Será que Moisés, os prfetas, os apóstolos e o próprio Yeshua esqueceram de ensinar isso?

  32. "Por que Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas…" O dom é Dele e para Ele, pense em algumas letras de músicas que são consideradas poesias sendo ditas por sua boca que foi feita para engrandecê-lo, a sua volta tem pessoas se dopando, se embreagando, cobiçando a mulher alheia com pensamentos obcenos e tudo isso regado ao som dos lábios de alguém que naceu para adorar a Deus. Será que estou sendo dramática? Você pode até querer justificar sua atitude, mas duvido que pergunte a Deus qual a sua vontade, também dúvido que Ele se alegre com isso. Renova a mente irmão, deixe de ser o centro, dê o primiro lugar a Cristo, deixe que Ele te conduza.

  33. É diferente.
    Uma coisa é trabalhar em ambientes que possuem pessoas em pecado, outra coisa é trabalhar em ambientes que contribuem para o pecado…
    Crente tocando no trio de carnaval depois de estar restaurado é pecado, crente que trabalha em fábrica de cigarro é pecado… Crente que trabalha em casa de prostituição é pecado…
    …Se alguem quer vir após mim,negue-se a si mesmo, e tome cada dia sua cruz,e siga-me. Lucas 9.23

  34. Renato,

    Só pra complementar, este pensamento, embora tenha se proliferado com os pentecostais, é algo presente em praticamente todas as vertentes evangélicas. Conheço algumas igrejas reformadas, onde isso ainda é um sinal de mundanismo.

    Infelizmente.

  35. A "MISTUREBA"
    CRISTÃO E MUNDÃO E COMO ÓLEO E AGUÁ SE MISTURA ESTRAGA .
    O QUE O REI DA MUSICA (O CRIADOR) NOS ENSINA
    É ESTAR NO MUNDO E NÃO SER MUNDANO É SER SAL E LUZ.
    SIM, SIM, NÃO ,NÃO,CRISTÃO OU NÃO CRISTÃO
    SER OU NÃO SER OU PEQUENO CRISTO OU SEM CRISTO.
    "VOCÊ É LUZ É RAIO, ESTRELA E LUZ MANHA DE SOL MEU IAIÁ MEU IOIÔ QUANDO TÃO LOCA ME BEIJA NA BOCA ME AMA NO CHÃO"
    -MUSICA TOCADA E CANTADA EM UM CONGRESSO DE JOVENS CRISTÃO !?? NÃO FIQUEI SURPRESO FOI INICIADA POR UM DESES QUE INTERPRETA O MANUAL DO CRISTÃO COMO "TODAS AS COISAS ME SÃO LÍCIDAS".
    AONDE ELES JOGÃO O "NEM TODAS ME CONVÉM".
    PRA ONDE JOGARAM ?
    BOM PEGO NA MINHA MENTE
    SERA QUE APRENDI ERRADO O CERTO SERIA "MAIS TODAS ME CONVÉM".
    ME SOCORRE
    OU VOU PIRA OU TÃO PIRANDO.
    "ME LEMBREI DA HISTORIA DE PEDRÃO QUANDO MAIS PERTO ELE ESTAVA DO FOGO MAIS LONGE ESTAVA DE CRISTO.É BOM FICARMOS ESPERTOS SE NÃO PODEM SE QUEIMAR."
    PB.RENATO J. BELZOFF – PROCURANDO FICAR LONGE DO FOGO –

  36. Não seja radical, não apele, ninguém aqui tá falando em tocar em prostíbulos ou boca de fumo.
    Eu como musico cristão, também não tocaria nesses alguns ambientes pecaminosos, e aqui incluo no rol a IGREJA UNIVERSAL.

  37. Nunca tratei de pecado como você conseguiu ver.
    Não vejo como bom testemunho uma pessoa que diz ter o "dom", que para mim é talento, assumir um "ministério" e tocar para ébrios e ganhar às custas de sua embriaguês.
    Seja quem for pode tocar aonde quiser e cantar qualquer coisa, o problema é de quem o faz.

  38. A religiosidade judaica era tão forte e enraizada na cultura de todo o povo que com certeza até mesmo músicos não consagrados exclusivamente para o tabernáculo compunham com louvor e reverência a Deus. A "boa MPB" me parece ser bem diferente, principalmente com letras de duplo sentido e com mensagens em suas entrelinhas que revelam quem são seus compositores: homossexuais, lésbicas,
    maçons, praticantes de umbanda e etc… e até satanistas. Cantar as músicas destes agrada a Deus?Devemos influenciar e não sermos influenciados. Agora se abrirmos
    o precendente de ser permitido oq a Bíblia não condena objetivamente mta coisa começará a ser permitida.

  39. "Só existe Cristianismo autentico, fora dos muros da religião evangélica!"
    ??????????????????????????????????????????????????????
    Nossa! Isso é uma pérola, para não dizer o contrário! Eis q o Vice-Deus, Srº Rodolfo Coelho de Sousa lança no inferno milhões de evangélicos. Glórias ao Senhor Juiz Supremo Rodolfo Coelho de Sousa. Com certeza para ser um cristão autêntico não é necessário estar dentro de uma igreja evangélica necessariamente – vc pode ser
    católico e ser um cristão autêntico, mas dizer é preciso estar fora… misericórdia quanto preconceito! Só não vá me dizer que quem é membro de alguma igreja jamais será um cristão autêntico! Irmão isso requer uma retratação, creio q vc se empolgou. Seja humilde!
    #a paz do Senhor prôcê!

  40. Vá perdoando ai irmão, mas q parece apologia parece sim!
    APOLOGIA: defender algo ou alguém; defender alguma idéia em detrimento das demais; dar apoio; busca por sustentação e argumentos por defesa de algo…
    Axo q é o q estou vendo aki.
    E antes q digam, tbm não concordo com estes "ministros" q apenas tem tirado proveito do mercado "gospel", estes já estão recebendo as suas recompensas, mas a recompensa que durará para a eternidade já não cabe a mim dizer. Apenas estou defendo oq penso e oq entendo através da Bíblia. Não me rotulem… #já vi q isso é mania por aki.

  41. E se ele comprar do MC Katra vai continuar sendo alguém com fé admirável? NÃO! Então, dá pra medir sim pelo CD q a pessoa compra. Não só pelo CD q compra, mas pelo linguajar q usa, pelo testemunho, pela dedicação a alguma obra q promova bem aos outros, pelos respeito aos mais velhos e as mulheres e por ai vai! É só olhar para os frutos que conhecemos as árvores!

  42. Ok Renato vc fala de essênncia do serviço militar…Que romãntico! Que lindo!mas estou falando da vida real.Não condeno a instiutuição pois ela é util e necessária eu mesmo tenho muitos familiares na policia.Mas…na real É UM SACO DE ESTERCO.Um ambiente podre carregado de corrupção e coisas diabólicas.Vide a policia carioca…Onde estão os evangélicos de lá de dentro que não "sacrificam" suas vidas e começam uma revolução moral .Na teoria é muito lindo. O que quis dizer é q no extremo, o crente militar pode pegar na arma e matar, vive no meio da corrupção e se omite… mas o moralismo babaca me impede de fazer a mais bela arte que Deus criou que é a musica.AAAAAAváaaa!

  43. Hamilton

    Entendo o que você quer dizer. Não que os policiais sejam mais corruptos que os outros brasileiros (nós somos um povo extremamente corrupto, o mal exemplo vem de cima e a tendência é que as instituições de degenerem cada vez mais). No caso da polícia, a corrupção tem implicações mais amplas e piores, e eu não queria estar na pele de policiais cristãos em muitas situações difíceis.

  44. Fazer sucesso como fazem cetos cantores evangélicos? Melhor não fazer sucesso do que fazer sucesso com aquelas músicas horríveis!

    Muita gente que não pisa numa igreja evangélica por causa da música horrível e altíssima e por causa dos irmãozinhos sem noção que ficam fazendo falsas profecias e pregações tresloucadas.

  45. Diego

    Você está tomando o particular como geral. Creio que NINGUÉM aqui discorda que há muitas músicas seculares que não devem ser cantadas. Muitos discos de sucesso, se eu ganhasse de presente, jogaria no lixo. Mas o que o texto quiz discutir não é o caso particular da situação atual da música brasileira, e sim o princípio geral. E como princípio geral, nunca existiu durante toda a história da igreja, até recentemente (um ou dois séuculos atrás), o ensino de que cantar ou ouvir música que não fosse religiosa fosse um pecado.

    continua…

  46. …continua

    Quanto ao que você disse sobre os músicos populares israelitas, com certeza a música que eles produziam não era "profana", pois não poderia haver nenhum resquício de imundície (perversão, incentivo ao pecado, blasfêmia, idolatria, etc) na música produzida por um judeu. Mas isso é diferente de dizer que toda a música fosse religiosa.

    Falando francamente, até certas partes da Bíblia, se as pessoas não soubessem que são parte da Bíblia, seriam consideradas como não religiosas. Sobre o Cântico dos Cânticos (um cântico sobre o amor entre um homem e sua esposa), qualquer evangélico novo na fé, que não conhecesse previamente que faz parte da Bíblia e que o ouvisse musicado, o consideraria uma música "não gospel". Mas nós já sabemos de antemão que é parte da Bíblia, e ja sabemos de antemão que o amor de um homem por sua esposa é um símbolo do amor de Yeshua por sua esposa e então considerariamos esta uma música cristã.

    Agora apenas pesquise e descubra se alguma vez houve na história da igreja uma proibição geral a toda música que não fosse religiosa.

  47. Diego

    Você disse "Agora se abrirmos
    o precendente de ser permitido oq a Bíblia não condena objetivamente mta coisa começará a ser permitida."

    Quando Yeshua veio pela primeira vez, ele repreendeu gravemente os ministros e mestres de Israel por criarem milhares de proibições "tiradas da cartola". É uma tendencia de muitos ministros religiosos ficar inventando proibições, às vezes em reação exagerada a outros ministros desleixados. Mas inventar regras por conta própria, mesmo que como uma reação ao desleixo de outros, é errado. Nós fomos chamados para cumprir a Lei de Cristo, não para sermos legisladores.

    Em nenhum momento eu disse que tudo o que não foi expressamente proíbido na Bíblia será sempre certo. O que eu disse é que não devemos criar acusações de pecado do nada. E quando um mestre ou ministro ensina que algo é errado, ele deve dar a base de seu ensino, e dizer qual é o ESCOPO desse ensino. Exagerar na amplitude do escopo de um mandamento é errar também.

    Se as pessoas REALMENTE baseassem o seu ensino sobre o que é pecado num entendimento correto da Bíblia, não teriam inventado uma montanha de regras absurdas e ridículas, a tal ponto que em certos lugares do nordeste se examinava o modelo do paletó de um pastor visitante para decidir se ele podia pregar ou não.

  48. Rivailson

    Concordo que há danças que são imorais. Mas já que o irmão enfatizou tanto (e corretamente) o ensino Bíblico, fundamente por favor a sua condenação da dança com base nas Escrituras.

  49. Jesus disse que não é o entra que contamina o homem, mas o que sai.
    Essa discussão é tão relevante quanto "qual é a cor que devemos pintar a igreja?"
    Totalmente desnecessária!

  50. Pergunto aos fariseus:

    Antes de se consultar com algum médico, você pergunta a religião dele?
    Quando vai ao cinema, vai para assistir algum filme cristão?
    Churrascaria: pergunta ao garçon ou ao churrasqueiro se estes são cristãos? A procedência da carne?
    Então me poupe!

  51. quando falamos ou peguntamos se o levita da igreja deve tocar musicas seculares a pergunta sempre é tocar na igreja e em barsinhos, boates,pagode etc… que nos sobemos que tem igrejas cheias de irmaosinhos assim acobertados por pasteres, nós tambem sabemos que o pupito e um lugar santificados onde pessoas não santas mais santificas deverão subir, então como uma pessoa que sai de tocar num desses lugares acima citados e outros mais aqui não citados podem subir no pupito e tocar louvores para abençõar a igreja, se sabemos que a membresia nâo amaldiçoa o pupito mais pupito amaldiçoa os membros, eu basiado na biblia não no meu achismo levita e levita, musico é musico não se mistura, quem quer tocar no mundo, seja apenas um membro da igreja.

  52. Renato vc tem razão! Há músicas não religiosas com certeza mto
    apreciáveis e de valor. Eu gosto mto de música clássica por exemplo.
    Quem dera q todos soubessem por em prática esse
    "princípio geral". Mas alguns infelizmente não sabem discernir as letras, ler as entrelinhas ou levar em conta quem é o autor, se é uma pessoa de bem e tudo mais. De forma q penso q temos q tratar disto com mta delicadeza! Agora não concordo com a questão de q o músico q é crsitão pode tocar em certos lugares, simplesmente não convém, mas cada qual pensa como quer não é?

  53. A música q ouvimos não precisa ser de fato religiosa, mas precisa
    seguir certos princípios (bíblicos), penso eu, precisamos analisar pronfundamente
    a mensagem, quem é o autor, enfim, e penso ainda q não dá pra
    comparar música com comida, por exemplo, eu não me importo
    se o cozinheiro for macumbeiro, mas se o músico for com certeza
    me importo, pois a música transmite uma mensagem (às vezes quase imperceptível) e a comida não
    Cânticos dos Cânticos possui trechos até mesmo eróticos,
    mas nada há de errado nisso, pois não há coisa mais santa
    q a relação de um homem e de uma mulher na benção de Deus.

  54. Existem coisas q a Bíblia não condena objetivamente, mas q
    compreendendo "o princípio geral" q a Palavra nos traz podemos
    prontamente dizer q é errado.
    Regras às vezes precisam ser criadas de acordo com a realidade
    cultural de certos lugares, mas infelizmente, em alguns casos, tais
    regras são dogmatizadas tornando-se verdadeiros absurdos como
    este exemplo q vc citou. Quem sabe a questão da música não se
    originou assim!

  55. Me perdoem pela minha ignorancia! Mas eu tenho que falar! Tudo bem cada um tem a sua opinião, respeito isso, afinal vivemos em uma democracia.

    Quando vamos comprar um imóvel, um carro, enfim, quando vamos adquirir algo ou queremos participarmos de algum ambito ou espaço na sociedade, todos temos que ter um perfil para tal. exemplo: se vc vai comprar um imóvel, vc precisa comprovar renda fixa, comprovar alguma residencia, enfim, você precisa preencher um perfil para adquirir o bem ou o lugar que vc deseja. Infelizmente os que se dizem cristãos esquecem que para entrar no céu precisamos ter um perfil, e é preciso tb ter varios requisitos preenchidos para poder obter a nossa herança ( que não sera aqui na terra, mas sim nos lugares celestes, por que se tivermos glória aqui, então para que nos servira a eternidade ao lado de Crito? Pq seriamos levados a uma cidade de ouro e cristal? Pq anossa recompensa não é terrena mas sim celestial), o mais triste é saber que existem pastores e bispos e deturpadores da palavra de Deus que estão ensinando o povo a ficar aqui na terra e não subir no arrebayamento da igreja.

    Respondendo a questão dos musicos:

    Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.
    Mateus 7:6

    ainda resta alguma duvida?

  56. Não tem como de uma mesma fonte sair agua doce e agua salgada, Desde quando a pessoa aceita JESUS e se entrega totalmente,DEUS vai suprir todas suas nescessidades,entrega o teu caminho ao senhor confia nele e ele TUDO fara,se DEUS cuida das aves do cêu,não irá cuidar de um servo dele,eu tocava no mundo, me converti,abandonei tudo, e hj vivo bem melhor tocando somente pra DEUS,não me arrependo, e digo hj e sempre que valeu e vai valer a pena,aquele que perder sua vida por AMOR de mim esse a achara.

  57. Andei pensando muito sobre esse assunto logo apos o carnaval no ano passado (2011). Onde pessoas que se dizem cristãos cantavam em quanto o pessoal descia as ruas de Salvador/BA saldando deuses…e esse mesmo cantor fantasiado e no mesmo ritimos dos tambores. Uma outra dupla cantando no galo da madrugada em Recife levando o povo ao extase, em quanto suas musicas eram cantadas o povo bebiam, se beijavam, faziam sexo nas ruas, usavam drogas no mesmo ritimo. Podemos mesmo adorar a dois deuses? A preocupação é que nos queremos liberdade mas quando alcançamos essa liberdade jogamos fora e banalizamos o erro.

  58. A Palavra de Deus é bem clara
    Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.
    Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.
    Tito 1:15-16

    E João Alexandre vem dizer que infiéis podem fazer músicas puras? tudo isso para justificar seu ponto de vista, é lamentável que cristãos deem ouvidos a certas opiniões só porque é de um famoso cantor gospel, assim como a palavra orienta, nem Paulo estava imune de avaliação quando pregava "Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as cousas eram, de fato, assim" (Atos 17:11). Não vamos confundir opinião, baseada em vontade própria, com que a Palavra de Deus realmente diz.

  59. Quer dizer então que um cristão, santo, separado da imundície deve animar festas cheias de bebedeira e de prostituição, ou seja ele deve se assentar na roda dos escarnecedores? O crente deve tocar em festas mundanas para mostrar aos " festeiros" que ali é o lugar certo? Devem compactuar com isso? o cristão que toca música secular nas festas mundanas deve demonstrar que Deus não é o suficiente na vida deles? O cristão que anima festa mundana (regadas a cerveja, drogas e prostituição) deve mostrar que mesmo tendo Deus, precisam daquela farra porque Deus não está sendo suficiente?
    "Aquele que está em pé, cuide para que nao caia".

  60. Queridos, eu penso de uam forma bem diferente ao ponto Gospel, evagelico ou seja o que vocês quizerem chamar esse negocio. Sou musico, e na biblia é bem claro quando se fala de dizimos, que eles são para se pagar aos levitas da igreja e isso não acontece, somos os unicos dentro de uma igreja que não somos valoreizados financeiramente e enquanto isso os pastores estão ficando ricos nas costa de um bom louvor. Amiogo eu toco sim, sei o que estou fazendo, não toco baixaria, mais toco MPB e classicos não vejomau algum nisso, pois a maioria dos pastores são na realidade uns bandidos escondidos atras de pulbitos.

  61. A dança dentro da igreja é ato profetico, você ficam ai dizendo uma poção de bobeirices e se esquecem que Sansão tinha cabelos comrpridos e DEUS mesmo assim investiu nele o seu poder sobre aquele homem, e por que então Deus não investiria o seu poder em uma dança profetica, pois se vcs dizem que homem que usa cabelo comprido é pecado e Deus assim mesmo investiu em Sansão?
    VAmos se preoculpar de irmos para as ruas pregar e naoficarmos aqui falando besteiras…

  62. Boa…isso são crenças humanas cara, esses pastores malucos que criaram isso. São doidos, eu acho sim, não vou ouvir uma musica onde se fala de sexo, pornografia, eu não sou evangelico e nem preciso ser para saber disso, mas os caras se acham os tyais e condenam tudo. Quero saber se ele paga as contas do nmusico desempregado da igreja dele?

  63. Meus amados. É importante lembrar, que cada pessoa que fez o seu comentário é dotado de conceitos e opiniões diferenciadas. E isso é bom, pois temos a chance de trocar idéias e aprender sempre algo novo. Mas uma coisa precisa estar em nossa mente. No momento em que aceitamos a Cristo precisamos pensar baseando nossos conceitos e opiniões no que a palavra de Deus nos ensina. Essa questão precisa ser vista não com opiniões pessoais mas sim a luz da palvara de Deus. Os que defendem a idéia de se poder tocar no meio secular, geralmente são pessoas que trabalham dessa forma e sempre apelam para a questão do sustento, sem mesmo nunca terem pedido a Deus orientação sobre essa questão. Os que são contrários muitas vezes não tem uma base para expor sua opinião, simplismente não concordam e pronto. E quanto ao que Deus pensa sobre isso? O que ele nos orienta a respeito? Vamos buscar conceitos e definições que sejam antes de tudo aprovadas pelo Senhor.Não podemos simplismente dizer: "Se é profissão então é como outra qualquer", pois assim estaríamos adimitindo que um ator pornô por exemplo, em nome do seu sustento poderá sempre fazer seus filmes sem problemas. A bíblia nos ensina que se meu olho direito escandaliza meu irmão eu preciso arránca-lo. Logo nossos conceitos precisam estar balizados pela vontade de Deus. Vamos juntos em busca desse ideal. Pois só assim agradaremos a Deus verdadeiramente. Um forte abraço a todos!!!!!!!!

  64. Pode tudo.
    Só não pode entrar no céu.
    Pode vender votos.
    Pode casar quantas vezes quizerem.
    Pode beber cerveja, vinho.
    Pode fazer parada gospel p/tentar impressionar Deus.
    Pode fazer teologia até urinar sangue, jamais saberão o que o Espírito Santo diz aos do Senhor…

  65. Essa questão não é tão simplista como 7 "frasezinhas". A velha e maldita dicotomia patológica e esquizofrênica do crente ainda impera.

  66. Bom então me digam…
    Musicos evnagélicos bem sucedidos e com suas gravadoras próprias(exemplo cassiane) eles com certeza gravam vinhetas e jingles mundanos…no caso ele sobrevivem pela musicas e nao podem negar esse tipo de serviço…
    no meu caso….toco em bar,casa de show,mas não me contamino com coisas tal…pois sei no Deus que eu tenho….pois preciso pra acresentar na renda da minha familia…o meu coração é de Deus, a minha vida é do Senhor,porem não tenho prazer no que estou fazendo…..o meu prazer esta em adorar a Deus….porem como diz o autor do post,no tempo de"vacas magras",nao posso escolher lugar para tocar…

  67. Música é uma profissão e ponto final, assim como na medicina, engenharia, direito, odontologia, e outras carreiras profissionais. Assim como o médico, engenheiro, advogado, dentista e outros, o músico é um profissional regulamentado por lei para exercer o seu ofício. Eu desafio qualquer pessoa para contestar o exemplo que eu passo a expor a seguir:

    Imaginem um médico dizendo: "Eu não vou operar esse homem porque ele é do diabo, eu conheço ele, ele é pai de santo"… ou então, "esta mulher é prostituta, vou deixá-la morrer" … Ou seja, a igreja teria que construir hospitais só para os evangélicos. (Acepção total de pessoas)

    É muita ignorância quando não sabemos separar o que podemos chamar de VIDA CRISTÃ (estilo de vida com Deus) e PROFISSÃO (trabalho, prestação de serviço). É claro, minha gente, que tanto uma quanto a outra, podem e devem andar juntas com princípios e valores tendo Cristo como alvo, mas a questão aqui é outra, é como o nosso estilo de vida e a nossa profissão, influenciará nos lugares onde formos frequentar, e quando eu falo de profissão, eu falo de qualquer uma delas, ou será que alguém acha que "podridrão" só acontece em uma única profissão? Continuando, e agora alargando o meu pensamento: Em qualquer lugar do planeta alguém pode errar o alvo, pecar, não somente em nosso ambiente de trabalho. Resumindo, a questão é pessoal, de cada um.

    Tocar na igreja é uma profissão

    Quando a mesma se torna remunerada, e quando não é remunerada, se torna uma prática voluntária.

    Finalidade – Nos dois casos o princípio é louvar a Deus e é um trabalho como qualquer outro/prestação de serviços.

    Tocar no meio secular

    É uma profissão remunerada

    Finalidade – É um trabalho como qualquer outro/prestação de serviços. Mas como qualquer outra profissão, quando não estamos satisfeitos com o salário, ou qualquer outro motivo, podemos escolher outro local de trabalho.

    Nos dois casos tem por finalidade também, a remuneração ser o principal sustento da família.

    Simples assim.

    Deus abençoe e ilumine a todos!!!

    Silas

  68. Meus queridos eu li alguns comentários e também quero deixar aqui minha opinião, eu sou saxofonista toco sax a mais de 10 anos, toquei nas maiores bandas de forró aqui do meu estado o Ceará, fiquei bastante conhecido no meio, fiz muitas amizades algumas que duram até hoje, mais não por causa da musica e nem por causa da banda, eu me envolví com drogas, bebidas alcoolicas, muitas mulheres, e enfin perdi tudo, fiquei só… Mas Deus tinha um projeto de mudar a minha História, me reconciliei com o Senhor e ainda passei 6 meses tocando nas bandas e já na igreja, isso que vou falar agora não é uma regra e nem estou dizendo que tem que ser assim, mais comigo foi, depois de 6 meses eu senti que aquele não era mais o meu lugar, a Bíblia diz que Aquele que está em Cristo nova Criatura é, as coisas velhas se passaram Eis que tudo se fez novo, a gente tem que viver em novidade de vida, a Bíblia diz também que se o Filho vos libertar, VERDADEIRAMENTE sereis livres, a Bíblia diz também que o Justo Viverá da Fé, certo que se alguém tem como Profissão a Musica e tem familia, responsabilidades, enfin tem que se virar, mais será que a única saída mesmo é tocar secular??? Eu creio em um Deus que Abre Mar, Ressucita Mortos, Derruba Muralhas, Anda Sobre as Águas, enfin criou o mundo e tudo que nele habita, porque que eu não vou crer que ele vai mandar o meu sustento usando o meu dom que na verdade é dele, para adorar a "ele"??? Eu creio em Deus e vivo por ele, para ele, porque toda honra e Glória tem que ser dada a Ele. Mais quero que saibam que respeito todas as outras opiniões. Deus abençoe a todos. Facebook: Manoel Filho MSN: manoelfilhosaxofonista@hotmail.com contato:088 9646 9556 Youtube: Manoel Sax.

  69. Meus caros quem músicca secular um cristão vai cantar?? sendo que 99% das músicas seculares e até algumas gospel são contra as sãs doutrinas, tudo me é licito mais nem tudo me convem quem canta as músicas do mundo leva ás pessoas as práticas aos sentimentos aos estilos de vida do mundo mesmo que nao concorde ou vai falar que nao??? Gosto muito do blog mais isso pra min já é liberalismo, e sobre o fato de ser uma profissão e dai?? quantas pessoas não largam serviços e outras coisas mais por amor a Cristo? deve – se confiar que le vai prover o melhor para que a pessoa cresça espiritualmente. No mais sei que os blogueiros e a maioria das pessoas são tradicionais e eu repseito mais parem de serem tendenciosos por favor.

  70. Eu não sou muito de cantar, sou mais de ouvir, como agora estou ouvindo Toni Braxton I Don't Want To.
    Sem culpa e de bem com Deus irmão. Eu entendo que as musicas atuais são um lixo, pelo menos as comerciais tipo funk, forro e outras porcarias. Musicalidade é algo bem mais sutil que esse lixo maluco que as radios tocam.
    Eu oomo trabalho com video escuto muita coisa, maa tenho o controle das escolhas. Tem tipo um samba que estava escutando na radio dias desse, chama Verdade Chinesa, diz assim uma parte
    Mas o que é
    Vida afinal?
    Será que é fazer
    O que o mestre mandou?
    É comer o pão
    Que o diabo amassou?
    Perdendo da vida
    O que tem de melhor…

    troquei na hora, gosto do arranjo dessa musica e o cara canta bem, mas a letra é corrompida e corrompe a nossa mente que exercita coisas legais como a oração e o entendimento espiritual. Então penso que é questão de seletividade, e cantarolar uma musica de amor ou algo assim, na minha opinião não muda nada na nossa caminhada, mas se não te agrada antes te encomoda penso que voce não deve faze-lo.[
    Abraço.

  71. Eu não concordo com cristão em música secular, e o ambiente de trabalho é você que faz. Se estou no escritório é uma coisa agora se me pedem para mentir nesse escritório eu como um cristão não posso aceitar e se custar o meu emprego, não irá custar a minha vida eterna com Cristo. E a mesma coisa na música que geralmente tocamos do nosso repertório mas quando os convidados pedem as múscias acabam pedindo múscas que enaltecem a Satanás e não podemos fazer nada, já qeu escolheu o ambiente de trabalho. Já vi cristão tocar Tieta do Agreste para ter o seu sustento. Essas pessoas que aceitam isso no fim dos tempos estarão colocando o numero da besta para poder sobreviver, se é para ser assim, quero mais é morrer de fome para Cristo.

  72. Um certo dia, um rapaz foi preso no seu 1º dia de emprego no tráfico de drogas, informou a policia que sua esposa estava grávida e que não encontrava emprego e que por isso acabou vendendo drogas. o desespero humano faz com que pessoas entrem num mundo que muitas das vezes não tem volta. acha certo de trabalahr numa cervejaria que muitas das vezes homens se entregam a cerveja e espancam suas mulheres, estrupam seus filhos e acabam praticamente se suicidando por embriaguês no volante. é certo trabalhar na tabacaria onde pessoas do mundo inteiro morrem de cancer e são mutiladas pelo vício e mesmo assim continuam fumando em nome do vício. voces só consideram drogas os que ingerem, pois que escuta musicas seculares acaba escutamdo musicas mais e mais pesadas e quando for ver já está todo dominado pela música mundana e não quer mais saber de "igreja" porque as músicas qu8e tocam na igreja não são tão convidativas quanto as que tocam no mundo secular.

  73. Maninho, que tipo de música secular vc se refere? Vamos elevar o nível do debate. Pelo q notei, as músicas que vc infere devem ser aquelas tipos "maconha", "sexo" e "prostituição". Out Side manoo.

  74. Amigos!toquei na noite 22anos m comverti e não comsegui ter comunhão com DEUS emquanto eu nao sair da noite…meu penutimo shool foi muito duido eu tinha um amigo q m pedia uma musica e nois atendiamos.cadaves q a musica dele era tocada ele virava +o copo.ficou doidão por impuço da musica q nois tocavamos.capotou o carro e morreu.no dia seguinte q eu soub.chorei muito..hj eu faço diferente eu impusiono as pessoas a adorar a DEUS com meu ministério e nunca m faltou nada.quando vç.trabalha bem é bom musico sempre tera espaço.temos q ter fé em DEUS ele tem muito + p nois a biblia manda nois fugimos da aparencia do mal..uma vez eu fui evangelizar um amigo e ele disse odair.eu até quero servi a DEUS + quando eu escuto as musicas q tu grava com a galera m da vontade d bb…ai eu pensei d que lado eu vou ficar??eu escoli o lado d DEUS.hj troquei as madrugadas d sono nas festas pelo piso da minha casa (joelho no chão)e não fico graças a DEUS um final d semana sem tocar e ganhar o suficiente p vive..levando a palavra d DEUS abçs a todos

  75. Esse é o grande problema dos crentes que tocam no mundo. Parecem não fazer a coisa com profissionalismo. Tocam e bebem, se prostituem, contribuem com ambientes de baixo nivel intelectual. Eu diria que estes não sabem tocar no mundo.

    Sou formado em Música Popular. Já toquei em escolas, eventos culturais, salões, museus, teatros, lanchonetes, e sinceramente não vi nada que me afastasse de DEus nisso, pelo contrário, fiz muita amizade e me aproximei de muita gente pra falar de Cristo.

    Assim como conheço muitos arquitetos que planejam construções (que não são para a utilização evangélica), eu faço minha arte para a sociedade tmb. E não tenho dúvidas de que isso é bom para Deus, conforme 1Cp 10.31.

    Abç

  76. Meu, irmão, deixa ver se entendi! Voce ser medico cuidar de vida num hospital "Não crente" é para voce como um musico cristão tocar numa boate! Voce esta sem argumento!
    Imagine Toca na igreja num "ministerio de louvor" que Deus é grande… Acaba o culto vai pro Bordel e toca que Deus é grande…? Ou toca por exemplo Axe, musica de terreiro… aqueles cantores que são declarado brásfemo estilo Raul Seixas… Um médico mão muda seu repertorio de acordo com o ambiente… Faz o seguinte ore de joelho umas 2hs acorda cedo faz uma consagração (jejum no padrão biblico, medite um tempo na Bilbia sagrada na sequencia pegue se instrumento e va tocar musica não cristã (quando falo em musica aqui, cito musica vocal e não instrumental) cante um Roberto Carlos, um Raul Seixa… e veja o resultado!

  77. Ok, se for falar de ambiente aqueles pastores que estão lá em brasília sendo políticos estão todos no inferno, afinal de contas pra que ambiente pior que aquele, onde tem desonestidade, prostituição, roubo e corrupção, agora vamos analisar a profissão, é uma profissão como qualquer outra, se o camarada vai fazer coisa ruim o problema não é a profissão, mas sim sua índole.

  78. Fantastico os comentarios!!!

    Vejo que é individual….sou musico a 20 anos, veja a musica na minha vida como instrumento de Deus para declarar mensagens vindas de Deus e mensagens minhas para Deus, em sumo, veja a musica como algo espiritual, recheada da presença e atuação de Deus refletida na letra e melodia que toma resultantes espirituais(não que não haja boas letras e melodias vindas de não "evangelicos). Não saberia desligar essa minha visão para tocar um forró de arrocha. Sendo assim quem consegue ver a musica como algo totalmente natural, fica facil de tocar no secular (Deus te de força para não se envolver ou sorte para tocar um estilo musica que te leve a lugares culturalmente melhores)…pessoalmente não gosto de tocar com quem vê a musica como natural (que liga e desliga a sensibilidade espiritual…hora igreja…hora palcos), acho um tanto mecânicas na igreja (assim como no secular). Mas jamais julgarei o certo e o errado.

  79. Conhecem a parábola do sapo na panela? Vou contar e vocês vão entender o que Deus vem falado a mim sobre esse assunto…
    Pra cozinhar um sapo vc nao o joga em água fervente de uma só vez,nao pode ser radical, pq assim ele pula…
    Pra cozinhar o sapo você coloca água em fogo bem baixo,e vai deixando a água esquentar beeem devagar, com SUTILEZA,assim com a água morninha o sapo relaxa e quando ele menos esperar já esta cozido.
    DOM NÃO SE NEGOCIA!
    Deus não dá talentos para usarmos de outras formas a nossos proprios caprichos…dons são dados por Deus para servirem a Deus, quer dinheiro? Trabalhe arduamente para isso,se vc tem dom de ser músico, use esse dom da maneira certa…o diabo atua nas igrejas hoje de forma sutil…"venham, toquem aqui, a musica nao fala nada de mais mesmo, o local é assim ou é assado…vcs só tao pela grana po…é o trabalho de vcs, nao tao fazendo nada a ninguem"
    Pode ser em qualquer lugar que seja,qualquer musica que seja, mas se o objetivo do seu coração é GANHAR DINHEIRO ATRAVEZ DE UM DOM DADO POR DEUS para algo que nao é para Deus…esta errado!! "PORQUE DELE, POR ELE E PAAARAAA ELE SÃO TODAS AS COISAS…TODAASS" , músicos, não usem sem dom como emprego…sejam servos valorosos e trabalhem, e usem os dons da maneira certa para Deus e não para seus caprichos, necessidades e dinheiro…não aceitem sutilezas…

  80. Sobre toda conversa a cima o que tenho a dizer é que como Cristão e Músico Profissional vivendo e me sustentando através da mesma sempre antes de qualquer evento medito em Romanos capitulo 14 e capítulo 15. Meu relacionamento com Deus é íntimo, o que meu coração sente creio que é o que importa para Deus…. mas também levo em consideração o que os versículos citados a cima em conta. Deus trabalha com cada um da melhor forma possível.

  81. QUANDO ME DEREM UMA BASE BIBLICA QUE DEUS DÁ A MÃO A SATANAS EU ACREDITAREI QUE MUSICO DA IGREJA PODE AGRADAR A DOIS SENHORES ME POUPE NÉ MEUS AMIGOS SE VC QUER TOCAR PRA SATANÁS QUE O FAÇA,AGORA DIZER QUE TEM MUSICA NO SECULAR QUE SÃO LETRAS INSPIRADAS,VOU DAR SÓ UM EXEMPLO,RAUL SEIXAS,NOSSA TODOS DIZIAM QUE SUA LETRA ERA UMA LIÇÃO DE VIDA,MAS TUDO CONSAGRADA AO DIABO,E AI COMO EXPLICAR ISSO?DEUS NÃO DIVIDE SUA GLORIA COM NINGUEM,MUSICA MEXE COM ESPIRITUALIDADE POR ISSO NÃO DÁ PRA MISTURAR:::

  82. EU SEI QUE MPB FALA DE BAIXARIA E POUCA VERGONHA CONHEÇO BEM ESSE LANCE,SATANAS NÃO ME ENGANA MAIS TENHO QUE HONRAR O QUE CORRE NAS MINHAS VEIAS AGORA É O SANGUE DE JESUS SE TIVER UM PROPOSITO DE ME ABENÇOAR NA MUSICA GARANTO QUE NÃO VAI SER TOCANDO PRA SATANAS

  83. Vamos mudar só o objeto da pergunta:

    Qual a profissão que exalta ao Senhor? (não vale citar missionário, pastor, ou algo do tipo)

    AGUARDO A RESPOSTA, POIS AINDA NÃO CONHEÇO.

  84. Gostaria de apontar duas situações. A primeira e que não se pode esquecer que dentro dos ministérios de louvor nas igrejas existem estudos em que o tema da postura do músico é muito importante. Vejamos que a música é algo forte e poderosa. Quando uma pessoa está cantando ou tocando ela chama a atenção dos espectadores. Por que será que as fãs dos músicos do mundo gritam tanto de histeria depois de um show? Nestes estudos nas igrejas os músicos aprendem que devem evitar roupas e gestos sensuais. Será que em uma apresentação alguém não lha para o músico de forma diferente mesmo que ele seja evangélico. Se for positivo então ele neste momento estaria fazendo alguém pecar?
    Em segundo lugar qual seria o limite que se está abrindo para os crentes?
    Se um músico crente pode tocar no mundo logo todos os crentes também podem e também podem frequentar bares para ouvir música secular? A Bíblia diz que é com dificuldade que o justo se salva. É com dificuldade que os pastores lutam para manter os jovens nas igrejas não? Se todos os entrarem nessa e começarem a perguntar: Podemos assistir a shows de rock? Qual o limite?

  85. Meu Deus,pelo jeito a infleuncia da musica secular ja contaminou a igreja ha muito tempo, e estamos vivendo uma geracao de normalistas…os musicos sao perolas nas maos do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, " levitas escolhidos para uma missao", infelizmente muitos sao jogados aos porcos por querer aceitar que tudo pode, que nao ha influencia, analize o seu coracao hoje, qto tempo vc tira para se ajoelhar diante do Pai e pedir por seu perdao, ou qtas vezes vc falou a respeito de Jesus para um que precisa ouvir durante este ano de 2013.
    Estamaos vivendo em um seculo que a igreja esta sendo atacada todo tempo de frente, processos e mais processos sobre a igreja que esta sendo sufocada em um sistema do "onde tudo posso".
    TUDO POSSO MAS NEM TUDO ME CONVEM.I COR. 6:12
    NAO ESTOU FALANDO DE TRABALHO SECULAR, MAS NAO SE DEIXEM SE ENVOLVER POR PAIXOES E PRAZERES DESTE MUNDO.
    Que o Senhor Jesus abencoe a todos. e que possamos ser sabios e amar o nosso proximo como a nos mesmos.

  86. Sinceramente acho que negócio de se isolar apenas ao ministério de louvor é uma IDIOTICE.

    “Quanto ao mais, irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é justo, tudo o que é puro, tudo que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. (Filipenses 4:8)

    Ao meu ver, nosso Senhor busca a siceridade e obediência em nossos atos, sim é verdade, mas acima de tudo, creio que o que é do coração é mais valioso, Metallixa qie é a principal anda de thrash metal hoje no mundo têm músicas inspiradas em versículos da bíblia, ou em histórias bíblicas, esse pensamento moralista é coisa de CRENTE BITOLADO!
    Como ficaria Dave Mustaine líder de outra banda bastante famosa de Thrash metal (Megadeth), em 2004 ee se converteu ao cristianismo, mas em toda sua vida ele apenas tocou, e então, deveria ele largar sua carreira como músico? como iria sustentar sua família, já que seu dom é a música? Ele continua com o Megadeth, mas tmbm dá seu testemunho, já negou por diversas vezes apresentações do Megadeth em festivais famosos porque lá estarima bandas satânicas, ou bandas que fazem apologia ao anti-cristianismo, suas músicas tmbm tiveram mudanças nas letras, enfatizando agora a críticas severas à política, corrupção, e letras voltadas a Cristo.

    Parabéns pelo post, mas essa discussão toda aqui nos comentários é totalmente sem sentido. Novamente digo que acredito que o que vem de nossos corações é o que realmente impota para Deus. Claro, isso não dá o direio também de sair chutando o pau da barraca, temos que ter bom senso das coisas, e dar nosso próprio testemunho, sempre seguindo o caminho do Senhor.

    Que Deus abençoe a todos nós!

  87. Muito bom!!! Sou músico profissional e músico de igreja, e já tive oportunidades de representar a Luz de Cristo nesses lugares "promíscuos" que foram comentados. Nunca usei drogas, nunca me prostituí, nunca fiquei bêbado e isso só tem aumentado a certeza do meu propósito graças a Deus. Acredito na consciência espiritual, claro que acompanhada de maturidade, e sei se Cristo é verdadeiro em nós até tomar coca-cola torna-se saudoso rs… o engraçado é que muitos ainda vivem uma vida sem a existência do sacrifício de Jesus. E se algumas atividades induzem ao pecado, por que Cristo transformou água em vinho? Por que ele dava crédito aos pecadores e às prostitutas?

  88. Amados Músicos, Sei Que a Questão é Muito Delicada, Nossas Vidas Como Profissionais é muito Difíceis, Mas para o Musico Fica Mais Ainda, Vc Toca Hj Na Igreja Em Adoração ao Senhor Jesus, No Outro Dia Vc Esta No Palco Adorando Outros Deuses, Sera Que Cristo Estará Satisfeito Com Vc??? Se Neste Momento Estiver Acontecendo a Volta de Cristo Sera Que Vc Ira Subir Com Ele??? Assim Diz a Palavra de DEUS, Apocalipse 22:12 – E Eis Que Cedo Venho, e o Meu Galardão Está Comigo, Para Dar a Cada Um Segundo a Sua Obra. Pense Vc Cantando Uma musica em Oferenda a Outros Deuses Como Vai Ficar a Tua Alma??? A Paz De Cristo Seja Com Todos.

  89. Ainda bem que não sou MÚSICO sou um ADORADOR convicto do Único DEUS!
    Esse papo de que o cristão (só porque toca ou foi formado em música) pode tocar de tudo profissionalmente não condiz com a Palavra de Deus (que é RADICALMENTE contra)e só revela que muitos usam a MÚSICA só pra ganhar dinheiro ou fama!!!
    Eu sou contra porque Deus é contra e separou os seus para louvarem só a ELE
    Eu sou contra porque a Palavra de Deus é contra "Nem tudo convém…"
    Eu sou contra porque já estive do outro, mas hj minha vida pertence somente a DEUS que salvou, me deu nova vida, perdoou meus pecados e me separou pra TOCAR somente pra ELE "porque Dele e por Ele são todas as coisas"
    Pode me chamar de fariseu, hipócrita ou até santarrão, não sou nenhuma dessas coisas e não preciso provar nada pra ninguém.
    Só sei que esse novo Evangelho pregado por muitos e vivido por tolos está levando (até mesmo os escolhidos) a se perderem!
    Que DEUS tenha misericórdia de nós!

  90. fazer a diferença como Musico é o suficiente, pois um pedreiro deixaria de reformar um centro de macumba por ele ser um cristão? Um taxista deixaria de levar duas lésbicas ou Gays em seu taxi? Um monte de gente se metendo na vida alheia e acusando as pessoas de adúlteros;Um musico estuda se forma e quando tem que trabalhar,vem um monte de pessoas julgarem;Será que um carpinteiro faz bancos,cadeiras etc e sai distribuindo por aí de graça?Com todo respeito a cada pessoa presente nesta pagina:cada um prestará conta a Deus pelos seus atos.Muitas das vezes Deus proveu minhas necessidades através da musica e minha Família sustentei e sustento com os Dons que me foram dados que são mais de um,Graças a Deus por tudo que ele tem sido em minha vida e na vida de todos que tem entendido o evangelho e vivido uma vida digna de ser chamado Filho de Deus,Pai marido e amigo do próximo;A hipocrisia é algo Muito ruim e aos que se caguetam intolerantemente com suas própias palavras pesadas agredindo o próximo.Deus te pedimos perdão pelas nossas falhas e ete pedimos sua presença aonde quer que estejamos e façamos a diferença Amém…

  91. Vejo a música como um trabalho qualquer. A Pessoa músico ou não na verdade é a Igreja e onde estiver a leva consigo, se você é Cristão e dá a sua vida por Cristo, ele com a sua graça lhe concede o direito de ser chamado filho de Deus. Você no seu trabalho é um servo de Cristo e compete a ti levar a palavra a toda criatura.
    concluindo se você não ir ao mundo levar a palavra de Deus quem irá? Isso é o que Deus mandou você fazer. Cada um prestará conta de seus atos e não compete a ti julgar o próximo e sim orar por ele para que ele prospere em Cristo.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui