O bebê crente e o bebê ateu

43
110
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No ventre de uma mulher grávida, dois bebês estão tendo uma conversa. Um deles é crente e outro ateu.

O Ateu: Você acredita na vida após o nascimento?

O Crente: Claro que sim. Todo mundo sabe que existe vida após o nascimento. Nós estamos aqui para crescer fortes o suficiente e nos preparar para o que nos espera depois.

O Ateu: Bobagem! Não pode haver vida após o nascimento! Você pode imaginar como seria essa vida?

O Crente: Eu não sei todos os detalhes, mas acredito que exista mais luz, e talvez a gente caminhe e se alimente lá.

Assine o Blesss

O Ateu: Besteira! É impossível andarmos e nos alimentarmos! É ridículo! Nós temos o cordão umbilical que nos alimenta. Eu só quero mostrar isso para você: a vida após o nascimento não pode existir, porque a nossa vida, o cordão, já é demasiado curta.

O Crente: Eu estou certo de que é possível. Ela será um pouco diferente. Eu posso imaginá-la.

O Ateu: Mas não há ninguém que tenha voltado de lá! A vida simplesmente acaba com o nascimento. E, francamente, a vida é apenas um grande sofrimento no escuro.

O Crente: Não, não! Eu não sei como a vida após o nascimento será exatamente, mas em todo caso, nós encontraremos nossa mãe e ela cuidará de nós!

O Ateu: Mãe? Você acha que tem uma mãe? Então, onde ela está?

O Crente: Ela está em toda parte à nossa volta, e nós estamos nela! Nós nos movemos por causa dela e graças a ela, nós nos movemos e vivemos! Sem ela, nós não existiríamos .

O Ateu: Bobagem! Eu não vi nenhuma mãe semelhante; portanto, não existe nenhuma.

O Crente: Eu não posso concordar com você. Na verdade, às vezes, quando tudo se acalma, nós podemos ouvi-la cantar e sentir como ela acaricia o nosso mundo. Eu acredito fortemente que a nossa vida real começará somente após o nascimento. Eu creio!

***
Via: Esboçando Idéias

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

43 COMENTÁRIOS

  1. Lindo texto!

    Esse texto fortalece nossa fé, principalmente quando passamos por momentos difíceis, então me ajudou a ver as coisas de maneira diferente. Nossa espera por este novo nascimento, que é a salvação do nosso Senhor Jesus não pode ser apagada!

    Paz.

  2. Visão extremamente distorcida do pensamento ateísta. Procure conhecer um ateu e ver como ele vê o universo e estas questões antes de postar um texto visivelmente parcial.

  3. É iso aí, pensei em Deus cuidando e alimentando o cristão na sua vida terrena até chegar o dia que este receberá o corpo de glória para ver a Deus. O nosso corpo físico e o mundo que habitamos, vejo como o barrigão da mãe.

  4. Que texto tremendo!

    É isso que falamos sem cessar a todos que não acreditam em Jesus e na vida eterna.
    A propósito, todos que não creem nessa verdade são ateus.

  5. Texto ótimo, adorei ler o texto e os comentários, me rendeu muitas gargalhadas… Foi o artigo cristão mais ridículo que eu li até hoje sobre o assunto deus entre crentes e ateus.

    Eu sei que os cristãos tem facilidade de acreditar em fantasia, mas vou levar um pouco à sério a analogia e ressaltar algumas "inconsistências" nele a fim de concluir que tal analogia é incoerente. Leia:
    http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1419765-EI8147,00.html
    http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/misterios_da_memoria_dos_bebes.html
    http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI82819-10559,00.html

    Embasado nos links supracitados dentre outras fontes, concluimos que: tanto o "bebê ateu" quanto o "bebê cristão" tem consciência de si, consciência do ser que o provê sustento. Além é claro de que no "mundo dos bebês" eles são alimentados física e diretamente por esse ser superior (por acaso cristãos tem um cordão umbilical ligado à uma placenta divina? Oração não vale por motivos óbvios), os bebês ficam fisicamente dentro desse ser e podem ser estimulados por reflexos sonoros extra-uterinos, ou seja, de "outro mundo". Dessa forma é impossível existir bebês ateus! E muito menos bebês cristãos. Digamos que todos os bebês são "maternistas", ou seja, crentes da existência do ser superior que é sua mãe e de si mesmo. E nesse aspecto, até os bebês são mais lógicos, coerentes e racionais que os cristãos, pois são baseados em acontecimentos concretos, físicos e passíveis de comprovação que eles acreditam em uma mãe protetora e provedora. Além disso, nessa historinha eles recebem interações do "além-útero" que são reais e podem ser percebidas tanto por quem acredita no ser superior como por quem não acredita. Concluindo, mais uma fábula falaciosa de cristão que encanta e convence só quem é cristão.

    Que o Monstro de Espaguete Voador tenha piedade de vocês.

  6. Diego,

    Ao contrário de você, nao consegui rir. Na verdade, nao graça alguma quando encontro alguém que tem a alma tao pobre e nao sabe diferenciar uma teoria científica de uma ilustraçao. E ainda sou capaz de sentir pena, quando o mesmo compila textos inúteis (e óbvios) da internet para provar o óbvio e chover no molhado (como se alguém realmente sustentasse a crença de que essa conversa entre os bebês foi literal).

    Na verdade, a interpretaçao dada ao texto por ti é tao burra que nao consigo responder este comentário sem sentir uma sobredose de vergonha alheia. Sério!

    Nem vou escrever mais. Estou – de verdade – muito constrangido. Poucas vezes senti tanta vergonha alheia.

    Adeus.

    Leonardo.

  7. Excelente ilustração, muito boa mesmo. Li os comentários e, só pra constar, não vi nenhuma coerência no argumento ateu sobre a tal memória dos bebês. Mas fico feliz só de saber que esse site tem leitores ateus. Parabéns Leonardo, seus posts, sejam eles textos prórios ou não, são sempre uma inspiração. Que Deus continue te abençoando sempre.

  8. Fantástico e emoconante.

    Quanto ao comentário resposta q vc deu, é impressioante como pensei praticamente a mesma coisa que vc colocou. Acho que até alguns ateus sentiram vergonha desse comentáro.

    Toda honra e toda gloria a Deus.

  9. Lari.

    Não sei qual é sua visão espiritual,se é que voce tem,mas o texto não é parcial,mas sim dirigido para aqueles que acreditam em Deus, o criador de todas as coisas que existem no universo. Se voce não crê,tudo bem.

  10. Diego.

    Por falar em coisas concretas,coerentes,lógicas,ete,etc e tal,me responda uma pergunta. Uma pessoa que está com Aids,em estado terminal, sem nenhuma
    chance de sobreviver,de repente aparece um desses cristãos, que pessoas que pensam igual a voce ,consideram loucos, fanáticos, alienados e de repente, esse locuco ora em nome de Jesus,com imposição de mãos e a pessoa é
    curada. O que voce me diria? Talvez voce não queira pensar e muito menos responder. Pois eu já vivenciei isto, e te digo uma coisa, por mais que a pessoa
    seja ateu,o único sentimento que vai ocorrer é a alegria de ver seu ente querido
    curado.Reflita sobre isto. Peço à Deus que isto nunca venha acontecer com um ente querido seu.

  11. DIEGUITO reflita sobre esse texto:Um dia, na sala de aula, a professora estava explicando a teoria da evolução aos alunos. Ela perguntou a um dos seus estudantes:

    – Tomás, você está vendo a árvore lá fora?
    – Sim – respondeu o menino.

    A professora voltou a perguntar:
    – Você vê a grama?

    E o menino respondeu prontamente:
    – Sim.

    Então a professora mandou Tomás sair da sala e lhe disse para olhar para cima e ver se ele enxergava o céu. Tomás saiu, voltou para sala, e disse:
    – Sim, professora. Eu vi o céu.
    – E você viu Deus?

    O menino respondeu que não. A professora, olhando para os demais alunos da sala, disse:
    – É disso que eu estou falando. Tomás não pode ver Deus, porque Deus não está ali! Podemos concluir então que Deus não existe.

    Naquele momento, Pedrinho se levantou e pediu permissão à professora para fazer mais algumas perguntas a Tomás.
    – Tomás, você vê a grama lá fora?
    – Sim.
    – Vê o céu?
    – É claro que sim!
    – Consegue ver o cérebro da professora?
    – Não – respondeu Tomás, achando a pergunta meio estranha.

    Pedrinho, dirigindo-se então aos companheiros de classe, disse:
    – Colegas, de acordo com o que aprendemos hoje, concluímos que a professora não tem cérebro.
    eu chego a mesma conclusão do pedrinho com relação a vc.rsrsrsrrsrsrsr

  12. Olá, achei a estória bonitinha! Tem continuação? Fiquei curioso pra saber o que a mãe bondosa irá fazer com os bebes depois que eles nascerem.

  13. Concordo cm oque a colea disse la em cima se este site tem leitores ateus e pessoas que ficam julgando sem conhecer entao e pq gostam e nao acham tao hilario assim as vezes ate acredita mais tem vergonha de assumir ….. podemos chamalos de INCREDULOS !!!

  14. A Palavra de Deus é loucura para os incrédulos…Deus carimbou, também, os corações ateus, senão não estariam discuntindo ou tentando refutar o óbvio. Que o Senhor abençoe a todos.

  15. nossa senhora!! quanta ignorância, compre um dicionário e vá pesquisar o que é ateísmo.. como assim acha que quem não é cristão é ateu?? os animistas, judeus e outros inventaram os deuses muito antes..

  16. Tereza, Peça para ele apresentar também o Nada que explode e a sopa de lama que se transofmou em vida pelos efeitos da luz solar, afinal, ele crê em todas estas barbaridades.

  17. Assim, legal, pena que os Ateus baseiam sua crença, ou descrença, em algo que a ciência consegue ter ao menos evidencias absolutamente palpáveis!

    Já os dois bebes, me parece que um deles tem um conhecimento científico e o outro não. Acho que neste caso os papeis estão invertidos, pq se há alguma evidencia de vida após a gestação, o ateu deveria ser esse que acredita, já o bebe crente, deveria ridiculariza-lo por pensar assim!

    Pq o que o ateu não acredita, é em papai noel, coelhinho da páscoa, boitata, pequena sereia e na existencia de Deus, pq não há evidencias (muito menos provas) que baseiem a existencia deles, mas sim pelo contrario, se juntarmos as evidencias que temos, há grandes motivos para pensar que Deus não existe, ou no máximo não é tão bom como as pessoas acreditam!

    Pq se uma crinça nasce passando fome, e ai? cade Deus pra alimentá-la? mas se Hitler quiser fazer guerra que envolva milhoes de mortes (por pensar que a cor da pele dele ou sua religião são melhores que as dos outros, e que eles merecem morrer por isso)… Deus mais uma vez intervem, fazendo… NADA!!! muito bom esse Deus!

    Só mais uma pergunta: se ele faz tudo isso, qual a diferença de Deus pro diabo? que pra vcs é simbolo do mal, e pros atéus é mais uma invenção do homem!

  18. Concordo plenamente. Por isso acho que como um bebê que não fica idolatrando a mãe ou tendo preconceitos ou ojeriza antes de nascer, por causa de uma mãe que não viu, deveriamos agir igual. Eu sou o ateu e se fosse bebe, diria: "Poxa, bebe cristão, concordo contigo, talvez tenhamos uma mãe, eu não sei, mas vamos aproveitar a vida e curtir o nosso cordão umbilical. Aproveitar cada momento como se fosse o último e tenho certeza de que quando nascermos ela não ira ligar se sabiamos da sua existência ou não. Quando sairmos, se houver, ai vamos tratá-la da melhor forma possível. No momento, a única coisa que podemos fazer e crescermos fortes e saudáveis. Certo bebe cristão???

  19. Caro amigo Leonardo, o texto mostra como é maravilhoso a vida que provém da mãe que a dáp ara os seus filhos.E que lindo pode ser o mundo depois do nascimento.Isso seria uma analogiaa Deus e aos humanos em vida que após isso morrem e vão para a algum lugar? acredito que sim.Inclusive eu acho que haja uma semelhança entre Deus e a mãe: algumas mães escolhem seus filhos para serem abortados, e outras para morrerem ou serem jogados no lixo…mas afinal tudo bem né, afinal esse bebê veio do corpo dela, e se ele esta vivo é por causa dela e ela tem o direito de fazer o que quuiser não é mesmo?…qual é a semelhança com Deus? simples:Deus criou a humanidade e "tem i direto de predestinar a maioria para o inferno e uma minoria para o céu, simplismente pq ele tem prazer nisso e isso o glorifica"…não é essa a ideologia calvinista?…seu Deus naõ é diferente de Hitler, nem dessas mulheres que abortam…ele é até pior, pois essas que abortam matam o bebe e fim de papo.Esse seu Deus manda as pessoas para a eternidade sofrer!e isso tudo pq ele já predestinou esses para isso!…eu disse isso para mostrar que não há nada de bom no cristianismo.Por isso, sou agnóstico.Desculpe qualquer coisa, não quis te ofender, respeitar as pessoas é sempre um dever, mas tenho o direito de discordar de tudo, sem desrespeitar as pessoas.É só a minha humilde e sincera opinião.

  20. linda historia…exatamente como a de deus sempre na espera do "eu creio" so k ha um porem na historia diz k se nao fosse peloa mae esses bebes nao existiriam …agora eu pergunto e o PAI???….sempre aparecendo controversias nas vossas historias….bla bla bla

  21. O que mais me doi! é que se 'deus' existir e ele é mesmo onisciente, onipotente e benevolente , mesmo sendo assim… criou algo como o ser humano, que 'alguns' um dia nao acreditaria na sua existência, podemos concluir então que ele é incompetente? pois sua maior criação nao acredita na sua existência, sendo tao onisciente ele já saberia que a sua criação uma hora iria voltar contra seus principios, e sendo onipotente ele nao quiz evitar que essa criação volte contra seus principios.. e sendo benevolente, fez atrocidades segundo passagens biblicas… ele é onipotente, poderia ter evitado as atrocidades, mesmo por nao querer o mal pela sua benevalencia…

    Eu nao entendo! rsrsrs

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui