Em defesa de Rob Bell?

21
428
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Gutierres Siqueira

Quer esvaziar o discurso de quem pensa diferente de você? Crie 1 adjetivo do tipo “ismo” e o classifique c/ tom de xingamento.”Universalismo”

Assine o Blesss

Elienai Cabral Junior. Dia 28 de fevereiro de 2011 no Twitter.

Infelizmente há cristãos q ñ ficam alegres com a possibilidade de q Deus salve a todos. Parece q a fé só tem sentido com ameaça do inferno.

Jung Mon Sung. Dia 27 de fevereiro de 2011 no Twitter.

Acima estão duas frases que li no Twitter. A primeira é do pastor Elienai Cabral Junior, líder da Igreja Betesda do Tatuapé (São Paulo, SP) e a segunda do professor católico Jung Mon Sung, que leciona no curso de teologia da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP).

Após a polêmica sobre o suposto universalismo do emergente Rob Bell eles escreveram essas frases. Quero responder cada uma:

Quer esvaziar o discurso de quem pensa diferente de você? Crie um adjetivo do tipo “ismo” e o classifique com tom de xingamento. Exemplo: “Universalismo”.

Elienai Cabral é um crítico dos “rótulos”, pelo menos é o que ele diz. Aliás, já se tornou um “lugar comum” criticar rótulos. Agora, classificar os outros que não concordam com você de “fundamentalistas” não é rotular? Usar a palavra “conservador” como algo feio e desprezível não é rotular? Desculpe, mas parece que Elienai não gosta dos rótulos para a sua turma, somente!

E Elienai escreveu hoje: “Se sua teologia desmorona com a suspeita de não haver um inferno pós-morte, ela é apenas um eufemismo para uma paixão sádica”. Ou seja, se você é um cristão que acredita no inferno porque a Bíblia assim o diz, então você é sádico. Você certamente tem prazer no sofrimento alheio. A sua boca tem sede de sangue. Sim, é assim que Elienai vê você. Opa, acho que ele acabou de nos rotular!

Infelizmente há cristãos que não ficam alegres com a possibilidade de que Deus salve a todos. Parece que a fé só tem sentido com ameaça do inferno.

Jung Mo Sung é simpático e costuma responder aqueles que discordam dele com muita educação, diferente de alguns de seus discípulos. Mas discordo completamente da análise de Sung. Não é que os cristãos fiquem tristes com a possibilidade de Deus salvar a todos, mas simplesmente são contrários a uma ideia que não tem respaldo bíblico algum.

A minha fé tem sentido com Cristo. Não é o céu nem o inferno que ilumina essa fé. Não são as “bênçãos” e nem uma “tribulação” que mostra a razão de ter Deus. É somente Jesus Cristo que traz essa razão.

Penso que Sung não é calvinista. Sendo assim, ele como católico deve acreditar em livre-arbítrio. Então, como Deus colocará alguém no céu que sempre desprezou sua comunhão?

***
Gutierres Siqueira, no blog Teologia Pentecostal

Comentário de Leonardo Goncalves:

Eu avisei que os engomadinhos relacionais iam dar xilique! rs…

Um já foi! Agora só faltam dois…

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

21 COMENTÁRIOS

  1. O pior de tudo: Rob Bell (e seu livro) ainda não se manifestaram sobre o 'imbróglio'. Segundo consta, o Brian McLaren afirma que já leu o livro e que Bell apenas levanta a questão, sem fazer opção, e conclui que não é algo simples.
    É gente atacando o que não viu e defendendo o que nem atacado foi – pelo menos ainda.
    Acho que a melhor frase até agora foi a do Mark Driscoll:
    "… Eu não darei uma opinião pessoal até que eu tenha lido o livro. Estou orando pelo melhor e temendo o pior, por conhecer um pouco dos bastidores"

  2. Notei que muitos estão "apoiando" a teologia de Rob Bell para não confrontrar a frustração de saber que ele tem esse ponto de vista.
    Se simpatizaram com Rob Bell e acham difícil discordar dele.

  3. MACLima,

    Mano, entendo suas razoes.

    Há a possibilidade do livro nem ser tao ofensivo assim. Além disso, a propaganda do livro lancada no twitter atraíu a atençao da crítica e no final acabou sendo uma boa estratégia de marketing.

    Mas eu nao diria que o pessoal está julgando sem base. Isso porque a propaganda do livro diz que "um Deus bom nao jogaria as almas no inferno eterno", o que me leva a pelo menos tres conclusoes:

    1. Ou o livro nega a existencia do inferno (Aniquilacionismo? Ou algo parecido)
    2. Ou ele afirma que Deus nao é bom (pois ele mandará os ímpios ao inferno)
    3. Ou ele levará todos ao céu (Universalismo)

    O vídeo de divulgaçao dá a entender que o Bell pensa em uma redençao universal, e por isso muitos estao descartando as hipóteses 1 e 2.

    Concordo que a frase do Driscoll foi a mais sensata até agora, e assim como ele, "estou orando pelo melhor e temendo o pior".

    Paz e bem,

    Leonardo

  4. O pastor que não acredita no que a Bíblia diz,é qualquer coisa menos pastor.Mesmo que não existisse o inferno(mas existe),ainda assim seguir a Cristo vale a pena.Cristo é TUDO.Sem Ele nada faz sentido,não tem cor.Sem Ele tudo cheira a morte.

  5. Teologia… Quem disse que podemos viver se ela?É como disse o Dr. Augustus Nicodemus em seu comentário da 1a Carta de João:

    "A doutrina apostólica é a base para comunhão verdadeira. Embora a intolerância baseada em um rigorismo doutrinário certamente tenha contribuído para as divisões da igreja no passado, isso não quer dizer que podemos abandonar a plataforma doutrinária estabelecida pelas Escrituras como a base da comunhão cristã. De outra forma, a unidade pretensamente conseguida será apenas externa e formal".
    (p. 31)

    Rob Bell está "aparentemente" se afastando da Plataforma. Se for correta a acusação, ficará difícil chamá-lo de irmão.

    Abraços Léo (quanto tempo…)
    Marcelo Dias

  6. heheh mata a minha curiosidade e desconfiança quem são os outros dois? apesar da curiosidade, me ajudará para constatar algumas coisas caso a desconfiança seja correta

  7. O "Homem", ser humano sempre tentará arrumar um deus que se submeta às suas vontades, e para isso ele cria qualquer coisa que o afaste da dura realidade de que um dia estará frente a frente com o Deus verdadeiro, Universalismo é o nome da peste do momento, e infelizmente muitos "irmãos" gostam dessa bandeira.

  8. Se essa doutrina do "universalismo" realmente estiver em voga, tenho certeza que será um sucesso vertiginoso!
    Que beleza, todos estamos salvos, o inferno não existe, Glória a Deus, Aleluia!!!
    Isto me faz voltar aos tempos idos, quando da ICAR. Quando pecava, mesmo conscientemente, sabia, de antemão, que me confessaria, receberia uma punição leve, rezar dez aves marias, e três padres nossos, quando não era benzido com água benta ou cinza consagrada e voltava a estar zerado com Deus, podendo usufruir das suas benesses.
    Hoje sei que esse "caminho largo" nos conduz ao inferno e à perdição!!!
    Quem lê, estuda, medita e procura entender as Sagradas Escrituras, sabe que isto é uma grande farsa, provavelmente mais um plano muito bem urdido por satanás, para enganar as pessoas menos avisadas.

  9. Israel…

    E Jesus está falando do Espírito Santo, não dele mesmo.

    Então, conforme sua interpretação, ou o Espírito Santo ainda não veio, ou ele já veio e todos estão convencidos do pecado, justiça e juízo.

    Leia todo o capítulo 6, não apenas um versículo isolado

  10. Eu gostava do Rob Bell, passei a ter um pé atrás com essa proposta universalista.
    Quanto ao artigo do Gutierres, no entanto, respeitosamente dou-me o direito de achar fraco. No texto, ele não faz discute o universalismo de Bell, que deveria ser o tópico em questão, mas sim o "rotulismo" do Elienai e o "não-calvinismo" de Jung Mo Sung.

  11. Mário,

    O propósito do post não era discutir o suposto universalismo do Rob Bell, logo porque eu já havia escrito sobre isso. A proposta era justamente mostrar como é hipócrita esse papo de rejeitar rótulos.

    Abraços

  12. Vazar "informações" antes talvez tenha sido uma estratégia de marketing.

    Não concordo com as doutrinas e práticas dos emergentes, independentemente de universalismo ou não. De qualquer forma, me ocorreu que comentar antes pode ser um tiro no pé.

    Os críticos da igreja emergente devem aprender a terem sabedoria para usar o tempo certo. Os emergentes, apesar do que possa parecer, não são amadores.

  13. Concordo com Elienai Cabral Junior "Quer esvaziar o discurso de quem pensa diferente de você? Crie 1 adjetivo do tipo "ismo" e o classifique c/ tom de xingamento."Universalismo"

    Sou vítima disso, "Aniquilacionismo"

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui