O Movimento de batalha espiritual e as entrevistas com o diabo

14
100
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Renato Vargens
É comum assistirmos em algumas igrejas, bispos e pastores entrevistando o diabo. Em alguns destes cultos os demônios são interrogados e questionados sobre as suas ações na vida das pessoas. Para piorar a situação, os entrevistadores, fundamentados na palavra do pai da mentira acreditam em tudo aquilo que o capiroto diz, estabelecendo a partir disto, doutrinas que se opõem aos ensinamentos das Sagradas Escrituras. Nesta mesma perspectiva os adeptos do movimento batalha espiritual como Peter Wagner, Neuza Etioka, Valnice Milhomens, dentre outros, fundamentam suas estratégias espirituais naquilo que os demônios “revelam.”

Infelizmente os que crêem nestas doutrinas, optaram por não fazer da Bíblia a sua única regra de fé, antes pelo contrário, seguem a ensinos de demônios, fundamentando sua fé em experiências. Isto se percebe nitidamente no mistério de libertação Shekinah, que mediante experiências pessoais fornece uma lista de nomes de demônios:

“Principados ligados a Satanás: Brumaus, Krucitas ( atrás das cruzes), Ashtoreth ( governa as estrelas), Tremus ( tem subordinado leviathan, governador, aprisionando sob aceano – triângulo das Bermudas), Diana ( idolatria e prostituição- culto a deuses, tem subordinado 3 autoridades mundiais- Damian, Asmodeus e Belzebu), Dagon ( Sacrifício de animais e crianças), Nimrod ( guerreiro que prepara a guerra do Armagedom), Dragon Astrologia- consome a sabedoria dos homens- Anticristo), Syria ( guerreiro como o príncipe do reino da Pérsia de Daniel). Autoridades mundiais: Damian, Asmodeus, Belzebu, Arios, Mengue-Lesh, Nosferasteus. Outros demônios: Amishie ( Costa Rica), Aurius (Protege e leva mensagens a Satanás, como Gabriel faz com Deus), Cumba (África), Izmaichia ( Europa e meio Oeste), Krion ( América Central), Kruonos e Krutofor ( Atacam igrejas que praticam batalha espiritual), Mamom ( riqueza), Sinfiris ( sede de sangue) e Yemanjá (América do sul).”

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? É absolutamente irracional e doentio fundamentar doutrinas em revelações estapafúrdias como estas. Ora, somente a Bíblia Sagrada é a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; só ela é o árbitro de todas as controvérsias, como também a norma para todas as decisões de fé e vida. Afirmar quem e quais são os nomes dos demônios, suas ações, e seus estratagemas através de mapeamento espiritual é no mínimo esquizofrênico.

Querido irmão, Jesus e os apóstolos JAMAIS entrevistaram a demônios, nem tampouco fundamentaram seus comportamentos por aquilo que eles disseram.

Isto posto afirmo sem a menor sombra de dúvidas que é indispensável que entendamos que a autoridade da Escritura é superior à experiências místicas adquiridas pelos crentes. Como discípulos de Jesus não nos é possível relativizarmos a Palavra Escrita de Deus, ela é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos.

O reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na Bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro.

Em tempos difíceis como o nosso precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento, até porque, somente assim conseguiremos corrigir as distorções evangélicas que tanto nos tem feito ruborizar.

Pense nisso!

Renato Vargens

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. Caro Renato, você poderia fazer um post comentando a passagem de Marcos 5:1-43? Porque os entrevistadores de demônios, como você sabe, adoram usar esta passagem. E porque Jesus sacrificou os porcos em vez de somente expulsar os demônios?

  2. A paz a todos aos irmãos em Cristo.

    Alguns líderes, no desejo de querer demonstrar alguma ação de poder sobrenatural na igreja, tem recorrido, em algumas vezes no erro da entrevista com o demônio a quem eles acreditam estar necessariamente obrigando a dizer a verdade por estar subjugado “em nome de Jesus”. É de fato autêntico no que a bíblia expõe quando diz que um dos sinais que seguirão aos que crerem seria a capacidade de expulsar demônios.(Marcos 16:17). Porém a bíblia também diz que expulsar demônios, ou realizar milagres, por si só, não fundamenta a fé cristã, mas em examinar e seguir as escrituras como certeza da vida eterna em Cristo (João 5:19). As pessoas que entrevistam demônios geralmente se fundamentam na passagem referente ao endemoniado gadareno (Marcos 5:1-19), porém o que se deve observar é que Jesus, na referida passagem, não estabelece nenhuma via de regra para entrevistas com demônios uma vez que são os próprios que se manifestam e se dirigem a Jesus. Outro aspecto importante é que Jesus Cristo é Deus e tem em si toda a plenitude da sabedoria e perfeição, e é portanto impossível de ser tragado pelo engano pois “quem vê a Ele vê a Deus”(João 14:10). Já com o ser humano a coisa é bem diferente, uma vez que não temos o perfeito conhecimento e domínio do mundo espiritual como Jesus, e portanto somos passíveis de ser enganados quando não baseamos nosso conhecimento do mundo espiritual na suficiência do evangelho. E o que temos visto é que muitos líderes dão margem para que os demônios se expressem na igreja ao invés de simplesmente expulsarem os tais, impedindo-os inclusive de dizer o que bem querem, (o que deveria ser direito apenas do Espirito Santo de Deus). O perigo é que o efeito pode ser devastador para a saúde da igreja, pois satanás e seus demônios sempre irão mentir, manipular e enganar, até mesmo quando aparentemente estiverem dizendo a verdade, pois os demônios, ao contrário do que muitos irmãos ingenuamente pensam, não são seres ignorantes, mas bastante inteligentes e astutos, e com milhares de anos de experiencia na arte do engano, que fariam com que Maquiavel parecesse um apenas infante boboca e que podem usar, de forma incrivelmente hábil, as próprias escrituras como instrumento de engano, como no episódio da tentação do deserto (Mateus 4:1-11). A maneira correta do cristão lidar com demônios está bem expressa na bíblia quando um espírito maligno que se assenhorava de uma mulher, usando-a em adivinhações, foi veementemente rechaçado pelo apóstolo Paulo(Atos 16:16-18). E quanto ao mais que fique o conselho bíblico de não dar lugar nem oportunidade ao diabo de forma alguma (Efésios 4:27), mas de entendermos qual seja a vontade do Senhor e encher-nos com o seu Espírito (Efésios 5:17-18).

    De vosso irmão em Cristo,
    Laerte

  3. Graça e Paz Amigos!!!

    Post muito interessante, ontem mesmo na minha "igreja" o pastor tava falando a esse respeito, não concordei muito pois ele assim como muitos são adeptos dessa lorota, satanas e seus demonios são mentirosos e tudo que eles supostamente falam é o quê??? E claro que mentira!!!

    Shalom

  4. Concordo a 100%!
    Eu mesmo já participei em tempos de um desses "seminários" da Shekinah, e já na altura achei aquilo ridículo e até perigoso para a saúde mental.
    Estas situações são típicas de uma "des/cultura" cristã baseada em pseudo-revelações extra-bíblicas, totalmente desnorteadas e desvirtuadas da Verdade absoluta das Escrituras.
    É que, como costumo dizer, estudar a Bíblia dá trabalho…

  5. Amém!Gostaria de saber para que serve sabermos os nomes de demônios?Para expulsá-los não precisamos chamá-los.Quanto aos mapas são úteis só para localizarmos lugares que precisamos encontrar.

  6. RENATO DISSE:"Nesta mesma perspectiva os adeptos do movimento batalha espiritual como Peter Wagner, Neuza Etioka, Valnice Milhomens, dentre outros, fundamentam suas estratégias espirituais naquilo que os demônios “revelam."
    NÃO é verdade a afirmação acima.Conheço os três e lí os livros deles,não ví e nunca ví eles fazerem o que o Renato afirma,é mentira.A IURD do bispo Macedo é quem bate-papo com os demônios.Foi delegado a nós o poder sobre o principe das trevas e seus demônios,nos temos a autoridade sobre eles dada por Deus,confere? No exercício dessa autoridade eu posso interrogar e questionar,a autoridade está comigo.Bater-papo não é função de ninguém.Mas Jesus interrogou demônios,o caso dos porcos é um exemplo,não foi uma conversa de compadres,foi a Autoridade exigindo uma resposta.O Renato Vargens está indo longe demais em seus artigos e dando informações não confirmadas,o que tras desconfiança em seus escritos.O boi tem outro nome,copiou Renato?
    tito from brasília,quem trouxe ao Brasil o Dr.Peter Wagner,um homem honrado,professor do maior seminário do mundo o Fuller,e respeitado até pelos que não apoiam suas idéias.Mas dizer que Peter Wagner ensina ou pratica tais coisas e mentira que até o Diabo arrepia.E os seguidores de Renato continuam dando pitaco sem conhecimento de causa.
    tito from brasília, sem sal e com pimenta.

  7. Bruno Carvalho disse…:
    "Caro Renato, você poderia fazer um post comentando a passagem de Marcos 5:1-43? Porque os entrevistadores de demônios, como você sabe, adoram usar esta passagem. E porque Jesus sacrificou os porcos em vez de somente expulsar os demônios"?
    10 de janeiro de 2011 12:12
    Tito disse:Ó Deus,onde o Bruno Carvalho leu isso que ele escreveu? Jesus expulsou os demÕnios e entrou nos porcos,tá? copiou irmão Bruno,é melhor ler novamente o texto que está inserido este evento,tá? então tá.
    tito from brasília.Analfabetos religiosos.

  8. Parabéns, irmão Renato!
    Temos que lutar para abolir definitivamente essas heresias e doutrinas esquisofrênicas do nosso meio!
    Que tremendo absurdo entrevistar demônios!!!
    O que nos convem saber, baseado nas escrituras sagradas, é que Satanás está vencido pelo Sangue de Jesus, e se O Clamarmos ele baterá em retirada imediatamente.
    Contra os lavados e remidos pelo Sangue do Cordeiro não existem quaisquer eficácia de entidades malígnas ou quaisquer obras diabólicas e/ou encantamentos, magia negra, feitiços ou algo que os valham.
    Enquanto estivermos ligados Nele, estaremos protegidos e salvos de toda a obra das trevas.
    Outro ensinamento bíblico relevante é que contra determinadas castas de demônios, somente serão expulsas com prévia preparação: jejuns e orações.
    Quem se interessar em estudar e se aprofundar no conhecimento de Satanás, suas áreas de atuações, seus "modus operandi"(maneira de agir), seus nomes particulares e de suas castas e legiões, mapeamentos espirituais e etc… etc… estas pessoas estão equivocadas, e não são cristãos verdadeiros, porque quem deveria se interessar por esses assuntos são os adeptos do candomblé, centros de macumba e magia negra, satanismo e por ai vai…
    Que Deus nos ilumine e nos abençoe cada vez mais no pleno conhecimento da Verdade, para não nos deixarmos levar pelo "pai da mentira".

  9. Considero reprovavel ou no minimo ingênuo o ato de entrevistar o demonio, mas acredito na descrição de ex seguidores das mais variadas seitas (satanismo, candombé e outros) e até conspiracionistas ainda que com grandes reservas, pois a biblia deve ser nossa principal referência contendo todo o necessário para superarmos o mal. Aliás a natureza de nosso opositor é mentirosa, sendo assim descrição de nomes e supostas ocupações torna-se irrelevante. Deus é soberano, sua palavra é fiel e Ele esta no controle de todas as coisas…

  10. O Senhor Jesus nos deu autoridade para que expulsássemos os demônios. Mas o bicho gosta muito de aparecer. Na década de 80, quando entrei para AD, os irmãos falavam que um certo irmão foi expulsar um demônio em uma pessoa, e aquele disse que não saía porque o irmãozinho estava sem cueca. O irmão desmontado acabou não expulsando o bicho. O outro testemunho foi a respeito de uma irmãzinha que o diabo disse que ía pegá-la porque usava como roupa íntima o biquíni, e o mais interessante é que ela ficou com tanto medo que mudou o traje – provavelmente para as calçolas de vovó. Estas coisas me foram passadas. Parecem piadas, mas não foram. Mas se o bicho adora ser entrevistado para aparecer, isto é verdade.
    Os cristãos mais firmes na fé – como colunas – que eu tive notícia – e outros conheci pessoalmente – foram os cristãos que mais mergulharam e mergulham na Bíblia e na comunhão com Deus, e o mais interessante é que muitos deles nem falavam e nem falam em línguas. Deixo claro, que sou pentecostal, eu creio no batismo do Espírito Santo, mas eu não posso deixar de falar a verdade. Abs. Mariom

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui