BBB, lingeries, corpos nus e erotismo.

25
860
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por  Renato Vargens
Hoje o Brasil irá assistir a a abertura da 11ª versão daquilo que considero ser um dos piores programas de televisão do país, o Big Brother Brasil. Lamentavelmente, nos próximos três meses, as imagens de corpos nus, lingeries ousadas e muita sensualidade invadirão as residências brasileiras transformando o mais famoso reality show do mundo num programa erótico. 
Pois é, não é preciso ser profeta para perceber que o perfil  escolhido dos 17 “Brothers” tem tudo para corroborar com a transformação de um programa de entretenimento numa versão  mais  “light” do canal Sexy Hot, onde debaixo de mantas e edredons tudo é possível.
Caro leitor, vivemos dias complicadíssimos em nosso país. Nossa sociedade encontra-se absolutamente deteriorada, nossas famílias perdidas e sem rumo, nossos adolescentes e jovens sem perspectivas e referências. Tenho a impressão de que do jeito que a coisa anda caminhamos a largos passos para a “sodomização” da existência.
Sem sombra de dúvidas vivemos em um mundo submerso em pecado e que despreza os padrões de moral e justiça divina. A sociedade, de forma geral, encontra-se envolvida em um estilo de vida que se contrapõe aos princípios da lei de Deus. Os padrões de moralidade parecem não mais existir, a forma de se medir felicidade e sucesso difere daquela encontrada na Palavra de Deus. O objetivo de vida do ser humano não é a glorificação do nome do Senhor e sim a busca desenfreada pela satisfação pessoal, ainda que para isso seja necessário desconstruir conceitos e valores jogando-os definitivamente na lata do lixo.
Como já escrevi anteriormente, nós cristãos  fomos chamados pelo Senhor a vivermos de modo absolutamente diferente daqueles que compõem esta geração. Compromisso com a moral, decência e santidade devem fazer parte da vida daqueles que nasceram de novo, levando-nos a exalar sobre os que se encontram em estado de putrefação espiritual o bom perfume de Cristo.
BBB, eu to fora, e vc?
Pense nisso!
Renato Vargens
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

25 COMENTÁRIOS

  1. Não perco meu tempo com TV brasileira, atualmente devo assistir no máximo uns 5 programas apenas, há tempos que eu prefiro a programação da tv por assinatura, principalmente a Discovery.

    Em relação ao BBB, se essa merda está na 11º edição é pq tem milhões de imbecis que assiste isso.

    A TV brasileira está em decadencia há anos, de um lado BBB e do outro lado os pa$tore$ da Univer$al. rs.

    O resultado disso é um povo sem cultura, que não tem opinião própria, que aceita qualquer porcaria jogada pela midia.

    E olha que hoje em dia não existe mais desculpa para não ir atrás de algo com conteúdo, a internet está ai, o problema é que o povão gosta mesmo é de porcaria. Sendo assim é inutil jogar pérolas aos porcos.

  2. Acho o BBB um dos maiores lixos da TV brasileira (se bem que em outros países também tem isto).

    Particularmente eu prefiro evitar coisas na TV que possam mexer com meus instintos sexuais porque sei que vou ficar desejando aquelas mulheres que aparecem na TV. Ainda mais dentro de situações com conversas e brincadeiras propositalmente picantes. Afinal, não sou nenhum super crente.

  3. Pastor Renato,
    Pornografia à parte,o BBB é um atestado da nossa imbecilidade e capacidade de ser manipulado ao bel prazer de quem quer que seja.É sempre mais do mesmo e é sempre campeão de audiência.Tudo forjado e combinado e os expectadores achando que tudo é imprevisível.
    Vemos o desfile manjado e risível de tipos estereotipados:o fortão,o briguento,o gostosão,o marrento,a gostosona,o pobretão,o pseudo intelectual,o gay,o casalzinho que vai se formar lá dentro e etc… deplorável!
    Eu não irei assistir.Fato.
    Aracy.

  4. O nosso dia de trabalho dentro das empresas tem sido um BBB pois reina a inveja, a fofoca, a traição etc, etc. E á noite, feita para descansar vai ser perder tempo com essa nojeira. Haja imbecialidade para aceitar e tornar se adepto de tão grande aberração do circo eletronico. Meus protestos.

  5. O mundo jaz no maligno – então podemos esperar que aconteça de tudo na Tv. Tem mais bobagens que coisas boas. Assisto telejornais, e outros poucos programas(a maioria são drogas). BBB é o cúmulo da baboseira. Quanto a estas coisas mundana nada nos impressiona; daqui prá pior. Quanto a igreja, podemos dizer que a sensualidade também está chegando nela. Outro dia em um culto pentecostal, eu vi uma irmã até bonitinha(quase uma senhora) tocando pandeiro; ela ficou tão empolgadinha com o ritmo que começou balançar sensualmente o bumbum dela como as meninas pé de samba fazem. Observei no rosto dela uma grande satisfação naquele forrobodó. Quase que fui conversar com ela sobre o pagodinho que não tinha nada a ver. Mariom.

  6. Se o BBB existe…é porque muitos (milhoes) gostam!! realmente é uma tentação..reconheço….fica a nosso criterio saber o q nos edifica.

    decarvalho2010

  7. Colocar um cano aberto que jorre um esgoto em nossas salas cheira melhor que esse programa!
    É um retrato dos valores (se é que assim podemos chamar) que a nossa sociedade tem cultivado.
    Glória a Deus pelo texto apresentado!

  8. Chamar o BBB de lixo é simplesmente tecer um elogio muito elevado.

    BBB é a escória da podridão do pecado.

    Estou fora também, não sou obrigado a digerir. Tenho opinião, como os demais leitores desse blog

  9. na moral BBB num edifica em nada, mas assisto por entretenimento, para distrair, falaram de tentação, mas assistindo eu num sou tentado em nada e não me sinto manipulado pois não faço as coisas que acontecem lá, mas realmente grande parte do pais é manipulado e querem seguir o que rola lá, acho um programa imbecil, mas num é só de programa cult e inteligente que se vive e se num abala minha fé não vejo problema, sei que acontece coisas erradas lá como sexo bebidas e as coisas que todos sabem, mas isso tem em todo lugar, se formos seguir isso de não ver pq tem coisa ruim, deveriamos ser como os monges que se issolam do mundo, infelizmente isso que se passa no programa tem em todo o lugar.

  10. Controle remoto ou o dedo na tecla certa pra mudar o canal, ou (melhor) desligar a besteira, resolveria tudo e nos daria mais tempo para um bom papo, orar ou ler um bom livro, tudo o que foi esquecido por causa da TV, que e' uma bencao, mas que por nao saber-mos usar torna-se maldicao, usada que e'pelo inimigo nosso.

  11. Acho que a questão em si, não é a moralidade, afinal os participantes são escolhidos a dedo, não pense que vão escolher a Ana Paula Valadão não, só pq agora ela canta no Faustão. Não só no BBB, mais nesses programas em geral, são usadas pessoas do mais baixo nivel, pessoas sem conteúdo algum, que não sabe nem da própria vida.

    A questão é cultural. Esse tipo de programa não acrescenta nada a vida. Quer diversão ?? Quer distrair a cabeça ?? Vai ouvir uma música, vai ler um livro, vai sei lá, assistir um canal que presta, e tudo isso qualquer pessoa encontra, é só procurar, agora se fala "Ahh mais é o que pra assistir", é pq gosta de lixo mesmo.

    O problema é que mesmo quem não suporta essa porcaria, acaba ouvindo sobre, pois esse lixo toma conta do país, vira questão de vida ou morte, pessoas discutem a vida dos caras, como se fosse mudar alguma coisa.

    Fica dificil até de falar.

  12. Quanta hipocrisia, Mamma Mia!!!
    Quem não se sente tentado a dar uma espiadela na Casa do BBB?!?!
    Acho que, como cristãos maduros, temos a liberdade de ver e, algumas vezes, até experimentarmos tudo, e reter somente aquilo que for bom.
    Vejo algumas coisas boas no BBB, uma delas é analisar as reações humanas quando submetidos a confinamento e stress, as articulações maquiavélicas, outras ingênuas, confesso que dou boas gargalhadas e me divirto muito, além de adquirir cultura e experiência pessoal, porque não?
    Tem gente que fica descendo a madeira na Rede Globo, dizendo cobras e lagartos dela, eu lhes digo que prefiro a Globo do que suas concorrentes, principalmente a Record do famigerado bispo da iurd.
    Digo mais: prefiro mil vezes assistir ao BBB do que ver os programas do Malavéia, do RR Soares e de outros profeteiros e enganadores da teologia da prosperidade.
    Quem for contra a que assistamos a Globo que tenha a "decência" de nos indicar uma opção melhor.
    Não acredito que cairemos da graça pelo fato de assistirmos a programas de TV considerados mundanos.
    Confesso, sem nenhum ressentimento, que houve época de minha vida, na juventude, que me senti atraído pelo comunismo e idéias radicais de esquerda, por falta de opção, mesmo porque a maior parte dos meus amigos e contemporâneos tinham como fãs os Beatles e os hollingstones e outros roqueiros que morreram de overdose.
    Pelo menos eu tinha como espelho aqueles que lutavam e até mesmo sacrificavam as suas vidas em busca de um ideal de mudar os rumos da humanidade para melhor, para dar condições de ascenção social e dignidade ao proletário, ao trabalhador e menos favorecidos pela sorte.

  13. Nunca perdi meu tempo nem com o 1°, imagine com o 11° ! Assim como tb não perco meu tempo bebendo das sisternas sujas dos cantores mundanos ! Fazer o quer… é o relativismo ! Para uns assistir o BBB, não é pecado ! como curti um paralamas do sucesso,lobão, Renato Russo,Claudia leite…tb não tem nada demais ! Pb. Roberto Rocha

  14. Borrego Lanudo, não me venha com essa de analisar porque não cola.Eu tenho um professor de psicologia que diz que assiste para analisar as pessoas, muitos pensariam "tá ele é psicólogo tem uma desculpa boa" mas ninguém engoliu essa desculpa e olha que a turma é composta por um bom número de ateus mas até eles não se rendem a esse lixo televisivo nem com pretextos acadêmicos. Mas é claro que você tem todo direito de assistir o que quizer só não use motivos pseudo intelectuais.

    Layssa

  15. Layssa, creio que existem diferenças marcantes entre ver ou presenciar algo e deixar-se influenciar ou até mesmo copiar alguma atitude contrária aos preceitos cristãos, para tal exige-se maturidade.
    Lembro-me do tempo da minha conversão, quando congregava numa igrejinha de uma pequena cidade, onde o pastor pregava usos e costumes até certo ponto vexatórios para a igreja, dentre eles que os homens não podiam usar barba ou cavanhaque, não podia usar calções, bermudas ou praticar esportes, não podia ouvir rádio ou assistir a TV, dentre outros…
    Se era assim com os homens, imaginem o que acontecia com as mulheres?
    Praticamente elas somente podiam usar as suas "burcas", vez que não podiam usar maquiagens, jóias, brincos, e etc… Quanto a questão de higiene pessoal então, nem se fala!!!
    Não podiam depilar as pernas ou as axilas, o que era até certo ponto irrelevante, mesmo porque jamais mostravam o corpo.
    Quando estive na capital, em Curitiba, congregando na mesma denominação, notei que o pastor era de mente totalmente aberta e praticamente aqueles usos e costumes ali estavam abolidos há muito tempo.
    Veja bem, não estou criticando quem seja contra isso ou aquilo, mas você há de convir que esse negócio de ficar policiando comportamentos e consciências alheias e muito complicado, mesmo porque todos nós haveremos de um dia prestarmos contas a Deus de nossos pecados.

  16. Também conheço uma psicóloga evangélica que tinha esse tipo de pensamento: vou assistir para analisar as pessoas e seus comportamentos. Eu fiquei chocado quando ouvi aquilo, pois eu tinha pouco tempo de convertido. Hoje isso não me surpreende mais.

    Realmente é difícil entender como um cristão que busca viver a vida de Cristo consegue assistir algo tão imoral.

    Imaginemos Cristo participando do BBB, será que haveria condições? Talvez você diga: Ah troxa, participar ele não participaria mas assistir acredito que sim.

    Se você acha que o Senhor Jesus compactuaria com as obras de Satanás sinto informar que seu conceito de santidade está bem longe da realidade.

    Paz a todos.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui