Vagas para apologistas!

14
595
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Magno Paganelli

Foram abertas novas vagas para a função de apologista na Igreja brasileira. É desejável conhecimento bíblico mínimo, uma vez que a causa será combater aqueles que nunca leram a Bíblia uma só vez. Aprecia-se conhecimento teológico básico, pelos mesmos motivos.

Assine o Blesss

Parece piada, mas a situação é tal. Cada vez menos a Igreja “evangélica” conhece o evangelho, e como diz o adágio, “em terra de cego, quem tem olho é rei”.

Uma pesquisa recente realizada pela Sociedade Bíblica Ibero-americana no Brasil revelou que 50,68% dos pastores brasileiros nunca leram a Bíblia. Pergunto: o que estão ensinando, então? Respondo: – Nada, quando não o pior: ensinos antibíblicos e, portanto, anticristãos.

Ouvi, pessoalmente, um pastor esbravejando no púlpito que naquela noite ele “ensinaria o segredo para retirar os tesouros do céu para desfrutarmos aqui na terra”. Erro crasso, uma vez que Jesus ensinou exatamente o oposto: “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam” (Mt 6.19,20).

Outro pastor disse para a igreja que “naquele ano [2009] eles escreveriam Atos 29”, dando a entender que a Igreja faria evangelismo e missões. Em seguida disse para os irmãos abrirem suas Bíblias em Atos 29. Prontamente os membros e alguns pastores no púlpito puseram-se a procurar tal capítulo. O pastor perguntou: “Quem encontrou Atos 29 diga ‘Glória a Deus’”. O coro se fez ouvir. Achando estranho, ele insistiu: “Quem encontrou Atos 29 levante a mão”. Até alguns pastores levantaram suas mãos.

Na floresta amazônica, ao contrário do original bíblico em Gênesis 12, “deus [com “d” minúsculo mesmo] levantou um patriarca”. Cansado de ser simplesmente progenitor de apóstolos, o aero-profeta autodenominou-se patriarca, em pé de igualdade a Abraão. Será preciso atualizar a canção infantil que diz “Pai Abraão, tem muitos filhos, muitos filhos ele tem…” para “Pai Abraão, tem concorrente, um concorrente ele tem…”.

Aqui em São Paulo, o “pastor zero-cal” cobra R$ 160,00 a inscrição para ordenação ao ministério, mais a taxa de R$ 255 para a credencial (R$ 415,00). Só para a sede foram ordenados mais de 1500 obreiros (faturamento de mais de R$ 622.500,00). Quem ganha salário mínimo não pode mais servir ao Senhor como obreiro. E mais: agora, pastor presidente de campo que não inscrever sua esposa para a arrecadação – digo ordenação – ao pastorado, perde o campo. Não adianta ter 50 anos de bons serviços ao Reino: se a esposa negar-se a consagração, está tudo acabado – e por “justa” causa.

Socorro, alguém defenda a doutrina e o bom senso na instituição, já que a defesa da Igreja é atribuição de Jesus.

***
Magno Paganelli é editor da Arte Editorial, teólogo e escritor.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. Amados, é muito
    "trágico, trágico"
    mas é a verdade!

    Para onde a igreja está caminhando? Em vez de caminhar para as profundas riquezas da palavra de Deus, hoje o púlpito virou lugar de desabafo, de piadas, de contar "testemunho" (desculpa usada para pregadores que não tem nada de biblia para falar e ficam contando vantagens de coisas que aconteceram em sua vida, tais como: Eu fiz isso ou aquilo!), só a graça de Deus sobre nossas vidas.

    O temor a Deus, a consagração, palavras vindas diretas do trono, que não vem no púlpito lendo um versículo e não falando nada sobre ele, não! Pessoas comprometidas com a palavra, com teses, com vida na palavra, com palavras que dão vida a igreja!!!

    Onde estão??

    Os pregadores que se alimentam da palavra, que respiram a palavra, que dormem e acordam pensando na palavra de Deus??

    Deus, levante-nos como teus apologistas desta nação, para defender a verdade da Tua palavra a qualquer custo. Mesmo que nos custe cargos, dinheiro ou a própria vida! Mas que a Tua palavra não seja mais difamada!! Amém!

    Blog Emunah

  2. Essa parada de apologética não me interessa. Jesus nos mandou pregar o Evangelho e não acho que devamos perder tempo para responder a esses carinhas que tentam distorcer o sentido da revelação bíblica. O Evangelho não é doutrina e muito menos instituição! O Evangelho são as boas novas de Jesus. É também vivência, a experimentação prática do amor.

    O comportamente herético, meus irmãos, não está nos equívocos doutrinários de um pregador, mas sim no desejo carnal de alguém em desviar os homens conforme os seus interesses. É obra da carne, como bem colocou Paulo. Isto porque o herege não está motivado pelo Espírito afim de promover o bem, mas está sendo usado por Satanás para causar divisões no corpo Pelos seus frutos nõs os conhecemos.

    Não sei se todos os exemplos utilizados no texto foram devidamente compreendidos, pois as informações trazidas não me parecem suficientes para que possamos nos posicionar diante de cada uma das mensagens.

    Se alguém fala em abrir a Bíblia em Atos 29, suponho que esteja se referindo à obra apostólica que nós devemos coninuar. Isto porque Atos é considerado como um livro sem fim pela forma abrupta em que a narrativa é encerrada com Paulo ensinando sobre o Reino de Deus na sua prisão domiciliar em Roma. Logo, consigo entender por que pedir para a congregação abrir suas bíblias num capítulo que não existe.

    Infelizmente a apologética comete umas das mais terríveis injustiças e pode mediocrizar a Igreja, bitolando os cristãos.

  3. PAZ!
    Quanto ganha um apologista? Vão me dar bota de couro de Phiton? Cruzeiro evangélico? Posso pregar ecumenismo? E a teologia da prosperidade, vou poder aumentar minha arrecadação? Que carro os apologistas vão me fornecer??? C4, Volvo, BMW…? Nem vem com uno, que não tem… oque vão pensar de mim? Vo poder trabalhar só quatro horas diárias? Pagam por horas extras? Quero uma fivela de ouro com o desenho de um $? Pode ser? quanto vai ser meu cache como apologista quando pregar em outras Igrejas? Vai ter hotel de luxo? Não fico sem piscina.
    Se aceitarem minhas exigências, as quais considero pequenas e justas, me avisem mando meu curriculo.
    È, o Brasil realmente precisa de apologistas, tudo esta sendo devorado com a intenção de se manter a ética, benefício próprio e $$$$$$$$$$$…
    Irmãos apologistas desse país por favor masntenham-se firmes e não desistam, o galardão no aguarda lá em cima… aqui somos considerados como escória mas nos céus como ouro.
    VEM SENHOR JESUS VEM.

  4. Opa, tambem quero, contra a macumba crente, lasca da cruz, shows da fé, pedrinha do jordão, arca da aliança e todas as esquisitices inventadas pra desvirtuar e ocultar o caminho da verdade e a palavra que liberta de graça.

    vamos botar a boca no trombone e gritar na cara desses lobos que trazem esses ritos mundanos, e sujos pra igreja de Cristo.

  5. Para onde a igreja caminha?

    Essa é uma boa pergunta!

    Eu acho que a resposta é:

    1 Timóteo

    "4.1 Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios,
    4.2 pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência,"

    Dias tristes nos quais vivemos mas…
    Jesus está retornando !!!

    MARANATA !!!

  6. Rodrigo:

    O pastor que disse que "naquele anos escreveriam Atos 29" estava apenas usando uma força de expressão.

    O fato de várias pessoas procurarem Atos 29 indica um analfabetismo bíblico absurdo.

    E o fato de alguns dizerem que encontraram… é uma atitude inominável! Deve ter acontecido na Igreja Pentecostal Zorra Total!

    Foi isso que o Magno quis dizer.

    (Se as pessoas não sabem entender uma postagem simples como esta, como entenderão a Bíblia?)

    * * *

  7. "Jesus nos mandou pregar o Evangelho e não acho que devamos perder tempo para responder a esses carinhas que tentam distorcer o sentido da revelação bíblica. O Evangelho não é doutrina e muito menos instituição!"

    Discordo, pois Jesus nos não nos mandou pregar o evangelho apenas:

    Mt 28.19-20:

    "Portanto ide, FAZEI DISCÍPULOS de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

    ENSINANDO-OS A GUARDAR TODAS AS COISAS QUE EU VOS TENHO MANDADO; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."

    Não é apenas dizer arrependa-se, creia em Jesus e bola para frente. Em que tipo de Jesus crerão? De que forma? Como se expressa essa fé e de onde ela vem? O que ele mandou e o que deve ser ensinado?

    Para se cumprir a ordem de Cristo devemos conhecê-lo e à sua palavra, não há como dizer que a fé do evangelho não é uma doutrina. Ela não é apenas doutrina, mas, perdoem-me os liberais, ela é dogmática, pois há pontos que são irrenunciáveis e imodificáveis sob pena de perda da essência, e nós devemos conhecê-los bem para que possamos saber o que é e o que não é evangelho e cristianismo.

    É quando aparece a crise da fé que a apologética se faz necessária para trazer o esclarecimento e os limites que dão identidade à mensagem, do contrário, teríamos apenas ideias moldáveis ao gosto de quem queira; e uma ideia de todo moldável não tem uma essência distintiva de qualquer outra.

    Filipenses 1.27

    Somente deveis portar-vos dignamente CONFORME O EVANGELHO de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que estais num mesmo espírito, COMBATENDO juntamente com o mesmo ânimo PELA FÉ DO EVANGELHO.

    Judas 3:

    Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a BATALHARDES, DILIGENTEMENTE, pela FÉ que uma vez por todas foi ENTREGUE AOS SANTOS.

    Apologética. Extremamente necessária na luta pela verdade do evangelho.

  8. "Infelizmente a apologética comete umas das mais terríveis injustiças e pode mediocrizar a Igreja, bitolando os cristãos."

    Nesse caso, seria melhor a ignorância? Fechar os olhos para os erros? Parar de corrigir o que está errado de acordo com a Palavra de Deus e a doutrina de Cristo?

    Sinceramente, não entendi a proposta. Entendo que a teoria da fé cristã, a mensagem, deve ser prática. Mas não consigo entender uma prática que não tem um fundamento teórico sólido e bem delimitado, que pode e deve ser ensinado e defendido para poder ser propagado em sua forma pura.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui