Respostas àqueles que não gostam do Natal.

22
615
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Por Renato Vargens
Concordo plenamente com o meu amigo Ezequias Marins quando afirma que  muitos dos argumentos utilizados por  pastores e teólogos no combate ao Natal, se fundamentam num frio puritanismo (que procura ser mais rigoroso do que o mais rigoroso dos verdadeiros puritanos) ou num neo-pentecostalismo gedozista,  que defende o banimento das celebrações natalinas firmados no entendimento de que árvores de Natal, guirlandas, pisca-piscas, e demais enfeites são na verdade evocações de divindades pagãs.
Caro leitor, Celebrar o Natal é celebrar a encarnação.  Celebrar o Natal é entender que Deus soletrou à si mesmo numa linguagem que o ser humano possa entender”. É entender que por amor aos eleitos Ele se tornou um de nós.   “E o verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade” (João 1:14a).
Como bem afirmou o meu amigo Luiz Wesley Natal tem a ver com a própria personagem da auto-soletração de Deus a nós: Jesus Cristo (João 14:9). Ele é Deus com face humana tangível (II Coríntios 4:6), com jeito de falar — sem tradução e sem sotaque! — a língua da gente. É encarnação às últimas conseqüências (Filipenses 2:8), é identificação radical (Filipenses 2:6), é o Eu Sou que “colou”, que se aderiu à realidade humana (Filipenses 2:7). Encarnação é a maneira pela qual Deus dá um jeito de nascer na forma humana (João 1:14), numa verdadeira reentrada no mundo que já era Seu (João 1:11), mas sem se tornar ordinário (Isaías 53:9b, I Pedro 2:22).

Isto posto fico a pensar se Cristo não tivesse nascido, o que seria de nós? 

Assine o Blesss

Há alguns anos foi publicado um curioso cartão de Natal, com os dizeres:

 “Se Cristo não tivesse nascido.”

Um pastor adormeceu em seu escritório numa manhã de Natal e sonhou com um mundo para o qual Jesus nunca tinha vindo. Em seu sonho, viu-se andando pela casa: mas lá não havia presentes, nem árvore de Natal, nem guirlandas enfeitadas; e não havia Cristo para confortar, alegrar e salvar.

Andou pelas ruas, mas não havia igrejas com suas torres agudas apontando para o Céu. Voltou para casa e sentou-se na biblioteca, mas todos os livros sobre o Salvador tinham desaparecido.

Alguém bateu-lhe à porta, e um mensageiro pediu-lhe que fosse visitar sua pobre mãe à morte. Ele apressou-se a acompanhar o filho choroso; chegou àquela casa e disse:  “Eu tenho aqui alguma coisa que a confortará”. Abriu a Bíblia, procurando alguma promessa bem conhecida, mas viu que ela terminava em Malaquias. E não havia evangelho, nem promessa de esperança. E ele só pode abaixar a cabeça e chorar com a enferma, em angústia e desespero.

Não muito depois, estava ao lado de seu esquife, dirigindo o ofício fúnebre, mas não havia mensagem de consolação, nem palavra de ressurreição gloriosa, nem céu aberto; mas somente “cinza a cinza e pó ao pó” e um longo e eterno adeus.
O pastor percebeu, afinal, que “ELE não tinha vindo”. E rompeu em lágrimas e amargo pranto, em seu triste sonho. De repente, acordou ao som de um acorde. E um grande brado de júbilo saiu-lhe dos lábios, ao ouvir, em sua igreja ao lado, o coro a cantar:

 
“Ó vinde, fiéis, triunfantes, alegres,
 Sim, vinde a Belém, já movidos de amor.
Nasceu vosso Rei, o Cristo prometido!
Oh, vinde, adoremos ao nosso Senhor!”

Regozijemo-nos e alegremo-nos hoje, porque  “ELE VEIO”! 
Aleluia!  Cristo é o motivo da nossa festa! Cristo é o motivo da nossa alegria! Cristo é o Sentido do Natal.

 
Pense nisso!

Renato Vargens

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

22 COMENTÁRIOS

  1. A bíblia é clara quanto ao fato de que o nascimento de Cristo foi jubilosamente celebrado e comemorado:

    "E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém,Dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo.E, vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria, E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.(Mt 1, 2 e 10 e 11)

  2. Pessoal, não vamos deixar que o paganismo se misture com o verdadeiro cristianismo. O Natal é de origem pagã e ponto final. Não vamos deixar que esse clima de "Natalino", onde as pessoas trocam presentes, realizam ceias, se confraternizam venham macular o genuíno evangelho de cristo. Se o homenageado é Jesus, porque eu e você é quem ganha presente? Canções hiprocritas que falam de paz, saúde e prosperidade de pessoas que nunca tiveram um encontro com Jesus! Uma festa onde as crianças crescem sabendo que Papai Noel existe, mas de Jesus nem houvem falar. Uma festa marcada pelos altos faturamentos dos comércios. Um verdadeiro cristão que anda guiado pelo Espírito Santo não se engana com esse Ritual Pagão!!

  3. Natal e ressurreicao. O que e mais importante? Por que comemoramos a ressurreicao todos os domingos (dia do nosso Senhor Jesus) e o Natal apenas um dia? Biblicamente, alguem explica?

  4. Natal é uma das maiores festas cristãs, junto com a Páscoa!

    Cristo veio ao mundo em uma e se sacrificou por nós em outra

    [ off: Repudio temos que ter as festas judaizantes na Igreja Brasileira!
    Tem gente que é a fim de costurar o véu!]

    Sem mais!

  5. Concordo com tudo o que foi escrito neste artigo, eu tenho árvore de natal enfeitada e comemoro o natal. O problema é que a grande maioria das pessoas desconhece o verdadeiro sentido do natal, pois quando se aproxima o mês de dezembro papai Noel é quem povoa a mente das crianças e até de muitos adultos, apesar de das pessoas ficarem mais sensíveis nessa época, elas pensam mais em presentes, amigo secreto, festas e muita comida. Pastores e pregadores se omitem e não ensinam ao povo qual é o verdadeiro sentido do natal. Edson Coelho escreveu a letra de uma canção que diz assim: "Você já pensou no natal? Não há noite igual a esta! Céu e terra estão em festa, o menino nos nasceu lá em Belém um dia na pureza de Maria. Mas a razão do natal não é banquete, nem enfeites reluzentes, nem a troca de presentes, nem comida e nem bebida, o natal é vida, o natal é vida com Jesus: pois onde houver um irmão em cuja mesa falte o pão, neste mundo desigual, a mensagem do natal é repartir nossa alegria pra que o irmão também sorria".

  6. Quando os magos foram visitar o menino Jesus, Ele não estava mais na mangedoura. Já tinha se passado algum tempo. Em Mt 1.11, Jesus, Maria e José não estavam mais no estábulo, e sim em uma casa que os magos entraram para presentearem Jesus, e logo após a saída dos magos, José foi avisado em sonhos pelo Senhor que fôssem para o Egito, e pouco tempo depois veio a matança dos enfantes. Chegamos a conclusão que os magos não foram ver Jesus no dia 25 de dezembro, e Este, já não era mais um recém nascido. Provavelmente já estava com quase 2 anos de idade, pois foram assassinados por Herodes os infantes com esta faixa etária. Abs. Mariom.

  7. Quanta idiotice este blog ataca por exemplo algumas igrejas praticarem festas biblicas mas nessa ai tah tudo de acordo. Deus não brinca de esconde esconde rapaz se tivesse dito pra comemorar alguma coisa em uma data teria ele mesmo ordenado como sempre fez percebe-se o tamanho da hipocrisia neste blog

  8. Pessoal, isso é questão que não deveria existir.
    O nascimento do Salvador é o maior acontecimento da humanidade!
    Deve ser comemorado, sim, e com muita gratidão.
    Se alguns tiram proveitos comerciais, isso é problema deles. Essa atitude não invalida a minha comemoração sincera por ter recebido o maior presente: Jesus Cristo!
    Ele nasceu! Morreu e ressuscitou! Está vivo!
    Vou comemorar com júbilo o Seu natal!

  9. Eu tenho terror e horror dos anônimos. Anônimo disse isso,anônimo escreveu aquilo,anônimo disse,e etc e tal.
    Vamos lá – acabar com a celebração do Natal que + idiotice é essa? Que esta 'data'foi consagrada a celebrar o nascimento do meu Irmão + Velho é um fato.Agora a distorção do evento tb veio junto,mas o meu Irmão+Velho é lembrado e celebrado e isso é importante,é evangelho tá? Então tá. Tito from brasília.

  10. Se era ou não recem nascido, e se era ou não era o dia 25 de dezembro pouco importa.
    O importante é que os reis magos celebram o NASCIMENTO DE CRISTO, e isso é bíblico, e não há quem possa contestar!

  11. concordo com Suede Santos eu acho que como cristãos evangélicos devemos honrar a Palavra de Deus e seguir risca seus ensinamentos, a bíblia não traz qualquer informação sobre a comemoração do natal. Outra festa que muitos evangélicos comemoram também é a páscoa, ora a páscoa era a festa dos JUDEUS. João 6;4

  12. Murilo de Lima,
    Sua análise está equivocada.
    A bíblia é muito clara que os reis magos comemoraram o verdadeiro natal ( o evento do nascimento do Salvador – Evangelho de Mateus 1-11)
    Voce não consegue ver o natal bíblico, porque está procurando nas escrituras o natal errado, aquele com arvores, papai noel, presentes, chaminés, renas, trenós etc. esse não irás encontrar, posto que é fruto da sociedade de consumo, mas nem por isso o natal verdadeiro deve ser desprezado. Afinal, não desprezamos a pascoa apenas por conta do COELHO e do OVO DE CHOCOLATE, não é amiguinho?
    Quanto ao fato da origem pagã, ora, o conceito de paganismo é a ausência, negação ou ignorancia do Cristo. Logo, a partir da inclusão da mensagem cristocêntrica, deixou de ser festa pagã e tornou-se cristã.
    Se isso é algum problemas, então devemos deixar de usar alianças de casamento, e a noiva se vestir de branco com veu e grinaldo, porque esses constumes são heranças pagas em nossa sociedade.
    A própria organização hierarquica da maioria das igrejas, também advem de antigos costumes pagãos.

  13. Murilo, você é muito jovem.
    Te considerado praticamente uma criança, no sentido positivo da palavra,
    Aproveite sim o Natal, porque é uma época especial no ano para reafirmar a fé e a comunhão com a familia e irmãos.
    Não deixe esses FANÁTICOS RELIGIOSOS obrarem uma lavagem cerebral, contaminando sua alma infantil essencialmente sincera e pura, e que agrada a Deus. É isso que a religiosidade tem destruido, a essencia pura e cristalina da tenra idade.
    Ele não está preocupado se você comemora natais,pascoas ou aniversários, mas apenas com a pureza interior e o amor que somente as crianças conseguem ostentar.
    Forte abraço irmãozinho, fique com Deus.
    Leia sem preconceito o texto biblico que fiz referencia no primeiro comentário em relação a sua opinião.
    Fik com Deus.

  14. Acho curioso ver que há grupos que consideram o Natal uma festa pagã mas comemoram festas de outras religiões, travestindo-as de cristianismo. O Renê Terra Nova, por exemplo, comemora com a sua igreja, no mês de dezembro, a festa do Hanukah em lugar do Natal – está lá no site dele pra quem quiser ver. Comemoram outras coisas do judaismo também, é só procurar que se descobre do que estou falando.

  15. Terra Nova, Valnice M., e muitos outros, em relação a interpretação da Bíblia estão mais perdidos que cegos no meio de tiroteio. Abraçaram a Velha Aliança de vez.

  16. nao tem coisa mais do mal que arvore de natal. Culto ao deus menino – Odin, da historia do Thor.

    Vai estudar um pouco antes de afirmar que tudo eh santo. Logo vao estar dando aula de pole dance na sua igreja e vc vai estar achando a coisa mais legal do mundo.

  17. Senhor Carlos, As arvores também foram usadas para receber Cristo na sua chegada em Jerusalém!
    Vai estudar também, porque daqui a pouco voce estará defedendo a "UNÇÃO DA MOTOSSERA" para exterminar as florestas, apenas porque usavam arvores para culto ao deus nordico Odin.

  18. O PC é uma bênção, pois me faz rir com os seus comentários engraçadíssimos. "UNÇÃO DA MOTOSSERA" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Mariom.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui