Toda ouvidos?

4
412
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Avelar Jr

Esses dias fui a uma consulta médica de rotina num hospital elogiado pelas pessoas de minha região, e, no setor de cadastramento de pacientes conveniados, que me desapontou um pouco, percebi que havia uma caixinha de sugestões para que os clientes pudessem se manifestar a respeito do serviço. Lembrei-me de uma conversa que tive com uma irmã que era membro de uma igreja bem diferente da minha em termos de estilo de louvor e culto.

Assine o Blesss

Ela disse que não se sentia muito bem na minha igreja porque achava muito parada e diferente; e eu, que também não me sentia muito à vontade na dela, cujo barulho me desconcentrava e me atrapalhava em orar. (Eu poderia ter levantado mais defeitos em sua igreja, mas apontei apenas aquele que se contrapunha ao que ela apontou na minha. Convenhamos… há igrejas para todos os tipos de crentes – ainda bem!)

Nossas igrejas normalmente fazem o possível para que tenhamos conforto na hora de adorar e nos sintamos bem. Algumas vão muito longe: querem agradar a todos tanto que, por vezes, já nem pregam mais o evangelho, mas apenas aquilo que seu público busca ouvir, aquilo que parece simpático; cantam aquilo que é sucesso nas paradas, sem levar em conta a sanidade das letras, a ordem na utilização dos instrumentos musicais e a decência em cultuar; criam sistemas de adoração e culto bizarros, baseando-se no princípio de que o público entretido sempre retorna e aumenta. (Já entrei numa igreja, inclusive, que parecia que fazia uma campanha do tipo “todo mundo traga seu instrumento de casa, toquem-nos todos ao mesmo tempo, e vamos ver o que sai”… Não dava para saber o que estavam cantando direito porque as vozes eram abafadas.)

Voltando à caixinha… Eu ainda não vi uma caixinha de sugestões colocada perto da porta de um templo, mas quem sabe essa não seja já uma postura em algumas igrejas? Não que seja mau, muito pelo contrário, pois sugestões de melhoria são sempre bem-vindas. Mas, e quando as igrejas tratam seus membros como verdadeiros clientes e consumidores de seus serviços de fim de semana? Complica. Porque “o freguês tem sempre a razão”.

O público, no geral, exige, demanda –claro – até porque está “pagando”. Então, digamos que as sugestões dessas caixinhas viessem a ser cada vez mais malucas e antibíblicas… A maluquice e a heresia nunca precisaram ser sugestões em igrejas. Bem sabemos que elas só precisam de uma brecha, de uma oportunidade, e se consolidam com um aplauso. Estamos vendo claramente que o culto a Deus está se voltando ao homem, e não a Deus.

Mas o que pretendo destacar é: Será que as igrejas estão preocupadas com o que Deus acha do serviço delas mais que com aquilo que as pessoas que frequentam ou visitam templos pensam?

(É óbvio que seria bastante estúpido construir uma caixinha de sugestões em forma de nuvem junto à porta da igreja e esperar que Deus fosse lá inserir um tablete de pedra com sua vontade gravada nela. Mas, do jeito que a coisa está, eu não duvido também que alguém não já o tenha feito).

Será que as igrejas estão abrindo a “caixinha de sugestões” (para não dizer o “livro de mandamentos” – vulgo: Bíblia) d’Aquele que efetivamente é o dono do serviço, quem o receberia (ou não), e que, por isso mesmo, teria o direito de reclamar, em primeiro lugar (o qual é mais conhecido como Deus)? Ou estão dançando conforme os apelos dos seus frequentadores?

Neste caso, sabemos que a igreja estaria sem rumo, guiando-se por opiniões pessoais (que não são a “voz de Deus”), enquetes, idiossincrasias e vontades voláteis… desprezando o Senhor, o “manancial de águas vivas” e cavando “cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas”. (Jeremias 2.13) …Olvidando-se. Perdendo-se em caprichos…

“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”

***
Avelar Júnior é colunista do Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

4 COMENTÁRIOS

  1. SOU INTEIRAMENTE CONTRA, E AI COMUNGO DA VISÃO DO COLUNISTA, COM RELAÇÃO A OUVIR O PUPLICO NA AREA DE ENSINO DA PALAVRA. PORÉM NA AREA ADIMINISTRATIVA DA IGREJA, É NECESSARIO TIRAR O
    PODER ABSOLUTO DO PASTOR, O QUE ACONTECE EM MUITAS DENOMINAÇÕES. ESSA FALTA DE OUVIR NA AREA ADIMINSTRATIVA, TEM CRIADO UMA IGREJA ALTAMENTE CONTEMPLATIVA, MAS LONGE DOS POBRES, DISTANTE DOS SOFREDORES, AMIGA DAS REUNIÕES SOLENES, VIVENDO UMA RELIGIÃO DISTANTE DA REALIDADE HUMANA. AQUELE QUE DIZ QUE AMA DEUS E
    ABORRECE O SEU IRMÃO, AINDA ESTA EM TREVAS. QUEM NÃO AMA NÃO CONHECE A DEUS. QUEM TAPA OS OUVIDOS AO CLAMOR DO POBRE, CLAMARÁ E NÃO SERÁ OUVIDO. QUEM SABE, OS PASTORES ESTÃO PRECISANDO
    DEIXAR DE LER O EVANGELIO NOS ALTARES DA VIDA, E COMEÇAR JUNTAMENTE COM SUAS IGREJAS, A LER E APROFUNDAR O EVANGELIO, NAS FAVELAS, NAS PALAFITAS, NOS LIXÕES, NOS LUGARES QUE OS ENGOMADINHOS DE TERNOS, NÃO VÃO. AI, TERIAMOS TEOLOGOS, COMPROMETIDOS COM O EVANGELIO DE CRISTO. A MENSAGEM É ESSA: O REI, JESUS, DEIXOU O CEU, PARA CONHECER A REALIDADE HUMANA, NA PRATICA DO DIA A DIA. POR ESSA RAZÃO VIVEMOS UMA IGREJA DE APAREENCIA, OS PASTORES DEVERIAM FAZER,COM QUE SEUS REBANHOS FIZESSEM UM TUR, ESPIRITUAL POR ESSES LUGARES, AI A IGREJA COMEÇARIA A SE CONVERTER AO EVANGELIO. SEM ISSO, A IGREJA CONTINUA DO GEITO QUE ESTA. EU LOUVO A DEUS POR QUE A IGREJA DE CRISTO, NÃO É ESTA IGREJA INSTITUCIONALIZADA, MAS É CADA INDIVIDUO, QUE VIVE PARA DEUS E PARA O PRÓXIMO. SE NÃO FOCE ASSIM, NÃO HAVERIA MAS ESPERANÇA. QUE DEUS ABENÇOE A TODOS, E QUE POSSAMOS VOLTAR AO EVANGELIO DA SIMPLICIDADE. AMEM.

  2. Avelar,

    Concordo com você quanto ao silêncio. Muitas pessoas também criticam a PIBBVC por isso. (primeira igreja)
    Porém nunca senti tanta paz, em quase 6 anos, somente há um ano tenho desfrutado de uma paz nos cultos,(tempo que estou nesta igreja) e tenho me alimentado de pura palavra em culto totalmente cristocêntricos, graças a Deus.

    Bom, boa pergunta fazes, o que será que Deus pensa disso tudo?
    Amanhã em Belém terá a proscissão da senhora de nazaré, o Círio, que para os paraenses é até mais importante que o natal. Antes de entrar aqui na net eu refletia: Será que eles não se dão conta mesmo do que Deus pensa disso?…Então, lendo o teu texto lembrei que eles são "cegos", "ímpios", pior os que se dizem "servos", será que se dão conta do que o Senhor pensa acerca disso:
    Do culto que agrada a homens? Do pragmatismo e do entretenimento?
    Da cegueira do povo? Dos que amam tanto a "obra " que se esqueceram do Senhor da "obra"?
    Daqueles que querem cargos e títulos, que acham que trabalhar p o Senhor é estar à frente de algo no "templo"?
    E outra, conheço igrejas que tem caixinha de sugestão viu, misericórdia!!

  3. Há igrejas que pouco se importam em servir ao Verdadeiro Deus,pois fizeram para si vários deuses.E se tornaram como eles:cegos e surdos.Incapazes de fazer o bem.Se tornaram imóveis,quanto à vontade de Deus.Gostam de ser bajulados,"babados",e servidos.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui