Série Exejegues: Desvendando o segredo de Mical

21
253
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Daniel Clós Cesar

Delimitando o tema:

Assine o Blesss
Exegeta é aquele que interpreta uma lei, um oráculo, um sonho etc. No meio cristão é o “famoso” interprete da Palavra. Regularmente, muito regularmente eu diria, as ovelhas que se alimentam nesse pasto pisoteado e cheio de adubo humano que o evangelicalismo brasileiro, recebem interpretações absurdas e tendenciosas da Palavra. A Bíblia que devia ser lida e compreendida por meio do Espírito Santo e apenas um apoio para as mais estúpidas leituras e criações do espírito humano caído.

Hoje é o primeiro capítulo, ainda não sei quando será o segundo, infelizmente não deve demorar. Afinal, a igreja brasileira é uma fábrica de religiosidade e mentira. Nesse meio surge o “exejegue”.

Desvendando o segredo de Mical

As feministas estão certas numa coisa: no passado só homem mandava. Azar o delas ter mudado tanto (calma, foi só uma piada). Nos tempos antigos da antigüidade, quando Saul ainda reinava em Israel, Golias ainda tinha a cabeça presa ao pescoço e cem filisteus ainda mantinham seus prepúcios, mulher alguma escolhia seu marido, sua profissão ou sua nova residência. Era assim que funcionava… até onde sei e estudei no meu tempo de faculdade… sempre foi assim. Pode ter havido um que outro caso… mas nada muito significativo a ponto de mudar o comportamento de uma sociedade.

Quando então vemos a história da princesa Mical, filha de Saul, vemos que ela foi uma privilegiada. Não por ter sido trocada por cem prepúcios importados da Filícia, mas porque, conforme a Palavra de Deus, ela amava a Davi, aquele que havia conquistado o direito de se casar com ela.

Pois leiam os seguintes versículos:

“Mas Mical, a outra filha de Saul amava a Davi; o que, sendo anunciado a Saul, pareceu isto bom aos seus olhos.” (I Sm 18.20)

“E viu Saul, e notou que o SENHOR era com Davi; e Mical, filha de Saul, o amava.” (I Sm 18.28)

Por amar a Davi, Mical também enganou seu próprio pai e arriscou a sua vida pelo futuro rei de Israel. Como pode ser lido no capítulo 19 do livro de I Samuel (se duvida abre a Bíblia e lê).

Apesar desses e de outros versículos que podemos ler nos livros escritos pelo profeta Samuel sobre a história de Davi e Mical, não é assim que a apóstola(?) e matriarca(?) Ana Marita Terra Nova pensa. Seguindo a linha de raciocínio extra-espiritual e de exegese de seu esposo (leia aqui), a dona Ana Marita apresenta uma perspectiva tão particular sobre a razão de Mical ter desprezado Davi que surpreenderia até mesmo à própria.

Esta sra. sugeriu que as pessoas desconhecem a origem de amargura de Mical que a fez desprezar Davi enquanto ele dançava (II Sm 6.16, I Cr 15.29). O real motivo foi o fato de lhe ter sido “roubado o direito de escolher um casamento.” (sic)

Sério? Deixa ver se eu entendi: Mical tinha direito a escolher um casamento, mas seu pai Saul não deixou. Pelo contrário, a obrigou a casar com alguém que ela não gostava, afinal, era inimigo de seu pai.

Nessas horas tenho vontade de entrar no templo com um chicote de cordas quebrando as banquinhas de todo mundo. De dizer: Senhor! Até quando permitirás que usem Teu Santo nome assim? Porque não te vingas?

Obviamente algum pós-moderno dirá: Onde está teu amor? Te respondo cabrito: Meu amor e meu zelo são para com o Senhor. Meu amor e minha longaminidade (que é bem limitada) são para com aqueles que são enganados. Quanto aos de mente cauterizada que deturpam a Palavra de Nosso Senhor e costuram o véu expondo novamente meu Cristo à vergonha da cruz sou determinado como Paulo:

“Se alguém não ama ao Senhor, seja maldito. Maranata!” (1 Co 16.22)

***

Daniel Clós Cesar é mais um militante virtual que ajuda desmascarar a apostasia no Púlpito Cristão
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

21 COMENTÁRIOS

  1. Veja só qunta loucura. Isso foi no seminário "mulheres de honra" aonde a "bispa" Sônia, mulher de honra segundo Terra Nova, estava também presente? Olha no que dá não é?
    Daniel, eu só tomei conhecimento deste fato essa semana quando fui fazer uma pesquisa mais profunda sobre dança nas igrejas. Muitos usam esse argumento de que Davi dançou, foi então que "enxerguei" este versículo e tomei conhecimento de que Mical desprezou Davi ao vê-lo dançar.
    Essa dona Marita!!!

  2. sugiro que use a tradução do versículo onde se lê:

    "Se alguém não ama ao Senhor, seja anátema. Maranata!" (1 Co 16.22)

    só por questões de fonética e rima mesmo. risos

    qto à exejegue utilizada pela sra. Marita, achei, Daniel, seus argumentos pertinentes e coerentes, e vou ratificar seu post.

    [ ]s, apz.

    wally, do blog

    Desafiando Limites.

  3. Só Jesus, é isso que acontece quando interpretamos textos, e não damos pelo menos uma olhadinha básica no contexto. É pra acabá mesmo, onde vamos parar? Será que a simples pregação da palavra não é suficiente para termos que inventar coisas que não existem? Tem gente que, ao tentar interpretar o texto sagrado, tenta achar cifre em cabeça de cavalo!
    Em meu blog tenho uma "série" também, mais ou menos neste estilo, que se chama "chavões heréticos de pregadores que não tem o que dizer". Mas é por ai mesmo meu irmão, tá complicado o negócio! Temos que estar alertas!

    "Portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas." Mt 10:16

    Fica na benção!

    Blog Emunah: http://falandoemunah.blogspot.com/

  4. Vocês não entenderam a pobre da mulher….Ela deve tomar chá do santo daime, fica muito doida, e sai tentando interpretar textos. rsrsrsrsrsr, Só pode ser isso, porque em sã consciência ninguem faria uma interpretação assim.

  5. Na verdade minha indignação é em ver que é tudo tão, tão óbvio porque todo mundo não vê, pelamordedeus, qualquer um pode ver que eles manipulam a palavra em beneficio

    próprio, e as vezes com intuitos tão…

    affffffffff me retei agora viu (sou da Bahia, é assim que se fala por essas bandas, quando alguém está “retado”, hehe)

  6. isso não chega nem ser exegese, algumas pessoas simplesmente colocam uma camisa de força no texto bíblico para falar o que bem entendem ! Infelizmente temos visto algumas personagens da Bíblia sendo "maltratados" sem ao menos esses "exegetas" terem o cuidado de ler o contexto, dia destes ví um pregador da prosperidade detonar a esposa de Jó, dizendo que ela era desviada, louca e mais um monte de coisa, esquecendo de ler que a mulher tinha acabado de enterrar seus 10 filhos…
    é mesmo lamentavel…
    Como disse um ensinador, alguns dias atrás, a respeito da igreja : A Igreja brasileira está precisando de mestres, comprometidos com o reino e não com sua conta bancária…

    fiquem na paz

  7. Mas sabe pq acontece isso? Pq o povo tem preguiça de abrir a Bíblia e conferir.
    Vai entrar na igreja com azorrague? Aproveita para dar umas chicotas nesta crentaiada sem vergonha que GOSTA de comer lixo podre.
    Abraço

    (em tempo: longaNI MIdade)

  8. Oi wally… pois minha Bíblia tem essa tradução que tu sugeriu, mas para o pessoal que tem dificuldade em entender coisas tão básicas achei melhor uma tradução mais contemporânea.

    Leonardo… como eu queria que esse fosse primeiro e último… mas só hoje já li uma meia dúzia de novas "exejegues".

    Esses gedozistas…

  9. Desculpa a pergunta, mas o autor do exejege ouviu a pregação, ou fez seus comentários a partir do resumo lido no blog? Eu não ouvi a pregação, e fiquei curioso, porque o erro é muito óbvio. tem uma coisa estranha em 1 Sm 25:44!!! Será que não é isto?

  10. O que tem de estranho?

    O irmão conhece toda a história? Veja o motivo porque Saul deu Mical a Palti.

    Quanto ao contexto da pregação, a sra. Terra Nova está se referindo ao desprezo de Mical por Davi e não "desprezo" de Mical por Palti.

    Não consigo ver nada de estranho no texto de 1 Samuel, apenas na pregação da sra. Terra Nova.

    E sim, minha análise foi feita apenas pelo que li no blog do sr. Terra Nova.

    Eu não entro em terreiros de umbanda, centros espíritas ou templos gedozistas.

  11. Aí vão algumas pérolas, se vocês quiserem postar meu comentário:
    1) Já vi pastor ensinar que os que estão
    vestidos com vestes brancas e palmas nas
    mãos – AP 7.9 – na verdade serão muito
    aplaudidos no céu porque venceram a grande
    tribulação.

    2) Já vi pastor pregar que a Árvore da
    Ciência do bem e do mal era o dízimo
    de Adão e Eva para o Senhor.

    3) Já vi pastor pregar que o pobre Lázaro, o
    que
    comia das migalhas do rico, foi o culpado
    do rico não ser salvo, porque
    não deu bom testemunho para o rico.
    4) Já vi pastor pregar que Jesus na cruz pagou o
    nosso débito para o diabo.
    5) Já vi pastor pregar que na igreja primitiva
    eles davam tudo para o sacerdote. Este pastor
    estava induzindo a igreja a entregar tudo
    para o sacerdote, no caso o pastor líder da
    igreja.
    6) Já vi pastor pregar que MICAL zombou de Davi
    quando dançava trazendo a arca,
    porque ele estava com o bilau de fora,
    porque naquele tempo não havia sunga e nem
    cueca(isto eu ouvi no seminário).
    E, outras tantas mais que não me lembro no
    momento.

  12. Também tem mais esta pérola: que os apóstolos
    não enricaram porque não quizeram exercer a
    dé na vida deles nesta área. Que Jó sofreu
    porque Jesus ainda não tinha vindo, e que
    agora não existe mais essa de ser provado.

  13. Olá Daniel, recebi um e-mail de um amigo com seu artigo.
    Concordo com os abusos que alguns fazem hoje, interpretando a Bíblia tendenciosamente, para favorecer seus pensamentos e projetos.
    No entanto, tomo a liberdade de comentar que, o trabalho exegético não é um problema em si mesmo. É uma ferramenta hermenêutica importante que auxilia na compreensão do texto e da espiritualidade. A idéia da palavra "exegese" é: tirar de dentro para fora; ou seja: Pelo Espírito Santo e com o auxílio de técnicas como a exegese, ouvir exatamente o que Deus está dizendo. Nada mais nada menos; afinal temos uma distância histórica e cultural de 4000 anos em alguns textos, e precisamos de ferramentas hermenêuticas que compensem essa distância.
    Quando se faz uma interpretação viciada da Palavra, não aconteceu a "exegese", mas uma "eixegese".
    Ao contrário da 'exegese', a 'eixegese' é a inferência nas verdades do texto, ou inserir de fora para dentro; o contrário da exegese.
    O trabalho exegético é sério, técnico e científico, e auxilia na compreensão da espiritualidade do texto Bíblico buscando a verdade de Deus sem interferência humana.
    Já existe um termo para se referir à inferência humana na interpretação, e é: 'eixegese'.
    Os exegetas são homens de Deus que fazem um trabalho duro para ajudar, na direção do Espírito Santo, na manutenção da Sã Doutrina de Cristo.
    Espero ter contribuido.
    Deus nos ajude a sermos fiéis.
    Deus te abençoe
    Paulo Moral, Londrina-PR

  14. Paulo

    legal sua contribução, mas acho que não entendeu o espírito "da brincadeira". EXE"JEGUE". A idéia não é fazer uso correto do termo, mas utilizá-lo de forma sarcástica.

    semeador12

    Realmente fiz citação errada, falava do livro de Crônicas, escrito provavelmente por Esdras e não Samuel. Me empolguei enquanto escrevia e troquei livro por autor.

    Bem anotado por você.

    Paz

  15. Bem a bíblia diz que David dançava descoberto, mas não consigo acreditar que o bilau dele estivesse aparecendo. Ele era muito reverente diante o Senhor, mesmo ele mudando a forma litúrgica de se louvar a Deus em Israel – acho que ele não teria coragem para tal. Bilau de fora é demais, não? Na verdade o que deu em Mical? Algum de vocês poderiam nos esclarecer? Será que ela estava na TPM? (esta pérola é minha)

  16. Agora entendi, Mical se escandalizou com David por causa do seu bailado diante dos servos e servas. Mical esperava da parte de Davi uma compostura real. Descobri a pólvora.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui