O meu louvor não é extravagante

37
1177
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Renato Vargens

Assine o Blesss
O louvor da sua igreja é extravagante? Não? Então você está fora do mover de Deus. É exatamente isso que algumas pessoas têm dito àqueles que não aderiram a um dos mais novos métodos de adoração. 

Segundo os adeptos desta grave distorção teológica, adoração extravagante é adorar a Deus com liberdade para pular, gritar, correr, além de fazer o possível para chamar a atenção de Deus. Para os seguidores desta nova prática, sempre que ousamos fazer algo novo e extravagante para Deus, agradamos ao Senhor. Um exemplo claro deste tipo de adoração é a canção “estravagante sou” composta pelo  Ministério Sarando a Terra Ferida”

“Com extravagância venho te adorar
Meu coração anseia por te encontrar
Quero exaltar teu santo nome
Vem com tua glória aqui
Encher este lugar…
…Como miriam pra ti dançarei
Como davi pra ti saltarei
Eu faço parte do povo escolhido
Pra te adorar
Extravagante sou e pra sempre serei!
Extravagante!”


Pois é, infelizmente o que essa galera quer é pular, saltar, correr, virar cambolhata, diversão, circo e show.


Para o adorador extravagante, o verdadeiro adorador voa como águia, ruge como leão, salta como coelho, canta de costas para o público, além de rolar pelo chão quando tocado por Deus. Para os adoradores extravagantes o que vale é romper com os paradigmas religiosos, manifestando através do louvor congregacional uma adoração desprovida de frieza espiritual. Segundo estes, tudo é válido desde o riso incontido ao choro histérico por parte dos adoradores.

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? Em nenhum momento as Escrituras Sagradas nos ensinam a cantar extravagantemente. O Novo Testamento não nos concede respaldo teológico para que entoemos cânticos cuja inspiração seja de cunho delirante. Sinceramente estou cansado destas invencionices transloucadas fabricadas por individuos interessados em “roubar” a glória de Deus.

Prezado amigo, alguma coisa precisa ser feita URGENTEMENTE. Não dá para continuarmos achando que estamos experimentando um avivamento em nosso país. Chega desta loucura gospel, não quero mais ouvir canções teologicamente distorcidas, cujo conteúdo é uma afronta ao Soberano Deus.
Definitivamente eu não sou extravagante.
Renato Vargens
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

37 COMENTÁRIOS

  1. Confesso que fui assim por uns três, seguindo o "ritual" da adoração radical totalmente extravagante, e vivi somente de emoções, sem uma boa base e estrutura do verdadeiro Cristianismo.

  2. Pastor Renato,
    No salmo 150:4 ? Aliás o salmo inteiro.
    e o salmo 149:2, 3,5 ?
    E Davi? Ele exultou de alegria quando a arca voltou a Jerusalem lembra? E o que ocorreu com Mical ao repreende-lo? Ficou estéril. Temos que ter cuidado irmão. 2samuel 6:14,15, 23.
    Qual o significado da palavra exultar de alegria( não dá para exultar com amarrado no banco da igreja. Ou dá?).
    Não defendo bizarrices. Também acho que tudo deve ser feito com decência e moderação. Mas tem que ter alegria. A bíblia não condena pular gritar, dançar, como provei acima com os textos

  3. Não sou adorador extravagante!
    Não berro na igreja, não corro e nem pulo!

    Pra mim músicas como essa e aquela da dupla
    Sandy & Júnior, "Vamo pular!" são do memso tipo
    A da antiga dupla pelo menos é sincera!

    Essa daí, mascaram-se, afirmando ser adoração
    e como gostam de dizer adoração extravagante, o quê pra mim é uma grande falácia!

  4. Mas o que é adoração? Tanto no AT quanto no NT o termo adoração significa inclinar-se, prostrar-se diante de; ajoelhar-se, prestar homenagem ou reverência a alguém, seja para expressar respeito ou para suplicar. Adorar significa uma atitude reverente que se expressa atribuindo valor ou mérito. Vejamos o Salmo 96.7,8. "Tributai ao Senhor, ó famílias dos povos, tributai ao Senhor glória e força. Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome; trazei oferendas, e entrai nos seus átrios".

    Adoração é uma reação ativa a Deus. Deus se revela e o homem reage a sua revelação adorando-o com fé. Porém, em geral somos até bons ouvintes, mas fraquíssimos em praticar a Palavra de Deus. Ficamos extasiados com a graça de Deus, mas não respondemos coerentemente a essa graça, obedecendo-lhe naquilo que nos manda obedecer. Será que a causa de uma pessoa não ser achada por Deus como verdadeiro adorador é que essa pessoa não vive a adoração como estilo de vida, mas como o resultado apenas de um momento?

    O padrão de Deus não mudou, Deus busca adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Essa é uma condição sine qua non na adoração: ser uma nova criatura em Cristo, regenerado pela Palavra de Deus. A adoração em espírito e em verdade depende primariamente do novo coração recebido pela fé na nossa inclusão em Cristo na sua morte e ressurreição. Deus não busca adoradores fora do seu reino, porém não são todos os do reino que são encontrados como adoradores.

    Jesus classificou os adoradores em três tipos: os samaritanos que adoram o que não conhecem – ninguém se relaciona bem com quem não tem intimidade; os que conhecem, mas vivem num conhecimento teórico sem relacionamento profundo, e os que adoram em espírito e em verdade. A adoração verdadeira baseia-se no conhecimento e no amor. Deus só pode ser adorado se for conhecido e amado. O salmista convoca o povo de Deus para adoração dizendo: "Sabei que o SENHOR é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio". Salmos 100:3.

    Podemos criar muitas desculpas para não adorarmos a Deus. Podemos dizer que se o local fosse mais bonito e confortável poderíamos adorar de verdade. Podemos dizer que se a igreja tivesse mais calor humano e comunhão poderíamos adorar de verdade. Ainda podemos dizer que se a equipe do ministério de adoração fosse melhor em qualidade, poderíamos adorar com excelência; se os cânticos fossem mais contemporâneos ou mais tradicionais, então poderíamos realmente adorar. O que realmente é importante? A forma ou o conteúdo? "Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos, porque não ouvirei as melodias das tuas liras". Amós 5.23.

    Um rapaz de nossa comunidade me perguntou: Como posso saber se o que estou fazendo está certo ou errado, se é pecado ou não? Respondi: Não há possibilidade de uma pessoa andar com você o tempo todo para te responder às situações. Se você não tiver um relacionamento íntimo com Deus, não saberá e não dará ouvido quando o Espírito Santo falar com você. Da mesma maneira alguém pode perguntar: Como posso ser um adorador verdadeiro? Posso responder: quando você tiver um relacionamento de amor para com Deus este relacionamento o levará a adorá-lo em espírito e em realidade dia-a-dia.

    O texto principal de nossa meditação diz: "porque o Pai procura a tais que assim o adorem" (v.23b). Você e eu temos sido encontrados continuamente por Deus como verdadeiros adoradores? Façamos uma profunda avaliação afim de que possamos entender o que Deus é e o que nós somos, e assim adorar ao nosso Deus em espírito e em verdade. (EGC)

    Graça e Paz,

    JB

    VISITEM: http://www.esnips.com/web/CRISTAO

  5. Renato e Léo, queria saber alguma relíquia que vocês gostam de ouvir, fico bobo com tanta coisa boa de se ouvir que estou conhecendo dia após dia, mas se vocês colocarem alguma coisa aqui vai facilitar minha procura.

    É muito bom sentir meu coração se satisfazendo nEle, ouvindo coisas que são de bom agrado á Ele!!

  6. Amados,adoraçaô é tudo isso que o Pr disse e mais:Adoraçaô é serviço ao Soberano Senhor,com Temor Reverente.
    Louvor tem como palavra chave-gratidaô.Essa palavra estravagante me faz mal. Que Jesus, volte logo, amem?

  7. Já participei de uma igreja assim, porém eu não buscava a Deus dessa maneira.

    Agora sobre isso ser correto ou não, acho que o papel do pastor é cuidar da sua própria igreja e não dar palpite na outra. Já existem milhares de igrejas para isso, cada um abre uma e cria suas próprias "regras", justamente para que cada pessoa se sinta bem onde está, seja chorando, pulando, rolando ou calado, sem dizer uma palavra. Cada um chega a Deus de uma maneira.

    O problema é que o que menos existe nesse meio gospel é ética.

  8. Espero que tenha a mesma paciencia que tive ao ler o seu texto para com o meu comentario ;D

    Com certeza… Como disse o Rev. Hernandes Dias Lopes em um dos seus livros, parafraseando: "Louvor que apenas saltita e pula e não é acompanhado de compromisso e vida de santidade não é o que agrada a Deus"
    Porém, como o Alex Metello propôs sabiamente com os textos, existe sim, adorar livremente, porem com decencia e reverencia na presença de Deus, digo reverencia e não FRIEZA RELIGIOSA.

    "Se" o amado Pastor for piedoso e "humilde" o suficiente para isso, aconselho para q tenha melhor esclarecimento, o livro "Adoração Extravagante" da Darlene Zschech.
    E deixe o Espírito Santo ministrar ao seu coração…

    Não defendo bizarrices. Também acho que tudo deve ser feito com decência e moderação. Mas tem que ter alegria. A bíblia não condena pular gritar, dançar, como o Alex provou com os textos…

    Estamos sim… longe do Avivamento, mas temos que oferecer TUDO de nós para o SENHOR como em Rm 12.1-2.

  9. A Palavra de Deus nos revela que há falsos adoradores,no meio dos verdadeiros, assim como exite sempre "joio no meio do trigo", se assim não fosse por que citaria que Deus está em busca de verdadeiros adoradores(Jo.4:23b)?
    É preciso que não se faça a título de "agradar a Deus", o agrado "as coisas do mundo", pois em Tg. 4:4, há claramente um alerta sobre isso. Devemos a cada dia, adorarmos mais e mais o Senhor Nosso Deus, mas com muita decência e muita reverência.
    Existem cantores(as), que em busca de aparecerem no "cenário artístico gospel", cometem "verdadeiros excessos mundanos" dignos de repulsa. É precioso o louvor alegre, "pulante" ou não, mas acima de tudo, que seja realizado com parcimônia, para que possamos realmente agradar a Deus, para que o louvor chegue com um cheiro suave as "Santas Narinas de Deus".
    Davi pulou e dançou com alegria, desagradando a Mical, mas não desagradou a Deus, pois sua alegria, era decente e reverente ao Senhor Nosso Deus.
    Cabe aos cantores terem,ou tomarem um pouco mais de "simancol", e terem total reverência a "Arca da Salvação" que é a Igreja, respeitando o "Solo Sagrado" que estão e apresentando, pois não estão num palco e sim na Casa de Deus.
    Que Deu tenha misericórdia deles e também de nós.
    Pr. José de Carvalho
    Ministério Água da Vida-SE.

  10. Deus não Se sente atraído com pessoas que pulam, rodopiam, caem, gritam, ou tentam fazer qualquer coisa para impressioná-Lo.

    Deus Se comove profundamente com quem vai aonde os pobres estão, lhes ampara prestando assistência material e espiritual. [Sl 112.5-10; Tg 2.14-17]

    Chamamos a atenção de Deus quando damos bons conselhos e ainda mais OUVIMOS E SEGUIMOS bons conselhos [1Pe 1.13-15]; quando nos apegamos às coisas que são do alto, que edificam, e não às coisas terrenas, como se nossa pátria permanente fosse aqui. [Hb 13.14; Cl 3.1]

    Deus Se sente atraído por pessoas que procuram mudar de caráter e não por pessoas que procuram campanhas aqui e ali para mudar o saldo da sua conta bancária. [1Ti 6.10]

    Deus Se sente atraído por corações quebrantados, não por corações extravagantes [Sl 34.18; Sl 51.17].

    O Aurélio define o extravagante como aquele "que anda fora do seu lugar; singular, original, estrambótico, excêntrico, esquisito, extraordinário. ESTROINA. Excêntrico" (Grifo meu). Deus não procura gente que quer adorar assim, mas gente que adora em espírito e em verdade [Jo 4.23-24]. Ele não procura adoradores extravagantes. Ele procura servos fiéis [Sl 101.6].

    Deus Se comove com a sinceridade, com a obediência à Sua Palavra, com a busca para ser como Jesus. [Jo 15.5-6]

    E definitivamente, Jesus não Se esforçava para chamar a atenção de Deus fazendo coisas movidas por emoção, mas vivendo e vivenciando a santidade, o bem, o verdadeiro amor de Deus, as Sagradas Escrituras, de forma tão reverente e simples a ponto de tantas pessoas se sentirem seguras para confiar nEle.

    Quem diz estar nEle, não deve viver adorando com extravagância, mas deve andar como Ele andou. (1Jo 2.6)

  11. Renato,

    Adoração extravagante é manifestar sua algria de cultar, adorar ao Senhor.
    Adoração é um estilo de vida, vc ser a contra-mão do mundo é ser um adorador. O Senhor deseja encontrar pessoas que tenha um estilo de vida (santidade).

    Cantar, pular, celebrar e uma forma de adoração ao Senhor II Samuel 2:14 – Davi dançava com todas as suas forças. Obs.: todas as adorações deve ser moderada perante a igreja, para não termos excandalos, mas o Senhor sonda o coração dos homens.

    Foi infeliz e manifestar uma opinião sobre o Ministério Sarando a Terra Ferida, apesar de não conhece-los, o texto acima distorceu o que chamamos de adoração extravagante.

    grande abraço Renan Silva

  12. Amados, mais uma vez serei chato em dizer que temos que ser apologistas, mas não extremistas. Temos que ser como a bíblia diz: moderados. Não concordo com as bizarrices que tem ocorrido no meio evangélico, com certeza isso tem denegrido a imagem dos verdadeiros adoradores. Porém, não posso deixar de dizer que minha adoração é intima com o Senhor, e se eu me alegro n'Ele quando estou o adorando e pulo, ou choro, ou sinto alegria, ou falo alto, para externar meu gozo n'Ele, sem exageros bizarros, não vejo mal algum nisso. Quando vemos que os discípulos foram chamados de bebados no pentecoste, com certeza parados como uma estátua, cara fechada séria querendo mostrar superioridade espiritual, como muitos fazem, tenho certeza que não estavam. Mas com certeza estavam se alegrando e exaltando o nosso Deus, e o louvando. Com certeza os conhecedores do custume Judaico sabem como o judeu louva, com palmas saltando e pulando na presença de Deus. E o que dizer do paralitico na porta formosa, que entrou saltando de alegria. Veja que somente citei exemplos do Novo Testamento, para não dizerem que isto era somente no antigo. Fora que a glória de Deus era tamanha em Corinto, que o próprio apostolo Paulo teve que chamar a atenção para que houvesse um pouco de ordem. A ordem tem que ter, mas não podemos impedir as pessoas de adorarem a Deus e se alegrarem, pois fazendo isso, teremos somente uma igreja formalista, sem manifestação de alegria, e de poder. Sendo pentecostal, fui obrigado a comentar. Até parece que vocês são tradicionais!

    Blog Emunah: http://falandoemunah.blogspot.com/

  13. Tolinhos… ignoram que nada possuímos de atrativo para Deus… nada de nossa parte chama a atenção de Deus, pois TODAS as nossa obras são trapos de imundícia… inclusive nossas extravagâncias para chamar sua atenção (versão gospel de "pendurar uma melancia no pescoço")… a única coisa que faz Deus se voltar ao homem é Seu amor por nós mesmo sendo ainda pecadores… ou seja, até para termos a atenção de Deus dependemos dEle!

  14. Agora teremos "aulas" de como adorar a Deus?
    Por acaso a Palavra de Deus não nos diz que 'onde o Espírito está, aí há liberdade'!?

    Renato, creio q vc está se preocupando mais com as outras igrejas do q com os perdidos!
    Você tem certeza que essa sua opinião está certa (100%), pq se vc estiver errado quanto a criticar esse tipo de adoração, e essa msma adoração for do agrado de Deus, estará trazendo condenação sobre si mesmo! pense bem nisso!
    Tem tantos perdidos que precisam de você, e vc procurando erro nas igrejas!
    Deus abençoe

  15. Um baterista teve a ideia de tocar extravagantemente, um baixista teve a mesma ideia. Juntou-se a eles um guitarrista que sabia alem das tres notas. Um vocalista ouviu e cantou extravagantemente. Nascia o death metal.
    huahuahuahuahua. comentem, mas tenham humor…

  16. Entrei boazinha em culto de uma igreja extravagante, era tão extravagante que o pastor disse que só conhece o poder de Deus aqueles que pulam, dançam. O exagero foi tanto que o salão ficou vazio porque afastaram todas as cadeiras. As velhas ficaram sacudindo as peitolas, frenéticamente. Horrível. Um caos. Conclusão sai de lá com uma insuportável dor de cabeça, e pensando sèriamente que aquela igreja não era para os aleijados e acamados. Essa extravagância é uma hipocrisia, pois eles ficam forçando a barra prá mostrar que estão muito alegrinhos com Jesus e cheinhos do Espírito – quando o Espírito manifesta é diferente, mas quando é o festival da carne , coloca intragável nisto.

  17. Meus amados, a Palavra diz: sem santidade ninguém verá a Deus.
    Agora, por alguns instantes apenas, tentem imaginar os anjos dançando happy diante do trono do Altíssimo.
    Simplesmente impossível.

  18. Fui pro dicionário.Ser extravagante. Significa ir além dos limites razoáveis, ser extremo, excessivo, ultrapassar o limite e ir além… enfim, todos estes sinônimos deixam claro a conotação de exagero e porque não dizer até de excentricidade.. tipo de ser algo mais, de ser fora do comum… resumindo: Pra mim tudo que vira exagero sai fora do ponto de equilibrio, ou da temperança ou da moderação como quiserem… Não posso definir como Deus gostaria de ser chamado atenção simplesmente porque não podemos definí-lo porque se pudéssemos ele não seria Deus, mas podemos percebê-lo e o Deus que percebo é um Deus equilibrado, da balança, da justiça, nem tanto ao céu, nem tanto ao mar… não percebo exageros em Deus somente balança de justiça equilibrada, então eu pergunto para que exagerar? Será que Deus é surdo pra eu ter que gritar ? Que Deus é cego que preciso pular pra chamar a atenção dele ? e quando falamos de alegria a idéia que tenho qdo Neemias fala que a Alegria do Senhor é a nossa força, é de algo constante, que vivemos dia a dia com essa alegria e não por um momento que decido ficar alegre e extravasar num delírio muito mais terapêutico e de sentimento egoístas porque a preocupação acaba sendo muito mais de eu me sentir bem do que homenagear a Deus…
    Enfim eu pergunto pra se homenagear a Deus é necessário fazer estrepulias semelhantes a de uma criança no parquinho ?
    Poxa gente, não sou dono da razão mas vamos pensar francamente, usar o bom senso, não precisa nem consultar o Espírito Santo pra isso, basta olhar o descrédito que muitas igrejas que dizem representar Jesus estão tendo lá fora com as pessoas que gostariam de entrar em nossos cultos e receber algo consistente, que traga esperança a ela e que a faça acreditar que cremos em um Deus que é equilibrado e não em um Deus que gosta de exageros e estripulias …
    Eu pergunto para os que chamam isso de se alegrar e gostam dessa festa pessoal no momento de louvar a Deus: O que a gente consegue com essas gritarias e pula pulas além de um momento de emoção e uma terapia efêmera que dá uma sensação passageira de que a emoção que sentimos é a presença de Deus ?
    Gente não sou dono da razão, eu quero me alegrar com Jesus, mas vamos ser complascentes vai, pôe a mão na consciência e pergunte pra vc mesmo no que a extravagancia muda sua vida pra melhor ?
    e mais, sem falar que quando sou excentrico ou exagerado demais, chamo a atenção pra mim e não pra Deus ? Quem afinal de contas queremos adorar e reconher que deve ser o único a chamar a atenção ?
    Eu fico triste de saber que cristãos que louvam o mesmo Deus, que usam a mesma bíblia, é tão dividido e tão cheio de oposições… fico triste porque isso reflete no mundo fora da igreja como um povo que não se entende, que discute seus interesses próprios até na hora de adorar a Deus…
    Meu Deus do céu, se eu for na sua igreja e vc é extravagante quero louvar com vc tbm e respeitar seu jeito, só por favor não me force a pular e a gritar porque sinceramente não sinto que Deus esteja preocupado com isso, pq obedecer é melhor do que sacrificar sempre…

  19. "Extra": aquilo que extrapola, que ultrapassa, que vai além, que é adicional, etc.

    "Vagante": caminhante, pertencente ao caminho.

    "Extravagante": aquilo que sai do caminho.

    Não, meu caro: meu louvor é INTRAvagante.

    * * *

  20. A adoração do Novo Testamento é diferente do Antigo. Hoje adoramos em espírito e em verdade. Israel adorava na carne porque era ainda menininho na fé. A igreja tem o Espírito Santo para levar a igreja á verdadeira oração. O povo está confundindo as bolas, então vamos ler mais Atos e as epístolas. Tem igreja que faz trenzinho para adorar a Deus – isto o que está acontecendo é porque o povo de Deus não é doutrinado segundo a Nova Aliança, cada um faz o que quer. Quanta venda de bíblias, e no entanto, mais o povo de Deus se confunde e se distancia da Verdade, porque não os falsos mestres se multiplicam no nosso meio!

  21. Ninguém precisa demonstrar verdadeira adoração ao Senhor fazendo macacada. Quem gosta de circo é palhaço. Ninguém está dizendo que não se possa louvar com palmas, mexer o corpo, que grupos de louvor façam alguma coreografia, etc… para isso somos livres. Agora, rolar, gritar, chorar compulsivamente, imitar bichinhos, correr no meio da igreja, entre outras técnicas de exibicionismo, sim exibicionismo, é ridículo. Não se vê a Igreja se prostrar e adorar na hora da oração, não se vê emoção em testemunhos de vida que tocam a alma, não se vê temor e tremor quando a Palavra está sendo ministrada pelo servo de Deus. Ah, mas a adoração só começa na hora do levanta poeira. Precisa o baile gospel extravagante começar para aí sim haver verdadeira adoração? To fora! Eu curto todo tipo de ritmo de louvores, gosto por exemplo de FLG, DJ Alpiste, Raiz Coral, Renascer Praise (apesar das Sônia e do Estevão), Marcelo Aguiar, HillSong, Vineyard, David Quilan, Apascentar, Sérgio Lopes, etc, …endo uma batida legal, um toque bom e, principalmente, a letra falando algo, falando comigo, eu curto. Porém, nem tudo dá para ouvir no culto.

  22. O teu lovor não é extravagante só que suas mensagens contem preconceito e até mentira, como no caso de Dilma (Prefiro que Marina vença a eleição no lugar da pro-aborto, digo isto para que não rejeites a crítica sob a desculpa que sou um petista ressentido)

  23. Parece que meu comentário foi desconsiderado, tenho entrado aqui para ver a resposta, mas entendo, sei que vocês tem mais o que fazer, talvez nem tenham lido.

    Fico perdido em meio a tanto comentário sem noção, de onde será que vem aquelas danças que parecem mais candomblé? Acredito que tenha vindo de alguém que é extravagante

    Faço das palavras do Emerson Luís minhas palavras.

    Ainda aguardando…

  24. Olá Amados do Semhor!!
    A Palavra estravagante foi adotada aqui por um grupo de igrejas do Brasil devido a tradução errada, de um livro de um Pastor norte-americano, não me lembro o nome agora. A palavra usada lá é extravazante, e daí vocês já viram, a confusão que surge.Acaba virando moda como "Liberar" perdão, alguém inventou que perdão é um reservatório ou um cercado ou uma "carga" que é liberada…Perdoar que dizer "doar duas vezes" à um devedor, e na verdade quem perdoa é a pessoa credora mesmo, lá do seu íntimo ela rasga sua própria carne, dói no "bolso" pagar 2 vezes… Você PERDOA mesmo!! Já leu na Bíblia a palavra liberar perdão?? Cada um cuide para viver em santidade e viva sua intimidade com Deus com liberdade e de forma desatada de formalismos e também sem modismos, que sempre tentam sistematizar novidades. Um abração a todos e sosseguem.

  25. A PAZ DO SENHOR AMADOS,

    Que a nossa geração é cheia de invencionices isso não é novidade e cada vez mais avançam rumo à uma escala de aberrações jamais vistas.
    Mas dizer q DEUS não deseja isso ou aquilo é entrar num âmbito fora de nossa competência, adoração é pessoal e intransferível, eu sou moderada, não sou extravagante, mas isso não me dá o direito de julgar ninguém, nem tentar explicar o q DEUS quer ou não, porque DEUS não cabe na nossa cabeça, não podemos generalizar nem rotular um verdadeiro adorador, uma pessoa aparentemente espetaculosa pode sim ser um verdadeiro adorador, enquanto q uma pessoa apática tb pode ser, cada uma a seu modo, DEUS sabe.
    Só DEUS conhece os seus adoradores em todas as gerações, alguns mais eufóricos como Davi, outros mais silenciosos como Ana, alguns sinceros como Abel, outros falsos como Caim, alguns atentos como Maria, outros distraídos como Marta e por aí vai…

    Tentar explicar as preferências de DEUS é um tanto sem nexo também.
    Eu prefiro respeitar o jeito de cada um adorar e deixar q O dia do SENHOR revele todas as coisas.

  26. Aonde o Espírito está aí há liberdade? Prá carne operar, não, e sim para ELE operar – o Espírito deve tomar a frente para fazer a obra e a adoração como Deus quer. Se o Espírito está realmente presente, Ele é que deve ter a liberdade de operar como Ele quer, não a nossa carnalidade e emoção. Ele até nos emociona quando se manifesta, mas nunca DEPENDE DAS NOSSAS EMOÇÕES PARA SE MANIFESTAR, e quando assim ocorre nas igrejas é o FESTIVAL DA CARNE se apresentando para adorar a Deus com muitas maquaquices. A adoração neo testamentária, mudou. Nós não somos meninos na fé, como Israel foi, agora o Espírito mora em nós, para nos mover conforme a vontade DELE. No AT, Israel estava na infância da fé, e eles dançavam diante do Senhor, porque o Espírito não habitava neles, como habita na igreja. Hoje se ELE está em nós, então devemos ser movido por ELE. Estamos já há 2010 na Nova Aliança, e a igreja ainda insiste em adorar como Israel, o que é uma meninice na atual aliança, poi ela é infinitamente mais superior que a antiga. Quem quizer adorar em Espírito e em verdade, deverá estár cheio da unção. É este o ideal de adoração para a igreja do Senhor. É esta adoração que O agrada. A medida que a gente busca a Deus, a gente vai se enchendo do Espírito, se não o nosso louvor será destituído da unção. Deus não aceita qualquer louvor. É bom lembrar, que mesmo Davi sendo ungido de Deus, ele dançava com TODAS AS SUAS FORÇAS DIANTE DO SENHOR. As forças eram de Davi, e não do Espírito(ele viveu sob a dispensação da Lei, e não da Graça).

  27. Quando sentimos a presença de Deus quando oramos, é o Espírito Santo nos trazendo a onipresença de Cristo. O Espírito nos leva a adorar a Cristo, mas Ele não recebe adoração. É o ministério Dele nos conduzir a Cristo, o nosso noivo. Existe coisa mais gloriosa? Sua presença em nossas vidas nos atrairá até as nuvens para nos encontrar com Cristo, não? E, se encontrarmos vazío? É bom nem falar.

  28. As virgens imprudentes(a igreja que rexala em buscar o Espírito, a comunhão com Deus), as que tinham pouco azeite(unção), não puderam se encontrar com o noivo(Jesus) porque o azeite(a unção), elas quase não tinham.

  29. Pois quando sinto a presença de Deus, o que me dá vontade é de rir, saltar, pular, bater palmas…tudo ao mesmo tempo…Fico imaginado como será lá no céu, nas bodas do cordeiro…a festa da noiva..a ALEGRIA no céu…A entrada do Grande REi Jesus! Ah, com certeza vai ser de grande júbilo…aonde haverá danças, palmas e gritos…Me perdôem mas não dá para imaginar tudo isso ao som de uma música fúnebre com todo mundo paradinho como soldadinhos…FAlA SÉRIO!!

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui