Fé que é show!

14
549
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Clóvis Cabalau

Assine o Blesss
São Luís será palco [nesse caso, não é uma metáfora], este mês, do “Show da Fé”. Isso mesmo, esse é o nome de um megaevento – que percorre o país – capitaneado por uma forte denominação e que deve reunir milhares de pessoas numa grande área livre da capital maranhense, à beira-mar. Além de cantores de uma gravadora específica, grandes atrações das plataformas evangélicas estarão em cena. A “cruzada”, como vem sendo chamada, é comemorativa às décadas de fundação da igreja organizadora do evento. Tudo “de grátis”.

Evento, cruzada, culto ao ar livre… eram, antes, nomes mais comumente usados para qualificar esse tipo de manifestação. Mas, por que não sermos sinceros? Afinal, somos crentes ou não somos? Taí, gosto da sinceridade dos organizadores do “Show da Fé”. Não apenas é um nome mais apropriado, como mais honesto. Ora, se Jesus nos propõe o pão da vida, por que não “aperfeiçoar” a oferta do Mestre e oferecer pão e circo? É questão de “lógica”, já que muitos não se contentaram apenas com o alimento espiritual e desistiram de seguir a Ele [João 6: 58-66]. O negócio é dar show, mostrar “milagres” em telões, estampar astros da música gospel e garantir a multidão presente – e os presentes da multidão.

Fico pensando em Pedro quando pregou no Dia de Pentecostes [Atos 2]. Se o apóstolo tivesse usado de uma visão de marketing apurada, não seriam “apenas” quase de 3 mil vidas para Cristo naquele dia, mas milhões de almas. Bastava uma propagandazinha semanas antes do grande dia: “Venham todos para o Megashow da Fé”; “Venham ver a manifestação poderosa do Espírito Santo no meio do povo”; “Deus vai curar, vai libertar, vai mandar fogo do céu…”. Tudo agendado previamente com o Todo Poderoso, claro. Ou seja, não é mais Deus quem escolhe a hora e o lugar para operar, mas são os “profetas” que determinam como e quando vai ser o grande show.

Sei não, é muito show para o meu gosto.

***
Clóvis Cabalau é do tempo em que Jesus não fazia barganhas nem se limitava às agendas humanas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. Clócis, no dia 1º de maio a IURD, sem levar em conta o impacto ambienetal causado, montrou que pode influenciar muito nas próximas eleições a nível nacional. O RRS não poderia ficar para trás. Depois, teremos outros? será a vez da Mudial?. Universal, Internacional e Mudial têm tudo a ver. O mundo está bem servido do Evangelho. Sem contar que em 137 países será levantado um clube de 1 milhão com cada um com $ 1 bi, $ 173 bi, mais as tres acima será possível se pregar o Ev no mundo inteiro. A vinda de Jesus será abreviada. De repende Gisus nem se tocou dessa possibilidade. O evangelista atual é mais esperto.

  2. Graça e Paz, irmão Clóvis!
    Verdadeiramente estamos naquele tempo predito na inerrante e verdadeira palavra de Deus (Bíblia) sobre a grande apostasia, antes do manisfestação do iníquo (anticristo)
    O dono e fundador do show da fé, não devemos esquecer que o mesmo (me parece) que é o autor do ARROGANTE livro: "EXIJA OS SEUS DIREITOS"…sinceramente o autor, além de ser adepto da teologia da prosperidade, está seguindo os mesmos passos do seu "mestre" Kenneth Hagin (o maior propelente da famigerada teologia da prosperidade) que por sua vez também praticante da diabólica "unção do do riso" e da "unção da serpente"…MISERICÓRDIA!!!
    Espero que os imitadores do mesmo (que faleceu recentemente) realmente pratiquem a palavra de Deus e se arrependam de destilar "venenos" nos pultpitos.
    Um forte abraço,
    José Luiz

  3. Olá!!
    Que a verdadeira Paz do Senhor Jesus seja com todos vocês!
    Sabe, eu conheci verdadeiramente Jesus,nesse show,porém nosso relacionamento com o Todo Poderoso é pessoal e intransferivel, graças a Deus e a palavra da verdade, meus olhos espirituais estão bem abertos em Cristo,fico com a cruz, e sigo Jesus, o evangelho das facilidades e prosperidade não salvará ninguém no grande dia,o que nos faz servos é a fé em Jesus,eu sou uma protestante desse protestantismo capitalista.
    Amo meu Senhor e ele nunca me ensinou a buscar riquezas nessa vida,mas sim tomar a minha cruz e seguí-lo!!
    Deus abençoe esse blogg.Fiquem na Paz!

  4. Minha sogra frequenta esta denominação (ou seria aberração, não sei), de longa data tenho esta com maus olhos, pois eles pra mim são uma IURD com melzinho por cima, mas suas praticas estão longe do evangelho e perto dos vendedores da porta do templo(pois o Bispo vende TV a cabo, achocolatado, livros e CDS durante o culto, fora promover seu filho como Deputado). Certo dia, minha sogra veio preocupada me perguntar: "o pastor na Igreja disse que se aqueles que não dão o dízimo, se Jesus voltasse hoje, nós iriamos tudo para o Inferno". Tive de respirar 2 mil vezes,e pensei : esse tipo de atitude ainda é feita dentro de igrejas, acho lastimável; e tive de explicar para ela a respeito do tema. Não sei até onde essa gente vai brincar e deturpar a palavra de Deus. Imagine você que frequenta uma Igreja séria, como esse tipo de Igreja é prejudicial, pois depois as pessoas pensam que todas as Igrejas são iguais.

  5. Paz irmãos! Não sou dessa denominação mas também não atiro pedras…quem poderá atirá-las….?
    Mas quanto ao referido Livro, eu o comprei e li todinho até o final e não encontrei nenhum exagero teológico. Há algumas coisas as quais não estamos acostumados mas não é de todo ruim, se pode retirar muito coisa boa para edificação. Leiam depois criquitem.

  6. Esse tipo de evento faz sucesso porque o povo quer mais é ouvir milagres e prodígios, mas a Verdade eles não estão interessados, pois a Verdade dói d+.

    @DehRenck

  7. Lendo os comentários, e li o que o irmão Deivid escreveu a respeito da igreja pedir o dízimo. Até hoje eu não vi nenhum pastor que não o pedisse. Eles começam a falar sobre a saturadíssima mensagem de Malaquias. Quando eles, querem explicar o "dízimo" no Novo Testamento, eles vão lá para o Livro de Atos, falando que a igreja primitiva depositava tudo o que tinham nos pés dos apóstolos, e que Ananias e Safira morreram porque não deram tudo. Quanta deturpação da Palavra! Pelo que sei, só a Congregação Cristã entende que o dízimo era para os judeus. Será que tem outra igreja que ensina a Verdade a respeito deste assunto?

  8. As sagradas escrituras são claras ao dizerem que ao servo do Senhor não convém contender,como Cristão que sou (de fato e não de retórica)venho por meio deste singelo comentário apresentar meu entendimento teológico,tendo em vista que uma das grandes conquistas da tão aclamada reforma protestante é a liberdade de interpretação das sagradas escrituras.
    A Bíblia Sagrada afirma em Lucas 16.15-18 que o Cristão recebeu do Senhor a autorização para pregar o evangelho à toda criatura,isso é incontestável.No mesmo trecho o Mestre concede poderes aos seus discípulos (só para quem é discípulo,ímpios não)para em seu nome curar enfermos,expulsar demônios,etc.Afirma ainda que estes sinais seguirão aos que creem (só a estes),a quem esses sinais não seguem então?É óbvio,àqueles que não creem,isso inclui os incrédulos travestidos de Cristãos que se julgam grandes conhecedores da Palavra mas que têm uma fé inferior a um grão de mostarda.
    Em Tiago 1.7 o referido apóstolo afirma que aquele que duvida nada receberá de Deus,então por que muitos não recebem?A resposta é evidente.
    Em Marcos 9.23 Jesus disse:"Se tu podes crer,tudo é possível ao que crê".Está claro porque muita coisa não é possível para alguns.
    Em Mateus 12.15;15.30;Lc 18.42 é mostrado que Jesus curava a todos que vinham a ele e a única condição era a fé do doente.
    Marcos 11.22-24,Jesus mais uma vez revela o que faz alguém receber o milagre de Deus e outro não recebê-lo.No vers.22 Ele começa exortando a termos fé em Deus (requisito inicial e indispensável).No vers.23 Ele ressalta que qualquer pessoa pode dizer ao monte (qualquer problema,conforme Lc 16.15-18)que se retire de um lugar (da vida humana) para outro (ao inferno,por exemplo)e se não duvidar em seu coração mas crer que se fará aquilo que diz,tudo o que disser lhe será feito.
    Alguns irmãos de Igrejas protestantes históricas,afirmam que os neopentescostais ignoram a passagem de Tiago 4.13-15,que afirma:
    "Eia agora vós, que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos;
    Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece.
    Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo".
    A interpretação é clara:Quanto aos planos que fazemos para nossa vida, devemos submetê-los à Suprema vontade de Deus,até porque o homem faz planos mas o que prevalece é o do Senhor (Pv 19.21).
    Quanto à cura e libertação,essas sempre foram a vontade de Deus em realizar,como é notório em At 12.38 que diz que Jesus curava a todos os oprimidos do diabo.
    Sendo assim, espero que minha opinião seja postada e refutada não com juízos de valores humanos mas à luz da Única Verdade Absoluta,a Palavra de Deus.

  9. Caro Railson, obrigado por seu comentário sincero, assim como deve ser. Quero dizer-te que acredito em milagres, em curas e maravilhas, e que Deus tem usado homens com esse propósito nos dias de hoje. Mas, não vejo nas escrituras, em nenhum lugar, algum dos heróis da fé fazendo exibicionismos ou convidando as pessoas para participarem de um show da fé. A fé é um dom de Deus e não existe salvação sem ela em casamento, claro, com a graça (Ef 2:8). Vejo na Palavra um Jesus Cristo que diz, "aqueles que quiserem vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me". A minha crítica é à fé transformada em show, em sensacionalismo barato, que às vezes sai caro, pois se torna uma fé meramente sensorial, do ver para crer, do arrepio "santo". Fé não é show nem emoção, é convicção. Mas, como costumo dizer, respeito pontos de vista diferentes do meu e volto a agradecer o seu comentário. Deus o abençoe.

  10. Obviamente que fé não é sentimento,é certeza,convicção de fatos que não se veem (Hb 11.1).Jesus afirmou a Tomé:Bem aventurados os que não viram mas creram.Fica claro que a fé perfeita se fundamenta única e exclusivamente na Palavra de Deus.Um Cristão maduro não pode ter sua fé limitada à presença ou ausência de milagres em sua vida,deve crer em Deus sendo ou não abençoado materialmente.Como o servo Jó,embora sofrendo tudo aquilo que já sabemos reconhecia o fato de que Seu redentor era vivo e que agiria em seu favor(Jó 19.25).Mas essa é uma postura de quem já conhece a esse Deus misericordioso,quem ainda não o conhece,precisa às vezes,de ver o sobrenatural, uma evidência inicial para crer.Lembremo-nos que em João 4 um nobre vem à procura de Jesus solicitando-lhe a cura de seu filho,Jesus responde com grande sabedoria (como sempre)a ele e àquele povo incrédulo:"Se não virdes sinais e milagres não crereis"(vers.48).Jesus disse para o nobre "vai que o teu filho vive",este creu imediatamente(ver.50)mas a sua família só creu depois de ver o Milagre de Jesus.
    Em suma,um evento como o Show da Fé tem caráter eminentemente evangelístico,tem por meta estimular os incrédulos a crerem no Cristo que salva,cura e liberta.Alguns crerão ao ouvirem a pregação da Palavra,outros,só crerão após verem os milagres,não é o ideal,mas o importante é que de uma forma ou de outra (como o nobre ou como seus familiares)o ser humano creia em Deus.
    Crer em Cristo por meio de um milagre servirá de estímulo para que o ímpio busque conhecer a Deus pela sua Palavra,infelizmente alguns não despertam para isso e ficam apenas buscando ver milagres,veem na vida dos outros,mas como não buscaram ter a perfeita fé advinda da Palavra,naufragam e muitas das vezes se desviam.
    A perfeita Fé vem do Conhecimento de Deus revelado em sua Palavra.As cruzadas evangelísticas são um ponto de partida para a construção desse maravilhoso edifício: Fé.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui