Deus necrófilo!

15
11
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Leonardo Gonçalves

Muitos de vocês já viram um morto. Não é uma visão aprazível. Por melhor que seja a maquiagem, por mais nova que seja a roupa, e por mais bem ornamentado que esteja o féretro, nada disso é capaz de disfarçar a morte. E ainda que você tenha amado muito a essa pessoa em vida, ninguém está disposto a levar o morto para casa. Em nossa cultura, não embalsamamos os mortos; nós os enterramos, e procedemos assim por entender que a carne humana inerte não vale nada. Depois de mortos, valemos menos que gado (ao menos a carne destes vale alguma coisa).

Ainda lembro da primeira vi o meu rosto através do espelho da graça de Deus. O toque do Espírito Santo no meu coração me fez ver pela primeira vez como eu realmente era (Jo 16.8). Ah… que visão horrível! O que eu contemplei não era um homem enfermo ou mesmo moribundo. Eu me vi morto (Ef 2.1)! O rosto pálido, sombrio. A tez sem vida. O corpo em decomposição, alastrando o cheiro podre da minha extenuação.

Há certas coisas em Deus que jamais vou entender. Nunca entenderei como ele pode oferecer o melhor que ele tinha a fim de redimir o que de pior havia. Realmente não sei o que levou o Filho de Deus a comprar uma legião de mortos, e ainda pagar tão caro! Você me dirá: certamente foi o seu amor, e eu te responderei que não se trata disso. Eu não duvido do amor de Deus; eu me assombro diante desse amor. Que amor é esse? Amor de um vivo por um morto? Como ele pode amar um morto?

E quanto vale um homem morto? Quem entre nós seria capaz de pagar um só centavo por um cadáver em estado de putrefação? Pois Cristo fez isso! Ele pagou o maior preço possível pela pior mercadoria que existe. Esse é o Deus que eu amo: ótimo amante, mas péssimo negociante…

***
Escreve Leonardo Gonçalves, contemplativo diante da Graça de Deus, no Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

15 COMENTÁRIOS

  1. Não somos esse aglomerado de átomos que formam moléculas, células que os físicos chamam de matéria e nos chamamos de carne.
    Somos infinitamente mais do que isso; Somos a energia que impulsiona esse corpo, ou espírito como dizem os espiritualistas. Se você perguntar a qualquer físico, o que a energia? ele te responderá:
    A energia é algo que sempre exisistiu, não foi criada por ninguém, e sempre existirá, a energia é eterna, sem começo meio e fim.
    Einstein nos deixou uma das equações mais importantes da humanidade
    E=mc² que diz que a matéria é energia condensada.
    E é isso que nos torna UM com o PAI e UM com todos, todos somos UM,
    todas as coisas são e provém de UM e pela mediação do UM todas as coisas são nascidas dessa ÚNICA coisa, por adaptação.
    E foi para nos salvar da MORTE ETERNA e nos dar a VIDA ETERNA que Jesus nos deixou seus ensinamentos e entregou a própria carne a morte na cruz.
    A vida eterna não começa quando morremos, ela é agora, somos esternos e podemos viver o "céu" ou "inferno" agora mesmo.
    Pablo Maranho.

  2. Carne é todo aquele q tem prazer nas coisas do mundo ,esse pode até se enxarcar de suco de uva na samta ceia,mas,continuará sendo morto até q deixe de ser convencido a convertido.Alguém poderá dizer:Isto é radicalismo,mas,te garanto q não é,pois o amor de Deus se lança á nós quando ele pela sua uniciência sabe comquem poderá contar assim como aconteceu com o rei Davi,se for carnal,mundano,larápio,batizado e consagrado em algum cargo pelo q tem,tanto o q pôs por áspide num altar,como o q aceitou é morto dentro da casa do Senhor.O amor do Deus justo jamais se explicará por algum humano……..

  3. Expressa muito aquilo que somos, muitos gostam de se lembrar apenas como imagem e semelhança de Deus, mas lembro que isto foi antes da queda, logo o pecado muda o homem, ou melhor MATA o homem! Temos esperança da ressurreição em Cristo.

  4. Eu em Brasília trabalho com isso.Sou empresário do setor e bem sei o cheiro horrível de um corpo humano.Por ocasião do queda do avião da Gol os corpos vieram para o nosso IML e ficaram expostos na parte de trás do IML no estacionamento,e o cheiro ou mal cheiro chegava longe com a corrente de vento – horrível.Mas,em se tratando do artigo sobre morto,eu tb tenho cá meus pensamentos sobre Deus e seu amor.Vendo alguém dentro do caixão,inerte,sem os olhos brilhar,e logo ,logo vai feder e eu pergunto a mim mesmo:Como pode Deus amar essa coisa fedida? Aí eu me lembro da ressurreição de Lázaro,que já cheirava mal,dizia sua irmã para Jesus, e Ele não fez nenhum comentário sobre o mal cheiro,apenas respondeu: Se tu creres verás a glória de Deus – e ela viu,eu até que acredito mesmo não vendo.
    E é com esta matéria (corpo em putrefação) que o maior milagre ainda porvir vai acontecer – seremos como Ele é, tá? Então tá.
    Tito brother from Brasília.

  5. Deus realmente é maravilhoso. Quantas vezes chegamos a esse entendimento, que não somos nada, e que mesmo assim, Ele morreu por nós. Mesmo imerecedores que éramos, e somos, verteu seu sangue e perdoou nossos pecados, simplesmente por nos amar. Ainda assim, sabedores que somos do Seu infinito amor, da Sua misericórdia, abusamos da Sua docilidade, do seu amor e pecamos seguidamente. Por que peco, mesmo sabendo do Seu sacrifício por mim. Por que sou tão fraco, se sei que o meu sacrifício é, incomparavelmente, menor. Obrigado Senhor por me amar mesmo não sendo merecedor!!!

  6. Como explicar a Graça?Como explicar o Seu Amor?Não há palavras,não há livros suficientes para fazê-lo.A Ele toda a Glória,a Ele todo o Louvor
    a Ele toda a Honra pelos séculos dos séculos .Amém.

  7. Gente! Que texto lindo! É aplausível quando você fala da miserabilidade humana e do grande amor de Deus…
    Deus continue o abençoando em tudo…amei…
    Sinceramente também não consigo entender esse amor…

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui