Calar por amor ou falar por causa da verdade?

14
2408
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Quem se cala diante do pecado, da injustiça e de falsas doutrinas não ama de verdade. A Bíblia diz que o amor “…não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade” (1 Co 13.6). Deveríamos orar muito por sabedoria e, com amor ainda maior, chamar a atenção para a verdade e não tolerar a injustiça.
Ao estar em jogo a verdade, Estevão argumentou, mas sempre em amor a seu povo e com temor diante da verdade em Cristo. O apóstolo Paulo estava disposto a ser considerado maldito por amor ao seu povo, mas não cedia um milímetro quando se tratava da verdade em Cristo. Jesus amou como nenhum outro sobre a terra, mas assim mesmo pronunciou duras palavras de ameaça contra o povo incrédulo, que seguia mais as tradições e as próprias leis do que a Palavra de Deus. O Dr. John Charles Ryle, bispo anglicano de Liverpool que viveu de 1816 a 1900, certa vez disse assim:

Assine o Blesss

“Controvérsias religiosas são desagradáveis. Já é extremamente difícil vencer o diabo, o mundo e a carne sem ainda enfrentar conflitos internos no próprio arraial. Mas pior do que discutir é tolerar falsas doutrinas sem protesto e sem contestação. A Reforma Protestante só foi vitoriosa porque houve discussões. Se fosse correta a opinião de certas pessoas que amam a paz acima de tudo, nunca teríamos tido a Reforma. Por amor à paz deveríamos adorar a virgem Maria e nos curvar diante de imagens e relíquias até o dia de hoje. O apóstolo Paulo foi a personalidade mais agitadora em todo o livro de Atos, e por isso foi espancado com varas, apedrejado e deixado como morto, acorrentado e lançado na prisão, arrastado diante das autoridades, e só por pouco escapou de uma tentativa de assassinato. Suas convicções eram tão decididas que os judeus incrédulos de Tessalônica se queixaram: ‘Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui’ (At 17.6). Deus tenha misericórdia dos pastores cujo alvo principal é o crescimento das suas organizações e a manutenção da paz e da harmonia. Eles até poderão fugir das polêmicas, mas não escaparão do tribunal de Cristo”.

***
Fonte: Inconformidade Cristã, via: Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. O melhor que se pode desejar a alguém é que ande no caminho da justiça. Este é um caminho absolutamente iluminado. Mas os cristãos estão confusos. De fato as religiões ficam discutindo coisas insignificantes. É como se o carro estivesse pronto para andar, mas não anda. Então começam a discutir: Será que o problema está no retrovisor? Deveríamos pintá-lo de branco? Seria um problema de marca?
    Se abrissem o capô veriam que está sem motor!
    Está na hora dos que se dizem cristãos de instalerem o motor (a alma): "Qualquer um de vós se não renunciar a tudo o que possui não pode ser meu discípulo." (Lc. 14,33)
    Podemos esquecer tudo o que todas as Igrejas, todas as ciências ensinam, se colocarmos apenas esta lei em prática ganharemos o céu. Se não a colocarmos em prática, vamos para o inferno.
    A lei da não posse não é uma lei estúpida. Ela é condição para reconhecer Deus como Pai. Se Deus é meu Pai e ele está vivo, como posso querer a minha parte na herança? Não é esta a atitude do filho pródigo?
    Já não colocamos o planeta em desequilíbrio? Quantas guerras mais precisamos? Quantos mais precisam passar fome? Morrer por falta de atendimento? Se esta é a lei de Crito e eu como seu discípulo não a respeito, quem vai respeitá-la por mim?
    Queremos achar vida em outros planetas e não somos capazes de valorizá-la em nosso planeta.
    Teria o terceiro segredo de Fátima alguma coisa com a lei da não posse? A quem estamos enganando? Vamos salvar a vida ou vamos destruí-la de fato? Como salvá-la se não queremos seguir aquele que proclamamos ser o nosso Mestre?
    Cristãos, já é tempo de acordar! Os justos estão voltando! Podem entoar hinos de louvor!

  2. Prezamados em Cristo, este texto é uma verdade do que estamos sofrendo, concordo e com apoio ao tema referente a AUMENTO DE MEMBROS E CONGREGAÇÃO, porem as verdades estão cada vez menores dentro de nossos templos.
    Se verificarmos as pregações de hoje vemos o evangelho sendo satirizado e Jesus o Autor e Consumador de nossa Fé, sendo diminuido e trocado por doutrinas e falácias sem fim.
    Devemos combater as mentiras dentro dos lugares celestiais.
    Devemos falar a verdade doa a quem doer.
    Devemos orar cada dia mais pela visão dos lideres que estão sendo envaidecidos por numeros.

    Meu Deus, é tanto erro que as vezes ficamos traumatizados. Muitos podem, dizer: " Estes blogueiros comentam sem saber", e eu digo que o que falamos é o que estamos vendo. E contra provas não à argumentos.

    Que Deus tenha misericordia.

    Em Cristo

    Cleverson Leal
    cleversonleal.blogspot.com

  3. Graça e paz! Leonardo.
    Gosto muito do seu blog e todos os dias tenho que dar uma olhada e ler. Oro por você para que o Senhor Jesus te abençoe. Vejo que tens espírito de coragem e sedento pela verdade pura e genuína do evangelho de Jesus Cristo.

  4. Se nós nos calarmos as pedras clamarão.Temos que dizer que não aceita-
    mos as vendas e nem qualquer tipo de mordaça.Protestar é salutar.Expor
    a verdade é preciso,doa a quem doer.

  5. QUEM CALA, CONSENTE!
    "Do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade pela injustiça…"
    (Rom 1:18)
    "Pelo que Deus os entregou às concupiscências de seus corações…"
    (vs 24)
    "Pelo que Deus os abandonou às paixões infames… malícia, avareza, engano e malignidade"
    (vs 24 a 29)
    "Detratores, soberbos, presunçosos, néscios, infiéis nos contratos.
    Embora tenham conhecimento da justiça de Deus, NÃO SOMENTE AS FAZEM, MAS TAMBÉM APROVAM OS QUE AS PRATICAM."
    (vs 30 A 32)

  6. O que mais me escandalizou nos quase 30 anos de evangelho, foi ter ouvido um vídeo do pr Caio Fábio dizendo que o bispo Macedo falou que dá bosta ao povo, porque o povo gosta de bosta. Eu cheguei não acreditar no que estava ouvindo. Gostaria que fôsse mentira.

  7. Ouso acrescentar que não devemos nos calar, também, em relação àqueles, que visando o crescimento da igreja, [puro e simples, inchaço], introduzem modernidades que diluem, tanto o evangelho da verdade como os princípios bíblicos irrevogáveis de Deus e que servem para conduzir o homem a salvação, reduzindo-os a meros “pontos antiquados” e que não “atraem mais o público”. Estes homens visam glória pessoal e manipulam o público com seu “teatrinho particular”. Valorizam em excesso o externo, a forma, o visual, e deixam de lado o que verdadeiramente importa, o ensino da palavra de Deus que transforma o homem verdadeiramente. Coisas espirituais que, são invisíveis aos olhos humanos, pois são mudanças internas no caráter. Se ninguém se levanta e fala contra eles são capazes de transformar a Igreja de Cristo num palco de teatro e shows “gospels”.

  8. OIE, A PAZ

    GOSTARIA DE SABER UMA COISA: SE EU SEI DE UM FATO MUITO COMPROMETEDOR, COMO POR EXEMPLO, TRAIÇÃO, QUAL ATITUDE DEVO TOMAR, CALAR POR AMOR AO TRAIDO OU REVELAR POR CAUSA DA VERDADE?

    LUIZA

  9. Quem quiser seguir fielmente a Cristo e Sua Palavra padecerá perseguições, e isto dentro de congregações denominacionais.

    Descobrira de forma dolorosa e penosa que não calar-se, fingir que não vê nada ou não se fazer de surdo será considerado uma ameaça a aqueles que chegaram as lideranças (sabe-se lá como) e que consideram verdadeiro inimigo aqueles que tem discernimento e que lêem e conhecem as Escrituras e que acima de tudo conhecem a Jesus em intimidade.

    O que se exige é obediência cega. Não se pode pensar nem emitir juízo sobre nada que não se alinhe com o pensamento “superior” de alguns “iluminados espiritualmente” e selados com a “infalibilidade”.

    Esses indivíduos, independentemente de seus títulos e cargos eclesiásticos tem como base ensinamentos adquiridos sem nenhuma fonte bíblica e sim baseados em costumes ou tradições e em muitas interpretações particulares (bem particulares).

    Muitos aprenderam a técnica do “judô espiritual” que transforma verdade em mentira ou em algo que carimbe seus “costumes” aos quais eles tem verdadeira adoração, até maior do que o próprio Deus, que alias pra eles é apenas uma idéia e não real, pois agem como se Ele não existisse e que a Verdade expressa nas Escrituras não lhes incute mais nenhum temor, visto que se consideram inerrantes e se acham impunes e com a “unção da aprovação divina” e nessa salada vale tudo, até torcer textos e contextos da Biblia, para que possam inserir seus "costumes" e reinterpreta-la como bem quiser.

    Por exemplo: quando citam ”é melhor obedecer do que sacrificar” se referem a obediência aos seus costumes e suas tradições e ensinos tortos e não a Palavra de Deus. Então o que é obediência passa a ser sacrifício e o sacrifício ou costume ensinado, sem base bíblica, passa a ser objeto de obediência. É o que chamo de ”hermenêutica do inferno ou maldita”.

    Aqueles que não se enquadram neste “esquema” são simplesmente descartados, são personas non gratas, inimigos da “causa".
    Ah, inventaram um argumento novo: "são agentes satânicos infiltrados no meio do povo de Deus para causar confusão”, argumentam eles.

    Ou seja para não causar "confusão" devemos nos alienar da Verdade e deixar a coisa desandar conforme o desejo desses excelentissimos lideres.
    E para felicidade deles devemos não ouvir, não ver e nada falar.

    Que Deus tenha misericórdia dos alienados que são praticamente a maioria dos nossos membros de igrejas locais.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui