A versão gospel da fábula da cigarra e da formiga

14
1073
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Renato Vargens
Era uma vez uma cigarra que vivia saltitando e cantando pelo bosque as músicas dos principais cantores gospel. Certa feita, enquanto decretava as bênçãos de Deus sobre a sua vida,  a cigarra esbarrou numa formiguinha, que carregava uma folha pesada.

Assine o Blesss
Ao ver a cena inusitada, a cigarra falou: – Ei, formiguinha, para que todo esse trabalho? O verão é para gente aproveitar! O verão é para gente se divertir! Somos filhos do Rei! Somos herdeiros de Deus! Eu aprendi com o meu apóstolo que as bênçãos de Deus vem através dos decretos espirituais. Além disso, eu vi na televisão, um pastor dizendo que a prosperidade vem quando semeio ofertas em sua conta bancária. Eu creio nisso, e já até fiz um ato profético determinando a vitória em Cristo.
Ao ouvir a cigarra a formica replicou dizendo: – Não, não, não! Não é assim. A prosperidade vem pelo trabalho. Deus abênçoa aqueles que trabalham.  É preciso trabalhar agora para guardar comida para o inverno.
Ao ouvir a réplica da formiga, a cigarra pensou com seus botões: Pobre formiga, não entendeu a visão! É uma derrotada!

No dia seguinte a cigarra passou de novo perto da formiguinha que carregava outra pesada folha e disse: 
-Deixa esse trabalho para as outras! Vamos nos divertir. Vamos, formiguinha, vamos cantar! Vamos dançar! Tudo que Jesus conquistou na cruz é direito seu é direito nosso!

Todavia, a formiguinha permaneceu firme no seu propósito de continuar trabalhando. Contudo, movida por compaixão e misericórdia a formiga disse a amiga:  – Cigarra, se não mudar de vida, no inverno você há de se arrepender,  Vai passar fome e frio.

A cigarra nem ligou, antes pelo contrário, repreendeu a formiga dizendo: Tá amarrado em nome de Jesus! Tudo posso naquele que me fortalece!

Infelizmente para cigarra, o que importava era aproveitar a vida, e decretar a bênção.  Para que armazenar alimento? Pura perda de tempo! Afinal de contas ela já tinha adquirido a Bíblia da prosperidade e com isso a imunidade as crises deste mundo.

O tempo passou e com ele o verão. Certo dia o inverno chegou, e a cigarra começou a tremer de frio. Sentia seu corpo gelado e não tinha o que comer. Desesperada, foi bater na casa da formiga. Abrindo a porta, a formiga viu na sua frente a cigarra quase morta de frio que desesperada clamava: – Formiguinha, me ajude por favor, estou morrendo de frio.

Ao ver o desepero da cigarra  a formiga disse: – Ué? Mas você não tinha decretado a bênção? Não semeou as sementes da prosperidade? O que aconteceu?

A cigarra constrangida respondeu:  – Pois é minha amiga, eu estava errada. Fui enganada por esses falsos pastores e apóstolos e agora estou na mais profunda miséria.
Pense nisso!

Renato Vargens

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. A este destino estão fadados todos aqueles semeadores de sementes de prosperidade alheia.
    Cabe aqui lembrar a parábola do semeador, e escolher bem o solo a ser semeado. e quando semear, semeie orações, bons atos, caridade, e outras coisas que não custam nada e não te arrancam a lã, incauta ovelhinha, ooops, cigarrinha.

  2. Essa parece historia de crianca, mas infelizmente retrata a situacao dos evangelicos atuais,temos excecoes e claro,pastores cegos guiando outros cegos,sou do tempo que quando iamos ao culto,saiamos de la pensando no arrependimento,no dar o perdao,em evangelizar,hoje,o pensamento é CASA,CARRO,DINHEIRO,MELHORES EMPREGOS,determinando,decretando,as promessas,promessas e promessas!!!!!!!

    AS IGREJAS ESTAO LOTADAS,DE CRISTAOS VAZIOS DO EVANGELHO GENUINO !!!!!!!!

  3. fala sério!

    ao invés de vcs inventarem uma história contra pastores, porque não fazem uma contra os pecados?

    devemos falar que nos últimos dias virão falsos pastores, falsos profetas, mas o principal é a salvação em Cristo Jesus!

    minha opnião

  4. Final Alternativo:

    Um dia a formiga estava no ponto de ônibus depois de um dia de trabalho, aguardando o coletivo superlotado para a viagem de 1:30h até sua casa na periferia, quando para uma luxuosa BMW, abaixa o vidro fumê e dentro está a cigarra.

    Depois dos cumprimentos, a cigarra conta é levita, que se tornou cantora gospel, gravou CDs e faz shows na floresta inteira com seu grupo de louvor. Mostrou as botas de couro de cobra de U$2000,00 que comprou em Miami em resposta à uma visão profeteira-consumista de que devia pisar na serpente e dedicar o Rodeio de Barretos a Gizuiz.

    A cigarra também mostrou em seu MP10 um vídeo de um show em que ficou de quatro e começou a engatinhar, pois foi untada com o espírito manco com a uns-são do leão. A cena lembrou muito um cantor secular que também engatinhou em um show, mas a formiguinha esqueceu o nome dele.

    Então a formiguinha gospel se deu conta de que durante anos financiou cantores e outros elementos gospels que enriqueceram com o dinheiro suado de inúmeras formiguinhas cativadas como ela.

    Assim, a formiguinha foi para a casa, pediu perdão a Deus por ter financiado esses falsos profetas, passou a ler e a estudar mais a Bíblia e nunca mais deu um centavo para seja o que fosse que estivesse relacionado com o comercialismo gospel e a teologia da prosperidade.

    atos17.blogspot.com

    * * *

  5. he gostei da maneira em que foi criticado a teologia da properidade com bastante humor sem esconder a verdade,eu também já passei por isso como a cigarra .
    Graças a Deus obtive vitória mas passei um estreito..
    Ass. Alexandre Adorn de Alvarenga Itapira S.P

  6. Excelente!!!!!!! Muito bom e realmente é assim.Como o nosso 'mundo gospel'não dá prá não rir…
    Hilário!!
    Parabéns Pr.Renato e Pulpito cristão.
    Abraços.

  7. Posso repassar a fábula na Escola Bíblica Dominical?
    Detalhe, para a turma dos ministros e líderes.
    Ah, um irmão falou em criticar os pecados, aos invés dos líderes pecadores. É só abrir a Bíblia, as críticas já estão todas lá. E, quem segue esses líderes da prosperidade duvidosa, tem cera demais nos ouvidos, só ouve berros e não o murmúrio do Espírito Santo. Está com a consciência cauterizada e o assunto pecado não lhe interessa; afinal, a teologia do momento é relativista: "digamos, você acha que é pecado, eu acho que não e fica tudo bem!"

  8. Concordo com as verdades contida em algumas críticas, mas discordo dos críticos. O que vocês fázem no meio evangélicos? são tão santos que não deveriam está mais nesse mundo.Mas…porque não foram ainda arrebatado como Enoque? respondo: porque vocês são tão pecadores como os que comete tais pecado apontado por vocês; a diferenças é que os pecados de vocês não são exposto.Assim ninguem fica sabendo!

  9. Amei esta versao da historia , infelizmente é isso mesmo q acontece o povo esquece q o pastor éuma pessoa como qualquer outra , ele nao é Deus e a maioria dos pastores estao é assaltando a mao armada dentro das igrejas rs rs enquanto ele vai de carrao importado os fiéis coitados vao de buzao ou a a pé rs muita hipocrisia

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui