Mamãe, como eu nasci? Livro ensina crianças de 8 anos a se masturbarem vendo TV

25
1413
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A “novela” em torno do livro “Mamãe, como eu nasci?”, adotado este ano pela Prefeitura do Recife, teve mais um capítulo ontem. Pela manhã, foi realizada uma audiência pública no plenarinho da Câmara dos Vereadores para discutir os prós e os contras da obra, considerada por alguns pais avançada demais para os filhos de 8 a 10 anos. O livro, escrito pelo educador carioca Marcos Ribeiro, é destinado a crianças dos 7 aos 10 anos. Por causa da polêmica, no fim do mês passado o governo municipal suspendeu temporariamente a entrega dos exemplares aos alunos. O encontro contou com a presença de pais, professores, vereadores e representantes da Prefeitura e do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Apesar das discussões acaloradas entre evangélicos e docentes, não houve encaminhamentos. Outras duas audiências devem ser marcadas na próxima semana.

Assine o Blesss

A reunião de ontem foi presidida pelo vereador André Ferreira, membro da bancada evangélica. Durante sua explanação, ele chamou o paradidático de “pornográfico” e sugeriuque fossem distribuídas bíblias nas escolas, ao invés do livro de educação sexual. Os pais de alunos presentes na audiência concordaram. As críticas do evangélico foram direcionadas às ilustrações que mostram um menino e uma menina se masturbando. O garoto, dentro de uma banheira. Ela, assistindo TV no quarto. A secretária de Educação do Recife em exercício, Ivone Caetano, rebateu as considerações. “Este livro é recomendado pelo Ministério da Educação (MEC) e ensina a criança a viver sua sexualidade de forma saudável e responsável”, justificou.

A promotora de Justiça Katarina Moraes, representante do MPPE, também defendeu o uso nas escolas. “Há, neste livro, importantes contribuições no combate à pedofilia porque orienta as crianças a não permitir que adultos toquem partes íntimas de seus corpos. A secretaria está no caminho certo”, opinou. Alguns professores presentes também se pronunciaram favoráveis à obra. Mas ressaltaram que ela deveria ter vindo inserida em um trabalho pedagógico envolvendo toda a comunidade escolar: docentes, pais e alunos.

Para o vereador Daniel Coelho, líder da oposição, a política educacional do município deve sempre buscar o consenso. “O pai que não tem condições de pagar a mensalidade de uma escola particular é obrigado a matricular o filho na pública e deve ter respeitado seus princípios que podem ser liberais ou conservadores”, ponderou.

***
Diário de Pernanbuco / Púlpito Cristão

Comentário do Púlpito Cristão:

Um livro que traz como ilustração duas crianças impuberes se masturbando – ele em uma banheira e ela defronte da televisão – é de uma vileza incabível. Não se trata de falsa moral, mas será que o acéfalo do autor não pensou que uma menina de 7 ou 8 anos que aprende a se masturbar na frente da TV (obviamente durante as cenas picantes do filme ou novela) vai despertar um desejo adormecido e se tornará uma presa fácil para um pedófilo desgraçado, vindo a engrossar a fileira das vítimas de estupro vulnerável?

É inconcebível que qualquer cidadão, no pleno árbitro de suas faculdades mentais, apoiem o uso deste livro pelas escolas. Quem apoia essa iniciativa só pode ser um pedófilo ou alguém que sofre de retraso mental.

Será que pais pobres que não possuem condição de matricular seus filhos em colégio particular estão condenados a suportar todo tipo de violência intelectual e moral sem jamais abrir o bico?

É… Como diria o Lulu Santos: “Assim caminha a humanidade…”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

25 COMENTÁRIOS

  1. O que dizer? É o fim da picada. Querem simplesmente assassinar a inocência da infância. Resta-nos pedir a Deus que guarde as nossas crianças.

    Laerte

  2. Sou de Recife também, e tenho acompanhado essa novela dessa "cartilha", na minha época nao tinha cartilha nenhuma e nenhum tarado me pegou por eu nao saber o que significava direito algumas partes do meu corpo, e olhe q essa historia de tarado aqui é antiga, só mudou de nome para pedofilia, na verdade o que tem acontecido é uma perversão moral em todos os sentidos nessa cidade, pois a começar do proprio prefeito é atolado até os pés de alianças profundas com o mal, quem mora aqui, sabe.

    o sistema educacional público está sucateado e isso não é novidade, e que o "capeta" tá com pressa de lascar com todo mundo isso tb não é novidade, o que temos que fazer é criar nossos filhos com os princípios da palavra de Deus, até porque princípios são eternos

  3. Leonardo,
    A Paz!

    Sou do Recife, e se não me falha a memória, o prefeito do Recife é alguém do PT chamado João Paulo, se não me falha a memória…
    Seja quem quer que seja, isso é uma pouca vergonha! O ecritor deste livro (pelo que vi na cartilha) é um irresponsável liberal, e que não dá crédito algum a família.

    É este o País que deve chegar a ser nos próximos anos, a décima economia do mundo!

    Vergonha, pra não dizer uma safadeza mesmo!!!

    Abraço!

  4. O autor do livro não tem filhos, é uma pessoa questionada por muitos educadores e faz parte da "turma do arco íris". Há 5 anos tivemos um sério problema familiar por causa de outro livro, no mesmo estilo, desse autor. Minha sobrinha, então no CA, pegou um exemplar no cantinho da leitura de uma escola particular. Logicamente, estranhamos quando ela começou a "explorar o corpo" e fomos ver a publicação. Quase tivemos um treco! Há um desenho de relação sexual, em todos os detalhes (num livro para crianças pequenas). Quando se queixou com a dona da escola, minha irmã foi chamada de 'crente fanática e preconceituosa' e que o fato é natural e faz parte do desenvolvimento da criança; tudo bem, a sexualidade deve ser discutida em casa, mas de uma forma adequada à faixa etária. E são os pais que devem decidir quando e como abordar certas situações. Também sou educadora e, a partir dessa decepção, fui levantar a ficha desse autor. Ele já foi comentarista de jornal e é um defensor do 'vale tudo' sexual.
    Recomendo aos pais que iniciem esse assunto em casa, mesmo com uma linguagem tímida, porque essas informações chegarão aos filhos de qualquer maneira … então é melhor que a sexualidade, as transformações do corpo e a nossa responsabilidade para com ele sejam um assunto que comece na família.

  5. Amados, isto tudo faz parte de uma conspiração contra o povo. Está acontecendo também na área da educação, moda, música… Isto tudo vem do satanismo. Procurem ver todos os vídeos: VERDADE OCULTA – DAVID ICKE LEGENDADO No google: ARTIGOS DA THE CUTTING EDGE.

  6. Não dá pra saber quem é o maior culpado, eu acredito que o maior de todos é o próprio MEC, o esritor não merece nem ser comentado, pois está na cara que é uma pessoa com sérios problemas de desvio de conduta e que não está preparado para ser chamado de educador, pois já basta as novelas, filmes e desenhos com um nível baixíssimo de conteúdo (que só assiste quem quer), agora obrigar nossos filhos a estudar esse lixo.
    Então esse camarada vislumbrado que pensa que é educardor é mais um, agora são o MEC e essa senhora que responde pela secretária de educação do Recife que colaboram para que esse tipo de lixo e material pervertido chegue as instituições de educação.
    Como é que pode existir repressão à gravidez e abuso sexual infantil se dentro das escolas que seria o lugar de repúdia está agora dando os primeiros passos para as crianças?
    Vamos orar e unir forças, se possível com abaixo assinado para que esse tipo de lixo deixe de ser aceito como materialde de educação.

    Paz aos irmãos em Cristo.

  7. Buscar o consenso? Deste jeito vão fazer lei, cartilha e filminho mostrando Jesus, o Diabo, Iemanjá, os Guias, a fada madrinha todos cantando juntos por um mundo de paz….

    Afinal não importa o quanto de lixo nos tentem empurrar. Se colocarem um saco de lixo e no meio tiver uma azeitona então na visão deles o lixo pode ser engolido a colherinha…. Mais um absurdo!

    Como diria o poeta…. vou me embora pra Passargada, mas quem sabe fundem Sodoma e Gomorra no Brasil.

    É povo de Deus, se não acordar logo vai aparecer doido que vai passar batom e amarrar laço de fita no cabelo dos nossos filhos em nome da diversidade…. só se for de pecados.

    Deus salve a nação…

  8. A verdade é que os tempos mudaram. Hoje em dia as pessoas questionam um livro desses (que realmente tem que ser banido), mais por outro lado assiste a novela da Globo com seus filhos do lado.

    Qual a diferença ?? Os valores estão trocados. Na minha época, eu com essa idade brincava de carrinho, adorava comandos em ação, jogava bola, video game fui ter só com meus 14 anos, computador mesma coisa e mesmo assim nem sabia o que era internet.

    Hoje não. Tem pulseiras do sexo, orkut (onde só pode entrar maior de 18), mais vemos cada vez mais crianças com "idade" de 18. A menina de hoje não está preocupada com boneca, ela quer celular, quer roupa da moda, quer ser mulher. Antigamente até as meninas eram menos digamos "desenvolvidas", hoje tem menina de 15 anos com corpo de mais de 18. Enfim, o mundo está mudando e para pior.

    Sem falar nos jovens que estão sendo formados, a maioria sem conteúdo, sem carater, que não possui opinião formada de nada, andam como dita a moda e as tendencias.

    Onde vamos parar ?? Os meios de comunicação estão preocupados com as crianças, elas são os alvos, quando mais ignorantes, mais submissas as regras, mais facil é controlar (quando ficar jovem/adulto). Ninguem vai se preocupar com um cara de 25 anos ou de 40, pois é dificil mudar, porém se ir diretamente nas crianças, é sucesso garantido.

    Eu sou jovem e noivo. Sonho em ter um filho, principalmente para compartilhar com ele o que eu gosto, ensina-lo, poder jogar bola, video game, enfim ser um amigo dele. Mais tenho medo.

    Como eu tenho saudade da minha infância, como era saudavel.

    Abraço

  9. Vergonhoso…

    Se sem a cartilha já tá pegando as coisas, imagina com uma cartilha q mostra masturbação na frente de uma TV…

    É o fim da picada msm!

    Sem comentários…

  10. Sabe aquela história de que julgamos algo por seus frutos; bom, pensemos nos frutos da psicologia e suas variantes do estudo do comportamento humano em nossa sociedade; na influência que essas ciências têm tido na educação de nossos filhos e jovens e a perpetuação dessa influência nos governos. Quais as melhorias reais que elas trouxeram? Todos esses anos de educação sexual nas escolas e na mídia baixaram os números de pessoas infectadas por doenças venéreas? O número de adolescente grávidas caiu por saberem como funciona a prática sexual? As crianças e jovens têm sido pessoas melhores por conta dessa educação sexual? Seguir à risca o conselho de "especialistas" no comportamento infantil e humano como não castigar os filhos para livrá-los de traumas que interfiram na sua formação quanto indivíduos têm realmente contribuído com algo positivo?
    Se os resultados falam sobre a eficácia desses "especialistas" então o que posso dizer é que eles não sabem de nada! Pior é que eles estão em nossos governos ditando o que devemos fazer com nossos filhos!
    Esse "especialista", sr. Marcos Ribeiro, é um sexólogo formado no Centro Nacional de Educacíon Sexual de Havana (Cuba); é consultor da Coordenação Nacional de DST/AIDS do Ministério da Saúde, Fundação Roberto Marinho e Canal Futura; atualmente colabora com as cartas dos leitores das revistas Claudia, Playboy, Nova, Claudia, Capricho e assina textos para a seção Amor da Revista Caras. Parece muita coisa, não? Mas veja onde ele se formou e veja quem foram ou são seu patrões. Agora me digam, o grupo do Roberto Marinho e de todas essas "conceituadas" edições têm trazido alguma contribuição positiva para nossa sociedade? Muito pelo contrário. Todos têm contribuído para a desconstrução de nossa sociedade e de nossas famílias.
    Você, assim como eu, se revolta com essa situação? Você deseja tirar seu filho da escola pervertida e educá-los na segurança do lar? Não pode; você não tem a permissão do governos para isso. Você seria perseguido pelo governo e seus filhos seriam tirados dos seus braços!
    Mas tudo isso não surgiu do dia pra noite. Estivemos omissos sobre tudo que decidiram por nós. Elegemos governos socialistas com ideologias diabólicas e que estão, aos poucos, instaurando o governo da Nova Ordem Mundial. A culpa é toda nossa.

  11. Onde vamos parar? Que absurdo!

    Concordo com a posição de Fátima com relação à educação dos filhos.

    No meu caso, de educação sexual, eu tive poucas aulas na escola.

    Meus pais não debateram esse assunto comigo (eles também não teriam capacidade nem jeito de passar o assunto pra mim, então… tanto fazia mesmo. Embora eu preferisse ter pais que entendessem de como informar e educar os filhos e que o tivessem feito aos poucos).

    Com 12 anos, acho, eu li um livro de Marta Suplicy (Sexo para Adolescentes – eu achei e pegava esse livro escondido nas coisas de minha tia para ler), que foi muito instrutivo, a despeito de que era um tanto liberal, mas me ajudou muito. Também assistia a programas na TVCeará, que é educativa e retransmite programas da TV Cultura…

    Enfim, eu li para me informar e para compensar a ausência de conversa em casa, que normalmente é substituída por conversas com os amigos. E queria até ler mais, pois muita coisa tem mudado e nõ custa nada se aprender mais.

    Prometo a mim mesmo, diante de tudo que eu já vi, que vou educar e conversar com meu (futuro) filho em muitas coisas sem esperar pela escola.

  12. É interessante o ultimo comentário do vídeo, que diz que a intenção é boa mas a forma de se chegar à esta intenção não.

    Lembro de alguns pregadores que até possuem conhecimento e boa intenção, mas buscam suas próprias formas de "agradar à Deus", em sua maior parte fugindo dos ensinamentos bíblicos.

    Este exemplo mostra que mesmo com uma boa intenção, a forma utilizada para cumpri-la, não sendo a certa, pode ser auto destrutiva para muitos.

  13. Detalhe, na época do problema com minha sobrinha, fui consultar uma irmã em Cristo que é psicóloga (competente e coerente com seu testemunho profissional e cristão). Por acaso, ela foi colega de turma dessa abominação e disse que ele já sofreu advertências do CRP.
    Mas, agora que a "turma do arco íris" está ganhando força e poder, daqui a pouco será a minha irmã quem sofrerá advertência por querer pautar sua atuação terapêutica pelas Escrituras. A educação cristã é o único antídoto contra heresias e abominações.
    Pais, vocês não podem impedir seus filhos de ir à escola e ter contato com o mundo, mas vocês podem conversar com eles. Se vocês se sentem constrangidos em tocar nesse assunto, levem suas dúvidas às lideranças da Igreja. Creio que em cada congregação o Senhor levanta alguém com o ministério da edificação e orientação. É melhor do que tapar o sol com a peneira e, depois, chorar os maus resultados.
    Já declarei aqui que sou uma defensora de escola dominical, dos encontros de família na Igreja e no aconselhamento pastoral.

  14. CARACAAAAAAAAAAAA,
    agora lembrei.
    Esse livro tinha na biblioteca da minha escola, depois tiraram… lembro que tinham me mostrado esse livro quando eu tinha 10 anos.
    Eu não moro em recife, mas quando você vai pra quinta série você comeca a ter aulas de orientacao sexual. pelo menos na minha escola,
    mas isso já faz muito tempo hehehe

  15. Trechos do livro:

    "Olha como ele fica duro! O pênis do papai fica duro também? Algumas vezes, e o papai acha muito gostoso. Os homens gostam quando o seu pênis fica duro”.
    Se você abrir um pouquinho as pernas e olhar por um espelhinho, vai ver muito melhor. Aqui em cima está o seu clitóris, que faz as mulheres sentirem muito prazer ao ser tocado, porque é muito gostoso. Alguns meninos gostam de brincar com seu pênis e algumas meninas com a sua vulva, porque é gostoso. As pessoas grandes dizem que isso vicia ou ‘tira a mão daí que é feio’. Só sabem abrir a boca para proibir. Mas a verdade é que essa brincadeira não causa nenhum problema”.

    E aí? O que que vocês acham disso?

    Ouvir isso perto dos 15 ou 16 até vai, mas crianças com 7, 8 ou 9 anos? Acho que isso na real alivia o serviço dos pedófilos. Já que este livro diz tudo que eles dizem às crianças! Só podia ser na terra do turismo sexual infantil: nordeste brasileiro! Alemães e americanos que o digam.

  16. Vi alguém aqui no fórum pedindo por um livro cristão e orientação sexual. Lamento, mas isso não existe e não tem como existir! O sexo é para reprodução e depois de casar! Você já estaria com seus 18 anos. Logo, converse com os padres. Faz parte de seus ensinamentos no curso de casais.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui