O Evangelho da Aparência

10
376
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Zé Ruy

Assine o Blesss
Logo que vi a notícia no ar, fiquei pasmo. Não quis acreditar no que vi. No ímpeto do choque corri para o computador a fim de checar a informação na internet e constatei, pelo site G1, que ela era verdadeira… e que era eu quem não estava conseguindo acreditar no que lia.

A reportagem trata a respeito de um grupo de religiosos no sul do país que quer mudar o nome Garganta do Diabo de uma das quedas das Cataratas do Iguaçu. Vemos, assim, a “objetividade” do Evangelho no Brasil, que produz fatos e lendas (muitas vezes, é verdade) de crentes jogando óleo de helicópteros a fim de ungir cidades, querendo “converter” o Carnaval e, agora, querendo rebatizar uma das quedas das Cataratas do Iguaçu.

Chego à conclusão de que, por mais forte que sejamos ou viéssemos a ser, a nossa força está sendo empregada de forma errada! De que adianta nossa força se o objetivo no qual ela é empregada é tão difuso e intangível. Se você discorda de mim, me diga quais serão os frutos palpáveis de se mudar o nome da queda d’água em questão que não seja formada apenas por conjecturas religiosas!

Muito me admira o Evangelho de aparências que a Igreja brasileira está vivendo. Enquanto queremos ser reconhecidos como grupo religioso, político, ideológico forte através de ações de visibilidade como esta, nossos líderes viajam com dólares escondidos, participam de corrupção e lavam dinheiro. É o “faça o que digo, mas não faça o que faço”; é querer investir em coisas que nos trazem renome e pompa, ao invés de investir em algo que talvez não traga visibilidade, mas seja bem mais efetivo. Por qual razão esses religiosos não se reuniram a fim de propor uma ação social conjunta, ao invés de propor algo tão tolo e efêmero como a troca de nome da Garganta do Diabo? Tenho certeza absoluta que o amor de Deus seria propagado bem melhor daquela do que desta forma.

Por qual razão temos tanta facilidade de nos juntarmos diante de questões desse quilate e tanta dificuldade de nos mobilizarmos em elaborar estratégias para nossas Igrejas? Por que é tão fácil nos reunirmos num churrasco de fim de semana com os irmãos, mas tão difícil de nos reunirmos para um culto de doutrina? Por que é tão fácil nos reunirmos para um retiro, mas tão difícil nos juntarmos para sair e evangelizar em grupo?

É necessário que façamos uma revisão em nossos conceitos, igreja do Senhor. Enquanto vidas sem Cristo estão a perecer, estamos querendo trocar nome de cataratas, construir templos faraônicos e colocar o nome de Deus em bandeiras de nossos Estados. Que esse texto tão forte possa servir para desperta-lo como parte importante da Igreja de Cristo, capaz de mudar a história do Brasil com ações mais efetivas e poderosas do que as que geralmente praticamos.

***

José Ruy Pimentel de Castro é vice-presidente do Instituto Política Global, professor, mestrando em Relações Internacionais pela UNLP (Universidad Nacional de La Plata/Argentina).
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

10 COMENTÁRIOS

  1. É ambíguo.

    Por um lado realmente é desagradável um nome que relacionada uma obra de Deus (a Natureza) com o Diabo.

    Por outro lado, realmente há questões maiores e mais urgentes.

    Embora líderes e liderados sejam co-responsáveis, vale lembrar que não há treinamento e incentivo para que as pessoas evangelizem.

    Os liderados são acomodados e não querem aprender. Os líderes não querem instruir porque dá trabalho ensinar o que não se sabe e, além disso, se as pessoas começarem a aprender elas poderão abrir os olhos…

    atos17.blogspot.com

    * * *

  2. estou pasmo também com que li agora,num blog que fala a verdade, que nao poupa heresias,que nao aceita que engane a quem é cegamente espiritual,posso dizer que nao devemos generalizar,porque nem toda igreja se esconde debaixo de sombra de cajueiro, mas posso apoiar e envergonhar a quem envergonha o evangelho de cristo.

    Parabéns pulpito cristao continuo do seu lado, amo em cristo este blog, que Deus te der mais discernimento.

  3. É de pasmar mesmo!
    Há tempos atrás,um deputado evangélico criou um projeto de lei para impedir a foto da personagem Tiazinha,do programa do Luciano Hulk,nas capas de cadernos universitários,pois ele estava preocupado com os adolescentes diante de todo o erotismo a que estariam expostos.Tudo bem,né?Só que este homem saiu de um casamento,abandonando a esposa e 4 filhos para se casar com uma cantora evangélica que se apaixonou por ele.O casamento foi badalado e tinha a presença no altar de velhas raposas da liderança evangélica.Não é uma contradição?E a preocupação com os adolescentes?
    A Tiazinha estava no papel dela,mas e os crentes?Estes não querem tocar a trombeta em Sião;só no arraial dos gentios.

  4. Pois é… talvez o desejo de aparecer e fazer marketing religioso, esteja ofuscando o verdadeiro sentido do evangelho de Cristo: mudar vidas e não nomes de quedas d'água e afins, transformar mentes pelo poder da mensagem, transformar conceitos em função da verdade e levar multidões ao arrependimento por meio da ousadia de apresentar a salvação.

    Abraço fraterno.

    No mais… Paz!

    Pr. Jesiel Freitas

  5. "Enquanto tudo isso acontecendo, nós aqui na praça…dando milho aos pombos!!!"
    É lamentável, mesmo porque, enquanto isso, corre na rede mais uma "pérola" do "nosso impagável bispo Edyrrir mais cedo", agora ele dá instruções à sua alcatéia de como "pedir"(exigir) os dízimos dos fiéis da Igreja do Reino Herético e Mamônico do Edir Macedo.
    Vídeo este que gostaria de que fosse compartilhado a todos os seguidores deste blog.
    Que Deus abençoe a todos.

  6. Esse é o fruto de estarem longe da videira verdadeira. Nós cristão (católicos) aprendemos a não julgar os outros, ao contrário de vós protestantes (evangélicos) que se dizem Igreja. Nós somos a videira verdadeira, aquele que permanece em mim dá bom fruto.
    Bem disse são João em apocalipse que a besta e os falsos profetas viriam fazer guerra aos santos…é o que fazem.

  7. "Ser Cristão", você chegou atrasado é quer sentar-se no banco da janela?
    Mazelas por mazelas, prefiro criticar as nossas, dos protestantes evangélicos, mesmo porque a podridão em que estão envolvidos alguns dos dirigentes da "santa e imaculada madre igreja" é de fazer inveja aos seguidores da nossa não menos herética "Teologia da Prosperidade".
    Essa "pretensa videira" de vocês há muito que deixou de produzir frutos sadios, muito pelo contrário, está produzindo homossexualismo e pedofilia e outras aberrações.

  8. Correção: A videira verdadeira é CRISTO, e não a Igreja Católica!
    Apesar de não ser católico, creio que são mais engajados socialmente. Não temos de aprender os dogmas da Igreja Católica, temos de aprender a refletir mais o nosso interesse pelo AMOR ao semelhante e dar maior relevância ao trato com questões mais essenciais à nossa fé, como eles assim o fazem.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui