Esposa de líder evangélico abre o jogo após o caso homossexual do marido

9
449
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em entrevista concedida à Christianity Today, Gayle Haggard, esposa do famoso Ted Haggard, pastor de uma grande igreja nos EUA que foi pego com um rapaz (gay) e foi um dos maiores escândalos nos EUA depois do Jimmy Swaggart, revela bastidores do seu relacionamento.

Assine o Blesss

Como você ficou depois que o seu marido te contou tudo o que aconteceu?

No início eu fiquei arrasada. Quando esta afirmação chegou, vi que tudo aquilo em que nós investimos e acreditávamos estava desmoronando. Eu chorava muito, como você deve imaginar. Naquela primeira noite, deitada na cama pensando no que estava acontecendo conosco, eu só me perguntava: Quem é você? Quem eu serei nesta história? Pra mim estava bem definido quem é Deus, e que eu acreditava na minha família, no meu marido, na força da minha família, e na amizade.

Você disse que tinha uma boa vida sexual. Você tem alguma ideia do porque seu marido tinha atração por pessoas do mesmo sexo?

Ele havia me dito no início que as lutas em pensamentos surgiam de tempos em tempos. Ele chegou a falar com alguém sobre isso, e tentou entender melhor, mas no fim não conseguiu a ajuda que precisava. Eu apenas pensei que isto era uma tentação, e não entendia a força disso em sua vida. Pensava que ele sabia lidar com a situação, mas quando isso veio à tona, me chocou. Nosso casamento era forte. Eu sei que a Oprah Winfrey e outros disseram que ele deveria aceitar que aquela era de fato a sua identidade. Honestamente, nossas identidades são constituídas por aquilo em que acreditamos, e como escolhemos viver nossas vidas. Essa não é a identidade que ele queria para si próprio. Ele descreveu isso como algo contraditório em relação a tudo o que ele acreditou e construiu em sua vida.

O que você quer que as pessoas e igrejas aprendam com isso?

Eu realmente quero que a nossa história possa oferecer esperança para as pessoas que se encontram em uma crise de qualquer tipo. Os ensinamentos de Jesus irão nos guiar. Eu também quero encorajar a igreja de que nós existimos para trazer prazer e cura para as vidas das pessoas, e não aumentar os encargos com o julgamento e escrutínio.

Leia a entrevista completa no portal OGalileo

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

9 COMENTÁRIOS

  1. Meu Deus! ao ler esse artigo falando sobre o pastor americano que foi pego com um rapaz fico imaginando….onde fica a palavra de Deus?…como fica o evangelho do ponto de vista dos não crentes? meu marido é evangelista não quero nem pensar na possibilidade disso acontecer comigo!!é muita dor para essa mulher,e o pior é que as pessoas passam a pensar que a homosexualidade não tem cura. só jesus!!!

  2. Vou apenas comentar uma das ultimas colocações da Gayle Haggard:

    "[…] Nossas identidades são constituídas por aquilo em que acreditamos, e como escolhemos viver nossas vidas. Essa não é a identidade que ele queria para si próprio. Ele descreveu isso como algo contraditório em relação a tudo o que ele acreditou e construiu em sua vida".

    Resumindo e corrigindo: a verdadeira identidade de Ted Haggard é ser homossexual ou bissexual, mesmo que ele tenha lutado a vida toda contra si mesmo e tentado mentir para si e para os outros este tempo todo que era um heterossexual convicto e feliz.

    Abraços.

  3. Parabéns pra essa mulher!Realmente ela demonstra que o Evangelho é poder de Deus, para perdoar, para restaurar,etc. Deparo com pessoas que dizem ser servas de Cristo, mas ao primeiro deslize que o cônjuge (mais próximo,rs) dar, elas caem fora do barco, e querem já partir pra outra.Deveríamos demonstrar ao mundo que nós podemos dar a volta por cima, pois temos graça suficiente para isso, quando o mundo é compreensível agir assim, mas nós não, devemos sim deixar de ser egoísta, e ficar quando justamente é nessa hora que o outro precisa de nós, ou ele poderá se perder eternamente!

  4. Romanos 8:5
    Pois, os que estão de acordo com a carne fixam as suas mentes nas coisas da carne, mas os que estão de acordo com o espírito, nas coisas do espírito.

    Tiago 1:14-15:
    Mas cada um é provado por ser provocado e engodado pelo seu próprio desejo. Então o desejo, tendo-se tornado fértil, dá à luz o pecado; o pecado, por sua vez, tendo sido consumado, produz a morte.

    1Coríntios 10:12
    Conseqüentemente, quem pensa estar de pé, acautele-se para que não caia

    1Coríntios 15:33
    Não sejais desencaminhados. Más associações estragam hábitos úteis.

    * * *

    Esse é o poder das más companhias, não só pessoalmente, mas também pela TV, Internet, etc.

    As más companhias levaram esse sujeito ao homossexualismo e o Silas Malafaia à Teologia da Prosperidade.

    * * *

  5. Eu me excandalizo mais com a hipocrisia do que com o homossexualismo em si, ou seja, o fato do pastor viver vida dupla, pra mim é mais grave que sua queda. Certa feita um pastor auxiliar de uma grande igreja em B,hte. entregou o cajado e justificou dizendo que iria viver sua homosseualidade, ou seja,ele foi honesto.Eu não gosto destes pastores desonestos que vivem em pecado por anos até que alguém descobre e denuncia.
    Estes hipócritas ,deveriam ser restaurados como membros da igreja e não mais como pastores,pois já não são mais exemplos dos fieis, ou seja, são reprovados para o ministério.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui