Marcos Pereira: o pastor dos Bandidos, é o título da matéria na IstoÉ

40
25
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Wilson Aquino

O púlpito da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias (Adud) era o centro das atenções. Diante de 800 pessoas humildes, o líder e fundador da congregação, o pastor Marcos Pereira, esconjurava o demônio, como faz todo sacerdote evangélico, em uma quarta-feira de janeiro. Em determinado momento, o religioso deu uma pausa e conclamou, ao microfone: “Peço aos criminosos convertidos que estão aqui para vir ao palco fazer uma foto para a revista ISTOÉ”. De repente, como em uma romaria, homens começaram a se levantar de todos os lados da igreja e a andar em direção ao pastor. Na tropa de mais de 50, alguns chamavam a atenção por serem ainda adolescentes. Todos são ex-assassinos, traficantes, drogados ou ladrões transformados, hoje, em pessoas com aparência inofensiva e sempre dispostas a falar de Cristo.

O ex-pagodeiro Waguinho na fazenda onde os bandidos são recuperados

A Igreja está localizada na Baixada Fluminense, território do Rio de Janeiro marcado pela violência. O pastor encerrou a pregação puxando uma música gospel cuja letra se conecta diretamente com aqueles homens: “Eu, que era ovelha perdida, hoje tenho nova vida, caminhando com Jesus.” Pelas contas de Marcos Pereira, 53 anos, ele e seus missionários – entre os quais o ex- pagodeiro Wagner Dias Bastos, o Waguinho, exvocalista do grupo “Os Morenos” e hoje braço direito do pastor – já recuperaram mais de cinco mil bandidos e viciados nos últimos 20 anos. Alguns eram famosos e temidos chefões do tráfico, como José Amarildo da Costa, o Maílson do Dendê, que, junto com o irmão Milton Romildo Souza da Costa, o Miltinho do Dendê, chefiou o crime organizado na Ilha do Governador, nos anos 90. “O Rio de Janeiro não está pior graças a mim”, exagera o pastor, no seu estilo sensacional e sensacionalista. Mas é fato que é o único a entrar com seus obreiros em lugares tão perigosos que a própria polícia só incursiona após um planejamento prévio. Em contato com os bandidos, Pereira consegue, muitas vezes, convencê-los a trocar o fuzil pela “Bíblia”.

Mas seus métodos são polêmicos. O pastor filma a conversão de criminosos em bocas de fumo e também o resgate dos sentenciados à morte pelo tráfico, normalmente após bárbaras torturas e à beira da execução. Em seguida, vende os DVDs com essas imagens. Diz que, assim, sustenta a Igreja. “Ninguém me ajuda”, reclama Pereira, que estima em R$ 200 mil mensais as despesas com o tratamento dos regenerados. Segundo ele, o mais importante é ter salvado em torno de 700 condenados à morte pelos traficantes. Seu estilo midiático de trabalhar acaba despertando mais suspeitas do que admiração. Alguns dizem que ele ajuda a lavar dinheiro do tráfico, outros o acusam de fazer marketing de sua missão. Ele nega. Há anos, é alvo de investigação das polícias Estadual e Federal, mas nada foi provado. “É tudo safadeza. A polícia me persegue”, reage. Em meio a tantas suspeitas, ele responde a apenas duas ações por crimes ambientais por destruir parte da vegetação da reserva biológica de Tinguá, Nova Iguaçu, onde fica a fazenda Vida Renovada, usada para recuperar os bandidos arrependidos.

A doutrina de sua Igreja é arcaica. Talvez por isso, o cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo, tenha desistido de se converter, apesar de ter sido presença certa em todos os cultos comandados por Pereira quando ele visitava a cadeia onde o artista cumpria pena por associação com o tráfico de drogas, em 2008. De fato, as regras são extremamente rigorosas. O pastor proíbe a leitura de jornais e revistas, assim como recomenda aos fiéis que não assistam à tevê, não usem as cores vermelha e preta, não tenham plantas e nem criem animais, nem sequer mantenham bichos de pelúcia em casa.

Segundo ele, o demônio se esconde em todas essas coisas. Tomar Coca-Cola também é proibido, pelo fato de a fórmula do refrigerante não ser conhecida. As mulheres só podem usar roupas que não marquem o corpo e, os homens, calças e camisas de manga comprida. Banhos de mar ou piscina e a prática de esportes só podem ocorrer com as pessoas vestidas. Talvez por isso tenha dificuldade de engordar o rebanho. Adud tem apenas 1,5 mil fiéis em cinco cidades. Pereira ganhou notoriedade em 2004 quando, a pedido do então governador Anthony Garotinho, negociou a rendição de detentos amotinados na Casa de Custódia de Benfica, que ameaçavam matar os reféns. “Essa intimidade com traficantes levanta dúvidas, em quem não o conhece, sobre o comprometimento dele com os bandidos”, analisa o cientista social Luiz Eduardo Soares, ex-secretário nacional de Segurança. Apesar de não concordar com a metodologia do pastor, Soares reconhece a importância e seriedade do trabalho. O pastor Marcos é uma das poucas pessoas que transitam em todas as favelas cariocas, independentemente da facção criminosa que a controla. O que é um fenômeno e tanto, pois a realidade do Rio ensina que quem frequenta área dominada por uma quadrilha não pode ingressar na favela da facção rival, nem para visitar parentes, sem correr o risco de morte. “Pensava que ele ia à favela ver as coisas e depois caguetar para os inimigos”, conta Alexandre Vieira Pacheco, 33 anos, que não gostava do pastor quando era segurança das bocas de fumo da Favela de Acari.

Pacheco foi convertido há cinco anos. Para militantes da ONG Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência, Pereira poderia, graças a seu trânsito livre em favelas, ter ações mais humanitárias, como denunciar as condições subumanas em que vivem os presos ou as arbitrariedades praticadas pela polícia. “Para nós, que temos como foco principal a questão dos direitos humanos, o trabalho do pastor Marcos Pereira não soma nada”, afirma o engenheiro Maurício Campos, 47 anos, militante da Rede. “A melhor forma de recuperar um preso é se esforçar para que a Lei de Execuções Penais seja cumprida”, diz. Representantes da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa também reclamam dos métodos do pastor, explicando que quando Pereira prega que não foi o homem que roubou, traficou ou matou, mas põe a culpa no Exu ou no Zé Pilintra (entidades espirituais), os bandidos convertidos tornam- se uma ameaça. “Todo traficante evangélico quer fechar os terreiros na comunidade que domina”, revela uma vítima de preconceito religioso num morro do Rio, que pede para não ser identificada por medo de represália. Entretanto, o padre Elias Wolff, assessor da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vê com bons olhos o trabalho do pastor “desde que por trás dessas ações não haja interesses que não sejam a defesa e a promoção da vida.”

***
Fonte: IstoÉ

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

40 COMENTÁRIOS

  1. Haha tem umas coisas muito estranhas mesmo nesse pastor em questão de desconfiança. Mas como ninguem encontra provas nem nada, e nem um campeão se "habilita" a ter uma revelação de Deus em relação a ele, talvez o cara seja mesmo quem diz que é.

    É claro que tem uns exageros ali que não fazem sentido. Mas nada de grave, da pra melhorar muito se ele mudar alguns conceitos mas a grosso modo ele esta fazendo um bom trabalho.

    Afinal ele é perseguido e acusado pelo trabalho que faz. Talvez isso seja um bom sinal da presença da vontade de Deus. Nada que um crente normal não passe na vida.

    Gostei da parte "Todo traficante evangélico quer fechar os terreiros na comunidade que domina" HAHA
    Mas isso tambem demonstra uma conversão não completa, na questão do "Eu mando aqui nessa parada".

    É no mínimo um cara interessante de se pesquisar.

  2. Dá pra perceber que a matéria não foi escrita pelo pessoal do blog. Muitas colocações capciosas e mais duvidando e tentando incriminar do que informando. Não achei o texto imparcial mas inclinado a denegrir de alguma forma a imagem do pastor..
    Não interessa se o Pr não toma coca cola ou seus seguidores usam roupas diferentes, isso é só costume. Importa é que ele está ganhando almas e abençoando as pessoas. Coisa que muitos de nós esclarecidos, não sabemos o que significa na prática.
    Podemos chamá-lo de ignorante ou burro mas a bíblia o chama de sábio: "Quem ganha almas sábio é!"

  3. Conheci o Pastor Marcos quando ele veio visitar Orlando, aqui na Florida, a convite de uma igreja brasileira daqui e atraves de um amigo dele que vive aqui nos USA. Nao seria membro de sua igreja por conta de algumas diferencas doutrinarias, e nao concordo com algumas praticas por conta dos costumes estabelecidos por ele para seus congregados, mas, nao se pode negar a eficiencia e eficacia do seu trabalho nesse ambiente de tao dificil penetracao como e' o dos traficantes. O fato de receber pouca ajuda e' realmente lamentavel porque o leva a fazer coisas discutiveis, ccomo, vender os Dvds com imagens das incursoes feitas nos cativeiros e outras mais.
    Ele realmente exagera quando diz que o Rio estaria pior se nao fosse ele… hummm… o Rio estaria pior se nao fosse o poder de Deus que ele usa para arrancar vidas perdidas das garras do diabo.
    Acusacoes? Ate' Jesus colecionou, e muitas!
    Enquanto a gente ve um bando de sanguessugas espirituais enriquecendo 'a jato, conforta saber que ha uns poucos fazendo o trabalho duro de resgatar vidas da morte e do inferno.
    Aleluia!

  4. Como dizia Shakespeare:"Existem muito mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia", assim sendo, dou meu voto de confiança no trabalho do Pr Marcos Pereira, tirando, obviamente, os exageros quanto aos usos e costumes, de resto, não podemos entrar nos méritos de sua luta em prol dos perdidos. Uma só alma convertida e salva já teria valido a pena e ele certamente que terá seu galardão no céu. Oremos por ele e sua obra.

  5. Em meios a tantas noticias ruins no araial gospel, enfim uma que alegra os nossos corações!
    Artigos como este a gente lêr e não tem vontade que termine logo, a nossa alma engrandece ao nome do Senhor ! Tem que ter a chamada e tem que ser valente para fazer o trabalho que este pastor faz! O apóstolo paulo uma vez falou: gaças a Deus que trabalhei mas do que todos os demais apóstolos…se essa frase terminasse aí,diriamos que ele estaria se exaltando, mas ele finaliza… não eu mais a graça (favor imerecido) de Deus sobre a minha vida. Ico 15:10. Então não é prá quem quer, mas sim a quem Deus, na sua soberania chama e enche da sua graça ! pb. roberto rocha

  6. Essa igreja dele tá mais pra seita que igreja. Onde já se viu tomar coca cola é proibido entre outras coisas mais que não tem nada haver. Acho o numero de fieis alto demais. Isso é seita.

  7. O cara e fera agora sob o bandidos traficantes eu creio que os que querem tirar os centro de macumba eh aqueles que ouviram a palavra de Deus eh ainda não se converteram mais eh bom que eles acabem com essas coisas mesmo

  8. Cabe aqui cautela… devemos sim nos alegrar por alguém (qualquer pessoa ou instituição) ajudar na luta contra a violência nos morros e favelas do Rio. O tráfico de drogas e toda a violência gerada por ele (ou vice-versa), é sim ministério satânico. É só ver o que alguém é capazes de fazer pó causa do vício. É o inimigo de nossas almas que atua em todas as ações que denigrem a figura divina que mesmo após a queda, de alguma forma carregamos. Mas daí a validar o ministério de alguém é um passo grande de mais. E eu não tenho coragem de dar! Cabe mais pesquisa, mais informação, e mais clareza.

    Sobre as duas primeiras nada posso acrescentar, mas para termos mais clareza, digo: Se resultado (número de membros ou outro índice pragmático) for sinal de qualidade ministerial, a IURD, IMPD, Internacional da Graça, a ICAR, e etc. seus apóstolos, bispos, missionários e papas são os grandes heróis da fé.

    É sintomático, que o pr. Marcos, tenha coragem de enfrentar os traficantes e desafiar o próprio sistema do tráfico (seus valores e regras, dos quais quase nada sei). Isso prova o que um homem com uma missão pode fazer! Alguns episódios mundiais revelaram pessoas de caráter tão firmes que sob ação delas (pelo menos na visão daqui de baixo), ditaduras caíram, guerras acabaram, muros foram derrubados e canhões foram vencidos.

    O maior comentário que se pode fazer é porque eu não estou fazendo isso na minha rua, bairro, escola, na minha própria casa… etc?????

  9. Questões doutrinárias e de usos e costumes à parte: é bom ter pessoas que tem coragem de se aproximar de pessoas que vivem à margem da sociedade. Eles também precisam ouvir uma mensagem que liberta. Pessoas envolvidas no crime dificilmente se recuperam, só o evangelho mesmo…

  10. E aí Leo ? tudo bem ? Pois é , eu conheci o pastor Marcos em BH,conheci também sua mãe, conversamos ,e ela nos disse que tem mais ,salvo engano, dois filhos pastores da AD.Conversei com seu irmão e sua cunhada e com a esposa do Waguinho.Na época o pastor Marcos orou por meu filho Samuel, que ato contínuo caiu duro, e aí nos deu uma orientação espiritual que praticamos até hoje desde então.O que quero dizer é que todos foram extremamente acessíveis e nos trataram com gentileza.Tenho a melhor das impressões a respeito dele e de sua igreja e tenho o maior respeito pelo seu trabalho junto aos transgressores.Creio que as desconfianças são motivadas pela mais pura inveja, refinada no inferno. Que Deus abençõe a obra que os covardes venenosos(pastores,delegados da PC,da PF,etc)não fazem e que a ADUD faz!!!
    Abração Leo,Jô e Ravizinho(o fofinho)
    Graça e paz .

  11. Ele parece ser sincero.

    Porém, pela ótica bíblica há falhas em seus ensinos, métodos e atitudes.

    Expressões estranhas:

    "Peço aos criminosos convertidos que estão aqui…"?
    "Bandido convertido?"
    "Todo traficante evangélico"?

    Não devia ser "ex-criminosos", "ex-bandido", "ex-traficante"? Foram expressões mal-feitas ou eles continuam no mundo do crime depois que se tornam evangélicos?

    atos17.blogspot.com

  12. Qual o tipo de cristão o Pr. Pereira está formando?

    A resposta está no próprio texto.

    Mudança de conduta não significa conversão.

    Se os seguidores deste homem, com seu consentimento se utilizam do medo, do preconceito, da perseguição e da violência para fazer prevalecer seu ideário "cristão", logo não podemos afirmar com certeza que se trata de gente convertida.

    Somos levados pelas aparências e pelas almas supostamente salvas, tecemos louvores a quem "ganha almas", mas não somos capazes de discernir que há uma ética cristã no NT e um ról de frutos que balizam nossa percepção para que não confundamos "alhos com bugalhos".

    Esquecemos que o Pr. Pereira não foi o primeiro pastor a subir os morros destemidamente para evangelizar os bandidos. O proscrito Rev. Caio Fábio fez o mesmo na década de 90, e chegou a implantar a Fábrica da Esperança, o maior projeto social de vertente evangélica do Brasil até hoje, no meio da favela de Acarí.

    Qual o trabalho social que o Pr. Pereira tem para ocupar a mente dos seus seguidores em pról do próximo, qualquer que seja ele? Ou o único propósito dele é fazer prosélitos e invadir o morro com seu exército de discípulos usando da mesma estratégia que usavam para dominar o tráfico no morro (violência, perseguição e medo)?

    Não sejamos enganados. A cada dia que não conferimos coisa com coisa mediante a Palavra, mais seremos tentados a louvar hoje aqueles que no futuro, em não havendo mudança de conduta, serão fortes candidatos a diante do trono ouvirem: "apartai-vos de mim, não vos conheço!"

  13. O Pastor Marcos Pereira merece nosso respeito.
    Seus métodos e doutrina são mesmo arcaicos, segundo o texto acima, porém é preciso entender o que poderia ter motivado essas práticas.
    Acredito que é uma forma radical de se apresentar Jesus como o caminho da mudança de vida. Mas, se estão mudando realmente, só se pudessemos estar lá pra conferir.
    Lembro ainda, que o tempo traz mudanças grandiosas na vida de um homem. Vamos esperar e observar o que virá a ser a ADUD. É muito perigoso caminhar à margem do extremismo.. grandes seitas e heresias se fundamentaram a partir desse tipo de pensamento e ação.

    É isso.

    Gildo
    http://www.gildocarvalho.blogspot.com

  14. sobe vc nos morros, amado irmão Eliezer,

    Enquanto os (conhecedores da biblia), só falam , outros sobem no morro e arrancam vidas das garras de satanas.

    Não concordo com os costumes desta denominação, mas este Pr é ousado, e´ oque falta em nosso meio hoje.

    Muita conversa jogada fora, só palavras , é fácil escrever a falar, e agir ?
    Cade a ação, oremos por este nosso irmão em Cristo, Pr Marcos Pereira, para que o sr Jesus continue usando ele poderosamente, e que lhe dê sabedoria em algumas questões.

    Façamos a diferença em nome de Jesus.

  15. Fico feliz por pessoas extremamente perigosas e que, humanamente falando, deixaram a vida de bandidagem, mas, como nem tudo é perfeito, sou contra as suas doutrinas como não tomar Coca-Cola, não usar cores preta e vermelha (quem disse que o diabo é desta cor?) e outras "cositas mas".

  16. A Paz do Senhor
    Eu concordo que algumas das doutrinas da ADUD são equivocadas, mas não consegui enxergar na matéria pessoas com apenas mudança de conduta, consegui ver convertidos de verdade, sobre os frutos desses convertidos a matéria não deu detalhes.
    A matéria fala de alguns traficantes:
    “Todo traficante evangélico quer fechar os terreiros na comunidade que domina”
    Se continuam traficantes é obvio que ainda não se converteram.
    Continuo afirmando é preciso conhecer melhor essa Nova igreja para tirar conclusões.

    Fiquem na Paz do Senhor

  17. Só faltava essa!
    Agora o Reino pertence ao "PROSCRITO" e a seus seguidores! Que não conseguindo enxergar Deus além de seu próprio arraial, coloca em xeque a salvação nos outros arraiais.
    Que desgraça!

  18. Irmãos

    Cabe aqui, e em outras situações encontradas na igreja, uma reflexão que poucas vezes é feita:

    "Nem tudo que dá certo está certo!"

    Concordo com as afirmações dos comentaristas de que é preciso analisar com mais cautela, para ver se esses frutos permanecem e a coerência da prática com a Bíblia – É claro que isso só interessa para quem a tem como primeira e última Palavra, não para os que recebem e acreditam em "novas revelações" ou andam "em outros ventos de doutrina".

    O que Deus faz é sustentado por Ele mesmo, sem infringir a liberdade de ninguém. É inegável que os usos e costumes dessa denominação são de dar inveja em alguns grupos radicais islâmicos, que, diga-se de passagem, também tiram pessoas do crime para o islã.

    Obvio que os costumes não invalidam o trabalho de conversão desses jovens, más essas conversões também não validam esses costumes. Deus poderia perfeitamente fazer uma coisa sem a outra, más aí entra a religiosidade e faz isso para colocar uma marca humana nas conquistas.

    Antes que alguém diga: Não estou criticando o trabalho do meu colega, apenas fazendo uma análise do seu trabalho, que assim como o meu e de outros pastores também não é passivo a esse tipo de análise ou exame. (Atos 17:10-11)

    Em Cristo

    Pr Ielton Isorro
    http://clamandonodeserto.blogspot.com/

  19. Tendo ocê não Leo,vc publicou meu primeiro comentário ,mas não publicou o segundo !?!?
    será que ocê acha que desgraça é palavrão?
    Que desgraça,significa: que ausência de graça!
    O seguidor do "PROSCRITO"(como ele mesmo o definiu!),demonstrando ausência de graça, falou o que quiz,questionou a salvação de toda uma igreja local,comparou os métodos de evangelismo do pastor Marcos ao mesmo usado pelo tráfico(violência ,perseguição e medo)ou seja, destilou todo o seu preconceito venenoso, e meu comentário foi vetado???
    Tendo ocê não Léo !!!
    ———–ATALAIA—————————–

  20. Caro Ramos:

    Fico intrigado como alguém, sem sequer ter olhado em meus olhos um dia, pode pelo que me manifesto como opinião, questionar se tenho autoridade ou não para achar o que acho! Isso só pode ser reação instintiva de quem é dominado pelo ativismo religioso.

    Já andei em favelas e núcleos de pobreza e posso dizer o quanto os "ousados" prejudicam os trabalhos de evangelismo que levam as pessoas as buscarem em Jesus e na Sua Palavra a solução para seus problemas, e não na igreja ou ministério X ou Y ou no Pastor Fulano ou Reverendo Sicrano. Estes chegam com respostas prontas, impondo mudanças de padrão moral na marra, propõem soluções pragmáticas onde invariavelmente o "evangelista", “missionário” ou o "pastor" se torna um guru a ser seguido e imitado.

    O segmento-alvo da ADUD é formado por criminosos e traficantes. Boa parte deles são filhos de ministros e fiéis evangélicos, que pela opressão religiosa, saíram da igreja e deixaram-se seduzir pelo poder da criminalidade, do status que pertencer a uma facção dá e pela facilidade de obter prazer em um contexto como esse, fora a adrenalina que essa vida marginal oferece. Ocorre que, logo percebem que essa é uma opção de vida que não tem volta e acreditam que Deus não os quer mais (fruto da teologia aprendida na igreja que Deus rejeita as pessoas de comportamento moral não cristã). Daí surge uma figura messiânica: "ousado, intrépido, corajoso" falando em uma linguagem peculiar, embora conhecida e muitas vezes esquecida em algum canto no coração destes. Fala na possibilidade do "retorno ao lar" e se interpõe como intercessor por estas vidas junto aos chefes do morro. Ora, é certo que em um contexto desses, muitos repensem suas opções durante a vida e queiram mudá-la.

    Esse aspecto da atuação do Pr. Pereira é louvável, e de mim recebe o reconhecimento dessa estratégia como válida.

    Entretanto, o que se segue é o que preocupa. Doutrinas extravagantes, culto à personalidade do líder, proselitismo religioso. E não demora muito, vira curral eleitoral – o Waguinho foi lançado candidato à Deputado Estadual e o Pr. Pereira nos cultos e eventos tem ignorado o código eleitoral e tem feito propaganda aberta para ele, inclusive ameaçando de estar em pecado quem da igreja dele não votar no candidato que ele escolheu. Ora, isso é ou não um método coercitivo, do mesmo jeito que os donos da boca-de-fumo que controlam a comunidade que dominam?

    Os resultados imediatos são dignos de nota pela maneira eficaz que se implantam, mas no final, trata-se de largar um senhor para se submeter à outro.

    Não foi isso que Jesus disse que o evangelho promoveria. A bíblia narra que, a partir de um relacionamento pessoal com Cristo, a verdade liberta o ser de TODAS as cadeias.

    Infelizmente quando falta discernimento, ela é substituída por generosas doses de "ousadia" para compensar o irreflexão do processo todo, quando na verdade ousadia e conhecimento deveriam andar juntas. Como o povo evangélico é fascinado por números e desempenho, fecham os olhos para o que não interessa e exaltam aquilo que lhes é mais precioso: as aparências.

    Paz!

  21. Concordo com o que o Ramos falou.
    Precisamos parar de sermos tão críticos com nossos irmãos, cristãos intelectualóides, enquanto outros sobem morros para resgatar vidas.
    É muito cômodo ficarmos em nosso mundinho acadêmico cristão criticando, enquanto outros estão cumprindo o IDE.
    Façamos a diferença na prática, não só em discrusos, em nome de Jesus.

  22. A paz do Senhor Irmãos
    Irmão Eliézer Parabéns pela explicação…
    Perfeito essa sua explicação, só quem não quer entender irá criticar.
    Deixo aqui o meu protesto as igrejas e ministérios de São Paulo que também estão se deixando levar pela política, e obrigam os membros a votarem nos candidatos indicados pela igreja.
    Não que votar em um candidato cristão seja ruim, mas essas tais denominações literalmente obrigam o fiel a votar no candidato determinado pela instituição religiosa.
    Fiquem na Paz do Senhor

  23. Interessante: quem não toma coca cola, não sabe o bem que tá fazendo ao seu corpo (que é templo do Espírito Santo)embora que muita gente sabe ,mas continua nesta teimosia. Pega uma coca cola e coloca em um ralo entupido pra vc ver como o efeito é imediato, coloca um pedaço de carne dentro da mesma pra vc ver que acontece. Coca cola e uma soda caustica em grau menor ! Não pertenço a nenhuma seita e não tomo coca cola. Este Pastor dos bandidos tá prestando um grande favor para suas ovelhas não permitindo que as mesmas tomem coca cola ! Pb. roberto rocha

  24. Amado irmão Eliezer,

    Concordo com muitas coisas vc escreveu, e minha intenção não foi ofende-lo.

    Parabenizo pelas suas experiencias e conhecimento vasto de causa, realmente a graça e o conhecimento é biblico e necessario, devemos crescer em ambos.

    A ousadia que me referi é aquela a de sair das quatro paredes, irmos ao encontro dos perdidos, mas é claro com sabedoria, graça, conhecimento, unção.

    Escrevi desta forma porque, estou cansado de só ler e ouvir criticas de pessoas que falam bem , escrevem bem ,argumentam bem, mas não fazem diferença, enquanto muitos estão dando a sua vida pela causa de Cristo.

    Sei que no Reino de Deus , tudo é com ordem e descencia, e tudo na direção do Espirito Santo, que nos dá sabedoria, de como devemos fazer , agir, realizar…

    Porque a glória , honra e louvor , pertence somente a Ele, Jesus Cristo, como João Batista disse: Importa que Ele cresça , e que eu diminua.

    Orem por nós,somos missionários aqui no nordeste, deixamos o sudeste, para obedecer o ide de Jesus, Aqui ainda se vê muita carencia, em todos os sentidos.

    Muitos que aqui passam tiram fotos ficam por pouco tempo e vão embora.

    As pessoas aqui estão cansadas de serem usadas, por missionarios e pastores sem amor pelas almas, é neste momento que me refiro a ousadia, de ficar e amar, dividir o pouco que vc tem, comer o que eles comem, ouvir suas dores e medos, e dizer a eles, que Jesus não se esqueceu deles, ainda há esperança.( obs: não impomos nossa religião, nem a nossa denominação, ensinamos eles a imitarem a Jesus Cristo, olhando para as nossas vidas)

    Estamos aqui, vivendo verdadeiros milagres, glória Jesus.

    Que Deus continue abençondo a sua vida e seu ministério.

    Fique na gloriosa paz,

    Ramos

  25. Meu irmão Ramos:

    Perdoe-me também o tom de minha resposta à ti. Estou cansado também de alguns irmãos que, tendo sido contaminados pelo espírito de competição do presente século, aferram-se somente aos resultados mensuráveis pelos homens sem se importar que existe Um que provará nossos frutos após passados pela prova do fogo. Oxalá Ele encontre entre os meus pelo menos alguns que sejam de ouro e não de feno ou madeira!

    Na minha comunidade tenho sido muito incisivo na necessidade de sairmos do saleiro e sermos sal para salgar a sociedade. E nem proponho de criar trabahos de assistência, convido a engajarem-se em uma obra já existente sendo usados por Deus ali, fazendo de seu voluntariado um meio de pregar as boas-novas.

    Mano eu estou indignado com esses líderes que estão esbanjando o dinheiro dos irmãos que contribuem em sinceridade e, ao invés de aplicar onde o trabalho precisa crescer, comparam aviões. E se ainda fosse realmente para o bem da obra, estes teriam colocado sua "frota" para ajudar a salgar a Haíti transportando donativos, pessoal médico voluntário e manos dispostos a pegar no pesado para ajudar a resgartar gente viva dos escombros, numa manifestação clara do Reino entre os homens… mas até agora nada que eu saiba. Enquanto isso o John Travolta, ator norte-americano adepto da Cientologia, na semana passada pousou um avião Boeing de sua propriedade com 4 toneladas de donativos. Ainda que seja movido pela eventual publicidade, o cara fez mais que muito líder evangélico.

    E minha crítica reside aí: os caras pregam, ganham vidas, aparecem na mídia e a soberba aparece. Ato contínuo deixam de edificar o Reino para edificar o SEU reino particular via doutrinas exoticas para "marcar" seu território, da política obtendo benesses através da eleição de "seus" candidatos e uso dos meios de comunicação. Enquanto isso o povão só se ferra, abandonados à própria sorte, sem quem os assista de maneira digna, embora estes, seduzidos pelo carisma do lider, contribuam com esse ciclo pernicioso, enganados e esperançosos de um favor do seu líder, como se esse fosse a quarta pessoa da Trindade.

    Participei de um conhecido ministério no país, e ajudava no atendimento social em uma das maiores favelas de São Paulo. No decorrer do tempo, quanto mais gente se convertia e os espaços na mídia eram tomados, proporcionalmente menos se investia em assistência social. E os líderes e seus puxa-sacos, andando de carro importado zero quilometro, e eu vendo o povo sendo a cada dia mais desatendido e os líderes que abraçaram a causa em bairros da periferia tendo seus vencimentos atrasados e muitas vezes tendo que pedir ajuda para colocar comida em casa para a família… só de lembrar me embrulha o estômago!

    Estou feliz em saber que compartilhamos da visão que a igreja precisa ser ousada mas com lastro espiritual consistente.

    Paz!

  26. Segui seu conselho Léo,parei,de beber!
    Por um dia! rsrs.
    As pessoas tem tanta certeza que sua interpretação da Bíblia é a melhor,é a mais correta.Nos dois extremos tem pastores evocando a melhor interpretação das escrituras, a melhor compreenção do que é santidade,governo,vida cristã,etc.O certo é que vivemos uma babel cristã onde todos brigam pela primasia da verdade.O catolicismo tem um papa,os evangélicos tem centenas…centenas de infalíveis!
    Culto à personalidade do líder existe em todas as igrejas e religões,e não tem solução não,pois se trata de fraquesa humana.Igrejas se degeneram em pouco tempo,em pouco tempo se tornam clubes sociais.Igrejas evangélicas são perecíveis,e quando deixam de ser refrigeradas logo se degradam e perdem o sabor,odor e aparência iniciais.Infelizmente isto vale para toda igreja e líder, seja Edir,Malafaia,Caio,Valdomiro,Davi,Juanribe
    etc,etc.É claro,que se o pastor Marcos não vigiar,vai pelo mesmo caminho.
    Agora, uma última consideração,eu não seria membro nem da ADUD,nem do Caminho da Graça,dois extremos a meu ver nocivos,sabe aquela história,de tese e antítese, pois é!!!

  27. é incrivel como tem gente com a boca mole pra criticas, já vi uns dvd s desse pastor e até noticias na tv… o homem é respeitado pelos bandidos r querido nas comunidades… e tem feito a diferença, os cantores da igreja dele vai nos presidios realizar cultos e em favelas, as mulheres de cabelo preso e com batas enormes ele prega e hora colocando a mão na cabeça dos caras.. AGORA pq estou descrevendo isso??!! pq ao contrario das novas estrelas pop gospel que sequer chegam perto de outras pessoas e pedem seguranças em igrejas e pastores que no maximo assopram os membros.. eles vão e penitenciarias superlotadas em ambientes terriveis… então acho que a maioria de nós temos que vigiar no que falamos..VOCE TERIA CORAGEM DE IR EVANGELIZAR EM UMA FAVELA UM CARA COM UM FUZIL NA MAO??? E EM UMA CADEIA LOTADA, COM GENTE COM TUBERCULOSE??? E VOCE IRMÃ DEIXARIA DE USAR UM TayER COM SCARPAN NO CULTO DE DOMINGO?? (confesso que não mudaria minhas roupas minhas unhas ou prenderia meu cabelo com coqui todos os dias) então não vou criticar quem faz!!!!Vou criticar quem envergonha o nome de Cristo!!

    Ana Carolina

  28. Um dia superquente cheguei em casa louco para beber a Coca-Cola de dois litros na geladeira e não encontrei. Uma pessoa da família havia jogado no tanque para testar essa lenda urbana. Aconteceu algo terrível: eu fiquei superfrustrado. Nada mais.

    Existe uma substância líquida perigosíssima que todo ano causa inúmeras mortes no mundo todo e é considerada o "solvente universal". Também deve ser proibida? Chama-se "água".

    O apóstolo Paulo chamou especificamente o proibir alimentos de "ensinos de demônios".

    Quanto mais regras legalistas existem, mais meios ardilosos as pessoas inventam para burlá-las. Por isso o legalismo gera hipocrisia. O MP proíbe Coca-Cola, mas nada disse sobre a Pepsi, a Xereta-Cola, a Convenção-Cola, etc.

    A tendência ao culto à personalidade de fato existe em todos os grupos, religiosos ou não. Mas tem solução sim: criar um sistema organizacional que o neutraliza de diversas formas.

    Estranha a distinção feita entre "os que conhecem a Bíblia" e "os que fazem" e outras distinções similares. É o velho misticismo anti-intelectual que não quer que saibamos (e façamos) o que a Bíblia realmente ensina…

    atos17.blogspot.com

  29. é verdade pulpito cristão talvez a doutrina da assembleia de Deus dos ultimos dias seja mesmo arcaica ou a nossa seja um tanto quanto liberal não sei rsrsrsr, hoje temos cosytumes pra todos os gostos, tem a igreja do carnaval baiano a qual a carla peres e o xandy fazem parte a doutrina é tranquila, tem a dos homossexuais da contemporanea do gladstone e cia dai é ver qual ta fazendo a diferença se é do trio eletrico ou a dos gays eu não faço parte de nenhuma dessas que eu citei e acho que placa e doutrina não salva ninguem mas existem e precisam ser respeitadas principalmente pelos seus membros eu ja estive na igreja do marcos pereira e fui muito bem recebido e eu estava usando preto é aquele negocio pimenta nos olhos do outros é ……….. pulpito cristão me fala qual a doutrina (costume certo pra voces ai)????

  30. Evangelismo com adolescentes usuários de CRACk..
    Amados irmãos e irmãs.Sou responsável por uma equipe de evangelismo que se chama SEMEAR,na verdade é composta por minha família,eu,esposa,e três filhas,uma de 18,outra de 15 e a caçula de 13 anos.Quinzenalmente entramos nas comunidades carentes dominadas pelo tráfico de drogas(Em Duque de Caxias-RJ/Brasil),e distribuímos panfletos com mensagens da bíblia,fazemos orações com eles os moradores das comunidades,com os traficantes(que estão sempre muito bem armados com seus possantes fuzis, suas modernas pistolas e granadas de alto poder destrutivo), e com os viciados que vão até as "bocas-de-fumo)para comprar as drogas.Muitos desses jovenzinhos aceitam ao Senhor Jesus como salvador de suas vidas,e quando esse momento sublime ocorre há um gozo muito grande nos nossos corações,esses novos conversos soa orientados a procurar uma igreja evangélica que seja mais próxima de sua residência e que de lá façam parte se for a vontade do Espírito Santo de Deus(YHWH), E quando dispomos distribuímos algumas "marmitas contendo alimentos".Saliento que muitos dos jovens que abordamos em nosso serviço evangelístico/social,apesar de em sua maioria,estar envolvida em atividades criminosas e serem violentos e perigosos,está sofrendo muito.Centenas deles estão abandonados pelas suas famílias,morando nas ruas e dormindo em calçadas gélidas e fétidas,muitos adoecem de problemas pulmonares.Estou desenvolvendo uma campanha na web,para chamar a atenção das autoridades para a real necessidade de que seja construída nesse município uma clínica para tratamento desses jovens,mais que seja "pública e com acesso para ambos os sexos e várias faixas etárias".Gostaria muito,com toda humildade de poder contar com a ajuda do povo de Deus,deixo-lhes o meu clamor,e antecipo meus agradecimentos.
    .Caso não poderem colaborar conosco de alguma forma,por favor orem por nós,porque o trabalho que desenvolvemos é muito perigoso,vamos dentro das bocas de fumo(comando vermelho)e evangelizamos homens fortemente armados com pistolas,metralhadoras,fuzis e granadas, e falamos de Jesus a muitos jovens vicíados em Crack.

    Deus abençoe a todos.

    tel(021)95950749 irmão Jorge Nóbrega/evangelista
    Coordenador do Ministério de Evangelismo SEMEAR.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui