Evangelho relativista ou dogmas absolutos? (Por favor, alguém acenda a luz!)

20
640
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Leonardo Gonçalves

Assine o Blesss
Durante dois anos dediquei parte do meu tempo para discutir com relativistas ateus acerca da existência de uma verdade universal e absoluta. Sabe o que eu descobri? Que algumas pessoas têm uma vontade enorme de discordar, mesmo em face das maiores evidências. A segunda grande lição que tirei foi que o relativista é um debatedor desleal; como debater a verdade com alguém que crê que todas as proposições são igualmente verdadeiras (não havendo, consequentemente, nenhuma verdade?).

Mas se há (e eu tenho absoluta certeza que há!) uma verdade acerca da verdade, é que ela independe da nossa opinião sobre ela. Antigamente a humanidade achava que a terra era plana, mas a crença daquele homem primitivo e medieval não pode mudar a verdade de que a terra é redonda. Eles estavam bem intencionados, mas fracassaram. A verdade sempre existirá, independente do modo como nos relacionamos com ela [como no vídeo à seguir].

Neste mundo pós-moderno com sua porteira aberta para o absurdo, não faltam cidadãos politicamente corretos para tratar de convencer-nos que a moralidade, por exemplo, nada mais é do que uma convenção social. Não existe um comportamento certo ou errado; não há regras exteriores a nós para se cumprir, tudo começa e termina em nós mesmos. Contudo, mesmo o maior dos relativistas abominará a idéia de ter uma esposa “relativamente fiel”. Neste caso, ele está absolutamente seguro que a fidelidade é um padrão moral legítimo, verdadeiro. Para muitos, todo comportamento é correto, até o dia que um tarado pervertido estupre a sua filhinha indefesa. Isso acontece porque a verdade nem sempre é evidente em nossas ações, mas pode ser percebida em nossas reações.

A exegese e a hermenêutica também tem sofrido influencia do relativismo. Há uma multidão de cristãos a-religiosos na blogosfera, tratando de convencer-nos que o balão é azul, roxo e verde ao mesmo tempo. Para estes pseudo-pensadores, as palavras de Jesus tem um milhão de interpretações possíveis (e igualmente válidas). Quanta frescura! É claro que a bíblia às vezes usa metáforas, analogias e parábolas, mas nestes casos o sentido do texto é claro. Do mesmo modo, há inúmeras passagens que são literais, e o sentido destas palavras é igualmente claro.

As vezes penso que esta idéia burrificada de que cada um deve interpretar a bíblia a sua maneira, e que verdades contradizentes podem ser igualmente verdadeiras é produto do péssimo sistema educativo brasileiro. A grande maioria dos alunos do ensino médio é incapaz de interpretar textos simples! Entende a gravidade do problema? Os nossos queridos relativistas morais e religiosos são, em grande parte, vítimas deste processo.

Por tudo isso que eu afirmo sem medo de errar: “não é o excesso de intelectualidade que está sufocando a igreja brasileira, mas a ausência dela”. E nestes dias confusos, quando os homens “chamam o mal de bem e o bem de mal”, nada pode ser mais normal do que uma multidão de ignorantes sendo aclamados como pensadores e filósofos, enquanto os verdadeiros pensadores são relegados ao anonimato. A burrice virou sinônimo de intelectualidade, e aqueles que usam o cérebro e contrariam as convenções pós-modernistas são chamados de intolerantes e irracionais. Lamentável, boçal, triste, porém verdadeiro.

O tempora! O mores!

***

Postou Leonardo Gonçalves, cristão absolutista e dogmático (nada preocupado em ser politicamente correto), no Púlpito Cristão
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

20 COMENTÁRIOS

  1. Paz!

    Gostei muito do vídeo. É assim que me sinto quando tento evangelizar um ateu…rsrsrs

    Concordo com sua opinião. A verdade é absoluta, não há como relativizá-la. O máximo que conseguiremos é o relativismo na maneira como se percebe a verdade. Todavia, a verdade permanece inalterada.

    Parabéns pela postagem!

    Abs,
    Vinicius Morais

    Visite: Refletindo a Graça
    http://refletindoagraca.blogspot.com/
    Conheça o nosso podcast!

  2. A verdade é a verdade e, no caso dos cristãos, a Verdade da Palavra é integral e absoluta!

    Tem gente escolhendo crer em alguns "pedaços" e descartando o que não lhes convêm… e é toda essa deturpação que tem permitido o surgimento dos verdadeiros monstros teológicos doutrinários que assombram e levam direto para o inferno.

    Muito bom Léo… sejamos o que somos: politicamente incorretos para o mundo, mas sempre tentando ser retos perante o Senhor Deus!

  3. Quando de minha conversão, há muito tempo, nos idos de 1980, fui convidado por um colega para ir a uma festa em uma igreja, acabei por sair de lá batizado, sem a mínima preparação prévia, sem sequer saber o que estava fazendo, simplesmente atendi e aceitei a um apêlo, erguendo a mão, momento em que fui imediamente conduzido ao tanque batismal.
    Decorrido algum tempo, não conseguindo digerir as muitas falhas doutrinárias daquela seita, passei a congregar em outra não muito diferente daquela, ocasião em que tive a idéia de ler a bíblia, quando então procurei a igreja cujos ensinamentos mais se assemelhava ao evangelho, onde estou até hoje.
    Recentemente, procurei pelo pastor de minha igreja para saber da validade daquele ato batismal, uma vez que sempre tive dúvidas nesse sentido, momento em que soube que aquele batismo foi celebrado somente em nome de Cristo, quando, na verdade, deve ser celebrado em nome das três pessoas da Trindade Divina, quando tive a oportunidade de passar novamente pelas águas batismais, cumprindo assim todos os trâmites e ritualísticas válidas para aquele ato solene.
    Conclusão: A "VERDADE ABSULUTA" é a Palavra de Deus.

  4. Na verdade, toda verdade é absoluta, ou entao ela nao é verdade de forma alguma. Quando os relativistas dizem: "nao existe verdade", eles nao estao fazendo nada mais que legitimar a necessidade de uma verdade absoluta, pois fica subentendido que para eles, "a verdade é que nao existe verdade"… cômico, né?

  5. é,
    eu postei tbm este video no meu blog com este enfoque.
    oq devemos fazer é incentivar as pessoas a pensarem sobre questoes universais diriamos assim.
    sobre conceitos de verdade e realidade.
    tudo começa no pensamento…

  6. É a pura realidade!
    Hoje tudo é relativo.O vídeo é bastante didático.
    Quanto a interpretação da Bíblia é bom lembrar o que diz o versículo a seguir: IIPedro 1:20 Primeiramente Sabendo isto: que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação particular.

  7. Essa geração tá cada vez mais difícil de aceitar a palavra do evangelho. Debato com mtos ateus e quando eles se veem encurralados, a última ação é atacar. Deixam de lado a "intelectualidade" que se arrogam ter e partem para os ataques pessoais. Hahah… nem ligo. Esse é o ponto onde paro de conversar com eles, por mais q eles insistam. Provaram q são como porcos reagindo diante de pérolas.

    Parabéns, Leo.

  8. A moral é relativa ??? Ou absoluta???
    No caso da moral cristã,que é uma moral revelada (nas escrituras)creio ser ela absoluta.Todavia as igrejas evangélicas a tem relativisado em extremo.Basta vermos que pecado varia de igreja para igreja.Para os Batistas,adventistas,assembleianos,etc, beber cerveja/vinho é pecado,para presbiterianos não é.Para adventistas,e batistas do sétimo dia, trabalhar no sábado é pecado,para outras igrejas já não é!.Para outras igrejas comer carne de porco é pecado,para outras não!Pra algumas poucas igrejas cristãs divorciar e se casar de novo sendo o cônjuge anterior vivo é pecado, para uma infinidade de outras igrejas isto não é pecado!
    Algumas igrejas protestantes guardam o domingo e quebrá-lo é pecado,para outras não!.Para a maioria das igrejas não dar o dízimo é pecado, para uma minoria não!Para algumas igrejas a mulher cortar o cabelo é pecado, para outras não!Para algumasa igrejas masturbar é pecado ,para outras não!Para algumas igrejas sexo anal e oral é pecado,para outras não!Para algumas igrejas ir ao cinema é pecado,para outras não!Para muitas igrejas cristãs fumar é pecado ,para outras não!Para algumas igrejas cristãs mulher usar roupa típica de homem(calça) é pecado,para outras não!Sem falar em transfusão de sangue,etc,etc.
    Enfim, babel cristã !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Evangelho relativista ou dogma absoluto ???????
    Com certeza, o evangelho relativista é o pregado em 100 de cada 100 igrejas evangélicas no Brasil e no mundo!Basta dizer que pecado é relativo, pois cada igreja tem a sua própria listinha!!!!
    Ainda que na Bíblia a moral não seja relativa,na praxis cristã,certamente o é!!!!!
    Triste realidade!!!

  9. Leo.. o video eh meio relativo….kkkk pode ser verdadeiro pra vc mas pra mim nao eh..rsrsrsrsrsrs
    brincadeira… muito bom o video, e o texto tbm… coisas simples nos faz entender a verdade… CarolBarroso

  10. Ei Leo!

    Você foi muito feliz na escolha desse vídeo que ilustra o seu emblemático ensaio.

    Realmente, quantos não estão lançando mão de teorias e concepções prontas para enfrentar a falta de sentido de suas vidas. Na verdade, as soluções ditas por eles de modernas não passam de remendos em feridas, talvez, incuráveis.

    Os lábios dos que buscam um novo sentido para Deus estão secos como os de quem vaga por um deserto.

    Parabéns pelo que suscitou em mim, o seu ensaio.

    Abçs,

    Levi B.Santos

  11. Cosiderações finais a respeito do post "evangelho relativista ou dogmas absolutos"
    Concluo com a seguinte afirmação:Como hoje os dogmas são relativos e o que é pecado também(vide comentário anterior),
    hoje um cristão para poder evangelizar ele precisa basicamente de "duas listinhas".Uma listinha de dogmas afirmados por sua igreja,e uma listinha de pecados afirmados também por sua igreja.Com a listinha de dogmas ele poderá ensinar ao neófito as verdades inquestionáveis que ele deverá guardar(como infabilidade papal,assunção de Maria, no caso dos católicos,ou mesmo a guarda do sábado,no caso dos adventistas,ou mesmo a atualidade dos dízimos no caso das igrejas malaquianas,rsrsr).E com a lista de pecados ele poderá instruir o neófito o que deixar de fazer/praticar.
    Obs.: caso o cristão não concorde totalmente com o conteúdo das duas listinhas(dogma /pecados) de sua própia igreja ,ele então terá que compilar a sua própia listinha.
    E finalmente de posse destas duas listinhas ele poderá exercer juízo de valor contra as demais igrejas cristãs,declarando-as heréticas ou não,mundanas ou não!
    O tempora ! O mores!

  12. "Nem todo mundo é farofa Hikari", como assim? Não conheço essa expressão, explica?

    ***

    Um professor de filosofia tentava explicar aos seus alunos o absurdo da afirmação de que não existe verdade absoluta, mas era em vão: eles insistiam absolutamente convencidos.

    Então o professor lhes deu um trabalho para entregarem dias depois. Os alunos fizeram o trabalho muito bem feito em todos os sentidos, mas o professor arbitrariamente lhes deu uma nota bem baixa.

    Os alunos reclamaram e exigiram que a avaliação fosse feita com critérios objetivos. Tinham certeza absoluta que o trabalho estava ótimo e merecia uma nota boa.

    Aí o professor ligou essa relação com o debate de dias antes. Todo relativista logo se torna absolutista quando o relativismo se volta contra eles.

    ***

    Precisamos diferenciar "livre-exame" de "livre-interpretação". Cada indivíduo possui o direito e dever de examinar as Escrituras diretamente. Mas as interpretações devem ser feitas dentro de parâmetros objetivos.

    ***

    O relativismo é um grande erro. Mas o dogmatismo também. Ao fugir de um erro, tendemos a cair no erro oposto. Existem três tipos de pensadores: dogmáticos, relativistas e analíticos.

    Sim, existe verdade absoluta. O que não existe é entendimento absoluto da verdade. Este deve ser sempre buscado, mas em sua inteireza está além da capacidade humana.

    O problema é que todo mundo que vê esse vídeo se identifica com a mulher que diz que o balão é vermelho e pensa que os outros são aqueles que dizem que este é azul, amarelo, etc. Mas quem pensa diferente de nós imagina o contrário. Então, em vez de diálogo, temos um braço-de-ferro verbal.

    A atitude realmente esclarecida é considerar a possibilidade de que nós somos um dos que afirmam que o balão é azul. Ou às vezes o balão é roxo, uma mistura de azul com vermelho. Ou talvez ambos estejamos errados. Pode ser que sim, pode ser que não, analisemos.

    Não sabemos tudo, não percebemos tudo, não entendemos tudo, não consideramos tudo. Sempre temos que estar abertos a novas informações e a ajustar nossos conceitos. Isso não é relativismo, é ter mente aberta ("mas não tão aberta que o cérebro caia fora" – Carl Sagan).

    Os judeus no primeiro século aguardavam o Messias. Porém, eles esperavam dogmaticamente um Messias político, um Rei-Guerreiro que os livraria do Império Romano.

    Mas daí surgiu um carpinteiro pobre, que veio de Nazaré em vez de Belém, pregando a libertação do pecado, algo que eles acreditavam não ter por serem descendentes de Abraão.

    Os judeus pensadores dogmáticos rejeitaram Jesus. Os judeus pensadores analíticos ajustaram seus conceitos.

    Tanto o relativismo quanto o dogmatismo causam a variedade apontada pelo Atalaya. O cristão não deve ser nem relativista nem dogmático, mas um pensador analítico.

    ***

  13. Obrigado, Leonardo!

    ***

    Esse assunto me lembrou uma das SUPOSTAS contradições da Bíblia:

    Qual era a cor da veste que colocaram sobre Jesus?

    Mateus 27:28 – Escarlate?
    Marcos 15:17 João 19:2 – Púrpura?

    Mateus e João foram testemunhas oculares, mas cada um atribuiu uma cor à veste de Jesus! Qual era a cor certa e como explicar a contradição?

    E aí, Leonardo? Como você responderia a um questionador sincero ou um amigo com dúvida?

    E como você encaixa com esta postagem que dogmaticamente diz que o balão é vermelho?

    Existe uma explicação muito simples, mas ela não é nem dogmática nem relativista.

    Abraço!

    ***

  14. Show,Leonardo!
    A verdade não deixa de ser verdade,ainda que não se acredite nela!
    Quanto ao post do Atalaia,é fato que o conceito de pecado varia de igreja para igreja,mas penso que quando estivermos ante o tribunal de Cristo ele não vai perguntar se recebemos transfusão de sangue,se guardamos o sábado ou o domingo,se bebemos cerveja ou vinho.
    Creio que Ele nos perguntará se guardamos os dois maiores mandamentos que deixou:amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.Ele vai querer saber se o colocamos acima de tudo e de todos;se demos de comer a quem tinha fome e de beber a quem tinha sede;se amparamos órfãos,viúvas,presidiários;se pregamos o evangelho genuíno ao maior número de pessoas que pudemos;se guardamos e obedecemos a Sua palavra;se não nos conformamos com este século!
    Os dois maiores mandamentos são estes!Simples assim!Mas o ser humano não se conforma:é só isso?Não tem que sacrificar?Não tem que fazer correntes?Não tem que desafiar a Deus?
    O povo perece por falta de conhecimento,por falta de Bíblia!
    Li um livro muito bom que recomendo a todos,especialmente aos que gostam de filosofia e ciência.O nome do livro é A VERDADE SOBRE O CRISTIANISMO,do autor Dinesh D´Souza.Editora Thomas Nelson Brasil.Ele fala sobre ateísmo e cristianismo,e sua relação com filosofia, ciência e moralidade.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui