A idolatria gospel e o mercado musical

14
363
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Renato Vargens

O crescimento em ritmo acelerado do mercado Gospel, no País, motivou o pronunciamento do deputado Pastor Cleiton Collins (PSC). O parlamentar destacou a matéria publicada no Jornal Folha de Pernambuco sobre o assunto. “Somos uma fatia significativa do mercado consumidor e, de alguma forma, geramos emprego e renda”, comentou. De acordo com o deputado, o mercado cresce 8% ao ano e movimenta R$ 1 bilhão em negócios. O parlamentar acredita que, no Brasil, existam mais de 45 milhões de evangélicos prontos para o consumo.

Assine o Blesss

Caro leitor, o chamado mercado gospel me enoja! Saber que homens e mulheres em nome de Deus se tornaram “artistas gospel” mercadejando a mensagem da Salvação Eterna, me deixa escandalizado. Confesso que não suporto mais ver a paganização do cristianismo, nem tampouco a comercialização da fé. Em nome de Cristo, os chamados artistas de Deus cobram cachês altissímos, exigindo daqueles que os contratam, mordomias e benesses especiais. Se não bastasse isso, usam roupas escalafobéticas, contratam seguranças e alimentam os seus fãs clubes com estrelismo e requinte.

Para piorar a situação algumas rádios chamadas evangélicas, “cartelizaram” a fé, tocando em seu dial somente as músicas dos artistas contratados por suas gravadoras. Junta-se a isso o fato, que tais rádios incentivam o estrelismo, levando boa parte do povo cristão a uma idolatria velada de seus artistas gospel. Em nome de Deus, cantores e cantoras, envolvidos por uma super-produção exigem tratamento VIP por parte daqueles que o contrataram proporcionando assim o surgimento de uma teologia musical non sense.

Prezado amigo, que bom seria se as músicas tocadas em nossas rádios fossem frutos de vidas comprometidas com o Reino de Deus. Ah como eu gostaria de ouvir nas rádios evangélicas João Alexandre, Nelson Bomilcar, Logos, Vencedores por Cristo, Asaph Borba, Ademar de Campos, Atilano Muradas, Josué Rodrigues, Crombie, Paulo Brito, isto sem falar em um incontável número de bons músicos desconhecidos que tem tocado canções de qualidade nesse “brasilzão” de meu Deus.

Há pouco um pastor amigo me relatou que uma destas cantoras ao chegar em sua igreja perguntou: – “Aonde está o segurança contratado para me acompanhar? O pastor respondeu: Segurança? Que isso minha irmã? Aqui na minha igreja não tem isso não. Aqui todo mundo anda sozinho.”

Tal cantora, ao ouvir a resposta do pastor respeondeu: – “Pastor, não faça isso, não vou conseguir andar na igreja, todos vão quere me tocar!

Caro leitor, infelizmente os culpados por essa idolatria gospel, por esse mercantilismo nojento são os pastores evangélicos, que permitiram com que a Casa do Senhor se transformasse num balcão de negócios.

Isto posto, acredito que a sáida para este embróglio maldito, é o fechamento do púlpito cristão para essa corja mercantilista que só pensa em ganhar dinheiro.

***
Postou Renato Vargens, no Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

14 COMENTÁRIOS

  1. O inimigo de nossas almas está conseguindo o que quer: cozinhar o povo de Deus.

    Jessie Penn-Lewis já escreveu na obra prima 'Guerra contra os Santos' que a melhor forma do diabo enganar o povo de Deus é imitando ao próprio Deus.

    A cada dia vemos ditos servidores de Deus servidno a Mamom, pois no fim das contas o que interessa é o quanto vai cair na conta, por conta de contratos milionários com gravadoras, shows por 20, 30, 50 ou 70 mil reais.

    O que vale é aproveitar a fama pois, exatamente como no mercado de música secular, rola o jabá gospel e quem pode investir mais aparece mais e tem mais retorno.

    Porém, bem pior que o mercado secular, este mercado gospel goza da intocabilidade de alguns ungidos, em que o povo, a massa, sequer pode escolher muito o que ouvir, sob pena de 'perder a bênção' ou algo que o valha.

    Louvar se tornou sinônimo de cantar. Adoração, só se for com certas músicas ungidas, que mais parecem untadas.

  2. Infelizmente o culpado de tudo isso somos nós mesmos, pessoas simples que se aglomeram para comprar tais produtos que de cristão so tem o nome mas nenhum conteudo.
    Musicas interpretadas por cantores conhecidos da midia mas escritas muitas vezes por pessoas que nem sabem o que é Deus, o que é servir a Deus.
    Pessoas que vivem de compor musicas para quem solicitar.
    Como adorar a Deus com esse tipo de musica, se na biblia diz que o nosso Deus e santo e se ele é santo so pode receber coisa que o glorifiquem.
    E por isso que ainda louvo a Deus quando ouço belos hinos da harpa sendo entoados pelo povo, lagrimas vertidas atraves de belos hinos escritos com direção do Espirito Santo.
    Precisamos entender que esse meio virou comercio, livros, revistas, paavras cruzadas biblicas, musicas, shows, somente nós podemos parar com esse mercado.
    Ora vem Senhor Jesus.

  3. Infelizmente, esta é a triste realidade. Já pude perceber a alegria e entusiasmo de alguns ao saber que o(a) artista gospel X ia tocar na cidade…
    E essa alegria e entusiasmo deveriam ser ao Senhor.
    Abaixo as idolatrias modernas!

  4. Realmente também sinto nojo desta "gospaiada" !Mas isto não me dar o direito de ouvir música mundana, quando eu sei que ainda tem um Victorino Silva ( principalmente os clássicos antigos) , Feliciano Amaral Sérgio Lopes,Marco Aurélio,etc.. o espaço seria pouco para enumerar todos os bons cantores que ainda existe neste vasto brasil,como você frisou.Realmente a culpa de tudo isto são os pastores que ficam dando ibope prá essa turma, eu chamo este tipo de pastor de: pastor Arão, que procura sempre agradar ao povo,para ser o bonzinho, mesmo que com a sua atitude venham desagradar a Deus.No livro de Exôdo 32;1 a 6. estar lá uma cópia do que seria no futuro um show gospel mercantilista.( e pagaram caro, com ouro !) E a culpa é Principalmente dos daqui do sul do país(foi por aqui que esta praga se alastrou ) lá no norte, em muitas igrejas (a onde muitos são chamados de quadrados, e bastante criticados por suaa atitudes ). os membros são "proibidos" de participarem destes shows de desviados da palavra de Deus. E se forem são disciplinados! Aqui no sul se fizer isto são tachados de ditadores ! Agora tão aí, bebendo do própio veneno! Eu não ouço essas rádios manipuladas e jamais essses pilantras vão ver a cor do meu dinheiro em seus shows ! Só ótario (crentes sem bíblia) que dar ibope prá essa cambada ! pb. roberto rocha- robertorocha67@hotmail.com

  5. O proprio Pr Cleiton, como é sabido e notório, é um dos que cooperam para essa idolatria, fazendo eventos do tipo "showmicio" com esses cantores e ainda fica fazendo uma lavagem cerebral no seu programa de rádio 103.9 FM no recife, aliás
    essa rádio é de caráter questionável tb pq fica fazendo tudo que é qualidade de show onde Jesus nunca é o adorado. É lamentável no que tenha se tornado o mundo "gospelmania"…tudo vale apena se a grana não é pequena…acho que deveríamos passar aquele vídeo da marcha "o $how tem que acabar ! Voltemos ao evangelho simples"
    Ninguem merece !

  6. Que isso Renato! Não seja tão…"Severo"?.(é brincadeirinha, viu Júlio!)
    Falando sério agora, concordo em parte com o que você escreveu. É realmente absurdo, o que anda acontecendo por ai, mas fazer o que né meu querido. Todo mundo tem (ou escolhe ter, se é que isso é possível)os larápios que merecem. É a preferência dos santos como bem cantou o Zeca Baleiro.

    Heavy Metal Do Senhor

    O cara mais underground
    Que eu conheço é o diabo
    Que no inferno toca cover
    Das canções celestiais
    Com sua banda formada
    Só por anjos decaídos
    A platéia pega fogo
    Quando rolam os festivais…
    Enquanto isso Deus brinca
    De gangorra no playground
    Do céu com santos
    Que já foram homens de pecado
    De repente os santos falam
    "Toca Deus um som maneiro"
    E Deus fala
    "Agüenta vou rolar
    Um som pesado"
    A banda cover do diabo
    Acho que já tá por fora
    O mercado tá de olho
    É no som que Deus criou
    Com trombetas distorcidas
    E harpas envenenadas
    Mundo inteiro vai pirar
    Com o heavy metal do Senhor…

    Um abraço.

    http://www.hemorragiadesentidos.blospot.com

  7. Idalino
    O processo de mudança e muito simples, veja as etapas:

    1ºcomeçamos a nos impolgar com cantores, certos lideranças,pregadores de espetaculos e etc.

    2º20 anos depois desta geração na qual eles ja terao morrido passam outros 30 anos.

    3ºO povo criara bustos deles nas igrejas e colocarao fotos deles pelos templos.

    4ºpassaram ai outros 20 anos e aparecera milagres em seus nomes .

    5ºO povo vai passar a interceder a ales e por fim virao as imagens e voltaremos a estaca zero.

    Vejan a dura realidade :

    Santa Ana Paula a padroeira do leao.

    Santa Sonia a padroeira 171.

    Sao valdemiro o padroeiro das causas impossiveis.

    Santo Edir Macedo o padroeiro das praticas ocultistas e do aborto

    Que Deus tenha pena de nos e que as futuras geraçoes nos façam voltar ao zero.

  8. E ainda me chamam "carinhosamente" de idiota por não cobrar nada para cantar em casamentos e ministrar louvor nas igrejas do meu município. Graças a Deus, pois prefiro não ter do que me envergonhar.
    E pensar que Jesus não cobrou nada de nós, nos deu de Graça e pela Graça. Mas de graça, muitos nem saem de suas casas.

    E ainda tem essa cobrança insuportável por gravação de CD.

    Tem voz bonita… Logo perguntam: E seu cd, quando vai ficar pronto?
    Affffffffffffff
    Só Jesus nesta causa!!!

  9. O comentário está ótimo, so discordo do "que permitiram com que a Casa do Senhor se transformasse num balcão de negócios.", pois a Casa de Deus somos nós os que cremos pela fé ao ouvirmos as Escrituras, que é o próprio Deus nos falando pelo Espirito, e aí Ele habita em nós, e assim nos tornamos HABITAÇÃO DELE. Deus não habita em "templos de pedra, tijolos, ferro e concreto". Ah, não é no sentido de habitação? e sim no sentido de posse? Até onde sei, todas as coisas do universo pertencem a ELE.

  10. Léo e Renato,

    Como é bom saber que não estamos sozinhos na defesa da verdadeira adoração: simples e cristocêntrica. O conhecimento teológico e de marketing do negócio é fundamental para apontarmos caminhos coerentes para a igreja. Deus tem nos dado essa responsabilidade. Que possamos cumprí-la sem medo e com muita ousadia!

    Deus abençoe ricamente a vida de vocês com graça e autoridade,

    Forte abraço!

  11. realmente o mercantilismo com o nome de Cristo tá tremendo não só no Brasil mas em outros paises do mundo.mas voltemos ao Brasil, é o que nos interessa.infelizmente é culpa dos pastores que muitas vezes fazem a partilha com os mercenários cantores,pregadores sensacionalistas dos nossos dias(que vergonha!)eu sei que todos precisam trabalhar para viver mas o problema são os motivos que levam aos tais a mercandejar olouvor.

  12. A igreja nunca deveria dar oportunidade para nenhum cantor, mesmo os não famosos. Sou da opinião que a parte do louvor, toda a igreja deve cantar. Quando falamos em igreja, estamos falando de coletividade. Atualmente, ainda não conheci algum pastor que não exija o dízimo, que rejeite as coreografias e as palmas para Jesus que Ele merece. Coreografias e palmas, vem sendo adotadas de alguns anos para cá. Gostaría de me congregar em uma igreja sem essas coisas.

  13. Os crentes estão ficando loucos por dinheiro(a maioria). Conheço um ministro, que quando fala em dinheiro, ele chega a ficar indócil. O olho dele chega até vesgar. A voz muda. Ele fica horrível. Eu sou cristão, não estou mentindo. Chego a me sentir mal quando ele fala em dinheiro.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui