Teologia Contemporânea: Uma análise do pensamento teológico do século XX

10
231
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Olá pessoal,

Há três anos estive envolvido com um projeto de Teologia Contemporânea. Na época, pensava em fazer uma especialização nessa matéria. Acabei desistindo do curso, mas o resultado da pesquisa foi um volume de teologia contemporânea que acabo de publicar no endereço http://teologiacontemporanea.wordpress.com.

Algumas das idéias endossadas por mim naquele volume hoje são rechaçadas, e algumas outras consideradas heréticas (o fideísmo barthiano e o supralapsarianismo, por exemplo) hoje são defendidas por mim aqui mesmo neste espaço. Vergonha de mudar de opinião? Só não muda de opinião quem não as tem! rs…

Mesmo sabendo que o material não agradará a todos, decidi disponibilizar o conteúdo online, e espero que esta pesquisa possa auxiliar pastores, leigos, seminaristas e professores a transitar pelo terreno teológico do século XX. Àqueles que gostarem do conteúdo, peço que ajudem a divulgar.

Assine o Blesss

À seguir, o índice de temas conforme aparece no site:

INTRODUÇÃO: Vertentes que influenciaram a teologia do séc XX
CAPÌTULO 1: A influência Kantiana CAPÌTULO 2: Dialética de Karl Barth CAPÌTULO 3: Neo-ortodoxia CAPÌTULO 4: Crítica da Forma, de Bultmann CAPÌTULO 5: Desmitologização, de Bultmann CAPÌTULO 6: Heilsgeschichte, de Cullman CAPÌTULO 7: Teologia Secular, de Robinson, Cox e Buren CAPÌTULO 8: Ética Situacional, de Joseph Fletcher CAPÌTULO 9: Teologia da Esperança, de Moltmann CAPÌTULO 10: Teologia da História, de Pannenberg CAPÍTULO 11: Teologia da Evolução, de Chardin CAPÍTULO 12: Teologia do Processo, de Hartshorne CAPÍTULO 13: Teologia do Ser, de Paul Tillich CAPÍTULO 14: Teologia da Libertação CAPÍTULO 15: Pentecostalismo, de Seymour
CAPÍTULO 16: Neopentacostalismo, de Kenyon e Hagin CONCLUSÃO: Como será a teologia do século XXI?

Quero pedir também à todos que fizerem uso deste material, que sejam generosos e busquem citar a fonte (o Teologia Contemporânea e o Púlpito Crstão) sempre que necessário. Suas críticas e sugestões também são bem-vindas, e podem ser encaminhadas para o segunte e-mail: pulpitocristao@gmail.com

Fraternalmente,

Leonardo Gonçalves
Doulos de Cristo
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

10 COMENTÁRIOS

  1. "As pessoas mudam de doutrinas como se muda de roupa. Não existem raízes. São como uma folha seca levada pelo vento. Basta surgir um propagador de bênçãos e ele estará lá. Não se questiona nada, o importante é sentir. Chamo isso de “sensitividade herética”. Charles Spurgeon já advertia a igreja a mais de cem anos atrás: “As pessoas dirão: ‘Gostamos desta forma de doutrina e gostamos também da outra’. Mas o fato é este: eles gostariam de qualquer coisa, desde que um enganador esperto lhes apresentasse isso de uma maneira aceitável. Eles admiram Moisés e Arão, mas não diriam uma palavra contra Janes e Jambres. Não devemos ser cúmplices daqueles que visam criar esta mentalidade. Temos de pregar o evangelho de modo tão distinto que o nosso povo saiba aquilo que estamos pregando. ‘Se a trombeta der som incerto, quem se preparará para a batalha?’ (1Co 14.8). Tenho ouvido dizer que uma raposa, que é perseguida muito de perto pelos cães, finge ser um deles e corre com eles. É isso que alguns estão desejando agora: que as raposas pareçam cães. Existem pregadores dos quais é difícil dizer se são cães ou raposas; contudo os homens não podem ter dúvidas sobre as coisas que ensinamos ou cremos”. – Charles Spurgeon. (1834 – 1892) Spurgeon também dizia: “Nada há de novo na teologia. Exceto o que é errado”. Ou seja, a teologia bíblica é aquela pregada por Paulo, Pedro, João etc. São as “velhas doutrinas” que fazem bem a alma e salva o pecador."
    Pr. Antônio Pereira da Costa Júnior

  2. Leonardo:
    Uma vez por e-mail eu te disse que não tinha intenção de criar um blog. Pois é, não resiste à tentação e fiz um. Como percebi que na internet só se faziam estudos sobre a desmitologiszação de Rudolf Bultmann e o estudo sobre a secularização do evangelho de Dietrich Bonhoeffer, resolvi criar um blog não para discutir estes temas, mas para por em pratica através da arte da literatura. Pode ter certeza que com o tempo eu vou ler estes artigos ai, vão me ajudar mais ainda.

  3. Oi Leo
    Estou trabalhando em seminários a quase 20 anos.
    Prometo que vou ler todo material e se você permitir publicarei uma resenha no meu blog.
    bibliasemmitos-wagner.blogspot.com

    Muito bom saber. Isso explica a qualidade dos teus comentários

    Um grande abraço

  4. Olá Leonardo! Andei lendo uns trechos e achei ótimo. Bastante conciso e claro! Sem aquelas verborragias teológicas que muitas vezes desestimulam o estudo. Gostei muito, muito mesmo.

    Só faço uma observação, se me permitir (óbvio que só li uns trechos), achei que o texto poderia ser mais isento… sabe? Achei um pouco "proselitista". E sei pq, como acompanho o blog, conheço um pouco a sua forma de pensar (que diga-se de passagem é mto semelhante a minha na maioria dos casos).

    De qualquer forma, repito… o q li até agora achei mto bom.

  5. Paz manos!

    Obrigado pela força… Andei dando uma lida, e tem uns erros de português para catar. Abração procêis!

    Leonardo.

    Fala du Caio!

    Escrevi isso entre 2005 e 2006, há 4 anos atrás. Não mudei muito de lá pra cá, mas como disse, hoje penso que peguei pesado em alguns pontos aí… Algum dia, se Deus permitir, vou fazer uma revisão deste texto.

    Abraço fraterno,

    Leonardo.

  6. Leo, meu Tico e o meu teco estão de férias, tipo aposentados, a única coisa que andam malhando são uns pratos de comida.

    Estão bem preguiçosos, não "blogueiam" mais, mas andam postando muito, só olhando para o umbigo deles.

    Imagine, olhar para um umbigo só, já é ser centralizador, imagina olhar para dois.

    Assim estou eu e meus neuroamigos Tico e Teco; mas vou obrigá-los a dar uma passada no wordpress.

  7. ESPARGINDO A LUZ DO SABER:
    (EZ.) – EZEQUIEL: A VISÃO DOS QUATRO QUERUBINS: (ES.5.2) – É AZUL: (AR.37.5)
    (JB.8.12) – Eu sou a luz do mundo: Quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida: (1CO.9.3) – A minha defesa perante os que me interpelam é esta:
    São 37 letras e 5 sinais que, recompostos, geram a luz deste saber, com o testemunho do Verbo Divino, que diz:
    O QUE NÃO QUIS TER BOA VIDA QUIS SER LUZ: E É A LUZ: (IL.37.5)
    (LC.20.9) – A seguir passou Jesus a proferir ao povo esta parábola:
    (GN.1.5) – CHAMOU DEUS A LUZ DIA, E AS TREVAS NOITE: HOUVE TARDE E MANHÃ, O PRIMEIRO DIA: (AR.59.5)
    Isto é o que diz o Verbo Divino, ao recompormos as 59 letras e 5 sinais acima, a saber:
    DEUS ESPIRITUALIZOU O HOMEM: ENTÃO, HA UM CRISTO NA ERA, HA A VERDADE E VIDA: (IL.59.5)
    Porventura Cristo é o Guia dos Guias que vive em mim?
    V e j a m o s :
    (JB.6.45) – ESTÁ ESCRITO NOS PROFETAS: (LE.7.12) – A SABEDORIA PROTEGE COMO PROTEGE O DINHEIRO; MAS O PROVEITO DA SABEDORIA É QUE ELA DÁ VIDA AO SEU POSSUIDOR: (AR.109.6)
    (Recomposição das 109 letras e 6 sinais que compõem a parábola acima):
    O ESPÍRITO SANTO SABE QUE O PAI DO GUIA DOS GUIAS SE CHAMA ARNALDO RIBEIRO: E É VERDADE; E CRISTO PODE MOSTRAR ESSE PROFETA À TODO O POVO: (IL.109.6)
    (JB.6.14) – Este é, verdadeiramente, o Profeta que devia vir ao mundo? (GL.2.20) – Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto. (GL.2.20) – Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.

    O SABER LER A SI:
    (ES.12.1)
    (AP.13.18) – AQUI ESTÁ A SABEDORIA: AQUELE QUE TEM ENTENDIMENTO CALCULE O NUMERO DA BESTA, POIS É NÚMERO DE HOMEM: ORA ESSE NÚMERO É SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS: (AR.119.9)

    (ISRAEL é o nome do Homem que sabe LER A SI no Espírito Bíblico: Aqui o saber acaba com as cogitações infundadas que existiam acerca do número 666 do Apocalipse, pois o que está escondido nas 131 letras e 10 sinais que compõem o texto acima, é isto):

    ARNALDO RIBEIRO É ISRAEL: É O HOMEM QUE NASCEU NO CÉU, QUE AMA E SABE TESTAR AS ALMAS NO SEU NOME: E ELE ENTENDE QUE CRISTO TESTA DEUSES E DIABOS NESSE MESMO ESPÍRITO. (IL.131.7)

    O SÉTIMO DIA
    (DN.4.2) Pareceu-me bem fazer conhecidos os sinais e maravilhas que Deus, o Altíssimo, tem feito para comigo,; (EF.2.7) para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus; (1CO.15.45) pois assim está escrito:

    (GN.2.3) – E ABENÇOOU DEUS O DIA SÉTIMO, E O SANTIFICOU; PORQUE NELE DESCANSOU DE TODA A OBRA QUE, COMO CRIADOR, FIZERA: (AR.85.6)

    E o que o Senhor quer dizer com as 85 letras e 6 sinais acima é isto:

    SOU O ESPÍRITO QUE DESCEU DO CÉU, CRIANDO A SUA FÉ; E FAÇO SANTO O QUE É BATIZADO COM NOME DE ARNALDO RIBEIRO: (IL.85.6)

    (Lc.12.50 – Tenho, porém, um batismo com o qual hei de ser batizado; e quanto me angustio até que o mesmo se realize; (IS.21.16) porque assim me disse o Senhor: (1RS.18.31) Israel será o teu nome, (LS..9.6) porque ainda que algum seja consumado entre os filhos dos homens, se estiver ausente dele a tua sabedoria, será reputado como nada.(LC.4.21) Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (LC.6.5) O Filho do Homem é Senhor do sábado:
    E agora José? Ou melhor, Chico?…

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui