Procura-se um Papai Noel, uma pedagoga e um avivalista.

5
285
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Renato Vargens

Assine o Blesss
O Estadão de 12 de novembro de 2006 publicou lado a lado três anúncios no mínimo curiosos. No primeiro uma empresa estava disposta a contratar senhores com barba natural para trabalhar como Papai Noel. No segundo uma escola estava desejosa em contratar uma pedagoga para trabalhar com crianças. Já no terceiro, uma igreja estava disposta a contratar um pastor evangélico com forte experiência em avivamentos, o qual deveria enviar por email seu currículo.

Infelizmente tenho percebido que para muitos o ministério pastoral virou uma excelente oportunidade de vencer na vida, onde dependendo do tipo do empregador, pode-se obter um bom salário. Como bem definiu Ricardo Barbosa, vivemos hoje um processo de profissionalização do sacerdócio, o qual ao longo dos anos vem deixando de ser uma vocação para tornar-se uma profissão. Junta-se a isso o fato de que a igreja tem enxergado o ministério pastoral como uma função normativa da vida, onde ela como empregadora, cobra do seu funcionário atitudes e métodos que proporcionem crescimento numérico além obviamente satisfação pessoal do seleto rebanho.

Ora, o pastor e a igreja jamais deveriam comparar o santo ministério a qualquer profissão por mais digna que seja. Isto porque, o privilégio de pastorear o rebanho de Deus se deve exclusivamente a um chamado do Altíssimo e não porque o mercado de trabalho oferece melhores opções de salário àqueles enveredam pelo ministério pastoral.

Como afirma J.I Packer, a igreja necessita urgentemente recuperar a visão correta da vocação pastoral. Além disso é também indispensável que entendamos que Cristo fez dos pastores guias espirituais, homens qualificados por Ele, capazes de conduzir o rebanho sedento de pastores-pastores, que, com amor e compaixão, consagraram seu tempo para ouvir o clamor de almas cansadas, aflitas, ovelhas que estão em busca de orientação espiritual e transformação.

Pense Nisso!

***
Postado por Renato Vargens, no Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

5 COMENTÁRIOS

  1. Um Papai Noel, Morris Cerullo em trajes reais americanos;

    Um pedagogo RR$oares em trajes de palhaço eternamente sorridente;

    E um avivalista, Edyr Macedo em trajes do homem aranha, cheio de argumento empreendedores que prende todos, vai prendendo os obreiros que trabalham para ele em uma teia.

    Esta teia vai crescendo e vai prendendo cada um que entra pelas porta da IURD.

  2. aonde vamos parar com toda a invencionice dos artistas da fé?? quando se deterá toda essa tolice religiosa? Até quando vai durar essa palhaçada que estão fazendo com o Evangelho?

    É triste ver tudo isso, não sei se choro ou rolo de rir…

    "também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita"

    Quando vejo isso me lembrei desse verso…
    Que Deus nos guarde dessa catástrofe espiritual
    Mário Celso
    visite meu blog http://www.caminhandocomgraca.blogspot.com

  3. Por falar em J. I. Packer, os crentes da atualidade deveriam ler a sua obra "O conhecimento de Deus", para aprenderem a enxergá-lo de acordo com os Seus atributos, conhecendo a Sua Graça, mas sem esquecerem da sua ira – que é terrível. Aliás, eu o cito em um post ("A ira de Deus"). Ah, sim, frequento o seu blog há alguns dias, tenho comentado por aqui e você nunca me fez uma visitinha de cortesia… estou te esperando por lá, quiçá que você produza algum comentário (www.ricardomamedes.blogspot.com). Amplexos.

  4. Mano Ricardo,

    Claro que visitei seu blog. Aliás, te sigo no friend connect, e até publiquei um texto dele por aqui. Mas reconheço que estou devendo um comentário, hehe…

    Quanto à obra de J.I. Packer citado pelo Renato, bem como Calvino (amplamente citado no último texto dele aqui no blog), tenho reparado que há um despertar de parte dos crentes e teólogos brasileiros no sentido de resgatar a boa teologia reformada. Me alegro muito com isso…

    Um abração, e obrogado pela visita e comentário.

    Leonardo Gonçalves.

  5. Deus Amado!! O pior de estarmos em uma situação como essas, onde precisamos de "headhunters" para pastores, avivadores, cheer leaders de igrejas, é a comparação acima. Pedadoga = RR com traje de palhaço, logo Pedagoga se veste de palhaço??? UUoouu Problemas de exeplificação, de linguagem figurada ou qualquer coisa assim.
    Mas um pais onde o Pastor apóia sua nova fiel a fazer filme porno, onde se anuncia vaga de avivista, chamar professor de palhaço é bobagem.
    O que falta a nossa população, "crente" ou não é cultura, educação, senso critico, quando puderem desconstruir o "discurso" Neopentecostal, ou ainda pior e mais fácil discurso da Teologia da prosperidade, podemos começar a acreditar na mudança de raízes de valores, princípios etc. Talvez aí poderemos acreditar que não seremos pequenos saleirinhos esconidos por aí, mas sim o SAl da TERRA.
    Hugs
    Grace

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui