Apenas um eco…

20
7
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Leonardo Gonçalves

Minha maior angustia como pregador tem sido achar um modo de traduzir um amor infinito aos corações e mentes finitos, utilizando uma linguagem finita. Antes de pregar uma mensagem, é comum ver-me chorando (não me envergonho de dizer), pois entendo a profunda solenidade daquele ato.

Tenho uma tarefa impossível, e não fosse pela maravilhosa Graça de Deus, eu jamais poderia cumprir a minha missão. Meus ouvintes são surdos, e só Deus pode destapar-lhes os ouvidos. São cegos, e não podem enxergar a verdade que lhes mostro. São nécios, e não desejam se arrepender. Estão mortos, e não se moverão a menos que Deus os levante.

Será que você entende o que é isso? Já parou para refletir um pouco sobre isso? Será que você sabe, nobre pregador, o quanto você depende de Deus? Todo teu esforço, todo teu esmero e conhecimento, toda a teologia do mundo, tudo isso é bom, mas nada disso é suficiente para convencer o pecador. Você pode gritar o quanto quiser, mas os ouvidos permanecerão surdos e os corações empedernidos até que Deus os quebrante.

Então eu clamo, me humilho, imploro por misericórdia, pois sei que só um ato soberano de Deus poderá salva-los. Eles não entendem o que eu lhes digo. Na verdade, minha mensagem soa como loucura, e o amor que eu prego, é incompreensível.

Ora, só um Deus infinito pode transmitir a ideia de um amor infinito à mentes finitas, humanas.

Separados dEle, nada podemos fazer.

E nessas horas perecebo que eu, o pregador, sou apenas um eco: O Senhor é a voz!

***
Fonte: Púlpito Cristão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

20 COMENTÁRIOS

  1. Maravilhosa reflexão ! Exatamente como me sinto. E, quanto mais o tempo passa, mais as minhas pernas tremem e o meu coração dispara quando vou pregar. Quanta responsabilidade ser chamado para ser UM ECO DO SENHOR DOS SENHORES. Quando o Senhor coloca a mensagem em meu coração, muitas vezes reluto, gemo, tremo e choro também. Meu Deus, quanta misericórdia primeiramente por mim, por escolher este ECO rouco.

  2. Lindo Leo!!!!
    Quem dera todos os pregadores tivessem humildade e dependessem realmente de Deus.
    Quem dera todos os pregadores deixassem de lado seu EU e apresentassem o Deus verdadeiro e Sua vontade , não a deles,
    Quem dera todos os pregadores refletissem em suas faces a luz de Cristo Jesus.
    Quem dera todos os pregadores tivessem o perfume de Jesus…
    Quem dera todos os pregadores vivessem realmente para Cristo e para servi-lo, e servir o próximo,
    Quem dera todos os pregadores pregassem por amor, a Cristo e ao que os ouvem…
    São poucos, pouquíssimos são verdadeiros, tem chamado,
    Você é corajoso e sincero Leonardo.
    Deus te abençoe, você, sua família e seu ministério.
    Abraços de sua irmã em Cristo.

    Márcia Gizella

  3. Mendes,

    Também sou um eco rouco, um "sapucai"… Mas é na nossa debilidade que o poder de Deus se aperfeiçoa. Seja eu mais humilhado, e seja Deus exaltado. Que este sentimento de insignificância nos norteie, pois só assim teremos a certeza de que iremos cumprir eficazmente nosso chamado.

    Pr Júlio,

    É sempre uma alegria saber que os rabiscos que eu escrevo estão sendo usados por outros servos de Deus em outros sites.

    Vamos em frente, sempre dependendo de Deus!

    Verê,

    Se não for a verdade, ao menos será esta a "minha" verdade, rs… Abraço.

    Marcia Gizella,

    Se todos os pregadores tivessem a humildade que você menciona e dependessem totalmente de Deus;

    Se todos eles mortificassem a própria vontade pela glória de Deus;

    Se todos refletissem em seus rostos a luz de Cristo e exalassem o seu perfume;

    Caso eles vivessem para Cristo e para o próximo, e anunciassem o amor de Deus e a mensagem da pura graça,

    … Certamente teríamos muitas baixas nas nossas fileiras, e muitos dos que hoje se chamam cristãos se escandalizariam dos seus pastores.

    Aliás, não me assombraria se comunidades de 500 membros diminuíssem tanto até chegarem a pequena soma de 12 membros. Foi assim nos dias de Jesus (Cf. João cap. 6), e não seria muito diferente hoje.

    Esta é apenas uma das tristes verdades que aprendi nestes poucos anos que sirvo ao Senhor. Mas apesar disso, vamos em frente. Como disse o pastor Francisco Zapatta: "não fomos chamados para retroceder!"

    Fraternalmente,

    Leonardo.

  4. Somente uma pessoa usada pelo Espirito Santo de Deus,sabe reconhecer a sua minúscula condição de servo.

    Aqueles que são levados pelo engano,apenas veem uma imagem enganosa de si mesmos e acreditam que são grandes.

    Aqueles que são espirituais,atentam para as coisas do espirito e nem se importam com o que pensam ou aparentam ser ou ter.

    Seja Deus verdadeiro e o homem mentiroso,quando julgado.

  5. Ué Leo, mas a verdade é essa, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos….
    As igrejas estão abarrotadas, mas quando vier o "crivo" de Deus, sei não…
    O importante é a verdade, se não querem ouvir:Problema de quem?
    João Batista era tão singelo hein?Com certeza se fosse hoje tacariam pedras no abençoado!!!!Gritariam:Sai daí ô doido, "meu pai" é o dono de tudo!!!!!!

    Paz!!!!!

  6. Leo!! que o Espírito de Deus continue te usando como a última trombeta. Podes crer que ainda existem irmãos que estão atentos ao clamor e o choro do Espírito Santo. gemídos inexprimíveis nos fazem extremecer diante dessa surdes que a igreja está passando (isso é profético, que podemos fazer…)quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz as igrejas!!! continue… aqui bem no sul do Brasil tem alguém muito atenta as suas indagações, reflexões e ousadas Palavras que me estremecem cada vez que as leio e reflito. eheheh desta forma sou obrigada a me converter. abraços. Vera Lemos

  7. Danilo Fernandes,

    Sim, é monergismo! rs.

    Vera Lemos,

    Muito obrigado pela atenção especial que vopcê dedica a este espaço, e também, aos rabiscos que eu escrevo. Um abração para os irmãos aí do sul…

    Portal Virtual

    Só me resta a máxima de João Batista: "Convém que Ele cresça e eu dimunua". Abraço!

  8. Belo texto Léo.

    Nós anunciamos a mensagem e os resultados cabem resto cabe a Deus. Ele prometeu cooperar e salvar mediante a pregação do evangelho.

    Podemos fazer apelo como Finney , abaixar a luz do ambiante, tocar a música em notas apropriadas para tocar os sentimentos, mas nada disso é suficiente se o Espírito não convencer o ser humano do pecado.

  9. O conhecimento de Jesus Cristo é uma revelação (Jo 6:44), e ninguém pode confessá-lo a não ser pelo Espírito Santo (I Cor 12:3).

    Nos esquecemos de que a oratória e os argumentos são insuficientes para fazer as pessoas entenderem. Não há quem entenda, não há quem busque a Deus. Infelizmente, embora às vezes a nossa teologia tenha uma base monergista, na prática às vezes pregamos como sinergistas.

    Acredito que a fé realmente vem pelo ouvir, mas também vem pelo andarmos como Cristo andou, evangelizando através do nosso exemplo, compartilhando o que aprendemos sem soarmos como os donos da verdade, mas em humildade e amor.

    O problema é que para conseguirmos aplicar essas verdades na nossa prática do dia-a-dia pode durar uma longa caminhada.

    Queremos ser os avivalistas e reformadores!

    Essa é uma tentação sutil. O fato de o homem interior amar Jesus cede lugar à tentação de o homem exterior querer se auto-afirmar tentando evangelizar multidões para que a auto-imagem de "evangelista" seja projetada, em detrimento da manifestação genuína de amor às almas sedentas.

    Esse é o meu drama diário, e creio que é o drama de grande parte dos pregadores protestantes que realmente possuem amor por almas, mas com o tempo esse amor se transforma em projetos vazios e sonhos áridos, fazendo-nos cegos para o que realmente é importante.

    Anderson Paiva

  10. Eu queria que a minha vida simplesmente gritasse aquilo que Jesus é e o que ele fez por nós para as outras pessoas. Ser cristão é um grande privilégio, uma grande honra e uma grande responsabilidade.

  11. Olha, Leonardo, eu realmente não consigo crer que haja vida após a morte, logo não vejo necessidade alguma de salvação. Acredito que eu deva praticar boas obras por que isso é racional, pq tenho um compromisso para com meus irmãos na terra e pq Deus existe e é perfeito, logo desejo assemelhar-me a Ele. Mas eu realmente não posso fingir que acredito em algo, sabe? E fingir para quem? Para deixar as pessoas que pregam para mim felizes? Mas se eu sei em meu coração que não creio? E sei que Deus tb o sabe – e que Ele abomina a mentira. Leio a Bíblia, creio que ela me ajuda a viver melhor, me conforta, me orienta, mas para uma vida aqui na terra. Se houver um inferno, paciência, não o temo. Se incredulidade (em uma vida após a morte) for um pecado a puniçõa por ela será tão justa qto por uma vida de mentiras bonitinhas. Não sei se me fiz entender, mas é isso. Eu realmente gostaria de acreditar, minha vida seria muito mais fácil. Tenho buscado por bons argumentos, mas o que tenho encontrado – e vc deve saber disso melhor que eu rsrsrs – é um bando de tapados que nem conhecem a Bíblia virem tentar me convencer com chavões e "senso comum gospel". Sem contar as profetadas, né? Eu nem rebato, apenas sorrio e fico triste. Sinto pena, pois se eu que não creio em céu nem em inferno conheço e amo a Bíblia, como alguém que cre em tudo isso pode despreza-la?
    Enfim…

    Aprecio muito seu trabalho aqui no blog e o que li que vcs fazem no Peru, bonita atitude, que bom que existem pessoas que saem do comodismo e lutam por seus ideais.
    Forte abraço

  12. Amigo anônimo,

    Não só a Bíblia, como também o nosso próprio senso de justiça clama pela eternidade. Se essa fosse a única realidade que existisse, então Deus seria muito injusto.

    A existencia da eternidade demanda um milagre. Portanto, é impossível crer na eternidade sem Deus. Só Deus justifica a crença na imortalidade da alma.

    Tudo começa com Ele, e a existencia dele é uma exigência racional: Tudo o que veio a existir tem uma causa (principio elementar da ciência), e é mpossível um retrocesso infinito de causas, portanto, tem que haver uma causa primeira, não criada, para iniciar o processo. Esse argumento é velho, foi usado por Aristóteles e "batizado" por Aquino, mas parece ser a prova mais inteligente apresentada até hoje para a existencia de Deus.

    Agora, uma coisa é crer que Deus existe; outra bem diferente é crer nele como Divindade pessoal e salvadora. A primeira premissa pode ser provada pela razão; a segunda demanda fé – que é justamente o que você diz não ter.

    Quanto à salvação, eternidade e outras verdades metafísicas, elas só serão absurdas se você excluir a priori a possibilidade da existencia de Deus. Creia em Deus, e o mais se harmonizará. E se te é dificil crer, leia à Bíblia, "pois a fé vem pela Palavra" – disse Paulo aos Romanos.

    No mais, estarei orando por ti. Lamento muito que você seja exposto a essas baboseiras da TV, mas não esqueça que Deus, em todas as eras, sempre teve o seu remanescente. Ainda existem cristãos abnegados, verdadeiros e fiéis.

    Um grande abraço,

    Leonardo.

  13. Oi, Leonardo
    Obrigado por responder meu post.
    Na verdade eu nem tenho Tv há alguns anos já rsrsrs Justamente por causa das tantas baboseiras que não estou disposta a engolir. Sou meio anarquista nesse ponto. (Por exemplo, vc está sabendo da campanha que a mídia está fazendo aqui sobre a tal da gripe suína? Então, isso me irrita muito mesmo, por isso prefiro não ter.)

    Acho que eu não soube me expressar muito bem no post anterior. Eu tenho certeza absoluta da existência de Deus e de que ele fala comigo, de que é um Deus pessoal. O fato é que não creio na existência de nada após a morte. Estou pronta para a hora que Ele quiser me levar. Não tenho nenhum apego à vida. Leio a Bíblia, meu livro preferido (nem dá para classificar assim, pois a Bíblia para mim não se compara a nenhum outro livro que tenho – e tenho muitos), mas não acho que ela exista para me PREPARAR para algo e sim para me INSTRUIR para esta vida aqui.
    Não é uma questão de "discordar" com a Bíblia em alguns pontos. É falta de acreditar mesmo. Não existem pessoas que acreditam em, sei lá…, duendes? Pense em algo absurdo e que vc definitivamente não acredita, por exemplo duendes (vc não acredita em duendes não, não é Leonardo? rsrsrsrs), não te parece absurdo tentar crer em duendes? Imagine-se tentando acreditar em um velhinho que sai por aí, de roupa vermelha sufocante, bebendo coca cola e distribuindo presentes no Natal.
    Por favor, não pense que estou tentando ridicularizar sua fé na Salvação com estes exemplos, não é isso. Só estou tentando imaginar algo em que vc não creia mesmo para vc entender o que eu sinto com relação à Salvação.

    Leio versículos que falam sobre este tema e o que penso é que aquelas pessoas que escreveram acreditavam, mas que estavam enganadas e não necessariamente mal intencionadas.
    Enfim é isso, eu queria acreditar, mas não consigo. E não dá para falar sobre isso com ninguém porque, bem, acho que nem preciso explicar, né? rsrsrsrs
    Abraço

  14. Paz mano!

    Conheço o vídeo. Já postei ele aqui, faz algum tempo. Este é o Paul Washer, um cara sério à beça, que foi missionário aqui no Peru há dez anos atrás + ou -…

    Sobre o site, tem um que eu gosto demais. Há vários vídeos de pragação nele, e sem aquela baboseira que infelizmente, predomina na TV. O link do site é: http://voltemosaoevangelho.blogspot.com/

    Se você quiser assistir outros vídeos, inclusive do Paul Washer, o link direto (do mesmo site) é esse aqui: http://voltemosaoevangelho.blogspot.com/search/label/T%20-%20V%C3%ADdeo

    Um abraço mano, e que Deus te abençoe.

    Leonardo.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui