Julgamento de Rozângela Justino

20
242
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Atualizado às 17:30h.

Por unanimidade, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) condenou nesta sexta-feira a psicóloga Rozângela Justino por tentar, por meio de terapia, ajudar gays e lésbicas que desejam ser heterossexuais. A terapeuta, que há 20 anos lida com o tema da homossexualidade, receberá uma censura pública por realizar consultas e não pode continuar atendendo homossexuais em seu consultório. O exercício da psicologia em outras situações, no entanto, está permitido.

Assine o Blesss

“Haverá uma fiscalização do Conselho Regional do Rio para evitar que ela descumpra a decisão. Ela não pode em hipótese alguma fazer referência a qualquer tipo de tratamento ou de mudança de comportamento no sentido de atingir as pessoas com orientação homoafetiva”, explicou o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona.

O advogado Paulo Fernando, contratado pela psicóloga, anunciou que vai recorrer na Justiça Federal contra a decisão do CFP, que manteve condenação já imposta anteriormente pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro. (Portal Terra / Púlpito Cristão)

Psicologia ou Filosofia?

Assim como as demais ciências, a psicologia também tem sido permeada pelos pressupostos pós-modernistas, entre os quais está o relativismo, escola filosófica que nega a existência de verdades absolutas. A contradição do relativismo é óbvia, pois ao dizer que não existe verdade absoluta, eles impõem o relativismo como verdade (e absoluta, pois não aceitam opiniões contrárias). Sobre esta intromissão da filosofia no campo da psicologia e suas conseqüências, Rozângela argumenta:

“Assim, no campo intelectual, estas teorias e suas práticas disformes, inconsistentes e inconsequentes vêm pervertendo não somente a ordem social como também os conceitos científicos, o que se reflete no ser humano que se encontra em estado de sofrimento, acrescentando-lhe mais dor, especialmente ao que deseja procurar apoio e não encontra o acolhimento desejado, bem como seus familiares. Este é o reflexo mais perverso desta “impostura intelectual” com finalidades políticas e econômicas”. (1)

Opção ou Determinismo genético?

Apesar de existir uma grande pressão por parte de grupos homossexuais militantes, ainda não está comprovado que o homossexualismo é genético, permanecendo, portanto, a hipótese do homossexualismo como uma opção do indivíduo. Os diversos casos de pessoas que foram homossexuais e em algum momento abandonaram a prática oferece a evidencia necessária para corroborar a hipótese de que o homossexualismo é opcional, e não o produto de um determinismo genético.

Direito constitucional

Para se defender-se das acusações, Rozângela pretende valer-se do artigo 5º da nossa Constituição Federal, que garante a “liberdade de pensamento, liberdade de expressão e liberdade científica”. A opção sexual também é um direito inalienável: Ninguém é obrigado por lei a permanecer homossexual ou heterossexual durante toda vida. Contudo, ao colocar-se entre Rozângela e seus pacientes, o CRF parece pressupor que o homossexualismo é uma condição inalterável (o que comprovadamente não é), além de inverter os papéis, fazendo parecer que Justino obriga seus pacientes a abandonarem a homossexualidade, quando o que acontece é justamente o contrário: São eles que, insatisfeitos com a sua opção sexual, procuram ajuda profissional para mudar esta inclinação.

Uma profissional capacitada…

Valmir Nascimento Milomen (2), jurista, pós-graduado em direito, chama a atenção para o fato de que, “no plano jurídico, a Constituição Federal estabelece que é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer (art. 5.º, inciso XIII)”. Neste caso, cabe recordar o excelente currículo profissional de Rozângela Justino:

1) Graduada em Psicologia desde 1981;

2) Especialista na área clínica e escolar/educacional (reconhecida pelo próprio Conselho Regional – RJ);

3) Pós- graduada em Psicodrama com a tese “Homossexualidade X Heterossexualidade – uma possibilidade de resgate da heterossexualidade”, pelo Centro de Psicodrama do Rio de Janeiro.

4) Treinamento em EMDR (conhecido como a terapia do estresse pós traumático), pelo EMDR Institute Inc.;

Milomen, ao comentar o Artigo 5º da constituição, acrescenta:

“Temos aqui uma norma constitucional de eficácia contida, a requerer lei ordinária para sua regulamentação, e consequentemente, restringir a atuação profissional. Veja bem. Lei ordinária, e não uma simples resolução do conselho de classe, que no caso em questão, exorbita a sua competência, ferindo, portanto, o principio da legalidade” (3)

***
1. Rozângela Justino, no seu blog
2. Valmir N. Milomen em seu site pessoal.
3. Ibid.

Nota do editor: blogueiros e editores de sites podem copiar o texto, desde que cite o Púlpito Cristão e coloquem o link redirecionando. Grato.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

20 COMENTÁRIOS

  1. Fique Claro…
    Fique claro que os que apóiam a Rozângela Justino, SÃO CONTRA: o preconceito contra o homossexual, a violência contra os homossexuais e aos assassinatos dos homossexuais.
    Fique claro que enquanto levamos para a cadeira elétrica alguém que dispõem a ajudar os que a buscam porque estão sofrendo, existem que os violentam, matam e atacam com bombas os nossos semelhantes, demonstrando a irracionalidade do preconceito.
    Fique claro que da mesma forma que no regime militar, o Tricampeonato do futebol brasileiro foi usado como recurso para desviarmos o nosso olhar das atrocidades cometidas, naquela época; hoje, não conseguimos enxergar o alvo real da nossa luta.
    Fique claro que escolhemos Tiradentes para mártir da nossa pátria e esquecemos-nos de identificar os mentores da conspiração.
    Fique claro que os judeus julgados culpados, milhões exterminados e levaremos para sempre em nossa consciência essa culpa.
    Fique claro que enquanto a difamamos, atribuindo-a postura não adotada, palavra não ditas, procedimentos não confirmados, nos distanciamos do real objeto da nossa preocupação.
    Fique claro que os movimentos neonazistas estão crescendo em todo mundo, e um seus dos alvos principais, sabemos, são os homossexuais. Entretanto, indicamos para a Rozângela à forca porque é alguém que se dispõe a colocar o seu conhecimento profissional disponível aos que buscam apoio, independente da sua orientação sexual!
    Fique claro que ao condená-la, estaremos substituindo a vida pela morte e o afeto pela dor. Quem bom seria se ao menos a sua condenação, significasse o fim da violência, do preconceito, da intolerância e dos assassinatos dos homossexuais… Ah!Quem dera…

  2. O Mundo hoje está contaminado por uma ideologia, pregada sutilmente pelas novelas de um modo geral, que ser homossexual é ser legal, é ser honesto e ser o melhor filho, é ser o melhor amigo, é ser uma pessoa com auto-estima elevada aliás é viver no paraíso. Mas assim como nós estamos sempre defendo nossas idéias eles também, enganados e usados pelo maligno defendem as deles através das principais mídias nacionais. Pois é sabido por todos que no meio artístico ser homossexual e usar drogas é "COMPROVAÇÃO" de aceitação pelo grupo. Ocorre que o "MUNDO GAY" vem ganhando simpatizantes fruto desta alienação televisiva que começam a defender o homossexualismo como se fosse um ideal de vida. O RESPEITO ÀS PESSOAS HOMOSSEXUAIS deve permanecer. Defendo e repudio qualquer tipo de discriminação ao homossexual enquanto pessoa. E a nossa lei já os protege, como qualquer tipo de discriminaçao, imputando em pena quem injuria alguém por qualquer motivo que seja.O CÓDIGO PENAL ASSIM PRECEITUA:

    "Art. 140 CPB – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
    Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
    Portanto se alguém emitir à outra de forma pejorativa atributos, mesmo sabendo ser pertencentes a esta, com o intuio de ofendê-la estará incorrendo neste crime. Ex.: Sabemos que uma pessoa é deficiente visual e falamos com ela de forma a diminuí-la enquanto pessoa -" OH CEGUINHO, OH CEGUINHO! Entretanto, nem por isso proibiu-se as PESQUISAS, OS TRATAMENTOS, sejam convencionais ou alternativos, ou até mesmo CONGRESSOS DE PROFISSIONAIS PARA DISCUTIREM AS DOENÇAS DA VISÃO, E SE SÃO REALMENTE DOENÇAS.

    Acredito que essa psicóloga ao tratar os homossexuais que as procura não lhes-imputa quaisquer termos que possam diminuí-los enquanto pessoa. Pelo contrário, ela está tentando ajudar, através de uma ciência ainda jovem entre as demais, pessoas que não estão satisfeitas com a vida que levam. Entendemos que o dispositivo citado (RESOLUÇÃO NR 01/99 CRF “homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”)trata-se de uma orientação dada pelo órgão em questão, mas que não pode servir de coação aos pesquisadores e estudiosos da área, no sentido de buscar um posicionamento diferente, ou até mesmo a cura de um mal. Até onde eu sei PSICOLOGIA NÃO É CIÊNCIAS EXATAS, portanto não podemos engessar uma CIÊNCIA TÃO JOVEM QUANTO ESTA. Essa falta de flexibilidade é que afronta aos pricípios contitucionais, como o da livre iniciativa, livre exercício da profissão, direito do paciente de se submeter a um tratamento ou não, etc. Cadê a liberdade dos pacientes que querem sair do "status quo" que se encontram, sendo discriminados por essa mesma sociedade hipócrita que quer impedí-los de buscar um tratameento para algo que eles mesmos entendem pela necessidade. O dispositivo em questão pode até não ser inconstitucional enquanto orientação profissional. Ocorre que quando usado para coibir o avanço da ciência e o bem estar de pessoas que estão aprisionadas por uma situação que não querem estar nela, aí sim , passa a se tornar incosntitucional. Portanto, se usado deTsa forma é totalmente inconstitucional, bem como qualquer lei que venha com esse mesmo entendimento.
    Vamos refletir! Se não, daqui a pouco, estaremos impedindo as pesquisas dentro do tratamento psico-terapêutico, em nome de um liberalismo hipócrita e mortificante que defende inclusive a liberação do uso de drogas. Precisamos nos predispor a ajudar o outro a se libertar e não a se aprisionar, seja no uso de uma substância, seja na prática de algum comportamento que o deixa cada vez pior.
    Os mesmos que levantam a bandeira do liberalismo barato não admitiriam o homessexualismo em suas famílias, principalmente se é um filho.

    Luis Romulo – Adv.(OAB – 21964)

  3. Só acho que a psicóloga faz propaganda enganosa.

    Se não é comprovado nenhum determinismo genético na homoafetividade, por outro lado é comprovado (como determina o CFP) que homossexualidade não é apenas uma opção. Deriva de condições biológicas, culturais e de história de vida.

    Do ponto de vista da psicologia, oferecer tratamento ao homossexual é uma espécie de charlatanismo. Sofrimento e dor com a própria condição não são privilégios do homossexual, portanto não cabe anunciar o tratamento específico. Heterossexuais estão em condição semelhante.

    Oferecer ajuda para abandono da condição homossexual é partir do pressuposto de que existe uma normativa sexual que determine quais seriam práticas aceitáveis moralmente – o que é um terreno deveras perigoso. Quem está em condições morais de normatizar essas práticas? Esses sim é que estão precisando de tratamento…

    Esclareço que escrevo como cristão.

  4. A questão da homossexualidade ainda não tem nada determinado sobre sua condição existencial, a mesma ainda é um objeto de estudos e pesquisas minuciosas. O CFP peca demais por querer barrar estudos científicos sobre o homossexualismo e bissexualismo. Sou acadêmico de Psicologia e Psicanálise e percebo que esta proibição é devido a alguns psicólogos serem homossexuais e bissexuais.

  5. O próximo passo vai ser a justiça garatir a eles paceiros e obrigar os demais a trazarem com eles. Não é a toa que o simbolo da república já foi uma prostituta e o próximo vai ser um cafetão.

  6. Aqui não se trata tão somente de compactuar c/ posições e conceitos, pois sempre teremos os contra e os afavor. O que se discute é a "falsa" democracia que se apresenta sempre com imposições e proibições. Concordo com o "Anônimo", acima, que a luta dos conselhos em questão são tendenciosas e embandeiradas por homossexuais partidários do movimento "próhomossexual" que tem como finalidade desconstruir a sociedade.Criaram desta forma uma "onda avassaladora" denominada heterofóbica, pois,agora fica cada vez mais difícil se posicionar como "hetero" e não ser denominado como preconceituoso…a este sentimento, cada vez mais presente em todos os meios,a sociedade está se "psicoadaptando" com situações que anteriormente repudiavam.
    A psicologia é uma ciência, e como tal se baseia em teorias. O estudo e as pesquisas fazem parte constante de seu universo. Bloquear seu crescimento com proibições "tendenciosas" como o CFP o fez, é condenar a morte a psicologia ou, criar nos bancos acadêmicos profissionais incapazes de realmente auxiliar o ser "humano".
    Penso que Rozânjela Justino se fez mártir no lugar de mts profissionais da área que se sentem ameaçados de realizarem seus trabalhos de forma digna e coerente com a verdadeira ciência da psicologia.
    Que haja coragem para lutar contra tudo e todos que de alguma forma queiram esmagar nossa capacidade de pensar e agir de forma a construir, preservar e tratar o mundo e seus habitantes buscando uma vida plena.

  7. Caro irmão em Cristo (André).

    O que o CFP está colocando, não tem embasamento científico comprovado, ou seja, parte do pressuposto que a homossexualidade "seria um terceiro sexo", que a "nova" sociedade, diga-se de passagem, que vem sendo meticulosa e pacientemente construída há umas tres décadas, vem se "psicoadaptando"…entendeu ou já se "psicoadaptou"?
    São exatamente estas condições: (biológicas;culturais e históricas de uma vida) que causam conflitos e manifestam os mais variados sintomas. Rozangela Justino está servindo de mártir nesta luta que em nada beneficiará os homossexuaise, e sim, contribuí para que fiquemos reféns de uma classe (mov.pró gay), que não está nem aí para o sofrimento de ninguém, muito menos dos homossexuais.
    Não tarda e os heterossexuais serão rechassados e taxados de doentes. Temos que atentar o que está por trás dos bastidores e não nas manchetes…

  8. O SONHO QUE SE SONHA SÓ

    "Já dizia Raul Seixas que “sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha juntos é realidade”.
    Ïnfelizmente no homossexualismo sonha-se um só sonho. Infelizmente encontraram um Presidente que não está sóbrio para enxergar o abismo que o Brasil está entrando tendo o apoio de gordas verbas para os eventos que levam as associações a aumentarem seus associados.
    Pena que não sabem que a casta rica da EUROPA, influentes na ONU levou-a a propagar a ideia da redução da população. Veja o site : http://www.juliosevero.com que constata esta realidade.
    O tempo passa rapido, quando menos pensar a espada vai começar correr solta nos pescoços dos homossexuais e lesbicas porque o Islamismo mata os homossexuais, por não aceitar tal pratica. Veja o site acima. Voces acham ruim dos cristãos, catolicos e judeus condenarem esta pratica que na Biblia toda tem uma serie de textos contra ela por ser malefica para quem pratica. E a maioria dos emails que recebi fizeram comentarios jocosos, nada sério, como se tudo fosse festa.
    Quando o show terminar, um dia terão de tirar a mascara e verão que foram enganados pela Elite rica que sempre viveu a custa da exploração dos pobres. A propria ONU pediu ao nosso presidente para usar meios de reducao da população.O SONHO QUE SE SONHA SÓ vai provocar A MAIORIA DOS HOMOSSEXUAIS TER A SUA GERAÇÃO ENCERRADA NELE PROPRIO, NÃO TENDO O PRIVILEGIO DE TER DESCENDENTES. É, infelizmente quando a velhice chegar, VAO SONHAR O SONHO DE UM SONHO SÓ. Porem, se cairem na real e se arrependerem desta pratica anti-natural e pecaminosa segundo a Biblia E A DEIXAREM, alguns ainda poderão encontrar a felicidade mesmo que sozinhos.
    Martin Luter King, um pastor evangelico, deu a vida a favor da indiscriminação. Só que nós nunca vimos um discurso dele xingando, discriminando, caluninando os brancos por serem discriminados. E eu em 52 emails que recebi, 47 me discriminaram, deboxaram, caluniaram, zombaram de mim por que sou cristão OLha é só ler Romanos 1:18 em diante e tem exatamente esta descrição de que os homossexuais agem assim. Lógico que existem excessões.
    Fundei dois orfanatos, e o segundo assiste hoje a mais de 1.000 criancas, imagina se alterarem o Estatuto da crianca e do alescente com as barbaries embutidas na CARTA DE BRASILIA permitindo criancas e adolescentes terem relações sexuais livremente como estão querendo os lideres homossexuais e a ANCED/CADECA-DF ? Realmente podemos afirmar que a finalidade dessas associações e o governo estao profundamente influenciados pelo movimento mundial "queer" de desconstrução familiar.
    Em 35 anos de ministerio tivemos mais de 100 casos de homossexuais que nos procuraram na Missao, nas igrejas onde fui pastor e tambem nos orfanatos (casas-lares)e nos 15 anos de cultos ao ar-livre, e todos que nos pediram ajuda conseguiram se libertar do homossexualismo, e hoje sao lideres, pastores, pais e avos abencoadissimos por terem sido libertos, não por nós, mas pelo poder de Deus e pela pratica dos ensinos e principios contido nas escrituras.
    Feliz é nação cujo Deus é o Senhor. Apesar de hoje a maioria dos paises que foi o berço do Cristianismo, se afastaram do plano de Deus. Mas enquanto permaneceram fieis veja o progresso que alcançaram : Toda EUROPA e EUA.
    É triste, amigos, ver os diretores dessas associações gays dando parabens aos seus obreiros pelas besteiras e escarnio a que submetem todos que escrevem contra a pratica deles. Mas eu deixo com Deus a justiça pois ao mesmo tempo que Ele é um Deus de amor, tambem é Justo.
    Um fraternal abraco,
    Pr. Alberto Thieme
    thiemeus@yahoo.com

  9. Olá teste!
    o que queres dizer com a pal. "teste"?
    Acaso sugeres que sejam aplicados testes psicológicos, ou…?
    Realmente fica confusa tua colocação. A titulo de curiosidade, ou aproveitamento p/ discussão,poderias nos explicar tua participação?
    agradeço
    sou o anônino de cima e anterior tbm

  10. Se, do verbo, talvez, quem sabe.. agluém chegar ao consultório de um psico e pedir por ajuda, deve sim ser ajudado e orientado, o papel do profissional é ajudar que o paciente entenda o motivo do conflito para depois ajudá-lo a conviver, ou mudar, ou aceitar o que tanto te incomoda.

    Mas, não creio que seja isso que a dra tem feito, não há base científica, há sim a sua fé, aquilo que ela acredita e quer que os outros também acreditem…

    Eu acho que ela deveria aproveitar que tem um canal aberto com deus e perguntar como se cura o cancer… aí sim iria fazer algo de importante.

  11. Vejam bem!!!!
    Não me causa mais surprêsa perceber que as pessoas, em sua grande maioria, baseiam suas críticas e assumem "lados", frente a reportagens tendenciosas e tentam destruir o que uma pessoa, como Rozangela, levou anos p/ formar, baseada em crescimento científico que lhe trazem substância e capacidade, para tratar pessoas que sofrem, sejam os conflitos que apresentarem. "Cura";crença religiosa"…e demais palavras plantadas, propositadamente,servem somente para descredenciá-la de suas observações que, de fato tem e muito embasamento científico.
    Infelizmente, o nosso povo, emite suas opiniões, sem ao menos buscar fontes que os informem e, que até hoje, tem sido a base para o atuar dos meios científicos.
    A ciência não deve ser avaliada por conveniência e nem tampouco servir de palco para ideologistas de plantão!
    Sugiro, humildemente aos leitores que busquem o entendimento através de pesquizas para então poderem emitir alguma crítica. Isto é o mínimo para que nossas vidas não sejam usadas por movimentos que em nada estão interessados com as prováveis "vítimas em questão- os homossexuais"
    Pertencer a algum seguimento religioso só nos trará subsídios "humanos, amar ao próximo e etc", para verdadeiramente ajudar sem nenhum ganho pessoal além do seu óbvio ganho profissional.
    Só para constar, sou psicóloga e, acompanho o raciocinio científico de minha colega Rozangela Justino, qual seja: não compactuo com a idéia do terceiro sexo…
    Abraços a todos

  12. Rozangela deveria perder o direito de atender qualquer pessoa! isso que dá misturar religião com psicologia, aprecem essas aberrações como Rozângela Justino. Nunca vi ou li um discurso tão pseudo científico e incoscistente quando o desta senhra. Sou psicólogo, heterossexual e revoltado com a atitude desta mulher. Não sabe o que é filofia, e parece que nem sabe o que é psicologia também. Simplesmente qubrou com várias das normas do conselho de ética, está lá, qualquer imbecil pode ler. E esse papo de que "estão querendo tirar o direito dela de ajudar pessoas que querem mudar de orientação sexual". Se fosse apenas isso, mas não, quem lê o blog dessa Senhora pode ver quanto ódio e discriminação existe em suas palavras. Vocês evangélicos devem ficar dentro da igreja de vocês e não se meterem com assuntos que não lhe dizem respeit, como psicologia por exemplo.
    Que Rozangêla seja proibida se ser psicologa para o bem da humanidade.

  13. Sr Demian,
    Caro "colega", este seu discurso caracteriza uma atitude preconceituosa e, falando em ética…bem!!!!!
    Costuma-se ler comentários neste nível em situações de perda de compostura ou em auto defesa…psicólogos costumam utilizar um vocabulário mais rico e nunca ofensivo e xulo como o que visualizamos no teu discurso nada construtivo…é lamentável ver um profissional usar "esta" ética para se referir a um colega….

  14. Gostaria de indicar a leitura de três livros, frutos de pesquisa científica. Creio ser um pequeno passo de embasamento(pressupostos)aos comentários. Precisamos conhecer (cientificamente) os dois lados da questão e depois refletirmos sobre a mesma, expondo respeitosamente nossos comentários.

    com apreço

    HOMOSSEXUALIDADE: Um Guia de Orientação aos Pais para a formação da Criança.
    Ph.D. Joseph Nicolosi & Linda Ames Nicolosi
    Shedd Publicações

    Hossexualidade Masculina: Escolha ou Destino
    Claudemiro Soares
    Editora Thesaurus

    A Inaceitável Ausência do Pai
    Claudio Risé
    Cidade Nova (editora)
    (pode ser encontrado na livraria cultura)

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui